Autor Tópico: Arch Linux: breve resenha  (Lida 43271 vezes)

alarcon

  • Visitante
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #15 Online: 30 de Julho de 2007, 14:34 »
Como também sou um feliz usuário do Arch Linux vou meter o bedelho no tópico do amigo celsofaf... :D

Ainda com relação a instalação ela é feita inicialmente em modo gráfico através de um cd de boot com cento e poucos megabytes para instalar o sistema básico que nada mais é que o kernel e os módulos para detecção do hardware e internet.
A partir disso é tudo feito em modo texto através do pacman de forma bem simples... qualquer usuário equipado com as informações disponíveis no wiki pode realizar sem grandes dificuldades, até porque o sistema em modo texto é extremamente informativo e até mesmo na instalação de determinados pacotes, informa sobre procedimentos a serem realizados depois da instalação como por exemplo qual comando rodar para configurar determinadas funções.
A grande vantagem de instalar uma distribuição com esse perfil é que você terá no seu computador um sistema personalizado para o seu uso, ja que só terá instalados os modulos e aplicativos que você usa e isso faz toda a diferença no quesito desempenho... são os benefícios que distribuições como Slackware e Gentoo trazem, mas no Arch os meios para se chegar neste resultado são bem mais simples como bem disse o celsofaf.
A estabilidade do sistema é outro ponto forte a ser citado, para comparar com algo que ja é conhecido por muitos aqui da comunidade posso tranquilamente coloca-lo no mesmo nivel do Debian.
O Arch é uma distribuição para pessoas curiosas e que gostam de aprender... a compreensão sobre o funcionamento do sistema aumenta absurdamente depois que a pessoa pega o jeito para configurar as diversas funções e módulos que o sistema vai utilizar.
Um detalhe sobre a atualização do sistema é que nós ja contamos com um pequeno aplicativo chamado Alunn que cuida da "dificil" tarefa de ter que digitar o pacman -Syu para atualizar o sistema e, alem de informar sobre atualizações disponíveis ainda traz noticias sobre as novidades do Arch.
Se tiverem algum tempo livre pra gastar e disposição para aprender aqui vão as ferramentas... 

Fórum brasileiro: http://forum.archlinux-br.org/index.php
Wiki brasileiro: http://wiki.archlinux-br.org/index.php?title=P%C3%A1gina_principal
Planeta Arch Linux-BR: http://planeta.archlinux-br.org/
Wiki oficial: http://wiki.archlinux.org/index.php/Main_Page
Site oficial: http://www.archlinux.org/

Parabéns ao celsofaf pela resenha e pela divulgação do Arch que hoje em dia é uma das melhores distribuições Linux no "mercado"... e não é papo de fã não...rs... quem experimentar com certeza terá a mesma opinião.

Só complementando, além do Alunn, tem também o frontend para o Pacman chamado de Jacman que é feito em java e me pareceu mais completo do que o Alunn.

Offline zoroastro

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 614
  • Membro de Honra
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #16 Online: 30 de Julho de 2007, 16:45 »
eu ainda quero usar um Arch! :)

Offline SergioCava

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 12
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #17 Online: 30 de Julho de 2007, 18:48 »
Muito boa a resenha sobre o Arch.
Também uso esta distro há quase 1 ano.
Mesmo assim, não deixo de acompanhar o ubuntu, que recomendo para meus amigos.
Reforço o que já disseram: requer um grande esforço inicial de aprendizagem na instalação.
Mas, é igual andar de bicicleta: nas primeiras vezes você vai levar uns tombos, mas depois que aprende é muito tranquilo, e muito fácil de manter: pacman -Suy = apt-get update && apt-get dist-upgrade

Offline BetinhoDJ

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 129
  • Ubuntu 7.04 / Arch Linux
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #18 Online: 30 de Julho de 2007, 19:40 »
Só complementando, além do Alunn, tem também o frontend para o Pacman chamado de Jacman que é feito em java e me pareceu mais completo do que o Alunn.

Boa dica alarcon... nem lembrei deste detalhe porque eu particularmente nunca senti necessidade de usar frontend para o pacman até porque mesmo no Ubuntu não uso o Synaptic por ja estar acostumado com o apt-get... o Alunn eu uso mesmo pra não ter q ficar vendo se tem atualizações.... se tem alguma ele avisa e é só clicar pra instalar.
É bom para o pessoal que vier a experimentar o Arch saber que, depois do trabalho inicial para instalar e configurar o sistema, terão um sistema quase tão prático quanto o Ubuntu.

Vivendo e Aprendendo!!

Offline s4suk3

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 78
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #19 Online: 30 de Julho de 2007, 19:54 »
Eu estou utilizando o Arch Linux há aproximadamente 1 mês. Eu estava feliz e satisfeito com o meu Ubuntu, resolvi migrar apenas porque achei que seria divertido :) Antes de instalar, resolvi fazer a instalação em uma máquina virtual, onde poderia analizar o desempenho da distro(com uma margem de erro, é claro) e também, observar qualquer problemas que eu poderia ter instalando essa distro.
Depois de um ou outro problema com locales, fácilmente concertados, chegou a hora de instalar o sistema: realizei a instalação padrão pelo setup, que foi tranquilo, mantive a minha home, que é a mesma do Ubuntu, e realizei a instalação. Dentro do sistema, adicionei meu usuário com adduser e saí adicionando ele aos grupos. Depois veio a atualização do sistema(tarefa EXTREMAMENTE recomendada):
pacman -Sy pacman <- Isso atualiza a lista de pacotes e o próprio pacman.
pacman -Su <- Isso atualiza todos os pacotes do sistema
No final, o download deu uma média de 160mb, considerando que eu instalei o base e o devel. Agora veio o próximo passo, que foi instalar o xorg, o openbox, o gnome e por aí vai, no total saiu mais uns 300mb de download.
Reconfigurei meu xorg com xorgconfig, e instalei o driver do meu modem, que é um smartlink:
pacman -S slmodem
Então baixei o wvdial para realizar a conexão, e procurei pelo GNOME-PPP, antigo companheiro de discada no Ubuntu. Como não achei, resolvi baixar pelo AUR. Fui em http://aur.archlinux.org, e procurei pelo meu programa favorito \o\.
Baixei o pacote tarball, então foi só descompactar, ir na pasta e digitar o seguinte comando:
makepkg -c PKGBUILD
E depois, instalei o pacote gerado por ele:
pacman -U gnome-ppp<restodonomedoarquivo>
Então liberei acesso para o meu usuário para usar o wvdial(o gnome-ppp é um frontend para o wvdial):
groupadd dialout
gpasswd -a <usuario> dialout
chgrp dialout /usr/bin/wvdial
chmod u+s,o= /usr/bin/wvdial

Adicionei o slmodem para a lista de daemons no /etc/rc.conf e conectei. Pronto, sistema configurado, só falta ajustar uns detalhes, mas isso deixo com vocês, afinal, é a melhor parte =)

Ah, minha opinião? É uma das melhores distros que eu já usei até agora, leve, rápida, atual, e muuito, mas muuito simples. Quem tiver oportunidade, recomendo que teste.
Pentium 4 2.8ghz - 512 RAM DDR 400Mhz -  2 HDs 20gb 7200rpm IDE - Radeon 9200 PRO 128/64 - Arch Linux 2007.09 "Core Dump"
-
Humor, Linux, Software Livre e o resto :P
http://sryche.wordpress.com

Offline celsofaf

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
  • Ubuntu 12.10
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #20 Online: 30 de Julho de 2007, 20:36 »
Boa dica alarcon... nem lembrei deste detalhe porque eu particularmente nunca senti necessidade de usar frontend para o pacman até porque mesmo no Ubuntu não uso o Synaptic por ja estar acostumado com o apt-get... o Alunn eu uso mesmo pra não ter q ficar vendo se tem atualizações.... se tem alguma ele avisa e é só clicar pra instalar.

O único frontend que uso para o pacman é o yaourt, o qual mencionei na resenha mas ao qual não dei o devido valor. Basicamente, ele é um "pacman aumentado"; nada mais é que o próprio pacman (ou seja, você pode dar 'yaourt -Suy' para atualizar o sistema, 'yaourt -Rcs foobar' para desinstalar completamente o pacote foobar com todas suas dependências, etc), mas ele também procura por pacotes na AUR, baixa de lá e instala o PKGBUILD para você. :) Além disso, ele coloriza apropriadamente do pacman, deixando mais fácil de se visualizar a saída dele. Experimente. ;)

Agora, já uma coisa mais pessoal. Não sinto necessidade de saber quando há pacotes novos. E também, como ultimamente estou passando pouquíssimo tempo em casa durante a semana+sábado, simplesmente já deixo "agendado" rodar no domingo o 'pacman -Suy', ou então 'yaourt -Suy'. :D


É bom para o pessoal que vier a experimentar o Arch saber que, depois do trabalho inicial para instalar e configurar o sistema, terão um sistema quase tão prático quanto o Ubuntu.

É a mais pura verdade. Mas leve em conta que o período de configuração não costuma ser "inicial". Sim, 70% do trabalho você faz depois da instalação inicial. O resto você vai fazendo aos pouquinhos, conforme a necessidade. Isso vem do fato que o Arch é designado para que você instale apenas o que for usar.
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Offline alexmatos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 792
  • Arch Linux / Ubuntu 7.04
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #21 Online: 01 de Agosto de 2007, 14:43 »
Estou reunindo informações para instalar o Arch no meu futuro notebook. Essa história de não ter versões é realmente um diferencial. Não adianta nada você ter um trabalhão para customizar toda sua instalação e depois de 1 ano ter pacotes desatualizados.

Mal posso esperar para testar o Arch!

Offline celsofaf

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
  • Ubuntu 12.10
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #22 Online: 03 de Agosto de 2007, 22:21 »
Esqueci de dizer algo muito importante para quem for instalar o Arch em primeira viagem!

Por favor, use reiserfs para sua partição /. Bom, tudo bem, se não quiser usar para o sistema inteiro, pelo menos crie uma partição em separado para /var e use reiserfs nesta. Razão: o Arch (especialmente o pacman) vive gerando e manipulando logs e salva tudo em /var, e costumam ser arquivos pequenos. O reiserfs é a melhor pedida neste caso e, de fato, se usar ext3 o desempenho aí será um tanto fraco.
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Offline alexmatos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 792
  • Arch Linux / Ubuntu 7.04
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #23 Online: 03 de Agosto de 2007, 22:46 »
Esqueci de dizer algo muito importante para quem for instalar o Arch em primeira viagem!

Por favor, use reiserfs para sua partição /. Bom, tudo bem, se não quiser usar para o sistema inteiro, pelo menos crie uma partição em separado para /var e use reiserfs nesta. Razão: o Arch (especialmente o pacman) vive gerando e manipulando logs e salva tudo em /var, e costumam ser arquivos pequenos. O reiserfs é a melhor pedida neste caso e, de fato, se usar ext3 o desempenho aí será um tanto fraco.

Quanto MBs você recomenda deixar para a /var?

Offline celsofaf

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
  • Ubuntu 12.10
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #24 Online: 04 de Agosto de 2007, 13:14 »
Se eu estivesse em casa agora (só segunda-feira), te responderia. Eu particularmente não deixo a /var separada, monto a / em reiserfs e pronto. Inclusive no Ubuntu.
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Offline alexmatos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 792
  • Arch Linux / Ubuntu 7.04
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #25 Online: 05 de Agosto de 2007, 20:03 »
Se eu estivesse em casa agora (só segunda-feira), te responderia. Eu particularmente não deixo a /var separada, monto a / em reiserfs e pronto. Inclusive no Ubuntu.

E o aumento de desempenho é considerável?

Offline celsofaf

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
  • Ubuntu 12.10
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #26 Online: 05 de Agosto de 2007, 20:35 »
Se eu estivesse em casa agora (só segunda-feira), te responderia. Eu particularmente não deixo a /var separada, monto a / em reiserfs e pronto. Inclusive no Ubuntu.

E o aumento de desempenho é considerável?

Não digo "considerável", mas eu noto no caso do Ubuntu uma leve melhora. Mas não fiz nenhum teste de benchmark também. :) Mas, de qualquer maneira, não é recomendável para computadores mais antigos: o reiserfs usa um pouco mais processador que o ext3.

No caso do Arch, não que "melhore" o desempenho, mas é fundamental.

Quanto MBs você recomenda deixar para a /var?

Agora já posso responder. Minha /var está, atualmente, com quase 2 GB. Isto não significa necessariamente que, talvez, 3 GB seja um bom tamanho para ela. Bom, deixe-me ver uma coisa... vamos apagar o cache do pacman - ele baixa os pacotes para /var/cache/pacman/pkg e mantém lá depois de instalados -... Bom, acabou de dar quase 19.8 MB em 10406 arquivos - média de 1.9 KB por arquivo lá dentro. Ou seja, muitos arquivos minúsculos. Eis a importância do reiserfs para o arch - ou para a /var, se preferir.
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Offline alexmatos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 792
  • Arch Linux / Ubuntu 7.04
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #27 Online: 05 de Agosto de 2007, 20:55 »
É... acho que vou por a / em reiserfs e a /home em ext3, já que não me lembro de arquivos muito grande sendo manipulados em outro lugar que não a /home.

[OFFTOPIC]
Te mandei uma mensagem pessoal, tu recebeu?
[/OFFTOPIC]

Offline celsofaf

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
  • Ubuntu 12.10
    • Ver perfil
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #28 Online: 05 de Agosto de 2007, 21:02 »
Só vi sua mensagem agora! Muita distração minha.
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Offline JoaoFPR

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 28
  • Jedi Pathway Follower
    • Ver perfil
    • OMEdI
Re: Arch Linux: breve resenha
« Resposta #29 Online: 29 de Outubro de 2007, 18:17 »
Me convenceram, vou testar de depois dou minha impressão