Autor Tópico: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!  (Lida 10127 vezes)

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.686
    • Ver perfil
Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Online: 23 de Outubro de 2007, 16:49 »
E aí pessoal, só para deixar meus 4 centavos....   ;D

Instalei o 7.10 ontem ( 22/10/2007). Na verdade passei a tarde toda para deixar o 7.10 praticamente 95% igual ao 7.04  que vinha usando (isso em relação aos programas e configurações que estou habituado).  Não pude acompanhar todas as versões de teste do Ubuntu 7.10, só consegui testar a versão Beta e agora já parti para à versão final.

A configuração utilizada foi a seguinte:

Gigabyte 945GM-S2
Pentium D 820 ( 2 x 2.8 Ghz com 1MB de Cache L2 por núcleo)
2 X 512MB Kingston DDR2 667
Vídeo Intel Onboard GMA 945
Gravadora de DVD LG 4163b
Monitor LG 1750s LCD
HDs SATA Samsung (Sata I) e Maxtor (Sata II) de 160GB e Seagate de 80GB
Fonte Dr Hank 500W


Como estou acompanhado os relatos de problemas e afins com o 7.10, aqui no nosso Fórum e no Internacional,  resolvi deixar minhas barbas de molho e preservar totalmente a instalação do meu 7.04,que está rodando muito bem obrigado desde o seu lançamento. Na verdade isso só foi possível pois comprei mais um HD para minha máquina. Um novo SATA II da Maxtor com 160GB. A título de curiosidade, para os que não sabem, a Maxtor é da Seagate já faz algum tempo.  Até a referência do HD Maxtor segue igual aos da Seagate. Até prova em contrário, o HD Maxtor é um HD Seagate renomeado. 

Pois bem, desliguei o HD com o 7.04, deixei ligado apenas o HD de dados e liguei o novo HD que já tinha o XP instalado (infelizmente não consigo me livrar dele, não por minha causa, mas por conta do trabalho da minha esposa que usa programas que só rodam no XP). Pois bem, a instalação correu sem problemas, como estava em rede (levei minha máquina completa numa LAN House para aproveitar a velocidade de download, 100KB/s em média), ele já procurou baixar os pacotes de idiomas em Português e fez alguma atualização de segurança, não pude ler qual foi. Há sim, na hora do particionamento, eu escolhi o sistema de arquivos JFS.  Sim, sim, eu sei, estou correndo risco de ter dados corrompidos com uma queda de energia, mas o risco é calculado, já que os dados importantes estão em outro HD com ReiserFS, e logo-logo ainda vou ter outro de Backup!   

Qual o motivo de escolher o JFS? Fiz alguns testes preliminares com a versão Beta do 7.10 neste mesmo HD com vários sistemas de arquivos. Instalei só o 7.10 com EXT3, ReiserFS e XFS, além é claro do JFS.  Não sei se existe algum Bug do XFS com o atual Kernel, mas ele está muito lento, já havia utilizado XFS antes e ele nunca foi tão lento. O EXT3 continua ótimo quanto ao tempo de inicialização em comparação ao ReiserFS.  Mas eu acho chato ele ficar verificando o sistema a cada 26-30 inicializações. Para resumir, o JFS chega a ser quase 6 minutos mais rápido na instalação total do Ubuntu comparado ao EXT3, praticamente não consome recursos da CPU, e apaga dados numa velocidade impressionante do HD.

Juntando todos os melhoramentos (em termos de velocidade no 7.10) o JFS e um novo HD capaz de manter 75MB/s de leitura continuamente (contra 55MB/s dos outros dois HDs), tenho o Ubuntu mais rápido que já usei desde a versão 4.10! Ele é realmente muito rápido, não posso reclamar disso. Foi a primeira vez que tive um Ubuntu Inicializando em 30 segundos. É claro que com o outro HD em ReiserFs sendo montado, esse tempo vai para o espaço.

Tive a sorte de não passar por nenhum dos problemas relatados aqui no Fórum ou do Planeta Ubuntu Brasil. Notei que a distribuição de carga  do sistema feita pelo novo Kernel melhorou brutalmente. Coloquei o K9copy para Ripar um DVD, abri o Rhithmbox e o Amarok (e os deixei tocando música), Firefox, nautilus, o terminal com o Htop rodando e fiquei abrindo e fechando o Writer e o Gimp. Tudo isso sem lentidão e o mais incrível, mesmo com tudo isso funcionando, na segunda vez que chamava o Writer ou o Gimp, eles abriam quase no mesmo tempo de quando apenas eles estariam rodando. 

O consumo de RAM aumentou!  A equipe estava certa em colocar pelo menos 320MB de RAM para rodar o Live-CD com bom desempenho. Se bem que usei o Alternate Install. O Ubuntu 7.10 após a inicialização está consumindo algo em torno de 240-260MB. Com aquele "teste" mencionado no parágrafo anterior, ele bateu na casa dos 460-480MB.  Após desativar vários serviços que não uso, cai para 208MB. Ou seja, economia mínima para mim. Mas como eu disse, o desempenho melhorou muito. 

O som melhorou muito também, pelo menos para a minha máquina, no 7.04 era baixo e com pouca definição. No entanto a qualidade do som nos tocadores de música e vídeo está variando demais!  Detonaram o som do XMMS e do Rhithmbox.  O Audacious e o Amarok estão com som melhor nesta versão. Em relação ao vídeo, o Totem-xine é uma lástima, para ser bem bonzinho. A qualidade de imagem para assistir filmes está equivalente ou pior ao 7.04, dependendo do tocador escolhido. Testei com o totem-xine, xine-ui, Mplayer e o VLC. Mas o que me deixou com mais raiva, realmente irritado, foi o retrocesso dos codecs em reconhecer formatos de música!!!!!      >:( >:( >:(

"Perdi" quase 4GB de músicas de minha biblioteca em relação ao 7.04!  Músicas que eram tocadas e reconhecidas corretamente no 7.04, simplesmente não tocam, ou tocam com pulos no 7.10! Pense o quanto fiquei P%*# da vida quando ele tocou com pulos a Variação de Goldberg com Glenn Gould, gravação de 1955! No 7.04 toca que é uma beleza. Vi o Rhitmbox encher uma nova pasta com "erros de Importação", dizendo que tenho músicas criptografadas ou que um tal de senhor "MIME" não pode reconhecer o arquivo!   >:( >:( >:(

O Xine-ui e o Mplayer estão com um Bug em relação a nova proteção de tela do Gnome.  Eles fecham aleatoriamente ao alterar o formato de tela, do tela cheia para a tela normal! O Nautilus está realmente mais rápido para mostrar as fotos e Preview dos arquivos. No 7.04 ele mostrava um grupo de 3 fotos por vez, agora mostra 9 por vez. Além disso, altera a orientação das fotos automaticamente se elas estiverem na vertical.

As fontes e as cores estão mais bonitas no 7.10. Não fiz questão de testar o Compiz/Fusion, desabilitei ele logo após o primeiro Boot. 

O novo gerenciador de Rede está mais fácil que tirar pirulito de criança. Logado na rede da Lan House, ele achou todas as máquinas da Lan, inclusive tive acesso ao servidor da Lan. Vi e Copiei dados sem problemas, tudo com cliques do Mouse pelo Nuatilus. Só não tive acesso as pastas não compatilhadas onde ele pedia a senha do administrador da Lan.

Firestarter configurado e funcionando direitinho na Lan. Até agora foi o que pude notar. Instalei, mas ainda não usei o VirtualBox. Depois posto o resultado.
 
Fugindo um pouco do tópico, mas não do assunto em si. Eu testei o SUSE 10.3 e o Mandriva 2008 na mesma configuração listada acima e no mesmo HD, só que utilizei EXT3 no lugar do JFS. Não quero aqui puxar a "sardinha" para lado nenhum. Vou apenas relatar o que vi na minha máquina, em comparação as duas outras distros testadas. Por favor não fiquem bravo comigo! 

O Gnome está mais pesado que o KDE!  É triste, mas é verdade! Instalei o Gnome no Mandriva e ele consome horrores como o Ubuntu, com KDE no Mandriva e no SUSE o consumo de RAM é menor e eles são mais espertos. Isso sem ficar alterando configurações padrões deles! Senão é covardia né! Vai depender do conhecimento de cada usuário deixar o sistema o mais leve possível.

O Open SUSE 10.3 dá banho em qualidade de imagem e no som em relação ao Ubuntu e ao Mandriva! O Mandriva 2008 teve o pior som e imagem dos três. 

O Mandriva 2008 é a distro mais fácil para se usar e configurar para um usuário novato ou não!    O Centro de controle do Mandriva faz até cego achar o caminho sem bengala!  ;D ;D ;D 
E o PC Linux faz uma cópia descarada do Mandriva! Não que o YAST seja ruim, longe disso, mas o pessoal do Mandriva conseguiu simplificar e deixar as coisas mais claras para mim. O Ubuntu evoluiu sim, mas falta muito para chegar num Centro de Controle do Mandriva ou do YAST.


O Ubuntu possui o mais rápido sistema de atualização e instalação de pacotes dos três, disparadamente! Com a nova turbinada no synaptic nesta versão 7.10, está imbatível! Só a busca por pacotes que era lenta, ficou um foguete.

Os novos Kerneis estão "vendo" a quantidade de RAM do seu sistema e com isso usam mais ou menos RAM! Já notei isso até mesmo com o Debian Etch. Ele consome menos numa máquina com menos recurso, e consome mais numa máquina com mais recurso. Maior desempenho ao custo de maior consumo de RAM. Comprem mais RAM pessoal, aproveitem os preços baixos, vocês não se arrependerão! A Samsung agradece!  ;D


Por hoje é só pessoal!


Linux Mint 19.3 XFCE / Fedora 33 KDE

Offline proberio

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 47
    • Ver perfil
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #1 Online: 23 de Outubro de 2007, 18:07 »
Parabéns Galactus, como sempre uma avaliação honesta.
Aqui no meu caso tenho tido problemas com o evolution, que acusa um erro na pasta da lixeira sempre que vou limpá-la.
Eu tinha um problema na minha conexão sem fio, está completamente operacional, com o 7.10.
GNU/Linux User: #435780

Conhecimento é pra ser usado, coloque em prática, ensine alguém porque ninguém nasceu sabendo!!

Offline Syph0s

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 65
  • [syph0s@internet /]# chmod -R 777 /me
    • Ver perfil
    • //syph0s on Linux
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #2 Online: 23 de Outubro de 2007, 19:15 »
ótimo o seu relato.. parabéns... não ficou só no 7.10, foi além... já sobre o 7.10 eu estou com o pé atrás, tentei atualizar ele pelo "--update-manager -d" e além de ter que baixar mais de 700MB de atualizações estava dando erro... vou ficar com o meu Arch e com o 7.04 rodando redondos e esperar a maré baixar, apesar de saber que quanto mais tempo de esperar mais updates vou ter que baixar. Sobre o consumo de RAM, eu não vejo problema nenhum em um sistema consumir o maximo de RAM que sua maquina permitir, o Kernel do Linux tem um ótimo gerenciamento de memória e isso só vem para aumentar o desempenho do PC. t+

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.889
  • Xubuntu 18.04LTS
    • Ver perfil
    • Twitter
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #3 Online: 23 de Outubro de 2007, 20:47 »
Depoimentos do Galactus ñ podem faltar.
Muito bom por sinal.
Mas também fazendo como disse o amigo Syph0s 'esperando a poeira baixar' p/ fazer o update da nova versão do Ubuntu.
também me animou as notícias sobre o Mandriva 2008 e OpenSuse 10.3
Linux User #440843 | Ubuntu User #11469

Offline Esfinge

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 283
  • Debian 4.0 Lenny
    • Ver perfil
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #4 Online: 23 de Outubro de 2007, 21:35 »
Hm, com esse depoimento estou no dilema de ficar no 7.04 ou ir para o 7.10 ficar aturando essas falhas esperando as correções.

O problema é que adorei o novo gnome...

Offline JotaEle

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 56
    • Ver perfil
    • JotaEle's Blog
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #5 Online: 23 de Outubro de 2007, 22:36 »
Ao meu ver para avaliar o consumo de memória só devemos olhar a memória que realmente está sendo usada pelos programas sem contar buffers e cache. Na minha máquina está assim:

Código: [Selecionar]
$ free -m
             total       used       free     shared    buffers     cached
Mem:           502        479         23          0         17        225
-/+ buffers/cache:        236        266
Swap:         1347         33       1314

ou seja, o uso de memória está em torno de 237MB (3 abas de Firefox abertas, 1 terminal, calculadora, revelation password manager e o Sound Juicer). No monitor do sistema a memória usada é informada como sendo 240MB e está de acordo com o número anterior. O cache pode ser liberado a qualquer momento e é usado para acelerar o sistema.

Sds!
AMD Sempron(TM) 2200+, placa-mãe ASUS A7V8X-X ACPI BIOS Revision 1013, memória RAM DDR 512 MB,  HD SAMSUNG SP0802N 80GB particionado com LVM, gravador de DVD LG HL-DT-ST DVDRAM GSA-4167B, placa de vídeo NVidia FX6200 128MB, impressora jato de tinta Epson C65 e webcam A4Tech PK635.
Ubuntu 6.06

Offline Eunir Augusto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 853
  • Embaixador do Projeto Fedora Brasil
    • Ver perfil
    • Comunidade PCLinuxOS Brasil
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #6 Online: 26 de Outubro de 2007, 16:24 »
hehe parabens, devorador, pra variar  ;)

eu tava esperando esse comentario, e até comentei aqui: http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,24413.msg154931.html#msg154931

estão brincando de revezamento, a canonical e a novell?  ;) o suse 10.2 era bugado e o feisty era liso, agora o gutsy é bugado, e o suse 10.3 é liso? o que ocorre? cada semestre um vem bugado, é igual competição de natação por equipes? só não acho justo o pessoal sentar a lenha no gutsy, pois com o edgy foi a mesma coisa, e o suporte que temos aqui é muito bom e dispensa comentarios

abraços
Comunidade PCLinuxOS Brasil - Assinatura modificada a pedido do grande amigo Ricardo (rjbgbo)

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.686
    • Ver perfil
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #7 Online: 27 de Outubro de 2007, 09:57 »
hehe parabens, devorador, pra variar  ;)

eu tava esperando esse comentario, e até comentei aqui: http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,24413.msg154931.html#msg154931

estão brincando de revezamento, a canonical e a novell?  ;) o suse 10.2 era bugado e o feisty era liso, agora o gutsy é bugado, e o suse 10.3 é liso? o que ocorre? cada semestre um vem bugado, é igual competição de natação por equipes? só não acho justo o pessoal sentar a lenha no gutsy, pois com o edgy foi a mesma coisa, e o suporte que temos aqui é muito bom e dispensa comentarios

abraços

Infelizmente essa versão 7.10 está realmente com Bugs e pesada. O OpenSUSE 10.3 está melhor que o 7.10. Mais leve, mais rápido e consumindo menos RAM, entre outras coisas.
Linux Mint 19.3 XFCE / Fedora 33 KDE

Offline Eunir Augusto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 853
  • Embaixador do Projeto Fedora Brasil
    • Ver perfil
    • Comunidade PCLinuxOS Brasil
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #8 Online: 27 de Outubro de 2007, 10:10 »
Infelizmente essa versão 7.10 está realmente com Bugs e pesada. O OpenSUSE 10.3 está melhor que o 7.10. Mais leve, mais rápido e consumindo menos RAM, entre outras coisas.

Pois é, Galactus, o que não pode é o pessoal crucificar a distro por causa da versão. Isso é uma injustiça. Toda distro que começar a focar no 64 em detrimento do 32 bits vai passar por todos estes problemas. O que acredito é que o Ubuntu foi sair na frente e está pagando o preço do pioneirismo
Comunidade PCLinuxOS Brasil - Assinatura modificada a pedido do grande amigo Ricardo (rjbgbo)

Offline Esfinge

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 283
  • Debian 4.0 Lenny
    • Ver perfil
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #9 Online: 28 de Outubro de 2007, 14:34 »
Então foi isso? a equipe do Ubuntu está focando o desenvolvimento em 64?

Então vou ter de ficar no Debian mesmo, não gostei dessa política de inovações incríveis e recursos excepcionais, isso tem cara de Microsoft ( nada contra a Microsoft ), pois eles fazem isso, a cada nova versão o sistema fica mais pesado fazendo assim ser necessário um equipamento novo ( acredito que fazem isso para estimular o mercado ).

Para quem pode isso é ótimo, o hardware avança e o software dispõe de mais recursos...

Piras

  • Visitante
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #10 Online: 28 de Outubro de 2007, 17:48 »
Então foi isso? a equipe do Ubuntu está focando o desenvolvimento em 64?

Então vou ter de ficar no Debian mesmo, não gostei dessa política de inovações incríveis e recursos excepcionais, isso tem cara de Microsoft ( nada contra a Microsoft ), pois eles fazem isso, a cada nova versão o sistema fica mais pesado fazendo assim ser necessário um equipamento novo ( acredito que fazem isso para estimular o mercado ).

Para quem pode isso é ótimo, o hardware avança e o software dispõe de mais recursos...


O problema é que eu não vi nenhuma "inovação incrível" ou "recurso excepcional", tanto em relação ao Feisty quanto a outros lançamentos recentes. No fundo, no fundo, não estou muito certo se na relação custo/benefício com o 7.04 o 7.10 está ganhando alguma coisa. Os pequenos ganhos de funcionalidade ou conforto ainda não compensam os bugs e as dificuldade de instalação.

É evidente que em poucos meses, estou certo disso, o Gutsy estará mais estável e, portanto, a mudança de versão valerá a pena para a maioria dos usuários. Mas não será nada daquilo que se dizia há pouco tempo atrás, vale dizer: estou certo de que o Gutsy será melhor, mas não muito melhor do que o Feisty.

Afinal, com um ciclo de desenvolvimento tão curto, o Ubuntu é mais um sistema evolutivo que de grandes rupturas.

*-*-*-*-*-*

Nunca tive tantas dificuldades para instalar um novo Ubuntu quanto desta vez. Precisei apelar à imagem do alternate e aos argumentos de instalação postados pelo Kublin para, afinal, conseguir ter o Gutsy rodando no meu computador. Algumas experiências pessoais:

(1) Até o momento, mesmo com os drivers da ATI instalados, nada de conseguir ativar o Compiz-Fusion. Na verdade, pouco me importam os efeitos em 3D, só queria ter o direito de experimentar a coisa.
(2) Nunca tive dificuldade de configurar a impressora por meio do utilitário padrão do Gnome. Agora, com o novíssimo configurador do Ubuntu, nada. Tentei umas quatro vezes sem sucesso.
(3) O problema do usplash foi fácil resolver. Até pelo fato de que o Startup-Manager também já está disponível nos repositórios. Mas via terminal também é fácil.
(4) Ter de volta o gnome-splash já foi mais complicado. Sempre mantive o tema original do Ubuntu e havia me esquecido do "caminho certo" no Editor de Configurações. Depois de ativar o o splash, bastou instalar o velho tema do Feisty via Synaptic. Jà havia experimentado o Gnome sem splash no Fedora e não gostei. No Fedora a ausência faz menos falta pois o lançamento do ambiente gráfico já era mais rápido no COre 8 do que no que no Gutsy!
(5) Agora, para desligar o computador por inteiro é preciso desligar o botão. O sistema já não faz o serviço completo. É o que eu tentarei resolver nos próximos dias, se não tiver preguiça de "pelejar" com o sistema...
(6) A imagem e o som do Ubuntu podem ainda ser inferiores aos do Suse, como diz o colega galactus. Mas, em compensação, concordo também com ele sobre a maior rapidez do apt-get/Synaptic. Em termos de desempenho, foi o avanço mais sensível para mim nesta versão.
(7) Outro avanço sensível: o plugin do Totem está mais versátil desta vez. Até a Rádio UOL o danado está conseguindo sintonizar!

*-*-*-*-*

Fico sempre feliz quando o Suse lança uma nova versão, principalmente uma versão tão boa quanto a recente. Poucas distros são tão fáceis de usar e tão consistentes quanto esta. Espero que continuem evoluindo.

Durante este mês andei experimentando o Fedora Core 7 e pude constatar que ele já estava quase tão leve e ágil quanto o Feisty. Será que o Fedora deixará finalmente de ser aquela distro pesadona que todos conhecemos? Se for o caso, o universo Linux voltará a ser mais equilibrado, com o Ubuntu perdendo um pouco de sua esmagadora hegemonia. É saudável!

*-*-*-*-*

Parabéns, galactus! Gostei muito deste seu tópico: honesto e equilibrado como sempre!



« Última modificação: 31 de Outubro de 2007, 01:44 por Piras »

Offline velox256

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.915
  • Debian é Debian... :)
    • Ver perfil
    • Linux Inside
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #11 Online: 28 de Outubro de 2007, 20:36 »
O meu Gibão, pelo menos por enquanto, está se comportando muito bem em um Celeron 2.8Ghz com 1Gb de memória RAM. Usando o Avidemux pra converter vídeos, consigo taxas de conversão de quadros de até 220 frames, enquanto que no XP usando o VirtualDub (e outros programas) fica na casa dos 80-120 frames. Só isso aí já é um grande diferencial pra mim, que gosto de fazer edições em vídeos, legendas e tal.
Só acho chato uma coisa no Linux: de um modo geral, parece que ele foi feito para se usar monitores de 17 polegadas pra cima, pois a maioria dos programas pra Linux possui botões de tamanhos exagerados (a última versão do Azureus então...) e as letras, a partir de determinado tamanho, ficou muito feias de se ver.
Mas tirando isso, está bem estável, o Painel não fica fechando toda hora como acontecia antes, o Cedega roda melhor os jogos que eu gosto, como Red Alert e MOHAA, além de outros e até compilar estou conseguindo fazer, coisa que antes era um saco. Esperemos que as atualizações de pacotes que se seguirem ao longo do tempo deixem o Gibbon tão bom qto é o Feisty.
Computador perereca, com disco perereca, monitor perereca e sistema super xuxu. Visitem a minha página em http://sidserra.k6.com.br ou meu blog em http://sidserra.blogspot.com.br.

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.889
  • Xubuntu 18.04LTS
    • Ver perfil
    • Twitter
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #12 Online: 30 de Outubro de 2007, 16:46 »
1º post feito no Gutsy Gibbon.
Aproveitei uma folga e fiz o upgrade do Feity p/ o Gutsy, apesar de ter baixado o Alternate CD, mas a curiosidade falou mais alto.  :)
Começei por volta das 6h30 e só terminou às 13h, na minha conexão de rádio de 300kbps, c/ download de 35 a 40kbps do servidor em média.
De cara o upgrade reclamou do repositórios mediubuntu, que desabilitei e foi...
Durante a instalação, 2 telas falando sobre troca de pacotes, sendo um do alsa e também do ntp (horário), sei lá preferi manter os antigos, até porque era a opção habilitada pelo instalador. também notei uma nota sobre minha partição de dados (ntfs) ñ estar sendo montada.
Depois de baixado tudo veio a instalação. Fiquei c/ pena do meu P4, ainda mais nessa calor do RJ :)  Da próxima vez vou optar pelo alternate CD.
Depois de reiniciado tudo belezinha, tava lá minha partição de dados (ntfs) montada, meus programas, o som, enfim tudo como tinha deixado.
Instalei o drive da minha ATI Radeon x300se PCI-express e lá se foi o composite. Depois vou dar uma olhada nisso p/ poder ter o famoso compiz-fusion.  ;)
O vídeo (codecs) nem precisei me preocupar tudo por lá, som também, menos o microfone - foi lá que acusou troca de drive, preferi manter o antigo, talvez por isso o microfone ñ esteja funcionando, nisso acho que vou pedir a ajuda dos universitários do fórum.  :)

Bom por hora, ñ posso falar muito preciso testar, mas aqui tá tudo legal. Arquivos do amule reconhecidos e baixando. Que bom ver meu querido Exaile de cara nova... O gxine é que notei ñ todo traduzido e como se desse uma pintada de erro ao abrir, mas abriu.

Tirando esses casos do microfone, que já ñ estava funcionando no Feisty, devo ter mechido em configuração errada, mas ñ foi pelo terminal. OK!
E também a ATI, vou ler um pouco sobre os novos drives. Mas pensei que ñ iria passar esse perrenge aqui no Gutsy. Até porque dei uma sacada esses dias no liveCD do Mandriva 2008 (kde) e lá famoso painel de controle ele fez tudo grafica/.
Linux User #440843 | Ubuntu User #11469

alarcon

  • Visitante
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #13 Online: 30 de Outubro de 2007, 17:05 »
1º post feito no Gutsy Gibbon.
Aproveitei uma folga e fiz o upgrade do Feity p/ o Gutsy, apesar de ter baixado o Alternate CD, mas a curiosidade falou mais alto.  :)
Começei por volta das 6h30 e só terminou às 13h, na minha conexão de rádio de 300kbps, c/ download de 35 a 40kbps do servidor em média.
De cara o upgrade reclamou do repositórios mediubuntu, que desabilitei e foi...
Durante a instalação, 2 telas falando sobre troca de pacotes, sendo um do alsa e também do ntp (horário), sei lá preferi manter os antigos, até porque era a opção habilitada pelo instalador. também notei uma nota sobre minha partição de dados (ntfs) ñ estar sendo montada.
Depois de baixado tudo veio a instalação. Fiquei c/ pena do meu P4, ainda mais nessa calor do RJ :)  Da próxima vez vou optar pelo alternate CD.
Depois de reiniciado tudo belezinha, tava lá minha partição de dados (ntfs) montada, meus programas, o som, enfim tudo como tinha deixado.
Instalei o drive da minha ATI Radeon x300se PCI-express e lá se foi o composite. Depois vou dar uma olhada nisso p/ poder ter o famoso compiz-fusion.  ;)
O vídeo (codecs) nem precisei me preocupar tudo por lá, som também, menos o microfone - foi lá que acusou troca de drive, preferi manter o antigo, talvez por isso o microfone ñ esteja funcionando, nisso acho que vou pedir a ajuda dos universitários do fórum.  :)

Bom por hora, ñ posso falar muito preciso testar, mas aqui tá tudo legal. Arquivos do amule reconhecidos e baixando. Que bom ver meu querido Exaile de cara nova... O gxine é que notei ñ todo traduzido e como se desse uma pintada de erro ao abrir, mas abriu.

Tirando esses casos do microfone, que já ñ estava funcionando no Feisty, devo ter mechido em configuração errada, mas ñ foi pelo terminal. OK!
E também a ATI, vou ler um pouco sobre os novos drives. Mas pensei que ñ iria passar esse perrenge aqui no Gutsy. Até porque dei uma sacada esses dias no liveCD do Mandriva 2008 (kde) e lá famoso painel de controle ele fez tudo grafica/.

O Gutsy pode não está legal para maioria dos usuários, mas o que percebo é que as versões dos programas nele estão melhores e cito como exemplo o Exaile que está bem melhor, tem equalizador agora, tem um plugin para mostrar que som estou ouvindo pelo pidgin para os meus contatos que realmente funciona, não que isso seja fundamental mais que pelo menos que faça o que ele se proponhe a fazer.

Piras

  • Visitante
Re: Minha Experiência com Ubuntu 7.10!
« Resposta #14 Online: 13 de Novembro de 2007, 03:08 »
Citar
O gxine é que notei ñ todo traduzido e como se desse uma pintada de erro ao abrir, mas abriu.

Não é a primeira vez que noto ambos os problemas no Gxine aqui do Ubuntu. Este é um dos motivos pelos quais dexei de usá-lo.