Autor Tópico: Linux pode ser para todos.  (Lida 8502 vezes)

Offline JOELSILVADEARAUJO

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver perfil
Re: Linux pode ser para todos.
« Resposta #15 Online: 01 de Outubro de 2010, 22:21 »
Pode e deve ser para todos! é mais uma questão filosófica do que prática. A mudança de mentalidade dever ser de ambos os lados, dos que usam a mais tempo e dos que estão iniciando, aos primeiros tolerância aos outros persistência e a ambos paciência. No meu caso, sou usuário novo, antes de instalar preocupei-me com a versão que instalaria, foi muita leitura, definido o ubuntu, mas sem muita segurança na escolha, resolvi fazer dual-boot, foi mais leitura, tentativa e erro, mudar o disco de boot fisicamente, tenho 2 HDs e fiquei alterando a ordem de conectar os HDs  até conseguir o dual boot, mas aí me dei conta que o ubuntu só é bom mesmo se tiver acesso à web, mas eu não conseguia conectar a web (usb  modem 3G) aí foi muuuiiita leitura, muuuiiita tentativa-e-erro, e as coisas só foram dando certo porque tem muita gente disposta a compartilhar as experiências, disposta à ajudar, e eu só tive que ter paciência e persistência. Mas  o meu recado é que um end-user pode ser apenas um consumidor,  mas alguém que opte por usar Linux deve estar disposto a pesquisar, aprender (errar é parte do processo de aprendizagem). Não importa a idade, o que interfere é a mentalidade, uma versão Linux completamente amigável é impossível de se conseguir, visto a imensa variedade de hardware, as diferentes funções a que se presta um pc e muitas outras variáveis. E o bom do Linux é que ele é costomizável, satisfazendo o usuário, mas o usuário não deve temer mudar, migrar, errar e aprender, e caso exista todos estes limitantes é bom ter uma mão amiga estendida pronta a ajudar (mesmo que seja a mão do técnico pago).
 É isto.
Joe ;-)

Offline DaxK

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 16
  • Ser livre é melhor que ser vivo!
    • Ver perfil
Re: Linux pode ser para todos.
« Resposta #16 Online: 02 de Outubro de 2010, 14:33 »
...Aqui chegamos ao ponto onde as coisas se complicam para o Linux. Do ponto de vista de um leigo em informática, e um pouco ajudado pela propaganda negativa, o sistema do pinguim parece difícil, tem muita coisa para aprender, precisa de adaptação.
A mudança de Sistema Operacional requer mudança de mentalidade.

O ponto chave aqui foi uma coisa que você esqueceu de mencionar, toda criança se vira no windows e vai aprendendo a se virar sozinha, se o Linux fosse a primeira opção das famílias daqui uns anos só teríamos Linux no mercado. O Linux não é difícil, o problema é mudar a mentalidade como você mesmo disse, pois quando se é mais velho é mais difícil se adaptar.

Um humilde depoimento de um "menos jovem" que adotou o Ubuntu: viciado no outro SO (tem tempo, isso), simplesmente cismei de testar o Ubuntu Lucid numa máquina velhinha (ops) e fiquei em êxtase profundo. Não é que o danado reconheceu tudo, até uma impressora (velhinha...) que o outro SO insistia em dizer inexistente? Fuça daqui, fuça dali (com alguns probleminhas, porque a visão já não é aquela coisa), fiz do Linux um desafio. Infelizmente, estou digitando do meu note (que tem o outro SO, não posso mudar porque é do trabalho), porque minha máquina deu o último suspiro (placa-avó, acho).
Mas o que queria dizer é que tenho uma filha de 12 anos, e ela gostou do Ubuntu - tanto que pediu-me para instalar no PC dela, mas removendo o outro SO. Perguntei-lhe o porque preferia arriscar-se com um sistema que lhe era desconhecido, e ela respondeu, com a filosofia natural dos mais jovens: "é preciso mudar, é preciso experimentar o novo". Aí, fiquei pensando no dito aí em cima: realmente, é necessária a mudança de mentalidade. Eu (que insistem dizer estar na 1/2 idade, o que nego, peremptoriamente!), custei para tomar coragem e instalar o Linux, embora tenha me adaptado facilmente (afinal, o bicho é um simpático pinguim, não o monstro que haviam me dito); minha filha nem titubeou e adotou imediatamente o Ubuntu.
Alongando-me um pouco mais, talvez essa mentalidade conservadora esteja acabando, porque as escolas daqui passaram a usar o Linux nos PCs dos laboratórios de informática, e isso vejo como bom sinal (apesar da relutância de alguns professores).

Offline bred81

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 971
  • HAN?!
    • Ver perfil
Re: Linux pode ser para todos.
« Resposta #17 Online: 02 de Outubro de 2010, 15:25 »
Já disseram o problema: cultura.
A mídia vem divulgando uma idéia errada da minha geração (24 anos) e dessa nova leva de adolescentes. Ela diz que o jovem hoje entende de tecnologia. Isso é uma mentira.
Usar tecnologia não é entender tecnologia.
Se as pessoas ainda se informassem, até que dava pra acreditar.

Ninguém quer aprender, só quer pegar e sair usando. E o pior, usar a mesma coisa.
É só olhar aqui no fórum e ver o número de pessoas procurando um MSN pra linux. Mas um com os wigets e frufruzisses que o msn traz.

Mudar a cultura é muito difícil e sempre demora. Acho uma excelente idéia o uso de linux nas escolas, até pelo fator segurança. Mas, uma coisa que eu penso comigo: Linux não é melhor que Windows e nem Windows é melhor que Linux (vamos por o Mac no meio também). Apenas é diferente.

E sim, Línux, Windows, Mac, Free-BSD e afins são para todos. Mas apenas se você souber que será diferente.

Sempre que encontro um designer, recomendo um Mac e ele nunca mais volta pro Windows.
Já tenho vários amigos que só usam o computador pra internet. Já apresentei o Línux e eles nunca mais voltaram pro Windows.
Só jogos mesmo que eu continuo com o Windows. E acho que nunca fará sucesso pro Línux por causa do OpenGL. OpenGL nunca será um DirectX.
« Última modificação: 02 de Outubro de 2010, 15:28 por bred81 »
O que o Mario foi fazer no pscicólogo?
- Ele estava passando por uma fase difícil...

Offline DaxK

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 16
  • Ser livre é melhor que ser vivo!
    • Ver perfil
Re: Linux pode ser para todos.
« Resposta #18 Online: 02 de Outubro de 2010, 16:09 »
Já disseram o problema: cultura.
A mídia vem divulgando uma idéia errada da minha geração (24 anos) e dessa nova leva de adolescentes. Ela diz que o jovem hoje entende de tecnologia. Isso é uma mentira.
Usar tecnologia não é entender tecnologia.
Se as pessoas ainda se informassem, até que dava pra acreditar.

Ninguém quer aprender, só quer pegar e sair usando. E o pior, usar a mesma coisa.
É só olhar aqui no fórum e ver o número de pessoas procurando um MSN pra linux. Mas um com os wigets e frufruzisses que o msn traz.

Você tem razão - infelizmente... Acabei de constatar aqui: ao tentar explicar para a minha filha algumas coisas básicas (como usar o OpenOffice, mais da minha seara), ela simplesmente disse que não precisava, porque queria acessar o orkut e o msn - só isso...
Bom, ela tem apenas 12 anos - mas será que isso é uma regra? Com essa quantidade de informações disponíveis (cuja facilidade de acesso não havia nos meus idos tempos), já percebi que, pelo menos com minhas filhas (12, 15 e 18 anos), não existe de fato o interesse de aprender, só de buscar pronto o resultado...

Offline Furyan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 22
    • Ver perfil
Re: Linux pode ser para todos.
« Resposta #19 Online: 02 de Outubro de 2010, 20:47 »
Impressoes, cultura, amigos, tempo, entusiasmo .. entre outros fatores, marcaram como eu apresento o Ubuntu ( Meu SO livre adotado ).

Bom eu sou o tipo expert por aventura ( ja estraguei muito pc ), quando comecei nessa vida intrigante e maravilhosa da tecnologia, tinha idade de apenas um digito e um conhecido se aproveitou da minha ingenuidade e me vendeu um pc estragado. Pronto meu mundo começou, minha base DOS foi aprendida nesse quadro  e fui aprendendo. Hoje sou eu quem conserto, configuro, e sou consultado para compra de novos pcs, de quase todos meus amigos e familiares, hoje estou começando a cobrar, mais pela falta de tempo ( assim varios dessistem do tecnico free que eles tem) ( nao sei tanto assim, mas o fato de saber mais que eles ja eh o suficiente ). Sim estou falando da janelinha mesmo.

Ja com dois digitos de idade e muita bagagem de como pular janelinha, descobri o linux, fiquei maravilhado e empolgado, porem sou impaciente o que causou e causa uma dificuldade imensa. Sendo assim ainda pulo janela porem tambem entro pela porta da frente o problema e colocar a chave, configurar a porta, ver se a dobradiça esta ok, talvez passar um oleo, seja como for, pular a janela ainda eh mais facil.

A cultura eh um problema quando alguem diz que o linux eh dificil, eu simplismente digo que ele precisa de um curso de informatica ( um que ainda nao existe ) um assim como ele fez quando criança e nao sabia usar win. Eles querem ( e eu gostaria também ) um linux que alguem que sabe mexer em win saiba usar esse. Por isso nao apresento mais como linux, apresento como PC, isso mesmo PC, assim nao vem o medo junto o cara vai mexendo e depois que ele gosta ou aparece algo caracteristico do linux, ai sim eu digo que isso é Ubuntu Linux, por incrivel que pareça a aceitaçao é outra. Já entreguei muito distro pra amigos meus que nem se quer colocaram no drive pra ver, e ja tive alguns desses mesmos me pedindo o CD do Ubuntu ( o qual eu ja dei antes ) depois de usar o mesmo sem saber. É o medo o receio ...

Gostaria de usar só linux porem ainda temho muita dificuldade , sei que posso resolver tudo lendo, procurando ajuda com expertes, forum internet, manuais e entre outros, porem quando o tempo acaba ( ou a paciencia) la vou eu pular a janela, aonde com bem menos tempo ja deixo tudo 100% operacional.

Amigos, quase todos usam win e isso é outra coisa que faz vc usar também, seja por facilidade de acesar os arquivos, compatibilidade  ...

Bom acho que perdi o foco, e do pouco que eu lembro dessa conversa toda e  o que ainda me deixa escrevendo   é uma ideia apresentada antes aonde diz que os usuarios novos nao sao tratados como iguais pelos experts, nao sou bem um usuario novo mas ainda sou novo no mundo linux e concordo com essa citacao, apesar de ser muito bem recebido , muito bem instruido e apesar de nao ter nada pra reclamar a nao ser de mim mesmo, senti e sinto essa distancia.

Sou apaixonado pelo pelo linux e seus ideais, porem é com o win que eu ainda toh casado, e nao sei quando sai os papeis da separacao, ate la dou as minhas escapadas com o linux e vou vivendo a vida de casado.

UM abraço a todos e que essa burocracia da separacao acabe logo rsss           
Ajude o Brasil .... ajude o Mundo .... ajude quem sabe ate a vc mesmo !!!
http://www.worldcommunitygrid.org     Funciona em Win,Lin,Mac
Instale um programa que usa o tempo ocioso pra ajudar a todos !

Offline bred81

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 971
  • HAN?!
    • Ver perfil
Re: Linux pode ser para todos.
« Resposta #20 Online: 03 de Outubro de 2010, 13:15 »
Já disseram o problema: cultura.
A mídia vem divulgando uma idéia errada da minha geração (24 anos) e dessa nova leva de adolescentes. Ela diz que o jovem hoje entende de tecnologia. Isso é uma mentira.
Usar tecnologia não é entender tecnologia.
Se as pessoas ainda se informassem, até que dava pra acreditar.

Ninguém quer aprender, só quer pegar e sair usando. E o pior, usar a mesma coisa.
É só olhar aqui no fórum e ver o número de pessoas procurando um MSN pra linux. Mas um com os wigets e frufruzisses que o msn traz.

Você tem razão - infelizmente... Acabei de constatar aqui: ao tentar explicar para a minha filha algumas coisas básicas (como usar o OpenOffice, mais da minha seara), ela simplesmente disse que não precisava, porque queria acessar o orkut e o msn - só isso...
Bom, ela tem apenas 12 anos - mas será que isso é uma regra? Com essa quantidade de informações disponíveis (cuja facilidade de acesso não havia nos meus idos tempos), já percebi que, pelo menos com minhas filhas (12, 15 e 18 anos), não existe de fato o interesse de aprender, só de buscar pronto o resultado...
Não é só com suas filhas.
Eu interajo com alunos recém chegados em engenharia, principalmente um em computação, que não faz questão de aprender nada novo, a não ser que seja ensinado nas matérias da faculdade...
O que o Mario foi fazer no pscicólogo?
- Ele estava passando por uma fase difícil...