Autor Tópico: [Resolvido] Como utilizar o Python 2.6 já instalado para programação?  (Lida 4165 vezes)

Offline Altair Julião

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 286
    • Ver perfil
Olá pessoal, sou iniciante no ubuntu e faço um curso de sistemas de informação pela UFAL e no momento estou cursando a disciplina e estrutura de dados I que usa a linguagem Python. Dentre os programas instalados eu vi que já vem pré-instalado no Ubuntu 10.04 o Python 2.6, mas não sei como criar arquivos, abrir, executá-los, nem mesmo sei abrir o programa, só sei que tudo isso é feito pelo terminal. Tem como usar essa versão ou terei que baixar o Python 3.1?

Obrigado.
« Última modificação: 23 de Setembro de 2010, 22:51 por alt9225 »
Não importa a distro desde que seja GNU/Linux. Viva o Linux e o open source!
Ubuntu 12.10 user
Jundiá - AL

Offline Felix

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 3.068
    • Ver perfil
    • Alexsandro Felix
Re: Como utilizar o Python 2.6 já instalado para programação?
« Resposta #1 Online: 23 de Setembro de 2010, 22:49 »
sim, você pode usar a versão pré instalada, mas aconselho sempre a usar a versão mais nova. Dou de presente este link para você começar: http://www.python.org.br/wiki/AprendaProgramar

Offline Altair Julião

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 286
    • Ver perfil
Re: Como utilizar o Python 2.6 já instalado para programação?
« Resposta #2 Online: 23 de Setembro de 2010, 22:50 »
E aí galera, desculpa por ter postado no lugar errado, tem uma seção só para programação e script, mas consegui usar o python 2.6.

Depois de muito procurar eu descobri que para executar um arquivo .py é só abrir o terminal e digitar o comando:
$ python nome-do-arquivo.py

para usar o python interativamente é só digitar:
$ python

para criar um programa exteriormente usa-se um editor de texto, no caso do ubuntu, usamos o gedit, salva o arquivo como .py, para executá-lo segue-se a mesma norma, tomemos como exemplo um arquivo chamado testando.py que está no diretório Documentos:
$ python Documentos/testando.py

Obs.: não use nenhum caractere fora do padrão ASCII, como os acentos e cedilha, pois dará erro ao executar o programa.
Não importa a distro desde que seja GNU/Linux. Viva o Linux e o open source!
Ubuntu 12.10 user
Jundiá - AL

Offline Felix

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 3.068
    • Ver perfil
    • Alexsandro Felix
Re: [Resolvido] Como utilizar o Python 2.6 já instalado para programação?
« Resposta #3 Online: 23 de Setembro de 2010, 22:54 »
E aí galera, desculpa por ter postado no lugar errado, tem uma seção só para programação e script, mas consegui usar o python 2.6.
(...)

movido

Offline irtigor

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.344
  • Delete, delete, delete!
    • Ver perfil
Re: [Resolvido] Como utilizar o Python 2.6 já instalado para programação?
« Resposta #4 Online: 24 de Setembro de 2010, 04:47 »
Como primeira linha do arquivo coloque "#!/usr/bin/env python" sem aspas, assim você vai poder rodar só com ./nome_do_programa.py. Existem outras alternativas de shell interativo como o DreamPie. Procure um bom tutorial, no site oficial tem muita coisa.

Offline zeroday

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.083
    • Ver perfil
Re: [Resolvido] Como utilizar o Python 2.6 já instalado para programação?
« Resposta #5 Online: 24 de Setembro de 2010, 08:56 »
E editor de textos vc tem uma boa gama para escolher , realmente o gedit é muito usado , mas temos também o nano , kate , vi , etc. Veja o que mais quebra seu galho.

Ate mais
"Lutar sempre , vencer na medida do possível , desistir jamais."

Offline ucastrobr

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 693
  • Usa Ubuntu 11.10 (Oneiric Ocelot)
    • Ver perfil
Re: [Resolvido] Como utilizar o Python 2.6 já instalado para programação?
« Resposta #6 Online: 24 de Setembro de 2010, 21:35 »
Site Bom para aprender python

O ideal é começar as duas primeiras linhas assim:

#!/usr/bin/env python
# -*- coding: utf-8 -*-


Spock – "After a time, you may find that having is not so pleasing a thing, after all, as wanting. It is not logical, but it is often true."
("Depois um de tempo você vai perceber que ter algo pode não ser tão prazeroso quanto deseja-lo. Isto não é lógico, mas frequentemente é verdade.")