Autor Tópico: Experiências de um usuário rumo ao Linux  (Lida 11960 vezes)

Offline jrvolkov

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #15 Online: 28 de Janeiro de 2010, 15:30 »
Li o tópico inteiro!! Que saga, muito massa a narração!

Uma coisa, Rogerio:

Tem algum artigo da sua tese de mestrado em algum lugar? Quero ver sobre o q vc escreveu.

Grande abraço.

Volkov.
“Como exprimem a sua vida, assim os indivíduos são” (Karl Marx, A Ideologia Alemã)

Offline Ernesto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 96
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #16 Online: 30 de Janeiro de 2010, 18:13 »
Dica super simples de ter o seu Ubuntu a funcionar corretamente. Instale codecs e plugins, é muito simples e usando este comando, irá instalar praticamente quase tudo que é essencial.

Abra o Terminal copie e cole todo o comando abaixo:

sudo wget http://www.medibuntu.org/sources.list.d/$(lsb_release -cs).list \
--output-document=/etc/apt/sources.list.d/medibuntu.list &&
sudo apt-get -q update &&
sudo apt-get --yes -q --allow-unauthenticated install medibuntu-keyring &&
sudo apt-get -q update


- Isso irá adicionar o repositorio necessario.


Para sistemas 32 bits

sudo apt-get install audacious faac faad ffmpeg ffmpeg2theora flac gxine icedax id3v2 lame libdvdcss2 libflac++6 libjpeg-progs libmpeg3-1 libxine1-ffmpeg libxine1-plugins mencoder mjpegtools mp3gain mpeg2dec mpeg3-utils mpegdemux mpg123 mpg321 nautilus-script-audio-convert regionset soundconverter sox totem-xine ubuntu-restricted-extras uudeview vlc vorbis-tools x264 arj lha p7zip p7zip-full p7zip-rar rar unace-nonfree flashplugin-nonfree sun-java6-fonts sun-java6-jre sun-java6-plugin w32codecs



Para sistemas 64 bits

sudo apt-get install audacious faac faad ffmpeg ffmpeg2theora flac gxine icedax id3v2 lame libdvdcss2 libflac++6 libjpeg-progs libmpeg3-1 libxine1-ffmpeg libxine1-plugins mencoder mjpegtools mp3gain mpeg2dec mpeg3-utils mpegdemux mpg123 mpg321 nautilus-script-audio-convert regionset soundconverter sox totem-xine ubuntu-restricted-extras uudeview vlc vorbis-tools x264 arj lha p7zip p7zip-full p7zip-rar rar unace-nonfree flashplugin-nonfree sun-java6-fonts sun-java6-jre sun-java6-plugin w64codecs


Para quem não gosta do totem (conhecido como reprodutor de filmes) instale o smplayer ou o vlc.

sudo apt-get install smplayer
sudo apt-get install vlc
« Última modificação: 30 de Janeiro de 2010, 18:17 por Ernesto »

Offline rogeriocal

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 20
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #17 Online: 01 de Fevereiro de 2010, 18:45 »
Citar
Tem algum artigo da sua tese de mestrado em algum lugar? Quero ver sobre o q vc escreveu.

A minha dissertação de mestrado foi sobre o perfil de contribuintes do Previdência Social. Está disponível na Biblioteca Digital da Unicamp para download. Basta fazer um breve cadastro. Se você quiser mesmo eu posso te passar o link ou te mandar em privado.

Citar
Ola companheiro rogeriocal, porventura esse note e esse aqui? http://www.extra.com.br/DetalheProduto.aspx?codProduto=8628688&codCategoria=CatInformaticaNotebooks&categoryPath=CatInformatica se for, nos temos a mesma maquina(Gigabyte 466U) com placa de video intel Mobile GM965. A informação no site do extra esta errada quanto ao processador esta anunciado:
- Intel® Core 2 Duo T7250 -------- e na verdade e Intel® Core 2 Duo T7700         -----Ubuntu 9.10 X64-----
- Clock: 2.0Ghz                -------- e na verdade e 2.40Ghz
O resto esta correto.

É esse mesmo. E realmente a frequencia do processador que o Ubuntu reporta é 2,4 GHz. Aqui já está tudo resolvido. As Charges e os vídeos funcionam e as animações do Compiz também. Eu estava sem o gerenciador de configuração. Por isso não conseguia fazer funcionar. Sobre as teclas de atalho, confesso que é um detalhe tão pequeno que nem me incomodava e eu não estava procurando uma solução. Mas já que você postou um link com a solução, é claro que vou fazer e deixar tudo certinho. Obrigado pela dica!

Citar
Para sistemas 64 bits

sudo apt-get install audacious faac faad ffmpeg ffmpeg2theora flac gxine icedax id3v2 lame libdvdcss2 libflac++6 libjpeg-progs libmpeg3-1 libxine1-ffmpeg libxine1-plugins mencoder mjpegtools mp3gain mpeg2dec mpeg3-utils mpegdemux mpg123 mpg321 nautilus-script-audio-convert regionset soundconverter sox totem-xine ubuntu-restricted-extras uudeview vlc vorbis-tools x264 arj lha p7zip p7zip-full p7zip-rar rar unace-nonfree flashplugin-nonfree sun-java6-fonts sun-java6-jre sun-java6-plugin w64codecs

Nossa! Esse comando assusta com tanta coisa! Vou deixar esse como um carta na manga. Se acontecer de novo de algum vídeo, animação de página da web ou qualquer outra coisa não funcionar direito vou disparar esse mega ultra super power apt-get install e ver se resolve.


Online platao

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 5.030
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #18 Online: 01 de Fevereiro de 2010, 20:47 »
Ola rogerio, vamos manter contato no meu perfil tem la o email, para qualquer novidade problema ou solução. Nao testei o wireless ainda por falta de oportunidade, mas vejo aqui que o led acende normalmente e qualquer conexao e informada no gerenciador testei tbm o leitor de cartoes o microfone e os fones de ouvido todos funcionais.

So encontrei um problema que esta sem solução, ao ativar o modem de conexao discada atravez do drivers de hardware e rebootar o som para de funcionar, logicamente se vc desabilitar o modem ele volta novamnte, isso nao so eu, como varias pessoas relaram esse problema, modem sempre foi um problema no linux....


 
\\\\\\\\Apostilas Dicas e Guias do Ubuntu\\\\\\\\\> http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,79368.msg440997.html#msg440997

Offline Sersalle

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 86
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #19 Online: 01 de Fevereiro de 2010, 21:56 »
Rogerio, parabéns cara!
Eu usava Windows, mas estou a praticamente uns 5-8 meses usando Ubuntu 9.10
E pra mim, eu não troco nem que me paguem, porque supre minhas necessidades e olhe que eu faço é coisa no pc viu.

Um abraço, e sucesso.

Offline rogeriocal

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 20
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #20 Online: 04 de Fevereiro de 2010, 16:14 »
Citar
Nao testei o wireless ainda por falta de oportunidade, mas vejo aqui que o led acende normalmente e qualquer conexao e informada no gerenciador

A conexão via wi-fi é super tranquilo. Ele reconhece e conecta automaticamente. Só precisa colocar a senha. Já me conectei via wi-fi em 4 lugares diferentes e em todos funcionou perfeitamente. Em 3 desses lugares são em prédios e o Ubuntu reconhece várias redes, todas com os respectivos nomes e níveis de sinal. Tudo muito simples e fácil.

Citar
So encontrei um problema que esta sem solução, ao ativar o modem de conexao discada atravez do drivers de hardware e rebootar o som para de funcionar, logicamente se vc desabilitar o modem ele volta novamnte, isso nao so eu, como varias pessoas relaram esse problema, modem sempre foi um problema no linux....

Te confesso que nunca usei o modem, nem para testar...

Citar
Rogerio, parabéns cara!
Eu usava Windows, mas estou a praticamente uns 5-8 meses usando Ubuntu 9.10
E pra mim, eu não troco nem que me paguem, porque supre minhas necessidades e olhe que eu faço é coisa no pc viu.

Obrigado! Eu também não volto mais, nem que o Windows seja de graça. Tendo que pagar ainda, nem em sonho!

Offline rogeriocal

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 20
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #21 Online: 19 de Junho de 2010, 22:44 »
Passado 4 meses desde minha última postagem nesse tópico volto aqui para atualizar a minha experiência com o Ubuntu, mas vamos por partes que o coisa pode se alongar um pouco.

Inicialmente vejo que o título do tópico perdeu o sentido, visto que não estou mais "rumo ao Linux". Já estou com ele em definitivo, sem perspectivas no futuro próximo de abandoná-lo. Por que "no futuro próximo"? Porque, como já mencionei aqui, não sou profissional da área e nem entusiasta de informática e "não visto a camisa" como muitas pessoas fazem. Não tenho preferência "a priori" por um ou outro sistema operacional e escolho o que for mais vantajoso para mim no meu ponto de vista. Já disse aqui porque estou atualmente com o Ubuntu, mas como todos sabem, a grande maioria dos computadores e notebooks vendidos ao consumidor final já vem com o Windows instalado. Se o meu próximo notebook vier com alguma versão do Windows que satisfaça minha necessidades, dificilmente eu tomarei a iniciativa de instalar o Linux (sozinho ou em dual-boot, já que pouco ou nada teria a ganhar com isso). Se houvesse a possibilidade de comprar o notebook sem sistema operacional pagando menos aí seria outra história, mas todos sabemos que não dá. Então se o meu próximo notebook for um Dell, HP, Sony ou qualquer outra grande marca, que sempre vem com Windows, muito provavelmente abandonarei o Ubuntu. (É, o tio Bill, consegue muitos clientes assim, ao nos empurrar seu windows com os computadores novos).

Uma das coisas mais irritantes é ver que tudo quanto é programa é para windows e alguns poucos para Apple e quase nunca para Linux. FDPs!! Será que a quantidade de usuários de Linux é tão pequena assim para ser sumariamente desprezada? Exemplifico com o que passei quando decidi comprar um smartphone top de linha. Pesquisei muito e acabei optando por um iPhone 3GS. Que dizer, teria optado se não fosse a obrigatoriedade de ativar o iPhone por um programa chamado iTunes que, adivinhem?? Não tem para Linux. "Você pode ativar o iPhone na própria loja onde comprou", me informou uma pessoa. Ah, tá! E como faço para transferir fotos e músicas, entre outras coisas, do iPhone para o computador e vice-versa? "Aí tem que ser pelo iTunes mesmo. Ah, mas você pode fazer isso, isso e aquilo e consegue fazer funcionar. É só procurar na internet que tem um monte de tutoriais explicando". Legal. Esses tutoriais ajudam muito quando nos deparamos com um problema que não conseguimos resolver, mas eu não tinha um problema, afinal ainda não tinha comprado um iPhone. E eu é que não vou comprar um problema para ter que ir atrás de uma solução.

Bom, tendo descartado o iPhone porque o FDP do tio Steve não está a fim de disponibilizar um iTunes para Linux, escolho um com Android, o Motorola Milestone. É um smartphone fantástico, com muitos aplicativos disponíveis. Nativamente não tem nada de mais, mas com os aplicativos ele fica realmente poderoso. Um dos aplicativos que eu peguei permite que se use o smartphone como modem de um computador ou notebook para acessar a internet. Pois bem, o aplicativo consiste de um programa que deve ser instalado no smartphone e um cliente que deve ser instalado no computador. Adivinhem, hein, hein? Esse cliente não tem para Linux!!! #@$%#&#(&@!!!!!!!! Como isso irrita!!! Tá, tudo bem. Procurando acabo achando alguma forma de contornar, mas como isso me irrita!

Mudando de assunto, um belo dia ligo o notebook e acho tudo muito estranho, esquisito. Tinha alguma coisa de errada, mas o que? As linhas que delimitam as janelas dos programas, os menus drop-down, caixas de diálogo, etc, tinham sumido! Mas como, por que? É nessas horas que lembro de tudo o que li sobre o Linux, mesmo sem entender. Será que foi uma falha no carregamento do X? Nesse caso posso forçar o carregamento com o comando xyzwe -r -t -s. Ou será o ndvr -v- y? Ah, tenho que trabalhar, não tenho tempo para procurar na internet. Será que se eu reiniciar o notebook resolve? ... Não adiantou. Bom, está feio assim, estranho, mas está tudo funcionando. Depois eu vejo isso. E bola pra frente! E o tempo passa... Ué, as linhas voltaram! Legal! Vai ver foi uma fatalidade que não voltará a ocorrer. Ou será uma das atualizações que resolveram o problema?

Aliás, achei um dos pontos fortes. Atualizações bastantes frequentes. Muito bom! O que elas fazem? Não tenho a mínima ideia, mas confio que estão deixando meu notebook menos vulnerável a ameaças e mais eficiente. É engraçado que um dos pontos fortes apontados por usuários avançados do Linux ("gosto de saber tudo o que o sistema operacional está fazendo no meu computador", "gosto de ter controle total"), não faz a menor diferença para os usuários comuns. Eu não tenho a mínima ideia o que o Linux está fazendo no meu computador e tenho tanto controle sobre ele quanto tinha com o Windows. O que eu posso fazer é confiar que ele está fazendo o que deve ser feito, assim como confio que apertando aquele pedal do meio do carro fará o carro parar. Eu uso o computador para o meu trabalho de economista e coordenador estratégico da empresa e para diversão, entretenimento e informação. O que acontece nos bastidores não sei e não tenho interesse em saber.

E falando em atualização, recentemente o gerenciador de atualizações me avisou que a versão 10.04 do Ubuntu estava disponível e me perguntou se gostaria de instala-lá. Legal isso! Muito bom a ideia de separar das atualizações comuns, já que atualizar todo o sistema operacional é muito mais demorado. Assim podemos deixar para uma hora mais conveniente. Fiz a atualização para o Ubuntu 10.04 e todas (isso mesmo, todas!!!) teclas de função pararam de funcionar!!! %(*%(*&%@)$%$@!!!! Fazer o que... Dá para contornar... E eis que após algumas semanas de uso as teclas de função voltaram a funcionar!! Como? Bom, acho que foram as atualizações comuns que fiz depois do upgrade para o 10.04. Legal! Ele estraga sozinho, mas se arruma sozinho também.

Bom, por hoje é só pessoal! Até daqui a alguns meses com mais impressões. E o meu notebook continua somente com o Ubuntu 10.04 (tem gente que assusta com isso: "Como? Só tem Linux? Não tem Windows em dual-boot? Mas por que não fez dual-boot?" Nossa! Até parece crime não ter Windows! "Tem alguns degenerados que colocam esse tal de Linux, mas mantém o Windows em dual-boot. Agora esse daí formatou o HD! Colocou só Linux!!! Deve ser um psicopata que vendeu a alma pro demo!!"
« Última modificação: 21 de Junho de 2010, 11:28 por rogeriocal »

Online platao

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 5.030
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #22 Online: 20 de Junho de 2010, 00:10 »
Ola rogeriocal, estou rindo ate agora com o seu depoimento, com certeza ainda essa demonização incutida na cabeça das pessoas pelas empresas de que linux e so para programador, que nao presta, que nao funciona ainda e presente. E nao vai se dissipar assim tao logo, se vc esta com o note da Gigabyte alguns itens mudaram e pra melhor, a nova inteface grafica mais bonita e moderna e com avanços na integração e usabilidade o modem que antes conflitava com o dispositivo de som foi corrigido e vc pode agora ativar e deixar ativo nos drivers de hardware e uma considerevel melhora na temperatura de operação muito mais amena. Os outros itens tbm estao todos funcionando assim como os atalhos do teclado, as teclas multimidia, hibernar, suspender tudo como deve ser. Ainda nao encontrei problema com hardware nessa versao.

O que era bom esta melhor agora com o Lucid. 
\\\\\\\\Apostilas Dicas e Guias do Ubuntu\\\\\\\\\> http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,79368.msg440997.html#msg440997

Offline rogeriocal

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 20
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #23 Online: 23 de Junho de 2010, 13:27 »
Sim, estou com o notebook da Gigabyte.

Uma coisa que eu nem tinha me tocado são os botões de atalho (os cinco botões acima do teclado no canto superior esquerdo). Agora estão funcionando perfeitamente (antes ativava funções erradas). Mas para serve o do meio? Parece que não acontece nada quanto aperto ele.

Outra coisa que teve uma melhora incrível foi o funcionamento do touchpad. Antes, o toque simulando o clique do mouse não funcionava direito. Algumas vezes funcionava, outras não. E quando não funcionava, não adiantava bater com mais força que não ia mesmo. Achei que fosse algum problema de qualidade desse notebook da Gigabyte e até tinha desabilitado o toque no touchpad como clique do mouse. Ocasionalmente eu voltava a habilitar achando que poderia ser algum problema de falta de "jeito" meu, mas não adiantava. Falhava mesmo. Ficava muito chato de usar. Depois que atualizei para o Ubuntu 10.04 ficou perfeito. Nunca mais falhou. Nunca imaginei que um problema desse poderia ser resolvido com uma atualização do sistema operacional.

Online platao

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 5.030
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #24 Online: 23 de Junho de 2010, 14:59 »
Ola fiz uma pesquisa rapida aqui e resultou no gsynaptics para dar uma "calibrada" no touchpad, como nao tenho muita pratica em usar eu ja logo tasquei um mini-mouse usb.

http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,28507.msg262881.html#msg262881

O botao do ventilador e interessante, aqui tbm aparentemente nao surte nenhum efeito, seja no Windows seja no Ubuntu penso eu, e isso e pura espaculação da minha parte, que ha a probabilidade de o processador trabalhar com uma frequencia de operação mais baixa quando esta em "repouso", quando nao esta sendo requisitado processamento ele baixa a frequencia porque do contrario com a ventoinha trabalhando menos como ele iria dissipar o calor?

\\\\\\\\Apostilas Dicas e Guias do Ubuntu\\\\\\\\\> http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,79368.msg440997.html#msg440997

Offline rogeriocal

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 20
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #25 Online: 23 de Junho de 2010, 15:56 »
Sua suposição está correta. O próprio Ubuntu tem uma ferramenta que monitora a frequencia do processador e você pode colocar naquela barra que fica no topo da tela, dessa forma fica sempre visível. Eu coloquei no meu (junto com mais um monte de coisa: ocupação do processador, da memória, temperatura do processador, bloqueio de tela, etc). Assim eu monitoro a frequencia do processador o tempo inteiro.

Em operações leves a frequencia fica em 800 MHz. Quando o processador é mais exigido aumenta para 2,4 Ghz. Diferença boa, não? A velocidade de rotação do ventilador do cooler muda também. Eu não tenho um medidor da rotação, mas a diferença é audível, bem audível (e dá para perceber também como o vento que sai da abertura de ar na lateral fica bem mais forte). Agora, no momento em que escrevo, a frequencia do processador está em 800 MHz e a temperatura em 50 ºC. Tenho um vídeo de alta definição. Não sei exatamente qual a definição do vídeo, mas ele tem 1,2 GB e são apenas 17 minutos de vídeo. Por aí você tem uma ideia. O meu notebook é capaz de reproduzir esse vídeo sem lags, desde que você não faça mais nada nele. Nem mesmo avançar ou retroceder o vídeo. Mas sofre... a frequencia fica direto em 2,4 GHz (óbvio) e a temperatura chega em 77 ºC. E o ventilador vai na rotação máxima. Faz muito mais barulho do que o normal. Ou seja, o notebook muda a frequencia do processador de acordo com a demanda e a rotação do ventilador de acordo com a temperatura do processador.

É interessante ver essas mudanças na frequencia do processador. Quando abre um programa, por exemplo, a frequencia aumenta instantaneamente para 2,4 GHz para cair logo após a abertura do programa para os 800 MHz de novo.

Offline RamonB

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 422
  • Salvador, BA
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #26 Online: 08 de Julho de 2010, 22:53 »
rogeriocal,

Muito legal teu depoimento e o relato de tua experiência. E me deixou curioso saber que você está com um smartphone Motorola Milestone, que é um dos candidatos a meu próximo smartphone (o meu é um Nokia já com 2 anos de uso e pretendo aposentá-lo nos próximos meses).

Andei pesquisando aqui no fórum e na web e não achei nada conclusivo quanto à sincronização de agenda, contatos, notas e tarefas do Android com o Ubuntu. (No caso do meu Nokia, eu sou obrigado a usar o PC Suite -- agora OVI -- para sincronizar agenda, contatos, notas e tarefas com o PC. E este é um dos 2 programas que me obrigam a manter um Windows.). Eu sei que, no Ubuntu One, você pode sincronizar teus contatos (mas não achei nenhum smartphone dos que eu conheço que tenha o Android) e não dá para sincronizar agenda, notas e tarefas.

Como é que você está fazendo? Ou não está fazendo?

Um abraço.
Notebook: Dell Inspiron 15 5584, 8 GB RAM, 1 SSD 128 GByte, 1 HD 1 TByte. Dual-boot Ubuntu Gnome 20.04 / Windows 10
Notebook Dell Inspiron 14 5447, 16 GB RAM, HD 1 TByte. Dual-boot KDE Neon 5.19 / Windows 10
Netbook: ASUS 1000H, 2 GB RAM, SSD 128 GByte, Bodhi Linux

Offline rogeriocal

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 20
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #27 Online: 11 de Julho de 2010, 17:24 »
E-mail tenho 3 contas sincronizadas: uma do GMail que usa um cliente específico do Android só para Gmail. E outras duas contas, uma da empresa e outra do Hotmail, que compartilham o outro cliente de e-mail disponível no Milestone. Calendário é sincronizado com o "Agenda" do Google. Notas uso o Evernote, que tem cliente para Android e no computador é acessado pela web. Arquivos sincronizo com o Dropbox, que tem cliente tanto para Android quanto para Ubuntu, o que é uma beleza. Fica um ícone do Dropbox na barra de tarefas do Ubuntu. Basta arrastar qualquer arquivo para esse ícone que automaticamente já aparece no Milestone.

Mas eu não tenho muita experiência nesse mundo móvel. Para te orientar melhor, sugiro que você se inscreva no grupo "Mundo sem fio" do Yahoo. Lá tem um pessoal fera com muita experiência. Vários já usavam desde a época dos Palm's e alguns são donos de Milestone agora.

Offline RamonB

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 422
  • Salvador, BA
    • Ver perfil
Re: Experiências de um usuário rumo ao Linux
« Resposta #28 Online: 11 de Julho de 2010, 20:10 »
Rogério, obrigado pela resposta.

Já uso o DropBox (eu o prefiro em relação ao Ubuntu One) e realmente é muito interessante, principalmente para "backupear" meus principais arquivos e para estar sempre sincronizado entre o desktop e o notebook.

Vou dar uma olhada nesse grupo do "Mundo sem fio" que você falou.

Um abraço.
Notebook: Dell Inspiron 15 5584, 8 GB RAM, 1 SSD 128 GByte, 1 HD 1 TByte. Dual-boot Ubuntu Gnome 20.04 / Windows 10
Notebook Dell Inspiron 14 5447, 16 GB RAM, HD 1 TByte. Dual-boot KDE Neon 5.19 / Windows 10
Netbook: ASUS 1000H, 2 GB RAM, SSD 128 GByte, Bodhi Linux