Autor Tópico: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém  (Lida 136393 vezes)

Offline marcos_vargens

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 135
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #150 Online: 17 de MAR?O de 2010, 16:12 »
erax,
vc viu o link que passei acima? Ja tentou aquilo? La tem o comando certinho. Mas para executar qualquer coisa como root você pode digitar sudo no terminal, ou apertar Alt+F2 e digitar gksudo, ex:  Alt+F2 -> gksudo nautilus. Esse comando vai abrir o nautilus como root te dando permissão para editar, copiar, remover (cuidado) qualquer arquivo.


No tuto do link eu não consegui, porém com um comentário abaixo feito por um leitor, ele disse outro modo, que foi o que solucionou o meu problema... vlw...

agora está perfeito veja...


n~ao voc^e 'epoca (oh shit.... fuuuuuuuuuuuuuuuuuu) AEUHAEUhAEUHAEUh

Ok. Se ja usou a busca e não achou a solução, abra um topico novo que a gente te ajuda la. Aqui é outro assunto, só vai sujar o tópico. Mas não desiste que esse problema tem solução. Na minha maquina virtual eu instalei o Kubuntu para teste e não tive esse problema.
AMD Phenom II X4955 BE Ubuntu  11.10 64bits / Unity
Dell Inspiron 15R  Ubuntu 11.10 64bits / Unity

Offline marcospinho

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 195
  • Sou um cara gaiato que tenta ser levado a sério.
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #151 Online: 17 de MAR?O de 2010, 20:52 »
tem usuário windows tão ignorante que basta trocar aquele papel de parede verde e azul enjoado pra dizer que instalaram um linux no  computador dele. Fala sério.
celeron 2.66Ghz, 1G Ram, DVDrw monitor AOC 17pol, HDsata500g, L-Ubuntu Maverick-i386, /root 20G /home 50G /win 40G /win7 50G /dados 20G /teste(nathy+Kde) 15G /acervo 220G  Linux Counter #478143. Ubuntu counter is # 24448

Offline pktp69

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #152 Online: 15 de Abril de 2010, 12:30 »
max

Se ainda não sabe, a grande diferença entre sistemas unix-like e windows é o sistema de permissões que impede um usuário alterar configurações administrativas, de sistema, enquanto no windows isso não ocorre, você já usa diretamente como usuário com permissão total.

Vc quer ter a mesma usabilidade no ubuntu que tem no windows, exatamente igual? Existe essa possibilidade, sim. Eu pensei em dizer como mas não quero influenciar negativamente alguém que não tem o discernimento necessário.

É possível usar como usuário, sem digitar linha de comando? Perfeitamente possível. Minha esposa tem usado, sem problemas. Meu filho tem usado com facilidade. E eles acham que eu manjo muito quando me vêem usando linha de comando...rs..ou seja, não sabem nada de informática.

Se você quer usar ubuntu sem linha de comando, aprenda a pedir ajuda. Em um dos inúmeros links que você postou, você disse que os linux-users são arrogantes mas percebo isso na sua atitude ao atribuir uma pecha a toda uma comunidade por conta de uma interpretação sua sobre algumas pessoas.

Li tudo e ninguém te destratou ou foi arrogante, você é que interpretou errado. Por conta disso, sair dizendo que todos somos assim, é, no mínimo, ingenuidade.

Quer aprender informática? Aprenda tudo o que puder sobre todos os sistemas.

Você pode ser um ativista como R. Stalmann e nunca usar ou chegar perto de um windows ou pode ser um capitalista da informática que usa o que precisar para ganhar dinheiro ou pode ser um profissional bem sucedido que entende sobre o assunto e segue sua própria consciência.

Sem agredir ninguém.

Abraço,

Fábio

Offline fpissarra

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 246
    • Ver perfil
    • Lost in the e-Jungle
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #153 Online: 15 de Abril de 2010, 17:24 »
Meu caro, qualquer pessoa que não se dedica diariamente a aprender o Linux, não vai entender o que é permissão 777.

Perfeito, mas pelo menos, qualquer pessoa quer quer aprender perguntaria sobre aquilo que não sabe, ao invés de ficar criticando.

Citar
Sinceramente, eu não me considero idiota. Tenho capacidade em aprender. Sei de muitas coisas.

Não é mesmo muito comum qualquer pessoa assumir uma deficiência.

Citar
Estou farto desses comentários hostis, chamando as pessoas de burras, de "vc precisa de um Windows for dummies", "volte pro Windows" e outros.

Então porque um tópico com o título tão hostil quanto "O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém", num forum DEDICADO ao Linux?! Quem começou com as hostilidades foi você!

Citar
Se instalei o Ubuntu em outra partição, se perdi um dia inteiro em busca do 0777, é porque quero aprender.
E reclamo porque encontro dificuldades. Eu pelo menos venho até aqui perder mais algum tempo criando essa thread. Pior são os outros que desistem do Linux já nas primeiras dificuldades. Esses vc nem toma conhecimento, pois eles acabam de comprar um PC com o Satux, não conseguem fazer o que estão acostumados e instalam o Windows.

Viu?! Atitude errada. Primeiro estude e depois tente aplicar o que aprendeu... você "perderá" um pouco mais de tempo, mas vai valer a pena. Se encontra dificuldade, ao invés de reclamar, pergunte... Pelo menos você tem razão em dizer que perdeu tempo ao criar "essa thread" (e eu também estou perdendo o meu, por sinal).

Citar
Por isso mesmo é que o Linux fica sempre à margem: ele é muito difícil e os mais experientes não possuem humildade. Pronto, é a receita infalível pra afundar o Linux.

E eu achava que o estudante é que deveria ser humilde, e não dar uma de pseudo-especialista.

Citar
Em momento nenhum eu desrespeitei quem colabora com o software livre.

E o que "dizer a verdade não convém" significa então?

Offline marcos_vargens

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 135
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #154 Online: 15 de Abril de 2010, 22:20 »
Pelo menos você tem razão em dizer que perdeu tempo ao criar "essa thread" (e eu também estou perdendo o meu, por sinal).

Ninguem perdeu tempo. Como disse la traz, agora toda vez que alguem vier falar mau do linux basta copiar a url do topico e colar pra todo mundo ver a quantidade de argumentos que foram postados para provar porque o linux existe, é usado e o principal... É muito facil de ser usado.
« Última modificação: 15 de Abril de 2010, 22:22 por marcos_vargens »
AMD Phenom II X4955 BE Ubuntu  11.10 64bits / Unity
Dell Inspiron 15R  Ubuntu 11.10 64bits / Unity

Offline jio

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 81
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #155 Online: 20 de Abril de 2010, 17:03 »
Se é pra falar mal do linux, olhem isso: http://www.baboo.com.br/conteudo/modelos/Proteja-se-dos-mitos-do-Linux_a38004_z332_p1.aspx
o cara meteu pau, talvez ajam algumas verdades,mas como sou novato, gostaria que me informassem se o cara ta dizendo baboseira ou não
Atlon X2 5600+, DDR2 2Gb, ATi HIS 4670HD

Offline Ioca100

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.848
  • Rio,Brasil
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #156 Online: 20 de Abril de 2010, 17:17 »
Só li a primeira página, o que estão dizendo é real, para instalar programas que não estão no synaptic ou em .deb, realmente, é mais complicado que no Windows.
O Linux é diferente , tem que aprender usar o sistema ou será que já se nasce sabendo instalar programas no Windows?
Eu mesmo, na semana passada, instalei Windows e Ubuntu para uma amiga e levei uma surra no Windows para instalar drivers de tudo, tinha hora que dava incompatibilidade,anti-vírus, anti-spyware, codecs, OpenOffice etc, no Linux já estava tudo lá para usar o pc, só instalei os restricted extras.
Usuário Linux- 449417

Offline Falco90

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 669
  • mais um desocupado à procura de ajudar quase todos
    • Ver perfil
    • Blog de Tecnologia
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #157 Online: 20 de Abril de 2010, 20:05 »
Só li a primeira página, o que estão dizendo é real, para instalar programas que não estão no synaptic ou em .deb, realmente, é mais complicado
Vou dizer os programas que instalei de fora dos repositórios aki:

Thunderbird 3.0 - Descompactei, cliclei no executavel com nome de "Thunderbird" e abriu
Heroes of Newerth - Arquivo .sh que abre um next>next>finish(só 2 next)
Playonlinux - Baixei e instalei o .deb
Skype - baixei e instalei o .deb
Googleearth - Arquivo .bin que abre um next>next>finish
Sauerbraten - Instalei os requerimentos que falava no site, descompactei e cliclei no executavel "sauerbraten unix"
Unetbootin - Descompactei, era 1 unico arquivo. Cliclei, abriu.
Snes9x-gtk - Descompactei, cliclei no arquivo snes9x-gtk e abriu.

De todos os programas que tive vontade de baixar e instalar sem os repositórios, o unico que não fiz isso foi o Subtitle Editor, que tem nos repositórios mas eu queria a ultima versão deles, só que no site só tinha o "Source tarball". Eu até sei compilar isso, mas fiquei foi com a versão dos repositórios mesmo.

Conclusão: Que tipo de programa ET vocês usam?
« Última modificação: 20 de Abril de 2010, 20:11 por Falco90 »

Offline marcos_vargens

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 135
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #158 Online: 20 de Abril de 2010, 21:33 »
Conclusão: Que tipo de programa ET vocês usam?
Fora que quando é do repositório é um programa de confiança, testado sem virus, malware, e esse monte de coisa. Open source é free free mesmo. Facil, prático e o mais importante... confiavel ja que você não vai instalar um cavalo de troia pra roubar senha na sua maquina.
Tem como instalar algo perigoso ? Claro que tem, mas você tem que procurar isso, e se achar ainda tem que dar permissão. Ao contrário do Windows que só de navegar em um site você consegue isso rapidinho sem antivirus.
AMD Phenom II X4955 BE Ubuntu  11.10 64bits / Unity
Dell Inspiron 15R  Ubuntu 11.10 64bits / Unity

Offline rafaelperazzo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 6
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #159 Online: 23 de Maio de 2010, 21:43 »
tudo é difícil para quem não sabe resolver...
No meu ubuntu, consigo fazer 100% do que preciso e necessito, sem maiores problemas...

Offline catitotito

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 16
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #160 Online: 05 de Junho de 2010, 13:27 »
Cara... Aqui vai uma idéia. Meados de 2005 eu usei linux. Não gostei porque achei complicado, e porque eu também era criança(tente ver essa palavra como uma visão que se tem do mundo nessa idade). Em 2010, atualmente, eu fiquei curioso de instalar e usar o linux. Eu queria a versão KDE por achar ela mais completa em relação a gráfico e etc. E eu falo isso porque eu fiquei quase uma semana, sempre que sentava no computador, tentando entender quais seriam as diferenças de KDE para Gnome. Eu entendi o básico, e isso já é algo. Então, eu procurei por uma distribuição e usei a kubuntu. Tentei achar algum fórum com suporte bom para ela, mas não me contentei com o que encontrei. Então, resolvi deixar essa satisfação de embelezamento de lado e optei pelo Gnome. E pela distribuição ubuntu ser a mais popular e oferecer um fórum com um super suporte, optei por instala-la. Nesse período de entrosamento linux, comparado com o windows, eu realmente senti diferenças e as vezes passava pela minha cabeça de que o windows era melhor porque oferecia facilidades.

Foi ai que eu errei. Em querer comparar dois sistemas operacionais. E eu tive essa percepção que eu não tive quando era criança.

Eu entendi que eram sistemas operacionais diferentes e que comparar qual seria melhor seria injustiça.

Se você estiver se perguntando "Por que injustiça?", eu posso responder de uma maneira simples e fácil de se entender.

O que te faz gostar de algo? Você já se fez essa pergunta?

Exemplificando ainda mais...

Carro ou picape?
Uns vão dizer carro, outros picape. Ambos apresentarão argumentos prós e contras sobre os outros. Mas o que é indiscutível é que gosto não se discute, e que diante dos contras não significa que o outro seja "ruim". O que te fez os argumentos a favor foi alguma afeição, facilidade, economia, designe ou qualquer coisa relacionada ao seu carro.

Entendeu? A mesma coisa para um usuário de sistema operacional. Tem gente que usa linux e acha o windows complicado. Outros já pensam ao contrário.

Uma coisa é importante...Eu não posso chegar na casa dos outros e sair apontando coisas que me deixam descontente ao comparar com a minha casa.
Mas eu também não preciso ficar calado. Eu posso apresentar meus pontos de vista, mas com educação.

Diante do que tu escreveu, sinceramente... eu recomendo pra tu, voltar a usar o windows. Faça uma pesquisa sobre suas dúvidas aqui no forum, caso não as encontre faça as perguntas com educação. Mas faça perguntas construtivas, e não destrutivas.

=*

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #161 Online: 05 de Junho de 2010, 16:43 »
Putz... acho que esse tópico não vai morrer né. Difícil, o cara nem acessa mais.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline thrashera

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 37
    • Ver perfil
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #162 Online: 05 de Junho de 2010, 18:11 »
ao nosso amigo max064 (referente a permissão 777)

Citar
This manual page documents the GNU version of chmod.  chmod changes the file mode bits of each given file according to mode, which can be either a
       symbolic representation of changes to make, or an octal number representing the bit pattern for the new mode bits.

       The format of a symbolic mode is [ugoa...][[+-=][perms...]...], where perms is either zero or more letters from the set rwxXst, or a single letter
       from the set ugo.  Multiple symbolic modes can be given, separated by commas.

       A  combination  of  the letters ugoa controls which users' access to the file will be changed: the user who owns it (u), other users in the file's
       group (g), other users not in the file's group (o), or all users (a).  If none of these are given, the effect is as if a were given, but bits that
       are set in the umask are not affected.

       The  operator  +  causes  the  selected file mode bits to be added to the existing file mode bits of each file; - causes them to be removed; and =
       causes them to be added and causes unmentioned bits to be removed except that a directory's unmentioned  set  user  and  group  ID  bits  are  not
       affected.

       The letters rwxXst select file mode bits for the affected users: read (r), write (w), execute (or search for directories) (x), execute/search only
       if the file is a directory or already has execute permission for some user (X), set user or group ID on execution (s), restricted deletion flag or
       sticky  bit (t).  Instead of one or more of these letters, you can specify exactly one of the letters ugo: the permissions granted to the user who
       owns the file (u), the permissions granted to other users who are members of the file's group (g), and the permissions granted to users  that  are
       in neither of the two preceding categories (o).

       A  numeric  mode  is from one to four octal digits (0-7), derived by adding up the bits with values 4, 2, and 1.  Omitted digits are assumed to be
       leading zeros.  The first digit selects the set user ID (4) and set group ID (2) and restricted deletion or sticky  (1)  attributes.   The  second
       digit  selects  permissions for the user who owns the file: read (4), write (2), and execute (1); the third selects permissions for other users in
       the file's group, with the same values; and the fourth for other users not in the file's group, with the same values.

       chmod never changes the permissions of symbolic links; the chmod system call cannot change their permissions.  This is not  a  problem  since  the
       permissions  of  symbolic  links are never used.  However, for each symbolic link listed on the command line, chmod changes the permissions of the
       pointed-to file.  In contrast, chmod ignores symbolic links encountered during recursive directory traversals.

resta a ele inserir a sua habilidade aritmética p/ entender o conceito correto.

sempre seguindo a ordem hierárquica: dono/grupo/outros

ex.: chmod 7(4(leitura)+2(escrita)+1(execução) - referente ao dono)7(idem anterior - referente ao grupo)7(idem anterior - referente outros)arquivo

sistema operacional GNU/LINUX não é difícil, somente requer que o usuário utilize a lógica que a genética lhe proporcionou

adios
« Última modificação: 05 de Junho de 2010, 18:27 por thrashera »

Offline rudregues

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 388
  • Fight!
    • Ver perfil
    • Dieta Paleo
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #163 Online: 05 de Junho de 2010, 18:45 »
thrashera se você verificar o tópico vai ver que a última mensagem do max064 foi em novembro do ano passado...mas já que você postou essa explicação eu fico grato, pois eu nunca entendi o que eram esses números do comando chmod  ;D

 [ ]'s
Gentoo — Controle total sobre o sistema.

Offline RonaldoRG

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 659
    • Ver perfil
    • Twitter: @rafas_andrade
Re: O Linux é difícil, mas dizer a verdade não convém
« Resposta #164 Online: 05 de Junho de 2010, 19:07 »
Mais um que vai voltar chorando pro colo do Bill.  :)
Ubuntu 12.04