Autor Tópico: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.  (Lida 19547 vezes)

Offline Rodolfo Calvo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 37
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #30 Online: 11 de Julho de 2009, 02:42 »
Lunik,
sabe o que é, vc disse tudo é só especulação mesmo pq já li cada coisa. Embora há falhas na divulgação disso.
Eu sei que não vou ler mais sobre isso.
Assunto encerrado pra mim.

Offline docetrago

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 78
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #31 Online: 11 de Julho de 2009, 03:33 »
Somos uma geração de privilegiados em poder assistir a tantas rupturas de paradigma.

Esse mantra da Sun é a síntese de tudo que li até agora.

Tópico muito interessante esse aqui.

Offline 0tacon

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 439
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #32 Online: 11 de Julho de 2009, 04:30 »
Citar
Esse tópico tem que mudar para "Google Chrome OS (Linux): Parece que agora é Real.".
Mas isso seria pleonasmo /o\. Eu disse "parece que agora é real" porque boatos de um sistema google já têm uns 2 anos, ou mais. Tem até um boato do Ubuntu remasterizado para uso interno do google - e eu imagino o que teve de cara noiado buscando em tudo que é canto uma ISO desse tal google-ubuntu XD. Mas dessa vez o sistema Google é oficial. E, como outros já responderam nesse tópico, é cedo pra dizer se vai ser de fato uma distribuição Linux. Não se sabe nem qual será o gerenciamento de pacotes e o ambiente de desktop - se é que vão mesmo usar algo que já existe. E sobre isso de "o google levar a fama pelo Linux", eu já alertei no 1º post desse tópico. Admitamos, afinal, que até mesmo com o Ubuntu acontece um pouco isso. Se o Google OS puder mesmo ser considerado Linux quando for lançado, a gente vai ver uma Ubuntização ao quadrado do Linux. É. Pelo menos o Ubuntu vai deixar de ser o alvo primário do "fogo-amigo!" do Stallman. XDD


Offline nq6

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 35
    • Ver perfil
    • Linux ubuntu & Afins
Chrome OS: fabricante do Ubuntu diz que sucesso não é garantido
« Resposta #33 Online: 12 de Julho de 2009, 20:43 »
Framingham - Construir bom sistema operacional é mais difícil que anunciar novos recursos em uma ferramenta de buscas, diz executivo da Canonical.

A Canonical, fabricante do sistema operacional Ubuntu, está confiante de que pode manter sua vantagem no mercado de desktops com Linux, apesar do anúncio do sistema operacional do Google, o Chrome OS.

O Google pode possuir reconhecimento e recursos de engenharia para tirar mercado da Canonical, empresa com faturamento anual de 30 milhões de dólares e 200 funcionários, mas o sucesso do Chrome não é garantido só porque o Google fez o anúncio, avalia Gerry Carr, gerente de marketing da Canonical.

Carr disse à Computerworld dos Estados Unidos que construir um sistema operacional amigável é mais difícil do que colocar novas funcionalidades em uma ferramenta de buscas. Ele afirmou também que não viu o post no blog do Google no qual estão listados nove parceiros - a maioria deles fabricantes de harware e processadores -, anunciando que concordaram em desenvolver produtos para o Chrome. "Você sabe tão bem quanto eu que é realmente fácil assinar um acordo de parceria", observou o executivo.

Introduzido há menos de cinco anos, o Ubuntu reina entre as distribuições Linux para desktops, apesar de sua participação no mercado representar uma pequena fração se comparada à participação de mercado do Windows, da Microsoft.

No setor de netbooks, a versão Ubuntu Netbook Remix lidera o segmento. Equipamentos de fabricantes como HP, Toshiba e Dell rodam nesse tipo de aparelho. Já os netbooks capazes de rodar o Chrome não vão aparecer no mercado até a segunda metade de 2010, o que Carr observa ser um longo caminho.

Entretanto, a Canonical manterá o desenvolvimento tecnológico do Ubuntu. Por exemplo, a promessa do Google é que, com o Chrome, os usuários poderão navegar na internet segundos depois de ligarem seus netbooks. De acordo com Carr, a versão 10.04 do Ubuntu Netbook Remix, que estará disponível início do segundo trimestre de 2010 nos Estados Unidos, fará o mesmo.

Embora o Ubuntu esteja se direcionando para tornar a web e o desktop mais harmoniosos, o principal objetivo da Canonical é construir um verdadeiro sistema operacional para desktops - em oposição à proposta orientada à web do Chrome.

"Ainda existe muita computação que eu e você usamos offline", avalia Carr. "Nós queremos ser líderes de mercado (Linux). Para os países em desenvolvimento (sem uma boa conectividade sem fio), isso significa que é importante para nós que sejamos extremamente bons no offline".

A Dell
não aparece na lista de parceiros do Chrome. Este ano, a empresa informou que um terço dos netbooks modelo Inspiron Mini 9 saem de fábrica com o Ubuntu e que a taxa de retorno foi tão baixa quando a dos modelos com Windows.

Carr declarou que a Dell e a Canonical têm um ótimo relacionamento, em parte devido à ênfase da Dell em vendas online, evitando o canal varejista, que tem sido tão pouco amigável com o Linux.

Alguns analistas, como Jeffrey Orr, da ABI Research, dizem que o sistema operacional do Google vai provar que é um produto melhor do que o sistema operacional para smartphones Android.

O Chrome contribuirá para fragmentar ainda mais o já dividido cenário de Linux, mas também atuará como uma onda que vai levantar todas as distribuições Linux, incluindo Ubuntu, diz Orr. Além disso, o modelo de desenvolvimento aberto do Linux carece de um líder, avalia Orr. "Ubuntu é sensacional, mas quem é o fabricante que carrega a mensagem e cria as aplicações (como Google Apps)?". Para Carr, o alvo do Chrome pode ser o Windows, não o Ubuntu.
Eric Lai, editor da Computerworld, dos EUA
« Última modificação: 12 de Julho de 2009, 20:46 por nq6 »
http://nq6.blogspot.com/
Linux ubuntu & Afins - Um blog com muitas dicas, perfeito para quem está começando.

Offline CGaldino

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
  • O conhecimento liberta.
    • Ver perfil
    • Infosucata
Re: Chrome OS: fabricante do Ubuntu diz que sucesso não é garantido
« Resposta #34 Online: 13 de Julho de 2009, 10:49 »
Como sempre mais um bom tópico do grande  nq6!

As inovações na computação tem sido tão mais rápidas e sem precedentes que dão curto no chip da minha bola de cristal! A ausência de internet rápida nos países pobres e naqueles países classe média (ai nós estamos incluídos) :) deverá ser um entrave para um sistema operacional com funcionamento focado na web? Pelo menos em tese sim. Quem conecta entra 56K e 500k  não poderia usufruir a plenitude de tais sistemas, ou poderia?. O espaço para as distros "convencionais" voltadas para o desktop é assegurado por mais um tempo, quão longo seria este tempo? Qual será o impacto dessa abordagem da Google nos demais SO daqui para a frente? Será uma dura tacada na Microsoft? Impactará as Distros Linux existentes? O Universo TI está quase que ampliando seus limites para os domínios da mística. Dentro em breve deveremos ver nos jornais além da sessão de zodíaco uma destinada aos profetas, messias e gurus da informática! ("Para você que é Debian com ascendência em MacOS, dia excelente para backups e relacionamentos amorosos") rsrsrs.

Mais uma vez vou assistir ao debate e evitar as previsões!

Abs,
C.
@conradopreto Linux user #440560 / Ubuntu user #11411 /

Offline nq6

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 35
    • Ver perfil
    • Linux ubuntu & Afins
Re: Chrome OS: fabricante do Ubuntu diz que sucesso não é garantido
« Resposta #35 Online: 13 de Julho de 2009, 11:25 »
O espaço para as distros "convencionais" voltadas para o desktop é assegurado por mais um tempo, quão longo seria este tempo? Qual será o impacto dessa abordagem da Google nos demais SO daqui para a frente? Será uma dura tacada na Microsoft? Impactará as Distros Linux existentes?

A resposta é simples, o que na verdade temos pela Google é uma antecipação de tendencias, que a propia Canonical já esta implantando, e será realmente colocada em pratica na versão 10.04. Os dois sistemas entrarão praticamente juntos, e essa disputa trará uma busca pela qualidade, nivelando por cima essa competição. A Google envolvida vai trazer mais prestigio ao Linux, pois ela demonstra que é algo que verdadeiramente possa ser inserido no desktop mundo a fora, mesmo que esse processo seja lento e complexo. Com a adesão dela termos mais drivers, fabricantes, dispositivos suportados e principalmente a simpatia do publico em geral por algo que não seja fornecido pela MS. Ruim para o Ubuntu a principio não vai ser, pelo contrário acho que isso vai trazer mais garra e estimulo aos desenvolvedores, que não vão querer perder o posto da distro Linux mais amigável e popular do mundo.
http://nq6.blogspot.com/
Linux ubuntu & Afins - Um blog com muitas dicas, perfeito para quem está começando.

Offline CGaldino

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
  • O conhecimento liberta.
    • Ver perfil
    • Infosucata
Re: Chrome OS: fabricante do Ubuntu diz que sucesso não é garantido
« Resposta #36 Online: 13 de Julho de 2009, 12:34 »
O espaço para as distros "convencionais" voltadas para o desktop é assegurado por mais um tempo, quão longo seria este tempo? Qual será o impacto dessa abordagem da Google nos demais SO daqui para a frente? Será uma dura tacada na Microsoft? Impactará as Distros Linux existentes?

A resposta é simples, o que na verdade temos pela Google é uma antecipação de tendencias, que a propia Canonical já esta implantando, e será realmente colocada em pratica na versão 10.04. Os dois sistemas entrarão praticamente juntos, e essa disputa trará uma busca pela qualidade, nivelando por cima essa competição. A Google envolvida vai trazer mais prestigio ao Linux, pois ela demonstra que é algo que verdadeiramente possa ser inserido no desktop mundo a fora, mesmo que esse processo seja lento e complexo. Com a adesão dela termos mais drivers, fabricantes, dispositivos suportados e principalmente a simpatia do publico em geral por algo que não seja fornecido pela MS. Ruim para o Ubuntu a principio não vai ser, pelo contrário acho que isso vai trazer mais garra e estimulo aos desenvolvedores, que não vão querer perder o posto da distro Linux mais amigável e popular do mundo.

Cara acho que até chego a compartilhar contigo a opinião! É bastante sensata e menos profética das que tenho visto por ai! No fundo de minha mente há algo que diz que ruim não será!
ABS,
 C.
@conradopreto Linux user #440560 / Ubuntu user #11411 /

Offline maudy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 481
  • Darth Tux
    • Ver perfil
    • Dicas para iniciantes no Ubuntu
Re: Chrome OS: fabricante do Ubuntu diz que sucesso não é garantido
« Resposta #37 Online: 13 de Julho de 2009, 17:49 »
Existem 6,3 bilhões de humanos no planeta.
Existe 1 bilhão de PC's.

Tem espaço para muita gente.

E tem milhões de pessoas que ainda usam a internet discada e não sabem o que é banda larga.
Milhões de novos usuários na África e na América Central poderão usar sistemas gratuitos.

Windows vende aplicativos offline.
Google Chrome OS venderá aplicativos online.
Ubuntu faz os dois.

Faça sua escolha.

Offline CGaldino

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
  • O conhecimento liberta.
    • Ver perfil
    • Infosucata
Re: Chrome OS: fabricante do Ubuntu diz que sucesso não é garantido
« Resposta #38 Online: 13 de Julho de 2009, 19:07 »
Pessoas só para criar uma conexão e evitar de ficarmos discutindo o mesmo assunto em dois tópicos lembro que há um outro tópico iniciado pelo 0tacon tratanto sobre o Chrome e acho interessante a leitura dele: http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,53188.15.html.

Achei um outro texto interessante do Maddog na Linux Magazine que também pode ser interessante.

Tudo que reluz pode ser Chrome

Por Jon ‘maddog’ Hall

Várias pessoas estão escrevendo sobre o Chrome OS do Google. Há muita especulação de que o Chrome afetará as atuais distribuições Linux e, portanto, de alguma forma ajudarão a Microsoft.

O que essas pessoas estão fumando?

Em primeiro lugar, não acredito que o Chrome OS satisfará as necessidades de todos os usuários de desktop. Há muitas tarefas em que um navegador sobre um thin client não terá capacidade de processamento necessária, portanto clientes /stand-alone// serão usados.

Da mesma forma, nem todos estão conectados a um servidor com a alta velocidade de que desktops como o Chrome OS precisam para ser eficazes. Existem muitas pessoas que ainda usam conexões discadas, mesmo em países como os Estados Unidos.

Por um lado, é verdade que o Chrome OS vai encontrar um enorme mercado. Também é verdade que esse enorme mercado poderia ter sido preenchido por desktops baseados numa distribuição Linux mais tradicional. Por outro lado, só existem aproximadamente um bilhão de desktops no mundo atualmente, ao passo que temos 6,3 bilhões de pessoas, então acho que ainda existe espaço para muitos desktops.

Em segundo lugar, conforme o Chrome começar a preencher esses desktops (suponhamos que o Chrome OS alcance dois bilhões deles), o número de fabricantes de dispositivos que finalmente levarão a sério o kernel Linux e desenvolverão drivers de dispositivo livres provavelmente crescerá exponencialmente. Esses drivers de dispositivos serão compatíveis com os kernels Linux de nossos desktops, servidores, telefones e outros dispositivos baseados no Linux. O fato de que o Google não liberou a primeira linha do código do Chrome OS e os fornecedores já estão entrando na fila para suportá-lo dá uma indicação de que veremos, no futuro próximo, pequenos pinguins nas caixas de todos os dispositivos periféricos por aí.

Em terceiro lugar, muitas das distribuições Linux atuais concentram boa parte de seu trabalho em servidores e sua escalabilidade. A presença de vários sistemas Chrome OS baseados em Linux cooperando com esses servidores baseados em Linux mantém o código na mesma família.

As pessoas dizem que a interface de programação será diferente e que isso fará os ISVs (Fornecedores de Software Independentes, na sigla em inglês) dividirem-se quanto ao suporte ao “Linux tradicional” e ao Chrome OS, e que o Chrome OS fará os desenvolvedores de software não escreverem programas para o “Linux tradicional”. O Google diz que seu software será livremente distribuído e que seguirá os padrões. Por que essas interfaces não poderiam ser acrescentadas ao “Linux tradicional” e permitir que tanto os aplicativos “tradicionais” quanto os do Chrome OS funcionem na mesma plataforma? Pessoal, já estivemos nesse ponto antes, e nosso sistema operacional preferido se adaptou bem.

Acho que as pessoas que estão espalhando FUD de que o Chrome OS vai prejudicar o Linux não pensaram direito no assunto e, da mesma forma como o Android evitou que as pessoas usassem sistemas operacionais fechados em seus telefones celulares, o Chrome OS vai evitar que mais pessoas utilizem sistemas operacionais fechados em seus desktops. Ou então essas pessoas são apenas partidários da Microsoft disfarçadas.

O mais importante é que o Chrome OS ajudará a fechar o “vácuo de dispositivos” dos sistemas baseados no kernel Linux, o que certamente será uma vitória para as pessoas do bem.
@conradopreto Linux user #440560 / Ubuntu user #11411 /

Offline CGaldino

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
  • O conhecimento liberta.
    • Ver perfil
    • Infosucata
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #39 Online: 13 de Julho de 2009, 19:09 »
Somente para prestar um serviço: tem uma abordagem sobre a temática em um outro tópico criado pelo Nq6 em ]http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,53428.msg305738.html#msg305738[url][/url]

ABS,
C.
@conradopreto Linux user #440560 / Ubuntu user #11411 /

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #40 Online: 13 de Julho de 2009, 22:10 »
Pois é, enquanto este tópico fala do "Google Chrome OS" o outro tópico tem uma abordagem diferente... diz que talvez ele não venha a ser considerado assim "O Sistema", por vários problemas, como internet ruim (ou a falta dela) em alguns paises.

Assim vamos tentar manter os assuntos separados para evitar ter que juntar os tópicos, ok?

Mas para deixar meu palpite... Eu acho ótimo o Google criar outro sistema baseado no Linux. Espero que seja tratado como uma distro, e não que aproveite apenas o que interesse mas não tenha o cunho de software livre.

O peso do google pode beneficiar todas as demais distros.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline Arthur Cruz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 112
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #41 Online: 13 de Julho de 2009, 23:06 »
Mas para deixar meu palpite... Eu acho ótimo o Google criar outro sistema baseado no Linux. Espero que seja tratado como uma distro, e não que aproveite apenas o que interesse mas não tenha o cunho de software livre.

O peso do google pode beneficiar todas as demais distros.

No mínimo a segurança do kernel vai ser aprimorada!
Se o sistema ficar mesmo expressivo talvez até o Silverlight passe a funcionar no Chrome, imagina só!

Offline CGaldino

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
  • O conhecimento liberta.
    • Ver perfil
    • Infosucata
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #42 Online: 14 de Julho de 2009, 09:49 »
Pois é, enquanto este tópico fala do "Google Chrome OS" o outro tópico tem uma abordagem diferente... diz que talvez ele não venha a ser considerado assim "O Sistema", por vários problemas, como internet ruim (ou a falta dela) em alguns paises.

Assim vamos tentar manter os assuntos separados para evitar ter que juntar os tópicos, ok?

Mas para deixar meu palpite... Eu acho ótimo o Google criar outro sistema baseado no Linux. Espero que seja tratado como uma distro, e não que aproveite apenas o que interesse mas não tenha o cunho de software livre.

O peso do google pode beneficiar todas as demais distros.
Cristiano, me desculpe, meu nobre, se deixei entender que os tópicos eram semelhantes.
Somente queria deixar aqui a informação de um outro tópico que tratava do Chrome OS, sem nenhuma intenção de unificar a discussão, pode crer que com a melhor das intensões!  Concordo contigo que, embora variando sobre o mesmo tema, as abordagens são diferentes!

Com cordialidade,
C

@conradopreto Linux user #440560 / Ubuntu user #11411 /

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #43 Online: 14 de Julho de 2009, 11:47 »
Cristiano, me desculpe, meu nobre, se deixei entender que os tópicos eram semelhantes.
Somente queria deixar aqui a informação de um outro tópico que tratava do Chrome OS, sem nenhuma intenção de unificar a discussão, pode crer que com a melhor das intensões!  Concordo contigo que, embora variando sobre o mesmo tema, as abordagens são diferentes!

Com cordialidade,
C

Não entendi. Eu concordei com você. E o alerta foi para os demais.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline CGaldino

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
  • O conhecimento liberta.
    • Ver perfil
    • Infosucata
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #44 Online: 14 de Julho de 2009, 13:50 »
Vixe, então fui eu quem entendeu tudo errado mesmo!! Sem problemas então :)

Abração!
C.
@conradopreto Linux user #440560 / Ubuntu user #11411 /