Autor Tópico: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.  (Lida 19544 vezes)

Offline Nossile

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 807
  • Loading...
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #15 Online: 08 de Julho de 2009, 15:09 »
Hum...vai ser baseado no kernel Linux mas não será uma distribuição do sistema operacional GNU/Linux, mesma situação do Android.
sudo aptitude remove terno-e-gravata && sudo aptitude install bermuda chinelo -y

Offline niquelnausea

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 967
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #16 Online: 08 de Julho de 2009, 15:10 »
O lançamento de um SO da Google já era algo esperado, quanto a "abocanhar" o mercado da Microsoft acredito que se for bom não vai demorar, depois do XP parece que a Microsoft entendeu que "tapar buraco" não funciona tão bem, por exemplo, o Seven mal saiu (na verdade nem lançado ainda foi) mas já se fala em "Wndows 8".

Se o sistema da Google for bom, vai ganhar muito espaço de forma rápida. Quanto a interface gráfica, acredito que de principio irão usar o que já existe, e depois pensar em algo novo, mas no principio apostaria no Gnome (por se parecer menos com o Windows que o KDE, ou seria o contrário?), quanto a distro mãe, apostaria no Redhat/Fedora, por buscar mais inovação que o Debian (opinião pessoal).

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.889
  • Xubuntu 18.04LTS
    • Ver perfil
    • Twitter
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #17 Online: 08 de Julho de 2009, 15:17 »
Estou dando um rápida lida - http://www.gdhpress.com.br/blog/chrome-os/
E observando certos pontos, como aqui já foram ditos, que esse SO é p/ netbooks, a famosa Web2.0, mais recente computação nas nuvens...
P/ desktops, que muito se fala que estão em processo de extinção e p/ notebooks; já li algo sobre a Canonical ter em mente aplicativos também voltados p/ o Android, mas esse outro SO ñ é um Android.
Na verdade nesse mundo de novidades a cada instante só espero que tudo isso seja p/ uma maior praticidade e simplicidade dos usuários, porque é bem verdade que tanta novidade assusta e confunde muita gente.
Linux User #440843 | Ubuntu User #11469

Offline yzarc

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 189
  • uso pq é melhor!
    • Ver perfil
    • minhas ideias para o ubuntu
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #18 Online: 08 de Julho de 2009, 15:27 »
vou da um exemplo do poder do google. eu sempre to falando para as pessoas menos entendidas de informatica instalarem o firefox no lugar do IE. para minha surpresa, quando lancaram o chrome eu recebia links de gente do mesmo perfil perguntando se eu ja tinha testado o chrome. coloque uma win user na frente do gnome e ela nao vai querer usar pq o menu de programas fica na parte de cima, mas diga q o SO è da google e pode ate nao ter menu iniciar q o pessoal va ta achando o massimo mesmo assim.

o importante e' q os drivers e aplicativos desenvolvidos para esse novo SO rodem no ubuntu e visse versa.

« Última modificação: 08 de Julho de 2009, 15:31 por yzarc »
; Linux is almost there!

Darcamo

  • Visitante
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #19 Online: 08 de Julho de 2009, 19:20 »
Citar
vou da um exemplo do poder do google. eu sempre to falando para as pessoas menos entendidas de informatica instalarem o firefox no lugar do IE. para minha surpresa, quando lancaram o chrome eu recebia links de gente do mesmo perfil perguntando se eu ja tinha testado o chrome. coloque uma win user na frente do gnome e ela nao vai querer usar pq o menu de programas fica na parte de cima, mas diga q o SO è da google e pode ate nao ter menu iniciar q o pessoal va ta achando o massimo mesmo assim.

Acho que é aí que entra um dos pontos mais importantes. Por mais que o linux fique cada vez mais fácil de usar, em especial com o ubuntu, "ainda é linux". Ou seja, as pessoas pensam, "linux é complicado, não tem o programa X e Y", etc. Mas se for coisa do google a história é outra. Todo mundo adora testar as novidades do google e se o mesmo usuário não encontrar o programa X ou Y ele já vai pensar "ah, é pq é diferente do windows, que programa uso para fazer isso no chrome OS?" (aí faz uma busca no google ou pergunta a um amigo que também adora testar novidades do google). Ou seja, as pessoas ficam mais dispostas a romper a inércia e testar algo diferente.

Acho que se o sistema do google ganhar força vai ser benéfico para o linux também. Não porque ele seja ou não baseado no linux, mas sim porque as pessoas vão estar mais abertas a mudanças (quem disse que um menu "iniciar em um painel inferior seja a melhor maneira de se usar um computador?", etc.). Além disso, mais de um sistema operacional com parcela significativa de usuários vai forçar as empresas a se esforçarem para fazer programas de maneira mais independente do sistema operacional em questão.

Offline niquelnausea

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 967
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #20 Online: 08 de Julho de 2009, 23:07 »
o importante e' q os drivers e aplicativos desenvolvidos para esse novo SO rodem no ubuntu e visse versa.

Hoje já li que aplicativos do ChromeOS vão rodar no MAC, Win  e Linux, estranho não.

Lunik

  • Visitante
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #21 Online: 08 de Julho de 2009, 23:40 »
Se eles estão com tempo de criar um SO baseado no linux, por que ainda não lançaram a versão do chrome (navegador) pro linux? =/

Offline Nossile

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 807
  • Loading...
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #22 Online: 09 de Julho de 2009, 02:17 »
o importante e' q os drivers e aplicativos desenvolvidos para esse novo SO rodem no ubuntu e visse versa.

Hoje já li que aplicativos do ChromeOS vão rodar no MAC, Win  e Linux, estranho não.

São aplicativos baseados "na nuvem", como o Google Docs, vai rodar tudo via navegador.
sudo aptitude remove terno-e-gravata && sudo aptitude install bermuda chinelo -y

Offline Nossile

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 807
  • Loading...
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #23 Online: 09 de Julho de 2009, 02:19 »
Se eles estão com tempo de criar um SO baseado no linux, por que ainda não lançaram a versão do chrome (navegador) pro linux? =/

Baseado no kernel Linux e não no "sistema operacional GNU/Linux", do qual o Ubuntu é uma distribuição.
sudo aptitude remove terno-e-gravata && sudo aptitude install bermuda chinelo -y

Offline nq6

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 35
    • Ver perfil
    • Linux ubuntu & Afins
Chrome OS: 7 questões importantes sobre o sistema operacional do Google
« Resposta #24 Online: 09 de Julho de 2009, 10:05 »
O Google anunciou na terça-feira (7/7) o seu sistema operacional Chrome OS, que deverá chegar aos usuários no segundo semestre de 2010. Confira sete questões sobre o que a chegada do sistema ao mercado.

1 - Ameaça à Apple
Enquanto muitas notícias focarão na ameaça do Chrome OS ao Windows da Microsoft, o principal prejudicado pode ser o Mac OS, da Apple.

Usuários que buscam um sistema operacional alternativo ao Windows, normalmente consideram duas opções: o Mac OS X ou o tradicional Linux. O segundo ainda enfrenta reclamações de problemas de rede e drives dos periféricos. Já o Mac OS tem duas desvantagens: menor número de aplicações (o que não chega a ser um problema para muitos consumidores) e hardware caro.

Se houvesse uma versão do Mac OS que rodasse em máquinas que não são da Apple, talvez o Google não encontrasse um mercado tão promissor. Mas o Chrome OS provavelmente atingirá a mesma audiência do Mac OS X - daqueles que buscam alternativas ao Windows - enquanto oferece uma plataforma que roda em hardwares mais acessíveis.

2 - Preço do Windows 7
Pode-se esperar que a Microsoft pense duas vezes em como vai cobrar pelas variadas versões do Windows 7, especialmente se o sistema operacional do Google atrair a atenção do mercado. A companhia deve ficar mais receptiva às reclamações dos usuários do Vista que querem fazer a atualização de maneira mais barata.

3- Netbooks são apenas o ponto de partida
Usuários de desktops mais potentes podem, inicialmente, hesitar em enviar o controle de seus aplicativos “à nuvem”, mas essas mesmas pessoas podem ser menos resistentes a fazer isso com seus netbooks.

Usuários de ultraportáteis esperam - e usam - menos aplicativos. Libertar-se dos pesados softwares antivírus para Windows pode ser uma vantagem se o Google OS for simples, seguro e rápido como promete.

4 - Grandes empresas não serão as primeiras consumidoras
Os departamentos de tecnologia de grandes corporações não vão substituir seus softwares baseados em Windows pelo sistema do Google. Enquanto o Chrome OS tem boas possibilidades de conquistar espaço em pequenas empresas, as grandes corporações só começarão a adotá-lo quando o sistema provar que tem capacidades de gerenciamento corporativo.

Empresas menores, que necessitam de menos aplicações, podem estar mais interessadas, especialmente se os custos e a manutenção forem menores.

5 - Estudantes são mercado potencial
Atualmente os estudantes têm uma mobilidade que não poderia ser imaginada cinco anos atrás. Eles também são menos preocupados se seus aplicativos estão no desktop ou na web.

6 - Flashback
Pode ser que o Google esteja tentando trazer de volta o mantra da Sun Microsystems, de que “a rede é o computador”.

7 - O domínio do Google seria melhor que o da Microsoft?
No curto prazo, o anúncio do Google aumentará a competição no setor de sistemas operacionais e provavelmente vai incentivar a Microsoft a oferecer melhores condições àqueles que optarem pelo Windows 7. Mas o Chrome OS não roubará uma participação muito grande do Windows no mercado, em curto prazo.

Por outro lado, o Google já tem um ótimo negócio dominando o mercado de busca, que se tornou um dos principais fatores da navegação pela web.

Apesar de o Google tomar para si o slogan corporativo de que eles “são do bem”, a ideia de uma única empresa controlar o desktop, as aplicações e os dados armazenados deve ser preocupante. Será interessante ver se a comunidade do código aberto receberá bem o sistema operacional do Google ou se eles estarão atentos às possíveis consequências desta ação.
Machlis Musings, editora da Computerworld, dos EUA
http://nq6.blogspot.com/
Linux ubuntu & Afins - Um blog com muitas dicas, perfeito para quem está começando.

Rodrigo Henrique

  • Visitante
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #25 Online: 09 de Julho de 2009, 11:20 »
Google anuncia lançamento de sistema operacional para a segunda metade de 2010

Por Luísa Barwinski
quarta-feira, 8 de julho de 2009

A gigante das buscas agora quer expandir sua abrangência para os sistemas operacionais e promete jogo duro à concorrência, ao colocar no mercado netbooks potentes já com o sistema instalado.

Já passava quase sete minutos depois das nove e meia da noite quando Sundar Pichai e Linus Upson, ambos altos funcionários da Google postaram uma notícia bombástica no blog da empresa. Minutos depois, blogs e sites do mundo inteiro passaram a repercutir a informação. Seria o fim da hegemonia de outras empresas que já estão no mercado há anos? A resposta ainda não pode ser dada.

Mas o que poderia ter causado tanto barulho em tão pouco tempo? Se você conhece o navegador Google Chrome, já pode começar a esboçar alguma ideia a respeito da bomba lançada na noite de 7 de julho de 2009. As incursões por terrenos até então quase inexplorados começam a tomar corpo e a novidade que abalou a noite deve perdurar por mais algum tempo.

O que podemos esperar do Google ChromeOS?O amigo leitor deve estar se perguntando o que havia nessa postagem de tão importante. Respondemos com três palavras apenas: Google Chrome OS. Para os leigos, isso significa o lançamento de um sistema operacional (como o Windows) da empresa, que atualmente lidera o mercado de buscas na Internet. De acordo com o blog oficial, o sistema operacional nada tem a ver com a promessa do Android, inicialmente projetado para celulares. Entretanto, a ideia de um sistema operacional tem seu berço ali.

Com a promessa de inovar sempre, a empresa criada por Sergey Brin e Larry Page agora chega aos sistemas operacionais levando em conta a vontade de muitos usuários por todo o mundo. Segundo o blog oficial, o sistema é ideal para qualquer pessoa – desde os usuários mais hardcore até aqueles que usam a internet apenas para estar em contato com parentes e amigos.

“Velocidade, simplicidade e segurança são os aspectos chave do Google Chrome OS”, com essas palavras bem fixadas em mente, os engenheiros da Google prometem um sistema leve que inicie e conecte-se à web em pouquíssimo tempo. Afinal, “essa é a (nossa) tentativa de repensar como os sistemas operacionais devem ser”. O lançamento do código aberto deve acontecer até o final de 2009, porém a venda de netbooks com o sistema operacional instalado deve acontecer na segunda metade de 2010.

E como funcionaria?

O sistema operacional da Google irá funcionar tanto em chips x86 quanto os ARM, além disso, os desenvolvedores da empresa pretendem expandir seu mercado trazendo uma enorme quantidade de netbooks no próximo ano. No que se refere à arquitetura, o Google Chrome OS funcionará com um sistema de janelas baseado em um kernel de Linux. Assim, para quem se interessar em desenvolver aplicativos para ele, é bom ter em mente que a web é a plataforma principal.

“Todos os aplicativos web já existentes devem funcionar automaticamente e os novos podem ser escritos utilizando a sua tecnologia favorita”. Mas isso não deve fazê-lo pensar que esses aplicativos serão de funcionamento exclusivo do Google Chrome OS. Tudo o que for desenvolvido neste ou para este sistema operacional irá funcionar normalmente em computadores com Windows, Mac ou Linux. Isso faz com que o desenvolvedor ganhe uma abrangência maior e não perca seu público por restringir-se a apenas um sistema operacional.

Um ponto que deve contar vários outros a favor do ChromeOS é o fato de que ele está sendo desenvolvido para deixar questões mundanas com vírus, malwares e pragas de segurança virtual longe dos usuários do novo sistema operacional. À primeira vista parece ser o sistema que todos estávamos esperando.

Opiniões mundo afora

Usuários do mundo inteiro comentam no Twitter e em seus blogs!Com uma novidade dessas, o que mais se encontra são opiniões das mais diversas origens, lados e fundamentos. Em uma rápida pesquisa no Twitter pela tag “#ChromeOS”, encontra-se as mais diversas impressões. Existem aqueles que decretam o fim da Microsoft, como um rapaz que afirma ter chegado o pior pesadelo da fabricante do Windows.

O que pode significar que este já pertence aos fãs do sistema operacional recém-anunciado. Contudo, existem aqueles que são um tanto céticos quanto ao uso dessa novidade bombástica. Alguns deles preferem esperar até o sistema sair da versão beta para começarem a usar.

Nessas ocasiões, também existem aqueles que apontam o Google Chrome OS como o precursor da Cloud Computing (Computação nas Nuvens) – seria o fim dos computadores como conhecemos? Talvez sim, talvez não. O que se pode afirmar com um tanto de segurança a respeito das especulações é que o foco está na exploração da Internet como plataforma e a mobilidade como palavra de ordem.

A presença dos netbooks com o sistema operacional pré-instalado indica que a conectividade das pessoas estará cada vez maior. A ideia é fazer com que o tempo para chegar até o email ou a qualquer outra informação, aplicativo e o que mais o usuário quiser, seja reduzido de uma maneira muito expressiva.

Blogs estrangeiros apontam uma fortíssima ameaça aos planos da Microsoft de liderar o mercado de netbooks. O Windows XP, de acordo com um desses blogs, já é um sistema de 8 anos de idade; o Windows Vista foi comprovadamente atestado como um sistema nada adequado aos netbooks; o Windows 7 poderia oferecer boas experiências de uso, porém já possui reclamações. E é nesse nicho que a Google pretende lançar a sua bomba.

Ainda existem aqueles que prometem não dar o braço a torcer e não se deixar levar pela novidade. Aqueles usuários que acusam o Google de espionar seus consumidores através de palavras-chave motivam comentários sobre o Chrome OS como mais um método de rastreamento. A verdade é que o mecanismo de busca do Google baseia-se na busca por palavras e logo ao concordar com os termos de uso, o usuário se diz ciente dessas práticas. Contudo, nada do que você disser será publicado pela empresa, não há o que temer.

Quem venceria esta batalha?

Entretanto, usuários do mundo inteiro procuram a mesma resposta: “O que a Microsoft tem a dizer sobre isso?”. Ainda não houve nenhuma resposta da empresa fundada por Bill Gates, entretanto, por mais que pareça infundado é um tanto irônico observar o lançamento do Bing, invadindo o principal campo de atuação do Google e pouco tempo depois vermos o Google ChromeOS anunciar sua presença ao lado do Windows. Seria uma guerra por tecnologia?

E vai custar quanto?

Quanto custaria? Seria grátis?Ainda não houve nenhuma publicação sobre custos e preços da parte da Google. Por isso, não é possível conjecturar a respeito de qual seria o preço ao consumidor final ou então discutir a existência de um. Contudo, ao analisar o histórico de produtos gratuitos que a empresa disponibiliza pode-se chegar a duas alternativas: cobrar pelo sistema operacional – já que os serviços pagos da Google são raros; ou então manter a linha de software livre, uma vez que a licença do Google Chrome OS é do tipo “Open-Source”.

O fato de o Google Chrome OS estar intimamente ligado à internet deve facilitar muito as ligações com o mundo de um jeito que ainda não pudemos observar. Hoje, os sistemas operacionais levam cerca de alguns minutos para iniciar e começar a navegar. O objetivo deste sistema operacional é eliminar este tempo ou reduzi-lo de tal modo que a demora para acessar emails, sites e aplicativos web seja curta. Algo que os usuários sempre sonharam.

As oportunidades de desenvolvimento também tiveram as barreiras quebradas uma vez que o Google Chrome OS passa a exigir um novo patamar de aplicativos. Tudo o que for produzido nele deverá funcionar em qualquer outro sistema sem qualquer problema. Ao que tudo indica, esta seria uma plataforma universal, capaz de suportar quaisquer inovações. Entretanto, não podemos contar com o que ainda não conhecemos. Como alguns blogs e usuários já disseram, o Google Chrome OS é uma promessa que queremos ver o quanto antes.

E você?

Quais foram as suas impressões a respeito dessa bomba recém-lançada pelo Google? De que maneira esse sistema operacional deve afetar o jeito de usarmos os computadores? Conte para a gente no seu comentário, afinal quem nunca fez uma pesquisa no Google? Será que agora o novo “pai dos burros” conquistará um terreno tão diferente do que ele jamais esteve habituado?

Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/2385-google-anuncia-lancamento-de-sistema-operacional-para-a-segunda-metade-de-2010.htm

Offline nq6

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 35
    • Ver perfil
    • Linux ubuntu & Afins
Google diz que seu novo sistema operacional não vai competir com Windows
« Resposta #26 Online: 09 de Julho de 2009, 12:06 »
"A principal meta do novo sistema operacional do Google, o Chrome OS, será a navegação na internet", afirmou Felix Ximenes, diretor de comunicação do Google Brasil. Segundo ele, o OS, voltado a netbooks, não irá competir com o Windows pois a aposta do Google é atingir usuários que não precisem realizar configurações no sistema operacional, como instalações de dispositivos de hardware ou configurações de software. Desta forma, o Chrome OS segue um caminho diferente do sistema operacional da Microsoft.

Segundo Ximenes, a "experiência de navegação na web hoje não é satisfatória e tem que ser repensada". Para o diretor, o usuário não vai precisar gastar muito em um PC simplesmente para se conectar à rede e, caso queira usar aplicativos, todos poderiam ser acessados online, como editores de texto, fotos e vídeos.
 
Além disso, por se tratar de um software aberto, os programas podem transitar para o Chrome OS sem maiores problemas e o sistema seria adaptado para computadores mais robustos.
 
O coração do novo sistema operacional será o navegador do Google, o Chrome. Mas, isso não impede o desenvolvimento de outros browsers, já que o sistema operacional será baseado no kernel do Linux.
 
O Chrome OS também pode ser desenvolvido para smartphones e não vai competir com o Android, sistema do Google que foca em experiência de mobilidade – velocidade da interface e economia de bateria -, por "serem produtos diferentes", de acordo com o diretor. 

Ximenes também salientou que a nova aposta do Google será aberta a desenvolvedores no fim de 2009 e que deverá chegar ao mercado no próximo ano. “No Brasil, o mercado de netbooks é grande e a implementação do sistema nos produtos só dependerá dos fabricantes”, concluiu.
http://nq6.blogspot.com/
Linux ubuntu & Afins - Um blog com muitas dicas, perfeito para quem está começando.

Offline Rodolfo Calvo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 37
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #27 Online: 11 de Julho de 2009, 01:52 »
Gente eu já estou biruta de tanto ler e não vou ler todo este tópico.
Mas no geral eu acho que a Google está se achando.
Eu li um monte de comentário quando o Google deu o anúncio de seu OS.
Li comentários do tipo " Agora um concorrente de peso, o Mac é muito Caro, O Linux não emplacou porque não tem programas..."
Um momentinho para eu refletir... A Coisa está tão confusa que só o site do Baixaki e o Blog  do Google dão anúncio corretamente que será feito sobre o Linux, mas me parece que a assessoria de imprensa da Google  não passa as informações para os veiculos de comunicação como deveria passar. Os principais veículos de comunicação não passam da mesma forma a notícia, eles não falam que será Linux. Até aqui no início do tópico as pessoas se perguntavam se seria Linux.
 
É uma tremenda sacanagem da Google porque ela vai usar o Linux e as pessoas acham que vai ser um sistema da Google.
Não, não é! É LINUX (to gritando mesmo).
Esse tópico tem que mudar para "Google Chrome OS (Linux): Parece que agora é Real.".

Já pensou... Qual sistema vc usa? Uso Chrome.
Chrome é o caramba, é Linux e pronto.

Estou revoltado com esse assunto. Não venham me dizer que isso é culpa dos veículos que não é.
Isso é culpa da Google.
« Última modificação: 11 de Julho de 2009, 02:07 por Rodolfo Calvo »

Offline Nossile

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 807
  • Loading...
    • Ver perfil
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #28 Online: 11 de Julho de 2009, 02:11 »
Gente eu já estou biruta de tanto ler e não vou ler todo este tópico.


Deveria ler, já que resolveu postar.


E não, ao que tudo indica ele não é uma distribuição do sistema operacional GNU/Linux, como o Ubuntu, Fedora, Suse, etc. Ele será somente baseado no kernel Linux. É diferente.
sudo aptitude remove terno-e-gravata && sudo aptitude install bermuda chinelo -y

Lunik

  • Visitante
Re: Google Chrome OS: Parece que agora é Real.
« Resposta #29 Online: 11 de Julho de 2009, 02:29 »
...Os principais veículos de comunicação não passam da mesma forma a notícia. Até aqui no início do tópico as pessoas se perguntavam se seria Linux.
 
É uma tremenda sacanagem da Google porque ela vai usar o Linux e as pessoas acham que vai ser um sistema da Google.
Não, não é! É LINUX (to gritando mesmo).
...
Estou revoltado com esse assunto. Não venham me dizer que isso é culpa dos veículos que não é.
Isso é culpa da Google.

Calma ae cara... vai tudo ficar bem, heheh

No site oficial o google só deixou claro que o sistema vai ser baseado no kernel do linux e que vai ser voltado pra netbooks a princípio, vai provavelmente ter o navegador integrado ao sistema de modo que os principais aplicativos web possam sem integrados ao desktop.

Ela só disse isso... qualquer coisa a mais é só especulação de blogueiro pra ganhar uns hits.
A questão de dizer se vai ser um sistema linux ou não ainda não pode ser respondida a essa altura.

O Solaris, aquele sistema operacional da sun, usa gnome, x window, é baseado no unix mas não é linux... é solaris. Chrome pode usar o kernel do linux, mas não ser linux.

Mas acho que isso é mais questão de semântica...