Autor Tópico: blogs: Informática na Folha de São Paulo e software livre na Info  (Lida 3543 vezes)

Offline KubLin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 428
    • Ver perfil
blogs: Informática na Folha de São Paulo e software livre na Info
« Online: 10 de Janeiro de 2007, 15:43 »
Blog um atalho para o software livre da revista Info

http://info.abril.com.br/blog/luizcruz/

blog Circuito Integrado faz parte do caderno de Informática do jornal Folha de São Paulo

http://circuitointegrado.folha.blog.uol.com.br/index.html

boa leitura
« Última modificação: 19 de MAR?O de 2008, 14:14 por KubLin »

Piras

  • Visitante
Re: blog de Informática da Folha de São Paulo
« Resposta #1 Online: 11 de Janeiro de 2007, 11:40 »
Sou assinante da Folha, mas não leio o "lojão de informática" do jornal, pulbicado sob o título de Informática. A diferença ali entre jornalismo e comércio quase não existe. Na minha opinião, propaganda disfarçada de reportagem. E o blog, infelizmente, parece a mesma coisa.

Offline KubLin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 428
    • Ver perfil
Ubuntu no caderno Informática Folha-SP
« Resposta #2 Online: 16 de Maio de 2007, 21:03 »
o Ubuntu 7.04 saiu hoje (16/05/07) no caderno de Informática da Folha de São Paulo

Linux fácil baixa e instala softs da internet

 PARA TODOS-Febre entre os fãs do sistema livre, o Ubuntu não exige conhecimentos avançados para ser usado no dia-a-dia

by JULIANO BARRETO

Mais do que uma versão do Linux, o Ubuntu é um divisor de águas. O sistema operacional não é apenas tão simples quanto o Windows; é, em muitos pontos, mais fácil de usar do que o rival.
Quem se aventurar a instalar o Ubuntu precisará apertar menos botões e responder a menos perguntas do que aqueles que fizerem o mesmo com o Vista.
A aparência da área de trabalho do sistema gratuito é surpreendente. Mesmo máquinas não tão potentes poderão contar com recursos avançados.
Boa parte dos méritos para o sucesso dessa distribuição Linux, que virou febre com milhões de cópias baixadas e tradução para 35 idiomas, é do empresário sul-africano Mark Shuttleworth.
Shuttleworth, que foi um dos primeiros turistas espaciais civis do mundo, investiu cerca de US$ 25 milhões para contratar desenvolvedores e espalhar o Ubuntu aos quatro ventos.
A idéia deu certo. Recentemente, a Dell, uma das maiores fabricantes de micros, anunciou que venderá micros com o Linux do sul-africano. E, no início do mês passado, a "Wired" (www.wired.com) premiou Shuttleworth com um Rave Award .

O que é que ele tem?
Baixado gratuitamente em www.ubuntu-br.org, o Ubuntu 7.04, depois de gravado em um CD, funciona sem ser instalado no disco rígido.
Isso permite que o usuário confira se o sistema é compatível com a sua máquina e com os seus acessórios. Basta colocar o CD do Ubuntu no drive e reiniciar o PC.
Se tudo der certo, o sistema e seus programas ficam à disposição para a avaliação. Se agradar, a instalação definitiva do Linux no micro segue sem problemas.
As instruções são em português, e o Ubuntu reconhece o
hardware da máquina sozinho.
Quem tem o Windows instalado precisa tomar muito cuidado, pois a opção que vem marcada como padrão instala o Ubuntu em todo o disco rígido, apagando informações já gravadas.
Para evitar a perda de dados, é preciso separar um espaço do disco rígido (partição) só para o novo sistema.
Após a escolha do local de instalação, é só criar uma senha de acesso e informar os dados para a conexão com a internet.
Desde a primeira vez que carrega, o sistema busca atualizações on-line. Essa é uma das suas principais características: usar acervos externos para encontrar acessórios que facilitam o uso e a instalação de novos programas .
No item correspondente ao "Adicionar/Remover Programas" do Windows, o usuário acessa um menu que mostra uma série de programas para o Ubuntu. Basta clicar na descrição dos softwares, esperar que eles sejam baixados e instalados automaticamente e usá-los.
No depósito de aplicações, é possível encontrar jogos, editores de texto, assistentes para conexão sem fio e mais uma infinidade de programas.
Todos os arquivos de configuração necessários para que os programas recém-baixados funcionem são copiados automaticamente. O mesmo é feito com as atualizações do sistema.

Beleza pura
Os efeitos visuais da área de trabalho, ativados com os pacotes Beryl e Compiz, estão em pé de igualdade com os recursos do Windows Vista e do Mac OS X.
Com o Beryl, que pode ser baixado e instalado automaticamente, o usuário conta com mais de dez animações diferentes para tarefas como maximizar e minimizar janelas. Entre as opções estão janelas que explodem, esticam e dão piruetas na tela.
Outro atrativo é a animação para mostrar os vários desktops do Linux. Diferentemente do Windows, que tem apenas uma área de trabalho, o sistema livre pode simular várias telas iniciais.
Arrastando uma janela até a borda da tela, o sistema gira a imagem como se fosse um cubo.
Para lançar mão desses artifícios, o Ubuntu não exige uma máquina superpotente.
Nos testes da reportagem, máquinas com memória RAM de 512 Mbytes, em que o Vista funciona com dificuldades, usaram todos os recursos do Beryl sem apresentar lentidão.

Piras

  • Visitante
Re: Ubuntu no caderno Informática Folha-SP
« Resposta #3 Online: 16 de Maio de 2007, 23:32 »
o Ubuntu 7.04 saiu hoje (16/05/07) no caderno de Informática da Folha de São Paulo

Linux fácil baixa e instala softs da internet

 PARA TODOS-Febre entre os fãs do sistema livre, o Ubuntu não exige conhecimentos avançados para ser usado no dia-a-dia

by JULIANO BARRETO

Mais do que uma versão do Linux, o Ubuntu é um divisor de águas. O sistema operacional não é apenas tão simples quanto o Windows; é, em muitos pontos, mais fácil de usar do que o rival.
Quem se aventurar a instalar o Ubuntu precisará apertar menos botões e responder a menos perguntas do que aqueles que fizerem o mesmo com o Vista.
A aparência da área de trabalho do sistema gratuito é surpreendente. Mesmo máquinas não tão potentes poderão contar com recursos avançados.
Boa parte dos méritos para o sucesso dessa distribuição Linux, que virou febre com milhões de cópias baixadas e tradução para 35 idiomas, é do empresário sul-africano Mark Shuttleworth.
Shuttleworth, que foi um dos primeiros turistas espaciais civis do mundo, investiu cerca de US$ 25 milhões para contratar desenvolvedores e espalhar o Ubuntu aos quatro ventos.
A idéia deu certo. Recentemente, a Dell, uma das maiores fabricantes de micros, anunciou que venderá micros com o Linux do sul-africano. E, no início do mês passado, a "Wired" (www.wired.com) premiou Shuttleworth com um Rave Award .

O que é que ele tem?
Baixado gratuitamente em www.ubuntu-br.org, o Ubuntu 7.04, depois de gravado em um CD, funciona sem ser instalado no disco rígido.
Isso permite que o usuário confira se o sistema é compatível com a sua máquina e com os seus acessórios. Basta colocar o CD do Ubuntu no drive e reiniciar o PC.
Se tudo der certo, o sistema e seus programas ficam à disposição para a avaliação. Se agradar, a instalação definitiva do Linux no micro segue sem problemas.
As instruções são em português, e o Ubuntu reconhece o
hardware da máquina sozinho.
Quem tem o Windows instalado precisa tomar muito cuidado, pois a opção que vem marcada como padrão instala o Ubuntu em todo o disco rígido, apagando informações já gravadas.
Para evitar a perda de dados, é preciso separar um espaço do disco rígido (partição) só para o novo sistema.
Após a escolha do local de instalação, é só criar uma senha de acesso e informar os dados para a conexão com a internet.
Desde a primeira vez que carrega, o sistema busca atualizações on-line. Essa é uma das suas principais características: usar acervos externos para encontrar acessórios que facilitam o uso e a instalação de novos programas .
No item correspondente ao "Adicionar/Remover Programas" do Windows, o usuário acessa um menu que mostra uma série de programas para o Ubuntu. Basta clicar na descrição dos softwares, esperar que eles sejam baixados e instalados automaticamente e usá-los.
No depósito de aplicações, é possível encontrar jogos, editores de texto, assistentes para conexão sem fio e mais uma infinidade de programas.
Todos os arquivos de configuração necessários para que os programas recém-baixados funcionem são copiados automaticamente. O mesmo é feito com as atualizações do sistema.

Beleza pura
Os efeitos visuais da área de trabalho, ativados com os pacotes Beryl e Compiz, estão em pé de igualdade com os recursos do Windows Vista e do Mac OS X.
Com o Beryl, que pode ser baixado e instalado automaticamente, o usuário conta com mais de dez animações diferentes para tarefas como maximizar e minimizar janelas. Entre as opções estão janelas que explodem, esticam e dão piruetas na tela.
Outro atrativo é a animação para mostrar os vários desktops do Linux. Diferentemente do Windows, que tem apenas uma área de trabalho, o sistema livre pode simular várias telas iniciais.
Arrastando uma janela até a borda da tela, o sistema gira a imagem como se fosse um cubo.
Para lançar mão desses artifícios, o Ubuntu não exige uma máquina superpotente.
Nos testes da reportagem, máquinas com memória RAM de 512 Mbytes, em que o Vista funciona com dificuldades, usaram todos os recursos do Beryl sem apresentar lentidão.


Não sei se é para "desbaratinar" - afinal, não devo ser o único leitor insatisfeito com a cobertura do caderno Informática da Folha - mas, tanto na edição da semana passada, quanto na de hoje tivemos reportagens favoráveis ao Linux.

Na semana passada, três professores da USP escreveram uma autêntica resenha sobre o servidor Red Hat, muito favorável, por sinal, mas, ao meu ver, técnica o bastante para reforçar o preconceito de que o Linux é um sistema só para quem entende muito de informática.

Hoje, pelo contrário, meia página de jornal foi dedicada ao Ubuntu e sob um ângulo impecavelmente positivo. Nunca li tal coisa na Folha! Parecia até mesmo uma mudança de linha editorial, já que a principal reportagem do caderno falava exatamente dos problemas produzidos pelo gigantismo da Microsoft, Google e Apple.

Será que o caderno de Informática da Folha vai trocar o comércio pelo jornalismo? Não digo que elogiar o Linux é jornalismo e criticar o Linux seja comércio. O problema é que até hoje o que víamos era um caderno muito mais preocupado em "cobrir" lançamentos e fazer comparações de equipamentos, duas práticas que mal disfarçavam o empenho em fazer propaganda disfarçada.

E quase toda referência ao Linux parecia dizer, implicitamente, "mas isto não é o Windows!". Se fizerem críticas bem fundamentadas dos sistema livres, ótimo. Estarão contribuindo de algum modo para o desenvolvimento do setor e informando bem o leitor.

Mas o que prevalecia até bem pouco tempo era uma vergonha! Esperamos que as edições de hoje e da semana passada sejam de fato uma virada de página.

joaomelo

  • Visitante
Re: blog de Informática da Folha de São Paulo
« Resposta #4 Online: 20 de Maio de 2007, 21:36 »
Piras,

Sou assinante do provedor UOL e concordo plenamente com você.
Aliás, notei também que a Info tem dado sinais de mudança em sua editoria e até o petulante John Dvorak tem se mostrado mais coerente quando aborda em sua coluna o SL.
Mas, assim como a Folha, a Info ainda é um tanto superficial e reticente com relação às análises, fazendo comparações de aplicativos SL - a meu ver - equivocadas com o Windows.

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: blog de Informática da Folha de São Paulo
« Resposta #5 Online: 20 de Maio de 2007, 21:51 »
Piras,

Sou assinante do provedor UOL e concordo plenamente com você.
Aliás, notei também que a Info tem dado sinais de mudança em sua editoria e até o petulante John Dvorak tem se mostrado mais coerente quando aborda em sua coluna o SL.
Mas, assim como a Folha, a Info ainda é um tanto superficial e reticente com relação às análises, fazendo comparações de aplicativos SL - a meu ver - equivocadas com o Windows.

Eu era assinante da Info a tanto tempo que já nem me lembro. Cancelei minha assinatura este ano (este mês será meu segundo sem a assinatura), e o cancelamento se deu depois de já ter cansado de nunca achar nada sobre SL, e quando achava parecia que falavam de outra coisa, diferente da que eu usava.

O engraçado é que passei na banca mês passado e vi um Pinguim na capa... Pronto, meu primeiro mês sem a assinatura e eu comprei a revista. Agora, lendo o post anterior me veio o seguinte. A cobertura da Info ao SL vem sendo tratado como foi a internet a uns 14 anos (+-). Então quem sabe eu não volte a ser assinante da Info em breve (sonhar não custa nada).
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Piras

  • Visitante
Re: blog de Informática da Folha de São Paulo
« Resposta #6 Online: 21 de Maio de 2007, 22:33 »
Piras,

Sou assinante do provedor UOL e concordo plenamente com você.
Aliás, notei também que a Info tem dado sinais de mudança em sua editoria e até o petulante John Dvorak tem se mostrado mais coerente quando aborda em sua coluna o SL.
Mas, assim como a Folha, a Info ainda é um tanto superficial e reticente com relação às análises, fazendo comparações de aplicativos SL - a meu ver - equivocadas com o Windows.

joão,

Reconheçamos que o Linux tem se empenhado muito mais em conquistar os usuários e jornalistas reticentes do que estes em afastar seus preconceitos. Comparado ao progresso do Linux nestes três ou quatro anos, a evolução do Windows foi incrivelmente lenta. Pois bem, a cobertura da imprensa tem evoluído ao ritmo do Windows e não do Linux...Neste ponto, ao menos, há alguma coerência...

Offline KubLin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 428
    • Ver perfil
Ubuntu no jornal Folha de São Paulo de 19/03/08
« Resposta #7 Online: 19 de MAR?O de 2008, 14:07 »
o caderno de Informática do jornal Folha de São Paulo (19/03/08) comemora 25 anos e falou sobre o Ubuntu, entre outras coisas

no teste feito pela USP  o Ubuntu ficou em segundo (4,2), o Leopard (Mac OS X) em primeiro (4,3)  e o Windows Vista Ultimate em último lugar (3,6)

a reportagem está na página F22

boa leitura

Offline Furyan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 22
    • Ver perfil
Re: blogs: Informática na Folha de São Paulo e software livre na Info
« Resposta #8 Online: 11 de Junho de 2009, 22:43 »
Galera que coicidencia , eu tinha acabado de conhecer o Kublin via msn , e estava comentando com ele sobre o quao parecido era o Ubuntu 9.04 com o Windows em relaçao e ser facil de usar ... inclusive bem mais facil que o Win , e estava fazendo minha pesquisa no forum pra aprender mais ... ao mesmo tempo , quando me dei conta que o assunto era exatamente esse e que o autor era exatamente o que eu tinha acabado de conhecer.
Detalhe usuario de apenas uns dias ... uns 2 ou 3

Tive que postar .. jah aproveitei e perguntei se podia .. rsss

To me setindo uma criança com brinquedo novo !!!  ;D ;D ;D

Ah jah fiz dois amigos meus novos usuarios de Linux Ubuntu  ::) :o Depois posto as opinioes deles ... ou quem sabe eles mesmos nao postem !

Incrivel o que a capacidade das pessoas livres ( sei que vcs entendem o significado dessa palavra aqui ) fazem acontecer !!!
Ajude o Brasil .... ajude o Mundo .... ajude quem sabe ate a vc mesmo !!!
http://www.worldcommunitygrid.org     Funciona em Win,Lin,Mac
Instale um programa que usa o tempo ocioso pra ajudar a todos !

Offline KubLin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 428
    • Ver perfil
Re: blogs: Informática na Folha de São Paulo e software livre na Info
« Resposta #9 Online: 13 de Junho de 2009, 21:38 »
seja bem vindo Furyan

abraços