Autor Tópico: Microsoft está preocupada com o Ubuntu  (Lida 63199 vezes)

Offline Felix

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 3.068
    • Ver perfil
    • Alexsandro Felix
Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Online: 08 de Fevereiro de 2009, 16:45 »
O Ubuntu tem gerado simpatias e grande atenção nos media. Mais do que isso tem uma legião de utilizadores por trás que vão desde ex-utilizadores de Windows, a “Geeks” de Linux. Mas toda esta energia da Distribuição de Linux da Canonical, parece estar a preocupar a Microsoft.

Esta suspeita foi levantada depois do anúncio da mais recente vaga de emprego na empresa de Redmond. A Microsoft pretende admitir, um novo Director Estratégico de Software Livre, tal como é descrito de seguida:

“A equipa de estratégia competitiva, está à procura de um membro de equipa carismático, de modo a liderar a estratégia competitiva global, na área de Desktop, relacionada com os seus competidores de Software Livre”

À primeira vista, além de Ubuntu, os visados poderiam ser a Red Hat, e a Novell, os outros dois grandes distribuidores de Linux. Mas por um lado, a Red Hat está pouco ou nada presente no mercado de desktops, tendo apenas o Fedora como projecto comunitário. Esta distribuição apesar de apoiada pela Red Hat é apenas usada por esta para poder experimentar todas as suas inovações no mercado de Linux.

Por sua vez a versão mais popular da Novell o Suse Linux Enterprise Desktop, é definida pela generalidade das opiniões como uma versão muito rígida e orientada apenas para desktop’s empresariais, baseado-se em contornos bastante conservadores. Basta apenas ver o caso da MSI, em que os portáteis MSI Wind com esta versão da Novell foram quatro vezes mais devolvidos, que os mesmos com versão Windows.

Neste ponto de vista o Ubuntu, tem-se distanciado da sua concorrência de Linux, pela sua inovação ao nível da usabilidade em Linux, da sua filosofia “it just works” e pela sua promoção pela facilidade de uso, presente no slogan, “Linux para seres humanos”, (que quer dizer que uma pessoa não deve ter grandes conhecimentos de informática para poder interagir com Linux).

Ainda a acrescentar a este ponto, as falsas expectativas criadas por alguns utilizadores em relação ao Windows Vista, bem como alguns problemas neste, levaram à frustração de alguns utilizadores tradicionais de Windows, que arriscaram migrarem para Ubuntu.

Independentemente de quais as razões desta nova vaga de emprego para a Microsoft, apenas se sabe que o perfil do colaborador será o seguinte

“Pensar de uma forma estratégica, e se conseguir colocar na mente dos seus competidores”.

Ou seja, e por outras palavras, este novo colaborador da Microsoft, tem que pensar em como competir contra a Microsoft, com um produto gratuito, uma comunidade global de programadores determinados, sem recorrer a lucros de vacas sagradas como o Windows e o Office para se proteger.

fonte: Peopleware

Offline Alakazan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 763
  • Tentando ser melhor
    • Ver perfil
    • Tecnologia, gadgets, linux...
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #1 Online: 08 de Fevereiro de 2009, 17:06 »
Na minha opinião há muito falam que o ubuntu ameaça o windows.
Mas creio que são coisas distintas, muitas pessoas ficam no windows por pura preguiça de aprender algo (minha prima ao meu lado está indignda deu dizer isso)
PC é como ar-condicionado: é só abrir Windows que ele para de funcionar.
Tentando ser melhor - desculpem o incômodo!

Offline velox256

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.915
  • Debian é Debian... :)
    • Ver perfil
    • Linux Inside
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #2 Online: 08 de Fevereiro de 2009, 17:08 »
A M$ deveria largar mão de ser besta e parar com essa mania de querer tudo pra ela, o mercado de sistemas operacionais dá muito bem pra todo mundo pegar o seu bolo sem precisar puxar o tapete dos outros.
Computador perereca, com disco perereca, monitor perereca e sistema super xuxu. Visitem a minha página em http://sidserra.k6.com.br ou meu blog em http://sidserra.blogspot.com.br.

Offline velox256

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.915
  • Debian é Debian... :)
    • Ver perfil
    • Linux Inside
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #3 Online: 08 de Fevereiro de 2009, 17:09 »
Manda ela pegar uma muda de roupa e ir lavar no tanque, hehehehe...


Na minha opinião há muito falam que o ubuntu ameaça o windows.
Mas creio que são coisas distintas, muitas pessoas ficam no windows por pura preguiça de aprender algo (minha prima ao meu lado está indignda deu dizer isso)
Computador perereca, com disco perereca, monitor perereca e sistema super xuxu. Visitem a minha página em http://sidserra.k6.com.br ou meu blog em http://sidserra.blogspot.com.br.

Offline dom diniz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 152
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #4 Online: 08 de Fevereiro de 2009, 19:32 »
Para servidores e mercado coorporativo até vejo que a Microsoft tenha que se preocupar com o linux pois nessa área ele realmente tem uma boa presença ( e onde quem impera do software livre são Redhat e SuSe) , mas expandir essa analogia para desktop quando sai uma pesquisa dizendo que ele só tem participação em 0,8 % com crescimento negativo



acho que é forçar um pouco a barra ( infelizmente)


para o mundo desktop o linux ainda é um produto de nincho ( e ainda num universo bem limitado), não de massa.

ainda tem que melhorar alguns detalhes para que possa realmente ser para as massas.

fonte: http://www.osnews.com/story/20893/Mac_OS_X_Windows_7_Win_Linux_Loses
« Última modificação: 09 de Fevereiro de 2009, 18:08 por dom diniz »
Preocupem-se com a criação de mais programas e não de mais distros.
link
Ga-945GM-S2Dual|Core 2 Duo E4600|2GB DDR2 Kingston667|Radeon X300 128|XP+ubuntu 10.04 || DELL Vostro 1310 + ubuntu 10.04

Offline Skid Vicious

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 234
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #5 Online: 09 de Fevereiro de 2009, 16:35 »
Na minha opinião há muito falam que o ubuntu ameaça o windows.
Mas creio que são coisas distintas, muitas pessoas ficam no windows por pura preguiça de aprender algo (minha prima ao meu lado está indignda deu dizer isso)

Concordo com tudo!

Offline mrbin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 229
    • Ver perfil
    • somnium
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #6 Online: 09 de Fevereiro de 2009, 16:50 »
E é incrível a imaginação do povo... só porque a Microsoft abriu uma vaga pra tratar de negócios em Software Livre quer dizer que a monopolista está preocupada com o Ubuntu? Porque não com o Mandriva? Porque não com qualquer outra distro por aí?
É muito pensamento autocentrado e egoísta. É achar que o mundo gira em torno do seu umbigo.

Acho que a maior prova do que digo foi postada pelo meu colega biólogo:
Para servidores e mercado coorporativo até vejo que a Microsoft tenha que se preocupar com o linux pois nessa área ele realmente tem uma boa presença ( e onde quem impera do software livre são Redhat e SuSe) , mas expandir essa analogia para desktop quando sai uma pesquisa dizendo que ele só tem participação em 0,8 % com crescimento negativo


Enfim, recolhamo-nos à nossa insignificância e vamos tentar fazer esse quadro mudar.
Não é fazendo Bill Gates dar risada que vamos fazer isso.
Ubuntu user nº 4141
Since 2004

Offline sylvester

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 545
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #7 Online: 10 de Fevereiro de 2009, 07:13 »
Não é com o Ubuntu que a Microsoft está preocupada, já que o Linux é insignificante para Desktop.
No campo empresarial o Linux é um sério adversário e vem ganhando terreno com grandes empresas a adotarem o Linux.
A ameaça vem da Red Hat que apesar da crise vem tendo lucros cada vez maiores.
Reparem neste link na página da Microsoft sobre a Red Hat

http://www.microsoft.com/windowsserver/compare/windows-server-vs-red-hat-linux.mspx

http://opensourceformac.blogspot.com/                                      http://easyubuntulinux.blogspot.com/

Offline carlosaluisio

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 554
  • Só o capitalismo salva!
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #8 Online: 10 de Fevereiro de 2009, 09:11 »
Exatamente isso, Sylvester. A Microsoft nem perde seu tempo comparando seu desktop com linux, ou até mesmo com Mac, porque sabe que esse mercado já é seu.

Porém, nos servidores, ela vive tentando manchar a imagem do Linux, mas.... sem sucesso... há anos que eu vejo eles citando como "ultra-sucesso" o caso dos sucos valle (coisa assim)... hehehe.

A mesma coisa aqui.. nós, se quicar a pelota, já saimos dando tiro no Windows.. mas.. realmente, a Microsoft está ligando ? não está nem aí, porque esse mercado já é dela, assim como o de servidores não é.

Creio até que a maioria dos servidores são Linux ou BSD, o windows fica para trás nesse mercado.

Onde o Linux pode deslanchar ??

http://meiobit.pop.com.br/meio-bit/linux/ubuntu-em-celulares-sintam-a-jogada

É um exemplo... mercado de celulares, onde o google também quer pegar sua fatia com o Android. Nesse mercado, a Microsoft largou atrás, e dificilmente recuperará, na minha opinião. Teremos um dominio do Android, assim como uma grande presença dos Linux, e também, o conjunto hardware/software da Apple, que sempre teve sua fatia de mercado. Os "notebookzinhos" também tem uma presença bem maior de Linux, é algo que tende a melhorar....

mas...

no desktop em si... daqui a 10 anos, acho que teremos o Linux com 2%, 3%. o que é um aumento muito grande, mas que nem faz cócegas na Microsoft.
Ubuntu Lucid é 10 !!!

Offline Mascarado

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 113
  • Quanto mais eu ubuntu,mais eu gosto de ubuntar
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #9 Online: 27 de Fevereiro de 2009, 02:01 »
A Microsoft está preocupada sim,mas não se trata dos desktops domésticos,pois apesar de dominar nos

desktops,ela não lucra com os domésticos,pois todo mundo sabe o quanto a pirataria impera,apesar de não

lucrar com os domésticos,é importante para ela manter sua hegemonia com os domésticos,pois assim ela

mantém sua influência na cabeça das pessoas,por isso ela não acha tão ruim que a pirataria do seu sistema

esteja tão presente entre os domésticos,pois uma pesquisa americana comprovou que em países onde a

pirataria de software é grande,a penetração de linux nos desktops é ainda mais baixa,como é no caso no Brasil

 Tanto é  assim que muita gente pensa que computador é sinônimo de Windows,tamanha é a influência da

Microsoft na cabeça das pessoas,então ela não precisa se preocupar em sujar suas mãos para frear a adoção

de linux nos desktps,a pirataria é sua grande aliada,é isso mesmo,aliada sim,é contraditório,mas é isso mesmo,

se um lado a pirataria tira a possibilidade de lucro com os desktops domésticos, por outro lado impede que

linux se dissemine,bom pra ela,pois se linux disseminasse,ela ( a Microsoft) teria sua influência diminuida,o que

não seria nada bom para ela.

                  Mas já que a questão dos desktops domésticos está estabilizada a seu favor,a Microsoft está

preocupada mesmo é com o mercado que dá dinheiro de verdade,que é o mercado

corporativo e no mercado de soluções para servidores, nos desktops domésticos a Microsoft mantém sua

hegemonia por causa de softwares específicos que só rodam em sua plataforma,incluindo aí os games que a

garotada não ficam sem,mas no mercado corporativo e nos servidores é bem diferente,pois nessa área,ninguém

irá atrás de game que só roda no Windows,ninguém vai atrás de software que só roda no Windows,precisam

apenas de um sistema operacional estável,seguro e versátil e isso  o linux tem de sobra,por isso ela se

preocupa em fazer barulho em casos como o da empresa de sucos e de um TV educativa como casos de

"sucesso" do seu Windows Server,é tanto "sucesso" que ela tem que se agarrar com os mesmos casos depois

de muuuuito tempo ter se passado.
Ubuntu é tudo de bom!!!

Offline livre1

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 650
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #10 Online: 27 de Fevereiro de 2009, 03:14 »
Uma vez li no site da info que a microsoft não depende do windows para ter lucro.

Agora pode ser que um dia a microsoft até deixe o windows open source e gratis mais alguma coisa será paga como por exemplo o microsoft office.

E estranho a microsoft contratar uma pessoa assim será que o que tem por traz disto?

Offline carlosaluisio

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 554
  • Só o capitalismo salva!
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #11 Online: 27 de Fevereiro de 2009, 11:04 »
,precisam apenas de um sistema operacional estável,seguro e versátil e isso  o linux tem de sobra,por isso ela se

preocupa em fazer barulho em casos como o da empresa de sucos e de um TV educativa como casos de

"sucesso" do seu Windows Server,é tanto "sucesso" que ela tem que se agarrar com os mesmos casos depois

de muuuuito tempo ter se passado.

Bah, essa dos sucos Valle e da Televisão sei-lá-o-que é mais do que manjada. Se nao me engano, o Windows parece que nao passa dos 30% nesse segmento (nao tenho nenhuma fonte, é apenas algo que vi faz mto tempo, nao posso confirmar).

De cada cliente que migra de Linux para Windows em servidores, pode ter certeza que tem 10 que fazem o contrário. Mas... o mercado corporativo linux está realmente preocupado com as falacias da Microsoft ?  NÃO. Porque ? Porque esse mercado (de servidores) já é seu ! (linux).

Há duas semanas atrás, estava em um cliente (grande) que estava com graves problemas em servidores Windows... vai mudar para linux. isso é só um exemplo. em 02 meses já tenho dois grandes clientes corporativos de setor público que vao mudar (um até já tá mudando): Um para redHat (com uma recomendação "gold" da Oracle, que trocasse seu Windows para a segurança, robustez e estabilidade do RedHat) (e além de tudo, já fez um outro servidor, com Ubuntu Hardy), outro para ubuntu e freebsd. Encheram o saco de ter que ficar passando antivirus no servidor toda a hora e com os nortons da vida enchendo de LOG os HDs... fora algumas tentativas de invasão bem sucedidas.

Carlos
Ubuntu Lucid é 10 !!!

Offline Mascarado

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 113
  • Quanto mais eu ubuntu,mais eu gosto de ubuntar
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #12 Online: 27 de Fevereiro de 2009, 13:26 »
Uma vez li no site da info que a microsoft não depende do windows para ter lucro.

Agora pode ser que um dia a microsoft até deixe o windows open source e gratis mais alguma coisa será paga como por exemplo o microsoft office.

E estranho a microsoft contratar uma pessoa assim será que o que tem por traz disto?

O mais provável é que você tenha entendido mal ao ler a tal notícia,a Microsoft depende muito da dupla Windows e pacote office,já que mercado de publicidade online é dominado amplamente pelo Google.

Quanto a sua teoria de um dia a Microsoft deixar o Windows open source e gratuito,será mais fácil imaginar um elefante criando asas e voando por aí,pode ser que um dia ela crie uma versão demo do Windows,que como todo demo,seria uma versão "capada" ,pobre e limitada em recursos,mas ela não se dará ao trabalho,a pirataria já faz esse serviço e com muito mais êxito.

Open source do Windows ? ela não seria louca de fazer isso,seria como "entregar o ouro ao bandido",já que esse ato se voltaria contra ela mesma,os programadores independentes ao redor do mundo iriam "fazer a festa" em cima do código do Windows e iriam começar a fazer adaptações que bateriam de frente com produtos comerciais da própria Microsoft,nem em sonho isso seria realizável.
Ubuntu é tudo de bom!!!

Offline mrbin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 229
    • Ver perfil
    • somnium
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #13 Online: 27 de Fevereiro de 2009, 14:23 »
Uma vez li no site da info que a microsoft não depende do windows para ter lucro.

Agora pode ser que um dia a microsoft até deixe o windows open source e gratis mais alguma coisa será paga como por exemplo o microsoft office.

E estranho a microsoft contratar uma pessoa assim será que o que tem por traz disto?

O mais provável é que você tenha entendido mal ao ler a tal notícia,a Microsoft depende muito da dupla Windows e pacote office,já que mercado de publicidade online é dominado amplamente pelo Google.

Quanto a sua teoria de um dia a Microsoft deixar o Windows open source e gratuito,será mais fácil imaginar um elefante criando asas e voando por aí,pode ser que um dia ela crie uma versão demo do Windows,que como todo demo,seria uma versão "capada" ,pobre e limitada em recursos,mas ela não se dará ao trabalho,a pirataria já faz esse serviço e com muito mais êxito.

Open source do Windows ? ela não seria louca de fazer isso,seria como "entregar o ouro ao bandido",já que esse ato se voltaria contra ela mesma,os programadores independentes ao redor do mundo iriam "fazer a festa" em cima do código do Windows e iriam começar a fazer adaptações que bateriam de frente com produtos comerciais da própria Microsoft,nem em sonho isso seria realizável.

Sei não, a Microsoft não é trouxa. Ela sabe que só com sua marca ela já consegue grandes resultados. "Dar" o Windows free seria uma maneira de "limpar" sua imagem, "agradar" aqueles que querem usar o Windows mas não podem comprá-lo.

E de que maneira os programadores podem modificar o Windows de forma a bater de frente com os produtos comerciais?
Ubuntu user nº 4141
Since 2004

Offline Mascarado

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 113
  • Quanto mais eu ubuntu,mais eu gosto de ubuntar
    • Ver perfil
Re: Microsoft está preocupada com o Ubuntu
« Resposta #14 Online: 27 de Fevereiro de 2009, 15:30 »
Você sabe o que significa open source? significa código aberto,se o código é aberto,um programador com conhecimentos avançados pode fazer mil coisas diferentes com esse código e dar um nome diferente para o software,foi assim que linux começou,hoje em dia existem várias versões baseadas no mesmo kernel.

Free é uma coisa,open source é outra,por exemplo o navegador opera é free,mas não é open source.

As chances da Microsoft oferecer o Windows free é remotíssima,open source então,é impossível,como eu já disse,é mais fácil que um elefante crie asas ou ainda fazer cinco elefantes caber num fusca,pelo menos essa missão é "menos impossível",se é que existe essa expressão. :o
Ubuntu é tudo de bom!!!