Autor Tópico: Linux e o psicológico  (Lida 5965 vezes)

Offline LNAS90

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 124
    • Ver perfil
    • http://linux-sem-misterio.blogspot.com/
Linux e o psicológico
« Online: 16 de MAR?O de 2006, 18:24 »
Por motivo meramente didático vou me referir ao GNU/Linux somente como Linux.

É normal uma pessoa criar uma expectativa em relação a uma coisa que está causando impacto no meio em que ela vive(sim estou falando do Linux num desktop, vamos admitir o Linux hoje em dia já é uma realidade, claro que tem muita coisa pra melhorar, mas o número de pessoas que estão usando ele em suas casas aumentou consideravelmente), influenciado pelos amigos (se tudo mundo que usa-se Linux influencia-se outras pessoas a fazerem o mesmo a situação hoje em dia será muito diferente) ele resolve instalar na sua maquina em casa, ele baixa a distro (que é nada mais do que um grupo/empresa/comunidade, que se juntam para disponibilizar o Linux junto com programas que acham necessários).

Ele instala perfeitamente o Linux, seguindo dicas dos amigos e está feliz com seu novo Sistema Operacional, passam os dias e ele não quer nem mais ver o Windows na sua frente. Mas sempre vai chegar uma hora que o nosso amigo vai ter que pensar um pouco mais para fazer uma determinada tarefa (que por consequência executava no windows normalmente), infelizmente nessas horas o nosso lado psicológico fala alto, a primeira coisa que vem na mente é "No windows eu sabia fazer isso numa boa" mas como Windows não é Linux (como mostrei aqui nesse artigo http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=4459).

Tenho visto pessoas que simplesmente param de usar o Linux por não terem paciência de aprender algo novo, caro leitor não pense que isso acontece raramente porque não é, isso é mais comum do que pensamos, uma coisa que temos que aprender é controlar nosso psicológico (esse artigo está querendo mudar de assunto mas vou segurar ele aqui ahuehauea), se formos lembrar de quantas vezes já passamos RAIVA com o nosso Windows, com certeza perderíamos a conta ;-p, mas porque o nosso psicológico não nos mandou trocar de sistema? Simplesmente porque não conhecia-mos nada além daquele sistema que vem instalado no computador e que pagamos em media 300 reais a mais no preço do mesmo ;-p

Eu posso falar disso pois vivo isso direto, esses dias eu estava querendo imprimir uns materiais para estudo, mas minha impressora se recusava a imprimir, o engraçado (engraçado agora, na hora passei mó raiva) é que quando mandava ela imprimir outra coisas qualquer ele fazia com a maior boa vontade ;-p, fiquei um tempão mandando imprimir e nada (to desconfiando que é uma coisa pessoal ;-D), ate que uma bela manhã de sol, com poucas nuvens no céu (ta parecendo previsão do tempo) eu mandei imprimir e ela atendeu prontamente o meu pedido, só faltei beijar a impressora ;-D.

O meu objetivo maior desse artigo é simplesmente mostrar as pessoas que dificuldades vamos ter em qualquer coisa na vida, e é muito importante saber controlar nossas emoções.

Espero que gostem

fonte http://linux-sem-misterio.blogspot.com/  :wink:
« Última modificação: 02 de Julho de 2006, 10:29 por KubLin »
Meu blog (reativado a pouco tempo) http://linux-sem-misterio.blogspot.com/

Offline Xterminator

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.285
    • Ver perfil
Linux e o psicológico
« Resposta #1 Online: 16 de MAR?O de 2006, 20:23 »
Muito legal, só me veio uma frase na cabeça.

"Pensar é uma tarefa árdua, por isto somente poucas pessoas o fazem.

O uso do linux/nix é para pesoas que querem ter livre arbitrio, e ter uma forma de resolver os seus próprios problemas
isto requer pesquisa e estudo, ou seja você não nasceu sabendo nada, estava tudo incubado só esperando que alguém despertasse o seu interesse em conhecer o novo (ninguém ensina nada pra você, te ajuda a descobrir o seu potencial), o novo muitas vezes é complicado mas você acaba aprendendo milhares de coisas novas.
Uma pessoa que não quer aprender, não vai evoluir nunca por isto eu sempre recomendo utilizar a pesquisa, você acaba descobrindo uma infinidade de maneiras de resolver o mesmo problema, ao contrário de você depender da boa vontade de alguém.

Já imaginou se toda vez que você pensasse "eu faço isto facilmente no windows" ao invés de tentar resolver simplesmente der um reeboot
lamentável, você continuaria sendo escravo tecnológico,

Por exemplo sempre que eu vou resolver alguma parada para pessoas que eu conheço, inclusive no windows eu explico com deve fazer e blá blá, mas quando surge o mesmo problema a pessoa vem e me chama, se tornou um dependente,o que passa na cabeça deles ? "se tem alguém que resolve porque eu vou equentar a cabeça com isso?" huiahaa daí eh só piririm piririm piririm.

Um caso verdade, a algum tempo atrás a empresa que trabalho gastava uma grana preta com manutenção de rede, mas eu como sempre ficava de olho no que o cara estava fazendo, hoje praticamente não temos nenhum gasto com manutenção, instalação e configuração de rede na empresa, você acha que alguém percebeu que eu venho mantendo a rede durante todo este tempo ?
que nada, só sabe que está funcionando, não se sabe como mas está, segurança então nem se fala, pra eles instalar o antivirus e um firewall é segurança pra mim não...o pior nem pra passar o antivirus eles servem.

Eu como sempre estou lá explicando isto e aquilo, mas é como jogar palavras ao vento, em contrapártida eu adquiri um bom conhecimento nestas brincadeiras ou seja a hora que eu quiser eu dou o fora e dai sim eles vão perceber porquê as coisas funcionavam.
sem contar que o meu micro é o mais xinfrim da firma, mas nunca tive um mísero problema com vírus etc.. etc.
porque sou um usuário consciente, e não fico limitado a ligar o micro, se algo não funciona reinicia e por aí vai, se a conexão não funciona liga pro suporte, a solução pra mim tem e deve ser imediata, por isto cada dia que passo leio muito mais documentação, pesquiso muito mais na web, leio muito sobre novas tecnologias que eu posso não usar nunca. mas se precisar já sei como.

A minha frase preferida que eu carrego sempre é a do Ziraldo que diz que "Ler, é mais importante que estudar"
você lê algo hoje que não vale nada, mas desperta seu interesse, você absorve aquilo e pimba qdo você mesno espera está lá você aplicando, ou pelo menos vai saber onde achar ajuda,
você faz um curso hoje, e acha que daqui a dez anos ainda sabe algo, não se atualiza ficando pra trás achando que sabe algo
quando alguém que nunca fez o mesmo curso que vc e lê muito sobre o assunto está muito mais qualificado que você.
eu curto ler pra caramba, queria que todo mundo fosse assim.
desculpa pelo jornal :-)

Offline Perícope

  • Vivendo e aprendendo... Liga dos Dinos
  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 299
    • Ver perfil
Linux e o psicológico
« Resposta #2 Online: 16 de MAR?O de 2006, 20:40 »
Citação de: "Xterminator"
eu curto ler pra caramba, queria que todo mundo fosse assim.


Assino embaixo de sua frase e de seu "jornal".
Quem dera houvesse mais leitores nesse país.

 :wink:
Usuário Linux n. 414104 - Usuário Ubuntu n. 3048
| Não tenha pressa: pesquise no fórum primeiro! |

Offline Alysson Neto

  • Administrador
  • Official Ubuntu Member
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 606
    • Ver perfil
Linux e o psicológico
« Resposta #3 Online: 16 de MAR?O de 2006, 20:44 »
Linux NÃO FOI FEITO para quem não gosta de ler ou pesquisar, essa semana me apareceu um que queria instalar um servidor de arquivos (SAMBA), se podia ajudar, la fui eu no msn quando vi ele tava me falando que tinha 40 de RAM (isso mesmo não escrevi errado), e não tava conseguindo instalar um disco do ubuntu, ai tento o slackware, não sabia particionar, depois que fez as partições nao definiu o sistema de arquivos, bom por ai ja da pra imaginar meu pensamento, como um ser desses quer fazer um servidor de arquivos, acabei desistindo da ajuda, a maquina era uma maquina fraca onde qualquer memoria ia fazer falta, pois bem taco um interface grafica por ser slack 99% de certeza que foi KDE, agora me respondam como esse tipo de usuario quer montar um servidor de arquivos para a ampresa que trampa e ainda manter ele, esse é somente UM dos casos que me aparece toda semana, acho que NO MINIMO uma pessoa que quer usar um *NIX não importa qual e até mesmo o windows dependendo do que quer fazer tem que ir atraz e estudar e pelo menos saber instalar o sistema que vai usar. Ja vi casos de vir gente no meu msn desesperado que instalo o linux e perdeu os arquivos do trabalho por nao ter BKP, ou "técnicos" que pegam uma rede ou um servidor para fazer e vem no e-mail ou msn "você tem tal .conf" pra me arranjar que to meio perdido ou "precisa mesmo de tal partição". Um problema que tenho percebido é que a quantidade de usuarios de linux tem aumentado muito, mas a qualidade deles não acompanha, uma boa parte, NÃO TODOS AINDA BEM, não entendo que esse é um sistema que ta intimamente ligado com estudar, isso atrapalha o nome do sistema porque esses "usuarios" depois que tentam sem estudar metem o pau no sistema e os técnicos de verdade se queimam por causa de "técnicos" despreparados. Se a qualidade dos usuarios não melhorar uam boa parte desses numeros que mostram o aumento de usuarios vai cair rapidamente.
"Eu rejeito sua realidade e substituo pela minha" Adam Savage,

temp.

  • Visitante
Linux e o psicológico
« Resposta #4 Online: 16 de MAR?O de 2006, 21:57 »
Mas vou confessar que realmente me passam pensamentos do tipo: "Pq eu simplesmente não uso o windows como todomundo e torno a minha vida muito mais fácil". Eu não me dou bem com o open office. Minha impressora não tem uma boa detecção. E esses problemas. As vezes chego a ficar irritado.
Mas tenho que admitir, o que me leva a continuar no linux (principalmente o ubuntu) é o seu ideal e sua excelente comunidade. Eu adoro este fórum e minha vida virtual seria muito mais chata sem os tópicos do Bodega ;-) E tbm sei que sempre quando tenho um problema posso contar com o pessoal.
Infelizmente, nem todas as pessoas pensam assim.

E parabéns pelo seu blog cara. Tá muito legal.  :D

Offline LNAS90

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 124
    • Ver perfil
    • http://linux-sem-misterio.blogspot.com/
Linux e o psicológico
« Resposta #5 Online: 16 de MAR?O de 2006, 22:35 »
valeu kra
e tenho q admitir que esse topico rendeu mais do q esperava
parabens a todos por estarem postando suas opniões
Meu blog (reativado a pouco tempo) http://linux-sem-misterio.blogspot.com/

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.652
    • Ver perfil
Linux e o psicológico
« Resposta #6 Online: 17 de MAR?O de 2006, 00:18 »
Gostei muito do tópico. Concordo com tudo o que foi colocado.

Eu também passo bastante irritação aqui. Mas não desisto. Já deu muito galho aqui no meu PC depois que instalei Linux. Mas tudo foi resolvido, senão por mim, por dicas dos colegas. Como a vez em que fiquei duas semanas sem o Gnome. Graças ao Xterminator, tudo voltou ao normal. Se de todos os rolos que eu tive, estivesse no Windows, já teria formatado a máquina pelo menos três vezes. Essa é uma cultura do Windows: Deu Pau? Formata tudo de novo. Você não aprende a resolver as coisas. Graças a essa "cultura" já bastante enraizada nos usuários, os técnicos de informática têm o seu ganha pão.  Sei que muitos vão dizer que não precisamos saber de nada disso.

Concordo com esses usuários também, se você não quer e não precisa saber, para que se incomodar com isso, não é mesmo? :wink:

Outra questão que gostaria de levantar, que vai bem a calhar no fator psicológico levantado no tópico.  A maioria das pessoas, eu era um deles,  não se dão conta do poder e do Monopólio da MS. Somos alienados!

Até ter a oportunidade de usar um SO diferente do Windows, eu nunca me perguntei, porque será que não tenho opção de outro SO?

Porque um produto cheio de falhas ( quero deixar claro que todos os SOs têm falhas ), mas que a Empresa "não resolve" esses problemas com a devida velocidade que eu acho que deveria, é dona do mercado?

Acho que vocês já devem ter lido o problema já bastante conhecido da fuga de Energia causada pelo driver USB do XP, o que afeta e muito os  Notebooks.

Não sabiam?

Foi mesmo?

Porque será?

Bom, já tem uns dois anos isso. E o que a MS fez pra resolver? Nada!

Deve ser porque a minha bateria do Note tem uma vida útil de recargas, e por conta disso terei que fazer um número maior de recargas, o que conseqüentemente diminuirá a vida útil da minha bateria, logo, terei que comprar uma nova bateria antes do tempo...

Mas pera aí!

Qual era mesmo a pergunta principal? Há, porque eles não fazem nada para solucionar o problema?

"Têm coisas que só a MS faz por você!"



Eu acho que  o Linux cresce também por conta do apoio de grandes Empresas que não querem ficar na mão da MS. Os casos mais notórios que tenho notícia são  IBM e  Intel.

Vou parar por aqui pra não chatear vocês.

Té+
Ubuntu  Mate 19.04 64bits /  Kubuntu 19.04 64bits

Offline LNAS90

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 124
    • Ver perfil
    • http://linux-sem-misterio.blogspot.com/
Linux e o psicológico
« Resposta #7 Online: 17 de MAR?O de 2006, 10:54 »
concordo contigo galactus

isso ai galera vamos mostrar suas opniões, esse topico vai render muito ainda
Meu blog (reativado a pouco tempo) http://linux-sem-misterio.blogspot.com/

DeamoN Cheat®

  • Visitante
Linux e o psicológico
« Resposta #8 Online: 18 de MAR?O de 2006, 20:48 »
EH muito bom mesmo esse topico em LNAS90.

E espero que seu blog cresça muito ainda.

Vc sabe neh prescisando so xamar

O.K

Offline RC2006

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 822
  • Ubuntu 10.10
    • Ver perfil
Linux e o psicológico
« Resposta #9 Online: 19 de MAR?O de 2006, 09:36 »
O tópico é bom e  original. Concordo com os posts aqui colocados. Ainda vai render um bocado.
Só acho que ele ficaria melhor colocado em Bodega doque em Dicas e Truques.
HP All-in-one 4GB HD760 - windows7 home premium - Netbook Asus 1005PEB - Windows 7 - Ubuntu 11.04
Macbook branco 13.3" 2gb 160HD - Mac OS X 10.6 - Tablet Asus Eee Pad Transformer com dock - Android 3.2

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.652
    • Ver perfil
Linux e o psicológico
« Resposta #10 Online: 19 de MAR?O de 2006, 10:45 »
Citação de: "RC2006"
O tópico é bom e  original. Concordo com os posts aqui colocados. Ainda vai render um bocado.
Só acho que ele ficaria melhor colocado em Bodega doque em Dicas e Truques.


Têm razão. Só agora me dei conta disso. Estou movendo para a Bodega!
Ubuntu  Mate 19.04 64bits /  Kubuntu 19.04 64bits

Offline LNAS90

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 124
    • Ver perfil
    • http://linux-sem-misterio.blogspot.com/
Linux e o psicológico
« Resposta #11 Online: 19 de MAR?O de 2006, 19:05 »
desculpem erro tecnico ;-p
Meu blog (reativado a pouco tempo) http://linux-sem-misterio.blogspot.com/

temp.

  • Visitante
Linux e o psicológico
« Resposta #12 Online: 19 de MAR?O de 2006, 20:05 »
Putz, verdade o que o Galactus falou. Agente é tão alienado que nem se pergunta sobre outros sistemas operacionais.

Offline unfear

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 223
    • Ver perfil
Linux e o psicológico
« Resposta #13 Online: 19 de MAR?O de 2006, 21:59 »
parabens pelo tópico e o blog tambem, assuntos bem interessantes, muitos postados aqui inclusive, mas sabe que eu até hoje não me stressei com o Linux, teve um episodo com um scanner mas foi falta de leitura mesmo hehe, graças ao Xterminator fico tudo bem, acho estranho o preconceito que certas pessoas tem a este sistema, meus amigos no geral são assim e o estranho é que são tudo fiçurado por tecnologia e computadores, acho isso anormal hehe, mas tudo bem, talvez eu é que não seja anormal :D

mas acho que para mim foi meio diferente a coisa, pois minha base é Linux, claro, meu primeiro cursinho foi de windows 3.11 mas eu não tinha pc e quando entrei na faculdade a primeira coisa que me apresentaram na introdução foi Linux, tinha um mestre meio bitolado em Softer Livre, o apelido dele era Crazy, realmente um gênio, ele se descabelava, quando ele explicava algo e o pessoal não entendia, eu passei em suas duas diciplinas sem entregar um trabalho se quer é que naquele tempo as regras na faculdade eram meio diferentes e ele estava ali para dar aquela chicotada psicologica para acordar a mente do cara hehe, claro depois por um bom tempo eu usei windows, tanto no trabalho quanto em casa, no trabalho eu trabalhava com um pessoal meio cabeça dura, tambem tinham alergia Linux e eu realizava manutenção e segurança, só que um dia eu cansei e mandei chamar o Ethan Hunt para fazer a segurança, não faz muito que estou usando o Ubuntu aqui em casa, mas nunca me senti tão satisfeito