Autor Tópico: Dicas como instalar um Ubuntu enxuto  (Lida 9982 vezes)

Offline sylvester

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 545
    • Ver perfil
Dicas como instalar um Ubuntu enxuto
« Online: 17 de Dezembro de 2008, 16:02 »
Foi publicado um guia na Distrowatch e o Guia do Hardware fez a tradução para o português.
Fica aqui transcrito o guia para quem precisar de um sistema enxuto -  muito bom para máquinas mais antigas.
Eu cheguei a efectuar algo semelhante com o Debian o ano passado e o resultado foi muito positivo - a maquina ficou bem mais rápida e consumiu menos recursos.

---------------------------------

Já faz um tempo que você usa Linux. Você já sacou como as coisas funcionam e está se sentindo confiante. Ótimo! É provável que você tenha instalado seu ambiente desktop favorito em sua distro favorita, incluindo a maioria dos aplicativos de que você precisa. Isso é bom, mas talvez seu computador não esteja rodando tão bem quanto poderia. Você usa Bluetooth ou uma mesa digitalizadora da Wacom? Não? Então por que desperdiçar tempo e recursos carregando o suporte a esses dispositivos? Há vários ajustes que podem ser realizados após uma instalação, mas por que não começar logo de cara com uma instalação limpa e enxuta? Você só terá o que você quiser, além de ter mais controle sobre o sistema. Se você está doido para começar, vamos nessa! Vai ser divertido!

Hoje vamos ver como realizar uma instalação personalizada usando o Ubuntu 8.10 "Intrepid Ibex". Por padrão, o Ubuntu instala o desktop GNOME com vários serviços e pacotes extras que ajudam a torná-lo uma distro bastante amigável, mas que também contribuem para um maior consumo de seus preciosos recursos. Vamos começar do zero, instalando um sistema Ubuntu bem básico, e vamos dando corpo a ele com o desktop e os aplicativos que desejarmos. Outra vantagem deste método é que você vai obter as versões mais recentes de todos os aplicativos no momento da instalação, ou seja, não vai ter que instalar e atualizar tudo depois.

Em minha máquina de testes, uma instalação completa do Ubuntu ocupa 3,1 GB de espaço em disco, usa 430 MB de RAM e leva 25 segundos para carregar. Fazer logon no GNOME leva mais 12 segundos. Comparando, a mesma máquina com uma instalação personalizada toma apenas 2,2 GB de espaço em disco, usa 210 MB de RAM e leva 20 segundo para carregar. O logon no GNOME leva 5 segundos.

Para realizar uma instalação personalizada vamos precisar do CD de instalação alternativa do Ubuntu, e não do CD comum. Vale lembrar que este método tem instalação pelo terminal, com instalador em ncurses, e não com o instalador gráfico. Primeiro, grave o CD alternativo e inicie o PC com ele. No menu do CD de instalação, selecione o idioma. Aperte a tecla F4 para mudar o modo de instalação. Escolha "Instalar um sistema em linha de comando" e pressione Enter. De volta ao menu, verifique se "Instalar o Ubuntu" está selecionado e pressione a tecla Enter. O instalador vai carregar e podemos começar nossa instalação mínima.


Escolha o idioma, sua localização e configure o teclado. Se estiver usando DHCP para atribuir endereços de rede automaticamente você deve receber um endereço, do contrário vai ter que configurar a rede manualmente. Digite o nome da máquina e configure o relógio. O particionamento do HD não é muito diferente do que vemos em outras instalações, mas tenha cuidado se não estiver usando um HD novo e vazio. Crie um novo usuário, ativando um diretório particular criptografado, se assim desejar. Configure o relógio e reinicie o computador.

Sistema básico

A instalação básica que você acaba de criar já deve estar pronta para ser iniciada. Faça logon com o usuário criado durante o processo de instalação. Agora que o sistema básico está instalado, podemos usar a internet para baixar os pacotes mais recentes. Quaisquer pacotes que tenham sido atualizados desde o lançamento do Intrepid serão instalados pela internet, enquanto o resto será instalado localmente, pelo CD. Por padrão, o instalador do Ubuntu configura a sources.list para você. Se quiser mirrors personalizados, edite o /etc/apt/sources.list ou siga o procedimento abaixo.

Se quiser que o Ubuntu instale os pacotes pelo CD e não pela internet, veja se o CD alternativo está no drive e digite:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-cdrom add
Agora vamos atualizar o sistema:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get update
Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get dist-upgrade
Ótimo, agora temos uma instalação básica atualizada que está pronta para mais algumas novidades. Vamos instalar vários pacotes opcionais. Você pode instalar os pacotes que quiser para que o sistema fique do seu jeito.

Ambiente básico

Seu processador tem suporte a speedstep? Se tiver, instale o daemon powernow:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install powernowd
Você pode querer instalar um servidor SSH para poder se conectar remotamente ao computador; se for o caso, instale-o assim:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install openssh-server
Agora vamos configurar um ambiente X básico. Vamos instalar um GNOME básico, mas você pode escolher outro ambiente, se preferir:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install xorg gdm acpi-support gnome-session gnome-menus gnome-panel gnome-applets gnome-volume-manager gnome-power-manager metacity nautilus
Se quiser firulas tridimensionais, instale o Compiz:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install compiz
Agora, alguns pacotes extras para o GNOME:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install gnome-screensaver xscreensaver menu gnome-utils gnome-system-tools libgnomevfs2-extra smbfs
Quer poder alternar entre usuários e usar a conta de convidado no Intrepid?

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install fast-user-switch-applet gdm-guest-session

Ferramentas gráficas

Se quiser usar algumas ferramentas gráficas para gerenciamento de pacotes incluídas no Intrepid:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install gnome-app-install app-install-data-commercial update-manager update-notifier
Se precisar de drivers da NVIDIA ou da ATI para sua placa de vídeo, há duas opções: instale a ferramenta gráfica do Ubuntu:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install jockey-gtk
ou instale os pacotes necessários, dependendo da placa (placas mais recentes da NVIDIA usam a versão 177, as mais antigas usam a 96):

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install linux-headers-generic dkms nvidia-glx-177 && sudo nvidia-xconfig
Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install linux-headers-generic dkms xorg-driver-fglrx && sudo aticonfig –initial

Rede

Se precisar de rede sem fio ou de outras configurações de rede diferentes, instale o Network Manager (que vai instalar o suporte a Bluetooth):

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install network-manager-gnome
Como instalamos usando o CD alternativo, o Ubuntu foi configurado usando as configurações de rede padrões, e não as do Network Manager. É preciso editar o arquivo de interfaces de rede e remover as linhas da sua placa de rede:

Código: [Selecionar]
$ sudo nano -w /etc/network/interfaces
Remova as linhas da sua interface primária, que devem ser mais ou menos assim:

auto eth0
iface eth0 inet dhcp

Agora o Network Manager vai funcionar.

Aplicativos

Agora precisamos de alguns aplicativos básicos. Obviamente, eles são opcionais. Instale os pacotes que você quiser:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install gnome-terminal gedit firefox firefox-3.0-gnome-support
Outros aplicativos básicos que você pode querer incluem:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install eog evince file-roller pidgin gcalctool gimp gthumb gucharmap openoffice.org openoffice.org-gnome rhythmbox
Também estão disponíveis alguns plugins para o Nautilus

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install nautilus-sendto nautilus-share nautilus-cd-burner

Suporte a multimídia

O Ubuntu oferece um ótimo suporte a formatos de dados fechados e proprietários. O suporte aos formatos pode ser instalado individualmente ou de uma vez só:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras

Impressão

Você dificilmente precisará do sistema CUPS completo e com drivers para todas as impressoras. Se estiver conectado a um servidor, basta instalar o cliente do CUPS. Por padrão, o Ubuntu instala muitos drivers, incluindo o daemon da HP, mesmo que você não tenha hardware da HP! Caso deseje a ferramenta gráfica para impressoras do GNOME, ela vai trazer com ela vários drivers de impressoras:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install system-config-printer-gnome
Você também pode instalar suporte a uma impressora específica escolhendo dentre os seguintes:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install cupsys cupsys-bsd cupsys-client cupsys-common cupsys-driver-gutenprint foo2zjs foomatic-db foomatic-db-engine foomatic-db-hpijs foomatic-filters hpijs-ppds hplip-ppds openprinting-ppds openprinting-ppds-extra

Idiomas e grafia

O Ubuntu vem com suporte a vários idiomas, basta instalar o idioma desejado (no caso, o português do Brasil):

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install gnome-spell aspell-pt-br myspell-pt-br
Se estiver usando o OpenOffice.org, você vai precisar destes pacotes de idiomas:
Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install openoffice.org-l10n-pt-br openoffice.org-thesaurus-pt-br

Arte

A arte do Ubuntu pode ser instalada facilmente com estes comandos:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install ubuntu-artwork
Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install usplash usplash-theme-ubuntu
Ou instale a arte padrão do GNOME:

Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install gnome-themes

Serviços

Há alguns serviços rodando que talvez não sejam necessários para nós. Você não tem uma mesa digitalizadora da Wacom? Então não inicie o suporte a ela! Foi assim que eu removi o driver da Wacom da inicialização:

Código: [Selecionar]
$ sudo update-rc.d -f xserver-xorg-input-wacom remove
O mesmo pode ser feito para outros serviços que você não usa, como o Bluetooth (se você não tiver um dispositivo Bluetooth), o CUPS (se não tiver um servidor de impressão local) e o linux-restricted-modules-common (se não estiver usando nenhum driver proprietário).

Inicialização do novo sistema

Agora você já deve estar com uma instalação personalizada bem legal do Ubuntu, e chegou a hora de experimentá-la! Como nós provavelmente instalamos um novo kernel, é uma boa reiniciarmos o sistema:
Código: [Selecionar]
$ sudo reboot
Se tudo correu como o esperado, você será recebido pela tela padrão de logon do GNOME. Entre no sistema e dê uma olhada ao redor! Falta alguma coisa? Instale :-)

Instalação completa

Foi uma experiência divertida, mas não é bem a sua praia? É fácil ter uma instalação completa do Ubuntu em seu computador, é só digitar:
Código: [Selecionar]
$ sudo apt-get install ubuntu-desktop

Conclusão

Com uma instalação mínima, você pode criar um sistema personalizado e enxuto que se adéqua a você e aos programas que você quer usar. O Ubuntu tem reputação de ser uma distribuição muito amigável, e de fato ele é ótimo para quem está começando no Linux. Mas ele também é bom para os usuários experientes, sendo flexível o bastante, permitindo que você instale sua própria versão personalizada do Ubuntu e beneficie-se das tecnologias que desejar. Um método semelhante também pode ser usado em outras distribuições!

Curta o seu novo e enxuto Ubuntu :)

Fonte:
http://www.guiadohardware.net/dicas/ubuntu-enxuto.html

http://opensourceformac.blogspot.com/                                      http://easyubuntulinux.blogspot.com/

Offline Joseph

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 793
    • Ver perfil
Re: Dicas como instalar um Ubuntu enxuto
« Resposta #1 Online: 17 de Dezembro de 2008, 18:26 »
legal a dica, vou fazer um teste.

Offline advogama

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 181
    • Ver perfil
Re: Dicas como instalar um Ubuntu enxuto
« Resposta #2 Online: 19 de Dezembro de 2008, 00:05 »
Em casa o computador é compartilhado e usamos em trial boot, com WinXP, Ubuntu e Mandriva. Vocês sabem se essa forma de instalação instala o grub automaticamente e se essa instalação reconhece os outros sistemas instalados? Ou como fazer isso na mão?
Prepare-se para o Vista. Aprenda Linux.


Offline akaihen

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 194
    • Ver perfil
    • Quase-Crônicas
Re: Dicas como instalar um Ubuntu enxuto
« Resposta #3 Online: 19 de Dezembro de 2008, 03:47 »
bela iniciativa sylvester, vale lembrar para quem instala ou é administrador de redes criar uma distro pessoal para acelerar o processo é valido tbm! usando o Remastersys é claro!
Kubuntu 10.04
Athlon 64 XP2 2.6+ Geforce 9600 GT
150 gb MAxtor +40 gb samsung +2 gb ram

Offline Joseph

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 793
    • Ver perfil
Re: Dicas como instalar um Ubuntu enxuto
« Resposta #4 Online: 19 de Dezembro de 2008, 09:23 »
Em casa o computador é compartilhado e usamos em trial boot, com WinXP, Ubuntu e Mandriva. Vocês sabem se essa forma de instalação instala o grub automaticamente e se essa instalação reconhece os outros sistemas instalados? Ou como fazer isso na mão?

eu fiz a instalaçao, realmente a velocidade aumenta, nao é como passar de um fusca pra uma ferrari, mas melhora e muito, e o grub é instalado normalmente como uma instalação qualquer.

Offline advogama

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 181
    • Ver perfil
Re: Dicas como instalar um Ubuntu enxuto
« Resposta #5 Online: 20 de Dezembro de 2008, 10:13 »
Também fiz a instalação e realmente melhorou muito o desempenho. Cansei de ter uma infinidade de programas que não uso.
Tenho a seguinte dúvida: Com esta instalação enxuta não haveria problemas relacionados a segurança. Se sim, quais pacotes precisamos instalar para estarmos seguros, principalmente na net?

No mais, ótima dica.
Prepare-se para o Vista. Aprenda Linux.