Autor Tópico: Lançado o Slackware 12.1  (Lida 30089 vezes)

Offline Alysson Neto

  • Administrador
  • Official Ubuntu Member
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 606
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #15 Online: 19 de Maio de 2008, 20:54 »
minha primeira distro.. fiquei com ela anos. hoje tenho rodando ubuntu, arch, freebsd e opensolaris
"Eu rejeito sua realidade e substituo pela minha" Adam Savage,

Offline Pumpkins1979

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 8
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #16 Online: 21 de Maio de 2008, 12:54 »
Só pra acrescentar, o slack tem suporte ao hal nativo desde a versão anterior. Ele não ter suporte nativo nas anteriores, não impedia em nada de vc recompilar o kde-base e habilitar tal suporte. Bastava vc ter interesse e não ser preguiçoso.

Nele vc aprende o mais importante, que é pesquisar e ler todo o material que vc encontra disponivel. Dificilmente vc vai ter alguma coisa de mão beijada, mesmo em forums, o pessoal ensina a pescar, antes de dar algum peixe.

Acho que antes de criticar alguma coisa, muito neguinho tinha que se dar ao trabalho de pelo menos instalar.
« Última modificação: 21 de Maio de 2008, 12:57 por Pumpkins1979 »

Offline Bud Spencer

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 18
  • ResuLinux + Texas Flood = Sucesso!
    • Ver perfil
    • Pão de M.U.G.E.N.
Slackware 12!
« Resposta #17 Online: 21 de Maio de 2008, 13:36 »
Eu acho que tanto em Red Hat, Debian/Ubuntu/Resu e SuSe além de se aprender sobre a distro, com certeza tem como se aprender sobre GNU/LINUX sim. Não é o Slack que tem esse privilégio.

E outra coisa: Só porque os Slackers e os Gentoo users sabem compilar o sistema todinho, não significam que são melhorers que eu porque sou Designer (e Músico as vezes) ok? E olha só isso:

http://ubuntuforum-pt.org/index.php/topic,32964.0.html

Eu também sou especial! Todos nós somos! Só pelo fato de nascermos já somos independete da sua escolha

Ninguém é melhor que ninguém e estou super cansado dessas briguinhas de Slack Vs Gentoo, Debian Vs Ubuntu e talz! É por isso que a M$ reina! Aproveitam que muitos Linuxers brigam entre si. Veja o caso do Pidgin.

Queria que um mega user Linuxer pode fazer pra mim uma distro que rode bem na configuração na minha assinatura mais rápido que o ResuLinux sem abrir mão de nenhum recurso como ele. É sério... já que é um trabalho voluntário, gostaria que alguém fizesse isso pra mim e Deus lhe pagará por mim! Aliás acho que devia ter uma sessão pra uns pedirem e outros fazer pra cada configuração de cada pessoa... Olha só como seria divertido! ;)
  O Gentoo antes era "complicado" somente para instalar o mesmo. Agora na versao 2007, o Gentoo instala-se de forma extremamente facil, mas tambem extremamente lenta.
Opa, gostei disso! Então isso quer dizer que mesmo demorando ele instala fácil.
Gostei muito disso! Vou baixar e um dia quando eu tiver tempo deixo meu computador fazer o trabalho sozinho. Quem não quer essa dificuldade, eu recomento o ResuLinux que tem a mesma velocidade do Slack!

Bem esse Slack deve ser uma distro interessante. Mas ela é voltada pra servidor e gente que gosta de compilar, geralmente developer. Geralmente pra quem ganha dinheiro nessa área ou pra quem tem tempo livre e quer aprender Linux o que não é o meu caso. Só quero segurança do Linux, Windows (acredite eu acho o windows seguro) e Mac pra eu usar no dia a dia me dedicando mais ao uso dos aplicativos. Ou seja quem gosta dessa filosofia do Slack blz vão em frente! Ainda bem que existe várias distros, cada uma com sua filosofia. E a Ubuntu, Mandriva, o ResuLinux e SuSe que quer ganhar o mercado pra users finais. Se não existeissem essas distros, com certeza um monte de usuário final ia pra um sistema mais fácil.

Ou seja ele não serve pra um Designer como eu que me dedico mais aos aplicativos as técnicas de design. Cada um no mundo faz sua parte. Uns adoram compilar, outros desenham bem pra caramba outros são músicos, Outros gostam de Games e jogar games emulados,  outros gostam de usar pra escritório e tem gente que gosta de mandar corrente com aúdio feito no Office. Isso ainda o Open Office não faz e nada deve ser ignorado. Mesmo que pra muitos a função X seja desnessessária pra outros é! Isso é liberdade!

Aposto que nenhum developer ou quase uma maioria esmagadora não sabe desenhar um simples Xiao Xiao.
Isso porque cada um exerce uma função diferente no mundo. Se pra um Slacker é perda de tempo desenhar ou ver correntes de e-mail com música que ainda não funcioma no Office Livre, usar o blender, o 3D Studio max, o MAYA, o Sony vegas ou programas livres que tentam substituir blz. Ma nunca devemos diminuir algo pra impor o nosso. E é nisso que o Ubuntu se preocupa. Fazer um Linux que seja seguro e que tenha condições pra competir com o Windows e Mac.

E como eu costumo dizer o melhor sistema é o que atende as necessidades. E os mais fáceis me atende. E parece que o Gentoo está começando a pensar nisso ;)

Eu como design não tenho tempo pra programação. Quer dizer na Engine open source M.U.G.E.N. que cria games de luta de maneira fácil eu tenho pois eu desenho lá. E programo lá!

Eu tenho um sonho...
Que exista mais Sistemas operacionais fáceis e que todos rodem todos os programas do mundo dificultando assim a facilidade de entrada de vírus!

Não quero apenas um sistema reinando no mundo pra users finais. Se eu pudesse, queria que todos fosse assim e que todos tivessem opção de instalação pra Geeks e Cívis comuns.

« Última modificação: 21 de Maio de 2008, 15:24 por Bud Spencer »
Removido pela Moderação.

Offline kakita

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 285
    • Ver perfil
Re: Sou um user final e me dedico mais aos aplicativos do que ao sistema
« Resposta #18 Online: 21 de Maio de 2008, 14:35 »

Aposto que nenhum developer ou quase uma maioria esmagadora não sabe desenhar um simples Xiao Xiao.
Simples??? O boneco eu consigo fazer, mas a animação só com muita prática e mesmo assim não ficaria ao mesmo nivél
Tambem admiro muito pessoas que são bons nas outras áreas, como a musica mas principalmente edição de imagem e video que eu gostaria muito de saber. Mas um bom disigner, para alem de muita prática tem algo mais que as restantes pessoas não tem(uma espécie de dom(não gosto desta palavra mas é mais indicada)).
Tambem gostaria de saber escrever correctamente (admiro muito os bons jornalistas), mas como podem ver pelos meus posts, as minhas frases fazem pouco sentido e parecem muito vagas, tenho noção disso mas não consigo melhorar.
Eu por exemplo não consigo juntar cores fazendo um padrão bonito, por isso meu desktop são geralmente preto e branco
Eu prefiro mecânica, electrónica e física, nem todos podem ser bons a tudo e arte não é definitivamente o meu forte.

Offline IgorM0L

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 487
  • Lokos está morto. Vamos ressucitá-lo?
    • Ver perfil
    • Yrado.net
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #19 Online: 21 de Maio de 2008, 15:45 »
  Somente para exclarecer mais ainda meu ponto de vista, o Gentoo 2005 era complicado pra instalar sim, agora o processo eh todo facilidado, apenas lento por ter que compilar tudo.
  Slackware nao eh uma distro pra qualquer um. Eh para quem quer estar de acordo com os verdadeiros padroes Unix, onde vc eh quem realmente configura a maquina alem de tudo. Para quem gosta de estabilidade, mas que tambem podem querer instalar programas e versoes novas.
  Pessoas que "metem o pau nessa distro", simplesmente aconselho nem usar, pois Slackware eh literalmente, Slack.

  Slack:
Citar
Apesar de o termo "slack" ser uma gíria para preguiça em inglês, em "Slackware" o termo "slack" está relacionado à definição feita pela chamada Slack Church of the SubGenius (Igreja dos Sub-Gênios).
http://pt.wikipedia.org/wiki/Slackware_Linux

Offline samuelbh

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 582
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #20 Online: 21 de Maio de 2008, 16:56 »
Quem quiser entrar na plataforma do slack recomendo usarem a distro Zenwalk. Muita fácil de usar, bonita e leve.
Assinatura removida pela Equipe do Fórum

Offline pinduvoz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.494
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #21 Online: 01 de Junho de 2008, 18:44 »
Estou com ele instalado numa VM e não achei "nenhum bicho de sete cabeças" o processo de instalação e configuração. Consegui até mesmo substituir o Lilo pelo Grub.

E tem muita documentação na net disponível para ajudar os "não iniciados" no Slack.

Vou brincar até me acostumar com o jeitão dele e, quem sabe, fazer uma instalação física.
:: Linux Registered User nº 439378 ::

Offline IgorM0L

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 487
  • Lokos está morto. Vamos ressucitá-lo?
    • Ver perfil
    • Yrado.net
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #22 Online: 02 de Junho de 2008, 11:20 »
Estou com ele instalado numa VM e não achei "nenhum bicho de sete cabeças" o processo de instalação e configuração. Consegui até mesmo substituir o Lilo pelo Grub.

E tem muita documentação na net disponível para ajudar os "não iniciados" no Slack.

Vou brincar até me acostumar com o jeitão dele e, quem sabe, fazer uma instalação física.

  Quando comecei nele, tambem instalei em um VM. Mas logo percebi que existe muito pre-conceito em cima do Slackware. E´ uma distro fantastica, apenas "complicada" quando voce deseja configurar alguma coisa - tem-se de recorrer aos arquivos de configuraçao - ou instalar algum programa. Lembre-se que o Slackware possui o installpkg, logo, alguns programas sao facilmente instalados.

Offline pinduvoz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.494
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #23 Online: 05 de Junho de 2008, 17:21 »
Estou rodando Fedora 9 e Slackware 12.1 em duas VMs aqui em casa.

O Fedora 9 foi instalado em cerca de 20 minutos, levando mais uma hora para ser "customizado" com o "Easy Life" do Duli, um script que instala tudo que vem faltando nele.

O Slack levou uma meia-hora, descontado o particionamento, já que eu não me lembrava muito bem de como fazer isso com os particionadores "não gráficos" que vêm com ele. Instalei usando as opções "padrão" e acabei com um sistema bem "inchado", pois meu KDE tinha suporte para todos os idiomas disponíveis.

Apoś limpar a bagunça com o Kpackage, removendo tudo que eu não ia usar (os demais idiomas e gerenciadores de janelas, principalmente), parti para a configuração pós-instalação. E deu trabalho, já que tudo, ou quase tudo, é feito "na mão", ou seja, editando arquivos de configuração em texto puro. Mas se vc tem alguma intimidade com o Linux e uma conexão configurada via DHCP, já estará na Internet após a instalação padrão e poderá encontrar quase tudo que precisa saber para deixar o Slackware "redondo".

Detalhes da minha configuração do Slackware incluem a instalação do slapt-get, uma espécie de APT para ele que permite instalar e atualizar pacotes da maneira que nós Ubuntu users estamos acostumados (via Terminal), Java da Sun (já está no DVD dele), Adobe Flash e o Kaffeine como player principal e plug-in para o Firefox.

Na maioria das instalações que fiz usei pacotes pré-compilados que podem ser baixados no site "LinuxPackages", que dispõe de um bom sistema de busca. Compilei apenas o plug-in do Kaffeine e, confesso, foi uma das poucas vezes em que consegui compilar um pacote para Linux e a única "de primeira". Note-se que a facilidade em compilar programas faz parte da "fama" do Slackware, fato que o recomenda para usuários que precisam de muitos programas para os quais apenas o código fonte está disponível.

Outra coisa que baixei e instalei foi o BrOffice 2.4, baixando os "rpm" (formato Red Hat) e convertendo para "tgz" (formato Slackware)  conforme um tutorial que achei na internet. E o BrOffice está rodando bem e foi integrado ao KDE por meio de um pacote que já veio com ele e que demandou apenas mover arquivos do /opt (onde estava o KDE nas versões antigas do Slackware) para o /usr (onde ele está agora).

Resumindo, com o Fedora 9 eu tinha um desktop funcional em pouquíssimo tempo; com o Slackware, demorou uns dois dias para obter a mesma funcionalidade, mas ressalvo que alguma experiência no uso dele (foi a minha "primeira vez") deixaria o processo muito mais rápido (ainda assim, seria bem mais lento do que nas distros ditas "modernas", como Ubuntu, Fedora, Open Suse, Mandriva e até mesmo o Debian).

E agora cabe a pergunta: qual a vantagem do Slack, se é que há uma vantagem? A resposta é solidez comparável a do Debian, facilidade na compilação de pacotes (imbatível) e muita rapidez. O Slackware é rápido, muito rápido mesmo.

Ficam aqui estas impressões, além da recomendação de tentar o Slackware para aqueles que, ao menos, já passaram pela experiência de instalar o Debian. Vale a pena.
« Última modificação: 05 de Junho de 2008, 23:48 por pinduvoz »
:: Linux Registered User nº 439378 ::

Offline sylvester

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 545
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #24 Online: 05 de Junho de 2008, 18:40 »
Gostei da tua review pinduvoz! Durante um ano andei em testes com as principais distros, excepto o slackware. E curiosamente no curso que estou a fazer de adnistração linux, o professor hoje recomendou uma instalação do slackware numa VM ou numa partição.
O motivo é que com as facilidades do yast do SUSE, segundo ele, podemos correr o risco de sermos preguiçosos. Com o slackware somos "obrigados" a conhecer realmente o linux.
Achei interessante que apesar do curso ser todo baseado no SUSE, o professor recomendar o slackware para estudarmos em casa.
Estou a baixar o dvd do slackware e vou instalar aqui numa partição.

http://opensourceformac.blogspot.com/                                      http://easyubuntulinux.blogspot.com/

Offline IgorM0L

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 487
  • Lokos está morto. Vamos ressucitá-lo?
    • Ver perfil
    • Yrado.net
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #25 Online: 05 de Junho de 2008, 19:15 »
Gostei da tua review pinduvoz! Durante um ano andei em testes com as principais distros, excepto o slackware. E curiosamente no curso que estou a fazer de adnistração linux, o professor hoje recomendou uma instalação do slackware numa VM ou numa partição.
O motivo é que com as facilidades do yast do SUSE, segundo ele, podemos correr o risco de sermos preguiçosos. Com o slackware somos "obrigados" a conhecer realmente o linux.
Achei interessante que apesar do curso ser todo baseado no SUSE, o professor recomendar o slackware para estudarmos em casa.
Estou a baixar o dvd do slackware e vou instalar aqui numa partição.

  Na verdade, isso mudou bastante desde o 12.0; A filosofia Slackware, infelizmente ou não, não está tão mais "slack". Mesmo assim, ainda se difere das demais distros.

Offline kakita

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 285
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #26 Online: 05 de Junho de 2008, 20:29 »
apenas "complicada" quando voce deseja configurar alguma coisa - tem-se de recorrer aos arquivos de configuraçao - ou instalar algum programa.

É o que eu gosto mais de fazer no ubuntu, configurar ficheiros rc é desses ficheiros que vc está falando não é??
Se sim não vejo difculdade nenhuma se o developers do programa comentarem os ficheiros fica muito fácil
o unico problema que eu vejo nisso é se tiver de usar o vi ou vim, é necessario um desses programas ou posso utilizar o gedit ou um editor de texto do genero
ontem tive 30 minutos para adicionar 2 linhas de código no ficheiro que vc edita com o sudo visudo, dava "a" para editar de pois dava ":" para sair e ele escrevia ao tentar apagar ele apagava toda a linha depois de várias tentativas consegui mas se fosse no gedit era só copiar colar e gravar
acho o vi completo demais para mim, se um programa tem muitas opções fico um pouco confuso, nada que alguns dias a trabalhar só com o vim resolvam mas ...
« Última modificação: 05 de Junho de 2008, 20:34 por kakita »

Offline pinduvoz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.494
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #27 Online: 05 de Junho de 2008, 21:52 »
Você pode utilizar o nano (eu odeio o vi) para editar seus arquivos de configuração e ele já vem instalado.

Outra coisa: os arquivos de configuração do Slackware são tão comentados que fica até difícil achar a configuração propriamente dita.
« Última modificação: 05 de Junho de 2008, 22:42 por pinduvoz »
:: Linux Registered User nº 439378 ::

Offline IgorM0L

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 487
  • Lokos está morto. Vamos ressucitá-lo?
    • Ver perfil
    • Yrado.net
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #28 Online: 05 de Junho de 2008, 22:34 »
apenas "complicada" quando voce deseja configurar alguma coisa - tem-se de recorrer aos arquivos de configuraçao - ou instalar algum programa.

É o que eu gosto mais de fazer no ubuntu, configurar ficheiros rc é desses ficheiros que vc está falando não é??
Se sim não vejo difculdade nenhuma se o developers do programa comentarem os ficheiros fica muito fácil
o unico problema que eu vejo nisso é se tiver de usar o vi ou vim, é necessario um desses programas ou posso utilizar o gedit ou um editor de texto do genero
ontem tive 30 minutos para adicionar 2 linhas de código no ficheiro que vc edita com o sudo visudo, dava "a" para editar de pois dava ":" para sair e ele escrevia ao tentar apagar ele apagava toda a linha depois de várias tentativas consegui mas se fosse no gedit era só copiar colar e gravar
acho o vi completo demais para mim, se um programa tem muitas opções fico um pouco confuso, nada que alguns dias a trabalhar só com o vim resolvam mas ...

  Você pode perceber claramente que eu usei o símbolo de aspas, no termo complicada, pois o conceito de fácil ou complicado é muito relativo, e o bom senso leva a pensar que eu me referi a usuários inexperientes.
  E sim, concordo plenamente que, quando você já tem o conceito de arquivos de configurações bem definidos, editá-los corretamente se torna algo extremamente simples.
  Sobre o editor vi, para época foi realmente uma inovação e tanto, mas hoje eu particulamente prefiro o nano.



Citar
É o que eu gosto mais de fazer no ubuntu, configurar ficheiros rc

  Acontece que no Ubuntu, você poderá trabalhar manualmente com os arquivos de configuração (sejam os scripts de inicialização como alguns rcs e arquivos de configuração propriamente ditos) ou usar algum utilitário, enquanto na velha filosofia Slackware, você é quem faz essas configurações manualmente; muitas vezes, essa é uma das causas dele ser considerado tão seguro.
  Mas como eu havia dito, hoje essa filosofia não é tão "forte" como antigamente.
« Última modificação: 05 de Junho de 2008, 22:44 por IgorM0L »

Offline pinduvoz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.494
    • Ver perfil
Re: Lançado o Slackware 12.1
« Resposta #29 Online: 05 de Junho de 2008, 23:42 »
E dá para deixar o Slackware bonito e moderno, mesmo com KDE 3.5 e sem Compiz.

Quem duvida disso pode seguir o link.
:: Linux Registered User nº 439378 ::