Autor Tópico: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!  (Lida 2320586 vezes)

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3450 Online: 24 de Fevereiro de 2011, 09:14 »
@Galactus o Diabinho tem quais vantagens sobre o Pinguim? Eu sei que ele é mais conservador ao ficar mudando de pacotes, como o caso do OSS, Alsa e agora o Pulse.


ps: vampire, valeu pelo post na revista Espirito Livre nº13, você ta explicando direitinho com criar um Live-CD!!! Valeu.

Então, para servidores dizem que sim: mais robusto, mais seguro, padronizado e mais rápido. Pelo menos é isso o que leio e ouço de quem já usou!  A base da internet quase toda roda em Unix e BSD! Vou testar pra ver! Se for isso tudo vou mudar meu servidor pra BSD!  Agora, tem o problema do hardware!  Nos vários documentos que eu li, incluindo o manual oficial, eles mandam você primeiro ler a lista de hardware compatível e depois se aventurar em instalar!  Eles não dão suporte a hardware xing-ling!  

Vou ler a revista Espírito Livre 13!
« Última modificação: 24 de Fevereiro de 2011, 09:35 por galactus »
Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2

Offline Gunss

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 618
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3451 Online: 24 de Fevereiro de 2011, 11:10 »
Ah sim. Pois é, e ainda tem o fato deles serem mais lentos na inclusão de novos Hardwares.
Isso deve ser ótimo em servidores, agora em desktops acho que nem tanto.

Outra, eu nunca achei o Unix puro para download ou até mesmo para comprar. Nunca entendi qual é a desse sistema que serviu de base para o Linux e BSD.


ps: já usei por algumas horas o PC-BSD, e realmente é ROCK que o ubuntu.
« Última modificação: 24 de Fevereiro de 2011, 11:19 por Gunss »

Offline anjo_ed

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 10
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3452 Online: 25 de Fevereiro de 2011, 11:21 »
@Galactus o Diabinho tem quais vantagens sobre o Pinguim? Eu sei que ele é mais conservador ao ficar mudando de pacotes, como o caso do OSS, Alsa e agora o Pulse.


ps: vampire, valeu pelo post na revista Espirito Livre nº13, você ta explicando direitinho com criar um Live-CD!!! Valeu.

Então, para servidores dizem que sim: mais robusto, mais seguro, padronizado e mais rápido. Pelo menos é isso o que leio e ouço de quem já usou!  A base da internet quase toda roda em Unix e BSD! Vou testar pra ver! Se for isso tudo vou mudar meu servidor pra BSD!  Agora, tem o problema do hardware!  Nos vários documentos que eu li, incluindo o manual oficial, eles mandam você primeiro ler a lista de hardware compatível e depois se aventurar em instalar!  Eles não dão suporte a hardware xing-ling!  

Vou ler a revista Espírito Livre 13!
Como eu trabalho nessa área, vou dizer que o principal problema do BSD é a compatibilidade. Realmente, o BSD é mais estável, mais leve, mais seguro, mas possui um baita problema com compatibilidade. Por esse motivo, a HP, por exemplo, prefere disponibilizar para o Ubuntu do que para o BSD, devido a essa barreira.
Dois de meus clientes utilizam BSD e informam que realmente é seguro, mas falam que um sistema chato, difícil e complicado de adicionar novos serviços para a rede. Ele tem problemas para integrar a rede AD (microsoft), pastas de rede windows, etc. É um excelente firewall, mas fica nisso.

Offline Gunss

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 618
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3453 Online: 25 de Fevereiro de 2011, 11:51 »
@Galactus o Diabinho tem quais vantagens sobre o Pinguim? Eu sei que ele é mais conservador ao ficar mudando de pacotes, como o caso do OSS, Alsa e agora o Pulse.


ps: vampire, valeu pelo post na revista Espirito Livre nº13, você ta explicando direitinho com criar um Live-CD!!! Valeu.

Então, para servidores dizem que sim: mais robusto, mais seguro, padronizado e mais rápido. Pelo menos é isso o que leio e ouço de quem já usou!  A base da internet quase toda roda em Unix e BSD! Vou testar pra ver! Se for isso tudo vou mudar meu servidor pra BSD!  Agora, tem o problema do hardware!  Nos vários documentos que eu li, incluindo o manual oficial, eles mandam você primeiro ler a lista de hardware compatível e depois se aventurar em instalar!  Eles não dão suporte a hardware xing-ling!  

Vou ler a revista Espírito Livre 13!
Como eu trabalho nessa área, vou dizer que o principal problema do BSD é a compatibilidade. Realmente, o BSD é mais estável, mais leve, mais seguro, mas possui um baita problema com compatibilidade. Por esse motivo, a HP, por exemplo, prefere disponibilizar para o Ubuntu do que para o BSD, devido a essa barreira.
Dois de meus clientes utilizam BSD e informam que realmente é seguro, mas falam que um sistema chato, difícil e complicado de adicionar novos serviços para a rede. Ele tem problemas para integrar a rede AD (microsoft), pastas de rede windows, etc. É um excelente firewall, mas fica nisso.

Então fica naquele negocio:
"Me quer??? Vai ter que me aturar!"

Valeu pelo post, sério mesmo.  ;D


Offline victorwpbastos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 42
    • Ver perfil
    • Vitara Soft
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3454 Online: 25 de Fevereiro de 2011, 15:08 »
Pessoal, onde o kernel do archlinux entra nesta história? Ele vem "tunado" por padrão? Alguém sabe informar quais as qualidades que ele tem?
Apenas mais um aprendiz...

Offline Gunss

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 618
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3455 Online: 26 de Fevereiro de 2011, 01:16 »
http://forum.xda-developers.com/showthread.php?t=893484

Galera aplicando BFS em celulares!!!!!

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3456 Online: 26 de Fevereiro de 2011, 18:47 »

Como eu trabalho nessa área, vou dizer que o principal problema do BSD é a compatibilidade. Realmente, o BSD é mais estável, mais leve, mais seguro, mas possui um baita problema com compatibilidade. Por esse motivo, a HP, por exemplo, prefere disponibilizar para o Ubuntu do que para o BSD, devido a essa barreira.
Dois de meus clientes utilizam BSD e informam que realmente é seguro, mas falam que um sistema chato, difícil e complicado de adicionar novos serviços para a rede. Ele tem problemas para integrar a rede AD (microsoft), pastas de rede windows, etc. É um excelente firewall, mas fica nisso.

Obrigado pelo comentário!

Eu baixei e instalei o FreeBSD 8.1 aqui numa máquina virtual!  Realmente é muito rápido e leve!  Fiquei impressionado com a rapidez de checar seus repositórios e de instalar tudo! Ele vem "seco", mesmo instalando a versão "full" do instalador! Tem que configurar tudo na unha!  Nem o gerenciamento de dispositivos vem ativado por padrão! Como a versão 8.2 saiu agora dia 24, estou baixando o PC-BSD para testar no Buble-Bee!  Ainda vou tentar o FreeBSD no meu servidor!

Já tinha notado que a questão do Harwdare seria dura, tá cheio de aviso na documentação oficial e nos fóruns e Blogs sobre ele! "Leia a lista de hardware compatível antes de instalar!"  Aparentemente é pra funcionar, todas as minhas máquinas tem hardware Intel! Isso deve ajudar!     
Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2

Offline HenriqueCosta

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 4
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3457 Online: 27 de Fevereiro de 2011, 11:57 »
Na boa! Nada melhor que um Debian "seco" para usar como servidor. Trabalha com todos os hardwares atuais e é super estável também.

Offline Ricardo_Branco

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 61
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3458 Online: 27 de Fevereiro de 2011, 21:08 »
Gente, estava lendo sobre como compilar o xorg... e olha o que achei:

O cara falou para o Hqx que: "recompilar o kernel para resolver esse problema é a mesma coisa que trocar a tomada pq o microondas tá dando choque" e ainda "Não obriga o cara a trocar de distro ou kernel só pq você não sabe resolver o problema."...

Citar
25-12-2007 por Hqxriven

Kernel mais novo = menos problemas + compatibilidade + velocidade

Ou será que estou errado... o 2.6.23 tem um novo sheduler que faz o sistema ficar mais rápido, por exemplo.

Concordo com o "conhecimento médio" o lance que eu ainda sou iniciante e acredito que ele seja também
.

Rs... imagina o que o iniciante fez desde aquilo, rs...

Abrass
http://www.hardware.com.br/comunidade/slackware-consumo/818782/

Offline Ricardo_Branco

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 61
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3459 Online: 28 de Fevereiro de 2011, 17:08 »
Estava procurando mas não encontrei...

Rolou o patch para trocar todos os marc e mtune para native?

Em que página está o post?

Obrigado.

Offline Gunss

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 618
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3460 Online: 01 de MAR?O de 2011, 01:24 »
Realmente o fator limitante do meu sistema é meu HD.

Nesse exato momento estou comprimindo duas pastas com o XZ + cliente do Folding@Home (ele esta usando 1 núcleo). Escutando música e navegando pela internet, e também vendo vídeo no YT. Tudo para sobrecarregar meu processador e o sistema, mas NADA faz com que a CPU abra o bico, e estou falando de um modesto Core 2 Duo e7200 a 2.5Ghz. O sistema no máximo demora um pouquinho a mais para responder.

Até mesmo meus 1GB de memória DDR2 667Mhz aguentam o tranco. Porém a história começa a mudar ao copiar arquivos, ai começa o desastre. Não importa se for CFQ ou BFQ, com cgroups ativo ou não. Transferências no HD fazem o sistema ficar muito ruim.
Talvez a baixa quantidade de ram exija mais acessos do HD, mas acho que o HD com apenas 2MB de buffer sofre demais com tudo isso.


@Ricardo_Branco acho que ta na página 223 se não me engano.

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3461 Online: 01 de MAR?O de 2011, 08:59 »
Realmente o fator limitante do meu sistema é meu HD.

Nesse exato momento estou comprimindo duas pastas com o XZ + cliente do Folding@Home (ele esta usando 1 núcleo). Escutando música e navegando pela internet, e também vendo vídeo no YT. Tudo para sobrecarregar meu processador e o sistema, mas NADA faz com que a CPU abra o bico, e estou falando de um modesto Core 2 Duo e7200 a 2.5Ghz. O sistema no máximo demora um pouquinho a mais para responder.

Até mesmo meus 1GB de memória DDR2 667Mhz aguentam o tranco. Porém a história começa a mudar ao copiar arquivos, ai começa o desastre. Não importa se for CFQ ou BFQ, com cgroups ativo ou não. Transferências no HD fazem o sistema ficar muito ruim.
Talvez a baixa quantidade de ram exija mais acessos do HD, mas acho que o HD com apenas 2MB de buffer sofre demais com tudo isso.


@Ricardo_Branco acho que ta na página 223 se não me engano.

Agora você acertou na Mosca!  O HD é a parte mais lenta do sistema!  Tudo o que você puder fazer para melhorar o seu HD ou o acesso ao disco, você vai sentir muita diferença!  Com um sistema com múltiplos discos, o desempenho cresce muito. Nem estou me referindo as possibilidades de RAID e os discos SSDs!   

Vou postar logo abaixo o que descobri de novo sobre o -march e o -mtune!
Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2

Offline Gunss

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 618
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3462 Online: 01 de MAR?O de 2011, 10:59 »
Realmente o fator limitante do meu sistema é meu HD.

Nesse exato momento estou comprimindo duas pastas com o XZ + cliente do Folding@Home (ele esta usando 1 núcleo). Escutando música e navegando pela internet, e também vendo vídeo no YT. Tudo para sobrecarregar meu processador e o sistema, mas NADA faz com que a CPU abra o bico, e estou falando de um modesto Core 2 Duo e7200 a 2.5Ghz. O sistema no máximo demora um pouquinho a mais para responder.

Até mesmo meus 1GB de memória DDR2 667Mhz aguentam o tranco. Porém a história começa a mudar ao copiar arquivos, ai começa o desastre. Não importa se for CFQ ou BFQ, com cgroups ativo ou não. Transferências no HD fazem o sistema ficar muito ruim.
Talvez a baixa quantidade de ram exija mais acessos do HD, mas acho que o HD com apenas 2MB de buffer sofre demais com tudo isso.


@Ricardo_Branco acho que ta na página 223 se não me engano.

Agora você acertou na Mosca!  O HD é a parte mais lenta do sistema!  Tudo o que você puder fazer para melhorar o seu HD ou o acesso ao disco, você vai sentir muita diferença!  Com um sistema com múltiplos discos, o desempenho cresce muito. Nem estou me referindo as possibilidades de RAID e os discos SSDs!   

Vou postar logo abaixo o que descobri de novo sobre o -march e o -mtune!

apenas usando mais de 1 HD o sistema já melhora?  :o

Eu quero mesmo é comprar um HD novo e seguir as suas dicas!!!

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3463 Online: 01 de MAR?O de 2011, 12:18 »
Então galera, como procuro acompanhar o que o pessoal anda fazendo, notei que as páginas de documentação do Gentoo passaram uns dias fora do ar, não sei se mais alguém percebeu isso. De qualquer maneira, eles fizeram alterações importantes nesse período, algumas muito legais no que diz respeito as compilações do Kernel!

Atenção!  Eu ainda não testei nada disso na prática, não sei nem se ele vai compilar com isso a mais no arquivo make.conf!  Mas vou testar, como ando meio sem tempo, resolvi colocar logo para vocês também experimentarem! Lembrando que com mais essa opção você vai deixar a compilação ainda mais específica para o seu processador! Então não é nada estranho você sofrer um kernel Panic se tentar usar esse kernel em outro PC!


Vamos as mudanças.  Foi descoberto um BUG na hora de passar novas instruções para o CFLAGs com processadores Intel!
O código gerado pela opção -mtune=generic, fica mais rápido do que a opção -mtune=processador_específico!  Isso vale para todos que utilizarem versões inferiores ou iguais ao GCC 4.5.1! E não é só isso, você pode e deve colocar mais parâmetros na linha do CFLAGs específicas para o seu processador pois como sempre, nem todas as instruções para ele são ativadas na compilação padrão! O "native" ativa mais instruções do processador do que a opção específica!

O primeiro passo é descobrir quais as opções disponíveis para o seu processador. Isso você descobre com  o seguinte comando:

Citar
$ echo "" | gcc -march=native -v -E - 2>&1 | grep cc1

Como exemplo eu vou colocar a saída do comando do meu Atom 330:

Citar
galactus@debian-consultorio:~$ echo "" | gcc -march=native -v -E - 2>&1 | grep cc1
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/cc1 -E -quiet -v - -march=core2 -mcx16 -msahf --param l1-cache-size=24 --param l1-cache-line-size=64 --param l2-cache-size=512 -mtune=core2

Atenção ao negrito acima, explico depois logo abaixo!


É possível usar outros dois comandos mais detalhados para saber o que está ativo ou não e sobre o que o GCC realmente faz quando você ativa o -march=native, são eles respectivamente:

Citar
gcc -Q --help=target -march=native

 ou

Citar
echo | gcc -dM -E - -march=native

Como exemplo, o Atom 330:

Código: [Selecionar]
galactus@debian-consultorio:~$ gcc -Q --help=target -march=native
The following options are target specific:
  -m128bit-long-double        [disabled]
  -m32                        [disabled]
  -m3dnow                      [disabled]
  -m3dnowa                    [disabled]
  -m64                        [enabled]
  -m80387                      [enabled]
  -m96bit-long-double          [enabled]
  -mabm                        [disabled]
  -maccumulate-outgoing-args  [disabled]
  -maes                        [disabled]
  -malign-double              [disabled]
  -malign-functions=         
  -malign-jumps=             
  -malign-loops=             
  -malign-stringops            [enabled]
  -march=                      core2
  -masm=                     
  -mavx                        [disabled]
  -mbranch-cost=             
  -mcld                        [disabled]
  -mcmodel=                   
  -mcx16                      [enabled]
  -mfancy-math-387            [enabled]
  -mfma                        [disabled]
  -mforce-drap                [disabled]
  -mfp-ret-in-387              [enabled]
  -mfpmath=                   
  -mfused-madd                [enabled]
  -mglibc                      [enabled]
  -mhard-float                [enabled]
  -mieee-fp                    [enabled]
  -mincoming-stack-boundary= 
  -minline-all-stringops      [disabled]
  -minline-stringops-dynamically [disabled]
  -mintel-syntax              [disabled]
  -mlarge-data-threshold=     
  -mmmx                        [disabled]
  -mms-bitfields              [disabled]
  -mno-align-stringops        [disabled]
  -mno-fancy-math-387          [disabled]
  -mno-fused-madd              [disabled]
  -mno-push-args              [disabled]
  -mno-red-zone                [disabled]
  -mno-sse4                    [enabled]
  -momit-leaf-frame-pointer    [disabled]
  -mpc                       
  -mpclmul                    [disabled]
  -mpopcnt                    [disabled]
  -mpreferred-stack-boundary=
  -mpush-args                  [enabled]
  -mrecip                      [disabled]
  -mred-zone                  [enabled]
  -mregparm=                 
  -mrtd                        [disabled]
  -msahf                      [enabled]
  -msoft-float                [disabled]
  -msse                        [disabled]
  -msse2                      [disabled]
  -msse2avx                    [disabled]
  -msse3                      [disabled]
  -msse4                      [disabled]
  -msse4.1                    [disabled]
  -msse4.2                    [disabled]
  -msse4a                      [disabled]
  -msse5                      [disabled]
  -msseregparm                [disabled]
  -mssse3                      [disabled]
  -mstack-arg-probe            [disabled]
  -mstackrealign              [enabled]
  -mstringop-strategy=       
  -mtls-dialect=             
  -mtls-direct-seg-refs        [enabled]
  -mtune=                      core2
  -muclibc                    [disabled]
  -mveclibabi=               

Código: [Selecionar]
galactus@debian-consultorio:~$ echo | gcc -dM -E - -march=native
#define __DBL_MIN_EXP__ (-1021)
#define __FLT_MIN__ 1.17549435e-38F
#define __CHAR_BIT__ 8
#define __WCHAR_MAX__ 2147483647
#define __GCC_HAVE_SYNC_COMPARE_AND_SWAP_1 1
#define __GCC_HAVE_SYNC_COMPARE_AND_SWAP_2 1
#define __GCC_HAVE_SYNC_COMPARE_AND_SWAP_4 1
#define __DBL_DENORM_MIN__ 4.9406564584124654e-324
#define __GCC_HAVE_SYNC_COMPARE_AND_SWAP_8 1
#define __FLT_EVAL_METHOD__ 0
#define __unix__ 1
#define __x86_64 1
#define __DBL_MIN_10_EXP__ (-307)
#define __FINITE_MATH_ONLY__ 0
#define __GNUC_PATCHLEVEL__ 5
#define __DEC64_MAX_EXP__ 385
#define __SHRT_MAX__ 32767
#define __LDBL_MAX__ 1.18973149535723176502e+4932L
#define __UINTMAX_TYPE__ long unsigned int
#define __linux 1
#define __DEC32_EPSILON__ 1E-6DF
#define __unix 1
#define __core2__ 1
#define __LDBL_MAX_EXP__ 16384
#define __linux__ 1
#define __SCHAR_MAX__ 127
#define __DBL_DIG__ 15
#define __SIZEOF_INT__ 4
#define __SIZEOF_POINTER__ 8
#define __USER_LABEL_PREFIX__
#define __STDC_HOSTED__ 1
#define __LDBL_HAS_INFINITY__ 1
#define __FLT_EPSILON__ 1.19209290e-7F
#define __LDBL_MIN__ 3.36210314311209350626e-4932L
#define __DEC32_MAX__ 9.999999E96DF
#define __SIZEOF_LONG__ 8
#define __DECIMAL_DIG__ 21
#define __gnu_linux__ 1
#define __LDBL_HAS_QUIET_NAN__ 1
#define __GNUC__ 4
#define __MMX__ 1
#define __FLT_HAS_DENORM__ 1
#define __SIZEOF_LONG_DOUBLE__ 16
#define __BIGGEST_ALIGNMENT__ 16
#define __DBL_MAX__ 1.7976931348623157e+308
#define __DBL_HAS_INFINITY__ 1
#define __DEC32_MIN_EXP__ (-94)
#define __LDBL_HAS_DENORM__ 1
#define __DEC128_MAX__ 9.999999999999999999999999999999999E6144DL
#define __DEC32_MIN__ 1E-95DF
#define __DBL_MAX_EXP__ 1024
#define __DEC128_EPSILON__ 1E-33DL
#define __SSE2_MATH__ 1
#define __amd64 1
#define __tune_core2__ 1
#define __LONG_LONG_MAX__ 9223372036854775807LL
#define __SIZEOF_SIZE_T__ 8
#define __SIZEOF_WINT_T__ 4
#define __GCC_HAVE_DWARF2_CFI_ASM 1
#define __GXX_ABI_VERSION 1002
#define __FLT_MIN_EXP__ (-125)
#define __DBL_MIN__ 2.2250738585072014e-308
#define __LP64__ 1
#define __DECIMAL_BID_FORMAT__ 1
#define __DEC128_MIN__ 1E-6143DL
#define __REGISTER_PREFIX__
#define __DBL_HAS_DENORM__ 1
#define __NO_INLINE__ 1
#define __FLT_MANT_DIG__ 24
#define __VERSION__ "4.4.5"
#define __DEC64_EPSILON__ 1E-15DD
#define __DEC128_MIN_EXP__ (-6142)
#define unix 1
#define __SIZE_TYPE__ long unsigned int
#define __ELF__ 1
#define __FLT_RADIX__ 2
#define __LDBL_EPSILON__ 1.08420217248550443401e-19L
#define __SSE_MATH__ 1
#define __SIZEOF_PTRDIFF_T__ 8
#define __x86_64__ 1
#define __DEC32_SUBNORMAL_MIN__ 0.000001E-95DF
#define __FLT_HAS_QUIET_NAN__ 1
#define __FLT_MAX_10_EXP__ 38
#define __LONG_MAX__ 9223372036854775807L
#define __DEC128_SUBNORMAL_MIN__ 0.000000000000000000000000000000001E-6143DL
#define __FLT_HAS_INFINITY__ 1
#define __DEC64_MAX__ 9.999999999999999E384DD
#define __CHAR16_TYPE__ short unsigned int
#define __DEC64_MANT_DIG__ 16
#define __DEC32_MAX_EXP__ 97
#define linux 1
#define __SSE2__ 1
#define __SSSE3__ 1
#define __LDBL_MANT_DIG__ 64
#define __DBL_HAS_QUIET_NAN__ 1
#define __WCHAR_TYPE__ int
#define __SIZEOF_FLOAT__ 4
#define __DEC64_MIN_EXP__ (-382)
#define __FLT_DIG__ 6
#define __INT_MAX__ 2147483647
#define __amd64__ 1
#define __FLT_MAX_EXP__ 128
#define __DBL_MANT_DIG__ 53
#define __DEC64_MIN__ 1E-383DD
#define __WINT_TYPE__ unsigned int
#define __SIZEOF_SHORT__ 2
#define __SSE__ 1
#define __LDBL_MIN_EXP__ (-16381)
#define __LDBL_MAX_10_EXP__ 4932
#define __DBL_EPSILON__ 2.2204460492503131e-16
#define _LP64 1
#define __SIZEOF_WCHAR_T__ 4
#define __DEC_EVAL_METHOD__ 2
#define __INTMAX_MAX__ 9223372036854775807L
#define __FLT_DENORM_MIN__ 1.40129846e-45F
#define __CHAR32_TYPE__ unsigned int
#define __FLT_MAX__ 3.40282347e+38F
#define __SIZEOF_DOUBLE__ 8
#define __FLT_MIN_10_EXP__ (-37)
#define __INTMAX_TYPE__ long int
#define __DEC128_MAX_EXP__ 6145
#define __GNUC_MINOR__ 4
#define __DEC32_MANT_DIG__ 7
#define __DBL_MAX_10_EXP__ 308
#define __LDBL_DENORM_MIN__ 3.64519953188247460253e-4951L
#define __STDC__ 1
#define __PTRDIFF_TYPE__ long int
#define __GCC_HAVE_SYNC_COMPARE_AND_SWAP_16 1
#define __DEC64_SUBNORMAL_MIN__ 0.000000000000001E-383DD
#define __DEC128_MANT_DIG__ 34
#define __LDBL_MIN_10_EXP__ (-4931)
#define __core2 1
#define __SIZEOF_LONG_LONG__ 8
#define __LDBL_DIG__ 18
#define __GNUC_GNU_INLINE__ 1
#define __SSE3__ 1


Na prática nós vamos precisar do primeiro comando e de um quarto para não colocarmos coisas repetidas!

Vejam, vocês podem usar a variável específica do seu processador ou o "native", no caso do Atom 330 o primeiro comando reportou core2:

Citar
$echo "int main() { return 0; }" | gcc -march=core2 -v -Q -x c - 2>&1

ou

Citar
$echo "int main() { return 0; }" | gcc -march=native -v -Q -x c - 2>&1

A saída do comando acima é enorme, mas o que interessa são as opções habilitadas que estão em negrito:

Citar
galactus@debian-consultorio:~$ echo "int main() { return 0; }" | gcc -march=native -v -Q -x c - 2>&1
Using built-in specs.
Target: x86_64-linux-gnu
Configured with: ../src/configure -v --with-pkgversion='Debian 4.4.5-8' --with-bugurl=file:///usr/share/doc/gcc-4.4/README.Bugs --enable-languages=c,c++,fortran,objc,obj-c++ --prefix=/usr --program-suffix=-4.4 --enable-shared --enable-multiarch --enable-linker-build-id --with-system-zlib --libexecdir=/usr/lib --without-included-gettext --enable-threads=posix --with-gxx-include-dir=/usr/include/c++/4.4 --libdir=/usr/lib --enable-nls --enable-clocale=gnu --enable-libstdcxx-debug --enable-objc-gc --with-arch-32=i586 --with-tune=generic --enable-checking=release --build=x86_64-linux-gnu --host=x86_64-linux-gnu --target=x86_64-linux-gnu
Thread model: posix
gcc version 4.4.5 (Debian 4.4.5-8)
COLLECT_GCC_OPTIONS= '-v' '-Q'
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/cc1 -v - -march=core2 -mcx16 -msahf --param l1-cache-size=24 --param l1-cache-line-size=64 --param l2-cache-size=512 -mtune=core2 -dumpbase - -auxbase - -version -o /tmp/ccgcrY5r.s
ignoring nonexistent directory "/usr/local/include/x86_64-linux-gnu"
ignoring nonexistent directory "/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../x86_64-linux-gnu/include"
ignoring nonexistent directory "/usr/include/x86_64-linux-gnu"
#include "..." search starts here:
#include <...> search starts here:
 /usr/local/include
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/include
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/include-fixed
 /usr/include
End of search list.
GNU C (Debian 4.4.5-8) version 4.4.5 (x86_64-linux-gnu)
   compiled by GNU C version 4.4.5, GMP version 4.3.2, MPFR version 3.0.0-p3.
GGC heuristics: --param ggc-min-expand=100 --param ggc-min-heapsize=131072
options passed:  -v - -march=core2 -mcx16 -msahf --param l1-cache-size=24
 --param l1-cache-line-size=64 --param l2-cache-size=512 -mtune=core2
options enabled:  -falign-loops -fargument-alias
 -fasynchronous-unwind-tables -fauto-inc-dec -fbranch-count-reg -fcommon
 -fdwarf2-cfi-asm -fearly-inlining -feliminate-unused-debug-types
 -ffunction-cse -fgcse-lm -fident -finline-functions-called-once
 -fira-share-save-slots -fira-share-spill-slots -fivopts
 -fkeep-static-consts -fleading-underscore -fmath-errno
 -fmerge-debug-strings -fmove-loop-invariants -fpeephole
 -freg-struct-return -fsched-interblock -fsched-spec
 -fsched-stalled-insns-dep -fsigned-zeros -fsplit-ivs-in-unroller
 -ftrapping-math -ftree-cselim -ftree-loop-im -ftree-loop-ivcanon
 -ftree-loop-optimize -ftree-parallelize-loops= -ftree-reassoc
 -ftree-scev-cprop -ftree-switch-conversion -ftree-vect-loop-version
 -funit-at-a-time -funwind-tables -fvar-tracking -fvect-cost-model
 -fzero-initialized-in-bss -m128bit-long-double -m64 -m80387
 -maccumulate-outgoing-args -malign-stringops -mcx16 -mfancy-math-387
 -mfp-ret-in-387 -mfused-madd -mglibc -mieee-fp -mmmx -mno-sse4 -mpush-args
 -mred-zone -msahf -msse -msse2 -msse3 -mssse3 -mtls-direct-seg-refs

Compiler executable checksum: dac4d891d068d1bed01868869b00bd17
 main
Analyzing compilation unit
Performing interprocedural optimizations
 <visibility> <early_local_cleanups> <summary generate> <inline>Assembling functions:
 main
Execution times (seconds)
 parser                :   0.01 (50%) usr   0.00 ( 0%) sys   0.01 (17%) wall      81 kB ( 6%) ggc
 expand                :   0.00 ( 0%) usr   0.01 (100%) sys   0.01 (17%) wall       7 kB ( 1%) ggc
 TOTAL                 :   0.02             0.01             0.06               1298 kB
COLLECT_GCC_OPTIONS= '-v' '-Q'
 as -V -Qy -o /tmp/cc6gLGKI.o /tmp/ccgcrY5r.s
GNU assembler version 2.20.1 (x86_64-linux-gnu) using BFD version (GNU Binutils for Debian) 2.20.1-system.20100303
COMPILER_PATH=/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/
LIBRARY_PATH=/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/:/lib/../lib/:/usr/lib/../lib/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../:/lib/:/usr/lib/:/usr/lib/x86_64-linux-gnu/
COLLECT_GCC_OPTIONS= '-v' '-Q'
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/collect2 --build-id --eh-frame-hdr -m elf_x86_64 --hash-style=both -dynamic-linker /lib64/ld-linux-x86-64.so.2 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/crt1.o /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/crti.o /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/crtbegin.o -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5 -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5 -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib -L/lib/../lib -L/usr/lib/../lib -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../.. -L/usr/lib/x86_64-linux-gnu /tmp/cc6gLGKI.o -lgcc --as-needed -lgcc_s --no-as-needed -lc -lgcc --as-needed -lgcc_s --no-as-needed /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/crtend.o /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/crtn.o

Em alguns processadores como os Core2 ou i5 e i7, vocês vão notar que haverão instruções como a -msse4.1 que estão na saída do primeiro comando mas não estão habilitadas!  E outras que estão na saída do primeiro comando e estão habilitadas, neste caso vocês não repetem as instruções habilitadas no primeiro comando!

Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Kernel Omnislash (Unofficial) - Aprendendo a voar sem segredos!!!
« Resposta #3464 Online: 01 de MAR?O de 2011, 12:19 »
Complicou?  Vamos ao um exemplo prático com o Atom 330!

1) 
Citar
$cc -march=native -E -v - </dev/null 2>&1 | grep cc1


Saída:

Citar
galactus@debian-consultorio:~$ cc -march=native -E -v - </dev/null 2>&1 | grep cc1
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/cc1 -E -quiet -v - -march=core2 -mcx16 -msahf --param l1-cache-size=24 --param l1-cache-line-size=64 --param l2-cache-size=512 -mtune=core2

2)
Citar
$ echo "int main() { return 0; }" | gcc -march=core2 -v -Q -x c - 2>&1

Saída:

Citar
galactus@debian-consultorio:~$ $ echo "int main() { return 0; }" | gcc -march=core2 -v -Q -x c - 2>&1
bash: $: comando não encontrado
Using built-in specs.
Target: x86_64-linux-gnu
Configured with: ../src/configure -v --with-pkgversion='Debian 4.4.5-8' --with-bugurl=file:///usr/share/doc/gcc-4.4/README.Bugs --enable-languages=c,c++,fortran,objc,obj-c++ --prefix=/usr --program-suffix=-4.4 --enable-shared --enable-multiarch --enable-linker-build-id --with-system-zlib --libexecdir=/usr/lib --without-included-gettext --enable-threads=posix --with-gxx-include-dir=/usr/include/c++/4.4 --libdir=/usr/lib --enable-nls --enable-clocale=gnu --enable-libstdcxx-debug --enable-objc-gc --with-arch-32=i586 --with-tune=generic --enable-checking=release --build=x86_64-linux-gnu --host=x86_64-linux-gnu --target=x86_64-linux-gnu
Thread model: posix
gcc version 4.4.5 (Debian 4.4.5-8)
COLLECT_GCC_OPTIONS='-march=core2' '-v' '-Q'
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/cc1 -v - -dumpbase - -march=core2 -auxbase - -version -o /tmp/cc56pvQn.s
ignoring nonexistent directory "/usr/local/include/x86_64-linux-gnu"
ignoring nonexistent directory "/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../x86_64-linux-gnu/include"
ignoring nonexistent directory "/usr/include/x86_64-linux-gnu"
#include "..." search starts here:
#include <...> search starts here:
 /usr/local/include
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/include
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/include-fixed
 /usr/include
End of search list.
GNU C (Debian 4.4.5-8) version 4.4.5 (x86_64-linux-gnu)
   compiled by GNU C version 4.4.5, GMP version 4.3.2, MPFR version 3.0.0-p3.
GGC heuristics: --param ggc-min-expand=100 --param ggc-min-heapsize=131072
options passed:  -v - -march=core2
options enabled:  -falign-loops -fargument-alias
 -fasynchronous-unwind-tables -fauto-inc-dec -fbranch-count-reg -fcommon
 -fdwarf2-cfi-asm -fearly-inlining -feliminate-unused-debug-types
 -ffunction-cse -fgcse-lm -fident -finline-functions-called-once
 -fira-share-save-slots -fira-share-spill-slots -fivopts
 -fkeep-static-consts -fleading-underscore -fmath-errno
 -fmerge-debug-strings -fmove-loop-invariants -fpeephole
 -freg-struct-return -fsched-interblock -fsched-spec
 -fsched-stalled-insns-dep -fsigned-zeros -fsplit-ivs-in-unroller
 -ftrapping-math -ftree-cselim -ftree-loop-im -ftree-loop-ivcanon
 -ftree-loop-optimize -ftree-parallelize-loops= -ftree-reassoc
 -ftree-scev-cprop -ftree-switch-conversion -ftree-vect-loop-version
 -funit-at-a-time -funwind-tables -fvar-tracking -fvect-cost-model
 -fzero-initialized-in-bss -m128bit-long-double -m64 -m80387
 -maccumulate-outgoing-args -malign-stringops -mcx16 -mfancy-math-387
 -mfp-ret-in-387 -mfused-madd -mglibc -mieee-fp -mmmx -mno-sse4 -mpush-args
 -mred-zone -msahf -msse -msse2 -msse3 -mssse3 -mtls-direct-seg-refs

Compiler executable checksum: dac4d891d068d1bed01868869b00bd17

Analyzing compilation unit
Performing interprocedural optimizations
 <visibility> <early_local_cleanups> <summary generate> <inline>Assembling functions:

Execution times (seconds)
 parser                :   0.00 ( 0%) usr   0.00 ( 0%) sys   0.01 (50%) wall      79 kB ( 6%) ggc
 TOTAL                 :   0.01             0.00             0.02               1279 kB
COLLECT_GCC_OPTIONS='-march=core2' '-v' '-Q'
 as -V -Qy -o /tmp/ccbbqJlO.o /tmp/cc56pvQn.s
GNU assembler version 2.20.1 (x86_64-linux-gnu) using BFD version (GNU Binutils for Debian) 2.20.1-system.20100303
COMPILER_PATH=/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/
LIBRARY_PATH=/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/:/lib/../lib/:/usr/lib/../lib/:/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../:/lib/:/usr/lib/:/usr/lib/x86_64-linux-gnu/
COLLECT_GCC_OPTIONS='-march=core2' '-v' '-Q'
 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/collect2 --build-id --eh-frame-hdr -m elf_x86_64 --hash-style=both -dynamic-linker /lib64/ld-linux-x86-64.so.2 /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/crt1.o /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/crti.o /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/crtbegin.o -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5 -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5 -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib -L/lib/../lib -L/usr/lib/../lib -L/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../.. -L/usr/lib/x86_64-linux-gnu /tmp/ccbbqJlO.o -lgcc --as-needed -lgcc_s --no-as-needed -lc -lgcc --as-needed -lgcc_s --no-as-needed /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/crtend.o /usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/crtn.o
/usr/lib/gcc/x86_64-linux-gnu/4.4.5/../../../../lib/crt1.o: In function `_start':
(.text+0x20): undefined reference to `main'
collect2: ld returned 1 exit status


As opções -mcx16 e -msahf já são habilitadas com o -march-core2, portanto não precisam ser colocadas na linha do CFLAGs! 


3) Linha do CFLAGs do make.conf para um sistema 64bits do Kernel que você for utilizar:

Citar
CFLAGS="-O2 -pipe -march=native --param l1-cache-size=24 --param l1-cache-line-size=64 --param l2-cache-size=512 -mtune=generic"

Lembrem-se, o mtune deve ser generic para processadores da Intel!

Testadores? 
Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2