Autor Tópico: Boicotem a Dell. Agora.  (Lida 19779 vezes)

Offline Lucas_Panurge

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 117
  • ^^
    • Ver perfil
    • Gentle Traveller
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #15 Online: 13 de Setembro de 2007, 18:52 »
Agora virou moda isso de ser anti-americano...
gtalk: lucas.pan@gmail.com
icq: lucasspan
GNU/Linux User #440333

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Boicotem a Dell. Agora? Coitada da Dell, isso sim!
« Resposta #16 Online: 13 de Setembro de 2007, 20:56 »
Boicotem os Estados Unidos! Para quem sabe inglês, o texto: http://library.findlaw.com/1996/Sep/1/128318.html

Abaixo, alguns reflexos, sendo o primeiro, do site oficial e os demais em sites de terceiros prejudicados (Adobe e Fedora em inglês e OLPC em portugês). Culpar quem obedece a lei era só o que faltava.

Boa leitura!


Restrictions vary from country to country. The most restricted destinations are the embargoed countries and those countries designated as supporting terrorist activities, including Cuba, Iran, North Korea, Sudan, and Syria. There are restrictions on some products, however, that are worldwide.


The export and re-export of Adobe software products are controlled by the United States Export Administration Regulations and such software may not be exported or re-exported to Cuba; Iran; Iraq; Libya; North Korea; Sudan; or Syria or any country to which the United States embargoes goods. In addition; Adobe software may not be distributed to persons on the Table of Denial Orders; the Entity List; or the List of Specially Designated Nationals.


Fedora's software and/or technical data may NOT be exported/reexported, either directly or indirectly, to the following U.S. embargoed or restricted destinations:

Cuba, Iran, Iraq, North Korea, Sudan or Syria.

Please note: this list is subject to change.

Segundo o Slashdot, em um movimento que vem passando desapercebido pelos desenvolvedores, o projeto OLPC agora requer que todas as submissões sejam abrigadas no projeto Fedora. Embora tenha muitas vantagens, há implicações dignas de nota. A primeira é que os autores precisam assinar o acordo de licença de desenvolvedor individual do projeto Fedora. Ao ser levado a submeter aos repositórios do Fedora suas contribuições ao OLPC, elas automaticamente caem sob a legislação de comércio exterior dos EUA. Assim, nada de OLPC para Cuba, Síria, etc. - mesmo que o equipamento seja produzido e vendido por indústrias de outros países.
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

Offline RC2006

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 820
  • Ubuntu 10.10
    • Ver perfil
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #17 Online: 14 de Setembro de 2007, 08:45 »
A Dell é atualmente, sem duvida nenhuma, o grande fabricante de computadores que mais incentiva o Ubuntu.
Sendo uma empresa americana, é obrigada a seguir as regras de seu país.
Vejo até esse ato de proposta de boicote, como uma atitude anti-soft livre para denegrir a imagem de uma companhia que está empenhada mundialmente a vender seus produtos com o Ubuntu.
http://www.ubuntu.com/dell
HP All-in-one 4GB HD760 - windows7 home premium - Netbook Asus 1005PEB - Windows 7 - Ubuntu 11.04
Macbook branco 13.3" 2gb 160HD - Mac OS X 10.6 - Tablet Asus Eee Pad Transformer com dock - Android 3.2

cadiles

  • Visitante
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #18 Online: 14 de Setembro de 2007, 09:08 »
Apoio o boicote plenamente. Se a Dell é obrigada a obedecer mesmo assim, pois empresas do porte da Dell pode se virar contra o governo para que mude essa lei. Isso é uma maneira de mostramos aos americanos que nós não somos idiotas. Daqui a pouco os EUA aplica uma lei contra o Brasil também, aí a hora que a agua bater na nádegas, o pessoal que disse ser contra o boicote vai ser vítima da própria ignorância.


Se alguém tiver o mínino de instrução da história irá saber que o verdadeiro mal do mundo é esse país que quer ser dono do mundo. O lixo dos EUA.


Se alguém acha que deve comprar Dell somente porque ela instala o Ubuntu em seus pcs está completamente errado, em primeiro lugar vem o ser humano, e a possibilidade de acesso a tecnologia para todos, quem realmente sabe o que é software livre sabe do que estou falando. Software Livre é liberdade de conhecimento para todos... Alguem deve avisar Dell sobre isso.

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #19 Online: 14 de Setembro de 2007, 10:14 »
Apoio o boicote plenamente. Se a Dell é obrigada a obedecer mesmo assim, pois empresas do porte da Dell pode se virar contra o governo para que mude essa lei.

Igual ao que se faz aqui no Brasil, né? Podíamos até convidar o Renan Calheiros para ser nosso porta-voz, que tal?

Isso é uma maneira de mostramos aos americanos que nós não somos idiotas. Daqui a pouco os EUA aplica uma lei contra o Brasil também, aí a hora que a agua bater na nádegas, o pessoal que disse ser contra o boicote vai ser vítima da própria ignorância.

Palavras sábias e gentis, dignas de um buda!

Acho que o senhor deveria nos motivar, fazendo uma pira de protesto, ateando fogo a todo o seu hardware que, por ventura, for fabricado por uma empresa com sede nos EUA (nada de AMD, Intel, Kingstone, Creative, HP, Epson, etc). Vamos homenagear o hardware geniunamente nacional de nossas empresas fabricantes e desenvolvedoras de processadores, placas e chipsets. Um computador nacional é o que deveríamos ter, no máximo com componentes de companhias africanas, asiáticas ou européias.

Se alguém tiver o mínino de instrução da história irá saber que o verdadeiro mal do mundo é esse país que quer ser dono do mundo. O lixo dos EUA.

Pois é... quanto mal já não saiu dos EUA, não? homem, Mussolini, Médice, Sadan Hussein... Negociação e diplomacia é para os fracos, não? O correto é o boicote para qualquer país onde insurgir o verdadeiro mal. Levantemos nossas espadas, Cruzadas!

Se alguém acha que deve comprar Dell somente porque ela instala o Ubuntu em seus pcs está completamente errado, em primeiro lugar vem o ser humano, e a possibilidade de acesso a tecnologia para todos, quem realmente sabe o que é software livre sabe do que estou falando. Software Livre é liberdade de conhecimento para todos... Alguem deve avisar Dell sobre isso.

Verdade! Vou pedir ao Richard Stallman para ensinar-lhes a lição! Viva à desobediência às leis! Viva à desobediência civil! Viva ao MST! Viva à anarquia! Tudo é permitido para por, em primeiro lugar, o ser humano e a possibilidade de acesso a tecnologia para todos!

Sucesso na sua luta!
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

Offline leandromdelima

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 272
  • My fate to live and die in the shadows.
    • Ver perfil
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #20 Online: 14 de Setembro de 2007, 10:20 »
E o software livre, onde fica nesse contexto?  E se amanhã ou depois o governo americano impor essas mesmas restrições a Canonical de forma que ela deixe de fornecer sua tecnologia nesses países?
Quando eu avançar, avancem comigo.  Se eu parar, me empurrem para frente.  Se eu der meia volta, matem-me.

cadiles

  • Visitante
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #21 Online: 14 de Setembro de 2007, 10:34 »
Apoio o boicote plenamente. Se a Dell é obrigada a obedecer mesmo assim, pois empresas do porte da Dell pode se virar contra o governo para que mude essa lei.

Igual ao que se faz aqui no Brasil, né? Podíamos até convidar o Renan Calheiros para ser nosso porta-voz, que tal?

Isso é uma maneira de mostramos aos americanos que nós não somos idiotas. Daqui a pouco os EUA aplica uma lei contra o Brasil também, aí a hora que a agua bater na nádegas, o pessoal que disse ser contra o boicote vai ser vítima da própria ignorância.

Palavras sábias e gentis, dignas de um buda!

Acho que o senhor deveria nos motivar, fazendo uma pira de protesto, ateando fogo a todo o seu hardware que, por ventura, for fabricado por uma empresa com sede nos EUA (nada de AMD, Intel, Kingstone, Creative, HP, Epson, etc). Vamos homenagear o hardware geniunamente nacional de nossas empresas fabricantes e desenvolvedoras de processadores, placas e chipsets. Um computador nacional é o que deveríamos ter, no máximo com componentes de companhias africanas, asiáticas ou européias.

Se alguém tiver o mínino de instrução da história irá saber que o verdadeiro mal do mundo é esse país que quer ser dono do mundo. O lixo dos EUA.

Pois é... quanto mal já não saiu dos EUA, não? homem, Mussolini, Médice, Sadan Hussein... Negociação e diplomacia é para os fracos, não? O correto é o boicote para qualquer país onde insurgir o verdadeiro mal. Levantemos nossas espadas, Cruzadas!

Se alguém acha que deve comprar Dell somente porque ela instala o Ubuntu em seus pcs está completamente errado, em primeiro lugar vem o ser humano, e a possibilidade de acesso a tecnologia para todos, quem realmente sabe o que é software livre sabe do que estou falando. Software Livre é liberdade de conhecimento para todos... Alguem deve avisar Dell sobre isso.

Verdade! Vou pedir ao Richard Stallman para ensinar-lhes a lição! Viva à desobediência às leis! Viva à desobediência civil! Viva ao MST! Viva à anarquia! Tudo é permitido para por, em primeiro lugar, o ser humano e a possibilidade de acesso a tecnologia para todos!

Sucesso na sua luta!

Engraçado como as pessoas já se acostumaram a serem submissos ao mal do mundo. Ou será um americano disfarçado? Ou será que ainda não sabe que discriminição no Brasil é crime? Ou nunca teve história como disciplina escolar ?

As maiores conquistas da população foi através de luta, e não de sumbmissão, a exemplo de um dia atrás onde o povo italiano que promoveu o boicote contra os altos preços de massas.

E Mythus por favor... dê sua opnião e diga argumentos válidos, esse seu sacarsmo é rídiculo.

Eu dei a minha opnião sem fazer citações com opniões ridículas, se minha declaração não lhe agradou... só lamento....
« Última modificação: 14 de Setembro de 2007, 10:46 por cadiles »

Offline AquaMan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 138
  • <Ubunteiro desde jul/07> Hardy Haron
    • Ver perfil
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #22 Online: 14 de Setembro de 2007, 10:37 »
Ué, a Canonical não é sul-africana?

(AMD Athlon 64 3.5Ghz/1Gb RAM/80Gb+250Gb/Geforce FX 6200 128Mb/Palm T5)

Offline leandromdelima

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 272
  • My fate to live and die in the shadows.
    • Ver perfil
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #23 Online: 14 de Setembro de 2007, 10:49 »
Ué, a Canonical não é sul-africana?

Ih, é mesmo, esqueci  :P :P :P

Tá, mas a pergunta ainda tá valendo, onde fica o conceito de software livre nessas políticas?
Quando eu avançar, avancem comigo.  Se eu parar, me empurrem para frente.  Se eu der meia volta, matem-me.

alexcosta67

  • Visitante
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #24 Online: 14 de Setembro de 2007, 11:07 »
14/09/2007 - 10h03
Ministério pede explicações à Dell sobre exigências a físicos
CLAUDIO ANGELO

da Folha de S.Paulo
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u328417.shtml


Só pra constar.... Hiroshima e Nagasaki (onde só morreram civis), vietnã, iraque...
« Última modificação: 14 de Setembro de 2007, 11:16 por alexcosta67 »

ChausDevereaux

  • Visitante
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #25 Online: 14 de Setembro de 2007, 11:11 »
Os Estados Unidos acham que algumas leis vão impedir os países do "Eixo do mal" de adquirir tecnologia? O que leis como essas causam é o reforço do mercado ilegal (tráfico, contrabando, etc). Além disso, classificar países como maus porque algumas pessoas corrompem as crenças de sua cultura, por mais castradora que seja, é hediondo.

Pelo que eu li [rapidamente], a Dell só está cumprindo com a lei. Mesmo sendo uma empresa grande, ela, sozinha, poderia fracassar ao tentar mudar isso, inclusive prejudicando a ela mesma.

Anarquia, revolta e queima de computadores em praça pública, ou qualquer outra bobagem, só resultaria em mais restrições e punições, pois daria razão aos desarrazoados legisladores americanos; o que funciona, mesmo, é uma boa argumentação e provas incontestáveis de que as atitudes desses legisladores são absurdas -- o que não seria difícil de conseguir, pois essa é a verdade. Somente um confronto com a verdade, sem julgamentos ou opiniões pré-concebidas, poderia sanar essa questão.

Julgar e meter o pau em alguém que cumpre a lei, sem discernir (observar, analisar e aí sim tirar suas conclusões) é o mesmo que condenar um cidadão que paga impostos. A lei está errada, e não a empresa.

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #26 Online: 14 de Setembro de 2007, 11:19 »
Engraçado como as pessoas já se acostumaram a serem submissos ao mal do mundo.

Eu acho triste. Mas ainda acho mais triste quem acha que vai resolver as coisas através de violência. Ou que não analisa corretamente a situação e profere um juízo de valor impensado, ingênuo e inconseqüente.

Ou será um americano disfarçado?

Sul-americano.

Ou será que ainda não sabe que discriminição no Brasil é crime?

Pela minha formação acadêmica, devo saber. Inclusive a diferença entre discriminação, injúria qualificada por elementos racistas/discriminatórios e racismo.

Ou nunca teve história como disciplina escolar ?

Quando fiz vestibular, história tinha peso 2. Serve?

As maiores conquistas da população foi através de luta, e não de sumbmissão, a exemplo de um dia atrás onde o povo italiano que promoveu o boicote contra os altos preços de massas.

Infelizmente o senhor não nos presenteou com um exemplo do povo brasileiro. Eu também citaria como exemplo o boicote às taxas sobre o chá que os EUA promoveu, jogando ao mar o carregamento inglês. Mas será que se pode dar um exemplo de conquista popular que não envolva patrocínio de um segmento elitista ou debate com os detentores do poder? As maiores conquistas populares foram feitas exclusivamente pelo povo?

Ué, a Canonical não é sul-africana?

É sim AquaMan, mas no Direito existe uma teoria chamada "Árvore dos frutos envenenados" que diz que se durante o processo algo está envenenado, o que dele advir, também estará contaminado. Assim, mesmo a Canonical produzindo, lá, sofware, se ela contaminar-se com algo submetido à lei americana, o fruto dessa união está sujeito àquela lei. Assim, se o Ubuntu estiver num computador Dell, ele não poderá ser exportado para os países embargados. O que não impede da Canonical continuar enviando CDs para os mesmos países.
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

alexcosta67

  • Visitante
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #27 Online: 14 de Setembro de 2007, 11:26 »
Até agora estão procurando as armas quimicas de destruição do Sadam (que não era santo), enquanto isso o petróleo do Iraque...

Prefiro dar emprego a um Chinês a financiar o massacre no Afeganistão, Iraque, o que virá depois? Koreia, Irã...

cadiles

  • Visitante
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #28 Online: 14 de Setembro de 2007, 11:28 »
Engraçado como as pessoas já se acostumaram a serem submissos ao mal do mundo.

Eu acho triste. Mas ainda acho mais triste quem acha que vai resolver as coisas através de violência. Ou que não analisa corretamente a situação e profere um juízo de valor impensado, ingênuo e inconseqüente.

Não lembrei de ter falado de violência. É por interpretações erradas que surgem opniões inconsisas. E como você mesmo citou o exemplo  de boicote deve saber que isso não é violência pelo contrário, é um meio muito pacífico de resolver uma situação adversa. O que não pode continuar é esse monopólio de imposição de opniões de países como os EUA.

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Boicotem a Dell. Agora.
« Resposta #29 Online: 14 de Setembro de 2007, 11:52 »
E Mythus por favor... dê sua opnião e diga argumentos válidos, esse seu sacarsmo é rídiculo.

Eu dei a minha opnião sem fazer citações com opniões ridículas, se minha declaração não lhe agradou... só lamento....

Você pode demonstrar o que é uma opinião válida, não desarrazoada, bem fundamentada, apontando referências que endossem suas palavras para que eu possa seguir o seu exemplo?

Minha opinião está ali em cima com todas as citações como argumentos fundados e válidos, pela própria qualidade de cada um dos links apontados. Basta ler.
Culpar quem obedece a lei era só o que faltava.

Não lembrei de ter falado de violência. É por interpretações erradas que surgem opniões inconsisas. E como você mesmo citou o exemplo  de boicote deve saber que isso não é violência pelo contrário, é um meio muito pacífico de resolver uma situação adversa.

O sentido popular de violência é muito limitado. Se você consultar um dicionário, poderá ver que se o seu ato promove "constrangimento exercido sobre uma pessoa para a obrigar a fazer ou a deixar de fazer um acto qualquer", esse seu ato é violento.

Até onde sei, e dando uma opinião bastante concisa é que "um meio muito pacífico de resolver uma situação adversa" deve fazer uso da comunicação, negociação, diplomacia ou, em último caso, vias judiciais.

O que não pode continuar é esse monopólio de imposição de opniões de países como os EUA.

Exclusivamente nesse ponto, concordo completamente com você.
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.