Autor Tópico: Linux Mint  (Lida 6003 vezes)

Offline Marcopolo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 705
  • Ubuntu forever, ever!!
    • Ver perfil
Linux Mint
« Online: 17 de Novembro de 2015, 12:10 »
Caros colegas, bom dia!
Já uso o Ubuntu desde 2007 com 0 7.04(Feisty Faw), até hoje com o 14.04,3 LTS, mas li tanta noticia sobre a distro Linux Mint! Eu ontem, baixei a iso da versão 17,2(atua), queimei em DVD e dei uma olhada no Live. A priori, achei um visual muito bom e peço a opinião de vocês sobre essa referida distro, pois desejo colocar em dual boot em outro PC que estou montando e o HD já está com o Ubuntu 14.04.3 LTS! Por favor! Um fraternal abraço a todos!
Marcopolo
Desktop, Intel Core i7, 64 bits, Win11 e Ubuntu 20.04 LTS, SSD 240 GB, 8 GB. s. Vaio 15S 8GB -SSD 240 GB,Ubuntu 20.04, LTS, Mint Cinnamon. Mini PC Blitz Woif com Ubuntu 22.04 LTS e Mint 20.1
Ubuntu 24.04 LTS em um SSD Sata III com 240GB.

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 509
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re:Linux Mint
« Resposta #1 Online: 17 de Novembro de 2015, 12:29 »
Em geral o Mint e o Ubuntu possuem pacotes e ferramentas bastante semelhantes (a exceção de alguns deles desenvolvidos pelas respectivas equipes de devs) e que funcionam em ambas as distros.

Uma diferença mais perceptível é o DE padrão utilizado (Unity no Ubuntu ; MATE, Xfce, Cinnamon ou KDE no Mint).  Entretanto, em geral pode-se utilizar qualquer desses ambientes em ambas as distros.

Um outro detalhe que você deve atentar-se é a distro no qual o Mint é baseado, já que existe também uma versão do Mint baseada no Debian Stable (o LMDE). Essa já possui um pouco mais de peculiaridades em relação ao Ubuntu, apesar de grande parte dos pacotes e ferramentas continuar a ser utilizada em ambas as distros.

Quanto a informações mais aprofundadas sobre o Ubuntu, aqui no Fórum há uma quantidade enorme de informação a respeito, bastando uma rápida pesquisa para encontrá-las (sem contar a Wiki). Além disso, os demais colegas certamente irão ajudá-lo, caso encontre alguma dificuldade com algo.

Já se deseja conhecer mais a fundo o Mint, aconselho dar uma chegada no Fórum nacional oficial da distro neste link, bem como em sua Wiki.
« Última modificação: 17 de Novembro de 2015, 12:30 por hugoleal85 »
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re:Linux Mint
« Resposta #2 Online: 17 de Novembro de 2015, 15:56 »
Olá Marcopolo, faz tempo que não aparece ou sou eu que não te vi por aqui.  :)

Baum, respondendo a sua pergunta.

Eu já fiz uso de versões anteriores do Mint e usei a versão atual por algum tempo no meu Notebook. To pensando em partir pra ele no meu PC.

O ambiente padrão do Mint é o Cinnamon, desenvolvido pelo fundador e equipe do Mint. No início ele era bem cópia do Ubuntu. Hoje não, só a base dos pacotes.  O Clement, fundador do Mint,  e sua equipe trabalharam muito para tornar o Mint uma distro pronta para uso.

E quando eu digo, pronta, é pronta mesmo.  Aplicativos e codecs todos instalados e prontos para usar, sem  maiores problemas.  Como tava dando alguns problemas com a base do Ubuntu ele vem se preparando para mudar para o Debian, por isso a versão LMDE.  Mas não gostei da LMDE. É mais leve com certeza e um pouco mais rápida, mas pacotes desatualizados, como gosto de distro com pacotes atualizados então não  serve muito para mim.

O Cinnamon vem passando por desenvolvimento constante, ele se preocupa muito com as facilidades e customizações para os usuários. O consumo de RAM e o tempo de boot também são preocupações constantes.  Se você quiser acompanhar o desenvolvimento do Mint/Cinnamon tem um blog deles só para isso.

O Clement é muito mais criterioso no uso de repositórios externos, como PPAs.  Os repositórios já vem todos ativos para aquilo que ele se propõe e eles deixam claro que ativar outros repositórios não oficiais não é nada bom e totalmente desaconselhável.

Você pode desligar algumas firulas gráficas dele, não todas, e ele já vai ficar bem mais esperto.

A versão que costumo usar deles é a versão Mate.  O fork do Gnome2.   Muito rápida e simples, apenas com firulas básicas na parte gráfica que podem ser desligadas deixando ele ainda mais rápido e consumindo muito pouca RAM, para os padrões de KDE 5 e Gnome 3.

Para facilitar a vida do usuário final o Mint vem com muita coisa ativa por padrão, como verificação de drivers, verificação de atualização automática, Bluetooth e etc.   Por isso o tempo de carregamento do ambiente gráfico do Cinnamon ou do Mate pode parecer um pouco lento para quem não está acostumado, mas você pode desligar um monte desses serviços.   No blog dos desenvolvedores do Cinnamon eles comentaram da tentativa de fazer ele carregar mais rápido, acabaram por abrir mão do que haviam criado para deixar a inicialização mais rápida pois descobriram que estava mais prejudicando que ajudando.

Contudo, passado o carregamento inicial do ambiente gráfico, tudo fica muito rápido e responsivo.  Gosto muito de usar o Mate 32 bits em máquinas com poucos recursos com usuários que não querem aprender como "mexer" no Linux, só usar o sistema.

A parte boa é que como ele usa a base do Ubuntu debaixo do capô, todas as coisas que eu faço para tunar o Ubuntu funcionam nele sem problemas.

A parte ruim é que ele pode acabar herdando os problemas também. Em menor escala já que ele é lançado muito depois do Ubuntu e ele preferiu se fixar em estabilidade e não em coisas novas como no Ubuntu.

Falta pouco para o lançamento do Mint 17.3 com Cinnamon 2.8 and MATE 1.12. Deve ser lançado em Dezembro.  O Mint 17.3 será o último das versões 17.  Não foi anunciado se a versão 18 será ou não baseada no Debian ainda.   Já está prometido uma atualização simples e fácil das versões 17, 17.1 e 17.2 para o 17.3.

Desculpe a reportagem, espero ter ajudado mais que enrolado.
« Última modificação: 17 de Novembro de 2015, 16:00 por galactus »
BigLinux no Notebook  / Várias Distros Virtualizadas no PC.

paulinho1971

  • Visitante
Re:Linux Mint
« Resposta #3 Online: 17 de Novembro de 2015, 16:45 »
Olá Marcopolo,

Como o galactus já disse tudo e mais um pouco, eu apenas complemento que sim o Mint é tudo isso mesmo e ainda tem o Mint Xfce que é o que mais eu gosto dele. Apesar de estar um pouco afastado do uso do Mint, espero voltar a usá-lo, já que também complemento que na última parte que o galactus comenta:
Citar
Falta pouco para o lançamento do Mint 17.3 com Cinnamon 2.8 and MATE 1.12. Deve ser lançado em Dezembro.  O Mint 17.3 será o último das versões 17.  Não foi anunciado se a versão 18 será ou não baseada no Debian ainda.   Já está prometido uma atualização simples e fácil das versões 17, 17.1 e 17.2 para o 17.3.

As versões LMUE ou seja, Linux Mint Ubuntu Edition, serão apenas baseadas nas, ou tendo como base as LTS do Ubuntu, ou seja parece, não sei ao certo que não tará mais as versões do Mint nas versões intermediárias do Ubuntu, xx.10, "x5/7/9.04 não LTS, entendeu?

T+

Offline Marcopolo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 705
  • Ubuntu forever, ever!!
    • Ver perfil
Re:Linux Mint
« Resposta #4 Online: 17 de Novembro de 2015, 16:57 »
Olá Marcopolo, faz tempo que não aparece ou sou eu que não te vi por aqui.  :)

Baum, respondendo a sua pergunta.

Eu já fiz uso de versões anteriores do Mint e usei a versão atual por algum tempo no meu Notebook. To pensando em partir pra ele no meu PC.

O ambiente padrão do Mint é o Cinnamon, desenvolvido pelo fundador e equipe do Mint. No início ele era bem cópia do Ubuntu. Hoje não, só a base dos pacotes.  O Clement, fundador do Mint,  e sua equipe trabalharam muito para tornar o Mint uma distro pronta para uso.

E quando eu digo, pronta, é pronta mesmo.  Aplicativos e codecs todos instalados e prontos para usar, sem  maiores problemas.  Como tava dando alguns problemas com a base do Ubuntu ele vem se preparando para mudar para o Debian, por isso a versão LMDE.  Mas não gostei da LMDE. É mais leve com certeza e um pouco mais rápida, mas pacotes desatualizados, como gosto de distro com pacotes atualizados então não  serve muito para mim.

O Cinnamon vem passando por desenvolvimento constante, ele se preocupa muito com as facilidades e customizações para os usuários. O consumo de RAM e o tempo de boot também são preocupações constantes.  Se você quiser acompanhar o desenvolvimento do Mint/Cinnamon tem um blog deles só para isso.

O Clement é muito mais criterioso no uso de repositórios externos, como PPAs.  Os repositórios já vem todos ativos para aquilo que ele se propõe e eles deixam claro que ativar outros repositórios não oficiais não é nada bom e totalmente desaconselhável.

Você pode desligar algumas firulas gráficas dele, não todas, e ele já vai ficar bem mais esperto.

A versão que costumo usar deles é a versão Mate.  O fork do Gnome2.   Muito rápida e simples, apenas com firulas básicas na parte gráfica que podem ser desligadas deixando ele ainda mais rápido e consumindo muito pouca RAM, para os padrões de KDE 5 e Gnome 3.

Para facilitar a vida do usuário final o Mint vem com muita coisa ativa por padrão, como verificação de drivers, verificação de atualização automática, Bluetooth e etc.   Por isso o tempo de carregamento do ambiente gráfico do Cinnamon ou do Mate pode parecer um pouco lento para quem não está acostumado, mas você pode desligar um monte desses serviços.   No blog dos desenvolvedores do Cinnamon eles comentaram da tentativa de fazer ele carregar mais rápido, acabaram por abrir mão do que haviam criado para deixar a inicialização mais rápida pois descobriram que estava mais prejudicando que ajudando.

Contudo, passado o carregamento inicial do ambiente gráfico, tudo fica muito rápido e responsivo.  Gosto muito de usar o Mate 32 bits em máquinas com poucos recursos com usuários que não querem aprender como "mexer" no Linux, só usar o sistema.

A parte boa é que como ele usa a base do Ubuntu debaixo do capô, todas as coisas que eu faço para tunar o Ubuntu funcionam nele sem problemas.

A parte ruim é que ele pode acabar herdando os problemas também. Em menor escala já que ele é lançado muito depois do Ubuntu e ele preferiu se fixar em estabilidade e não em coisas novas como no Ubuntu.

Falta pouco para o lançamento do Mint 17.3 com Cinnamon 2.8 and MATE 1.12. Deve ser lançado em Dezembro.  O Mint 17.3 será o último das versões 17.  Não foi anunciado se a versão 18 será ou não baseada no Debian ainda.   Já está prometido uma atualização simples e fácil das versões 17, 17.1 e 17.2 para o 17.3.

Desculpe a reportagem, espero ter ajudado mais que enrolado.
Olá caríssimo colega Galactus, quanto tempo, não nos encontramos por aqui, assim como o Tota, Cristianop Ricardo, Alarcon e por ai vai! Sua explanação foi formidável, indo até além do que pedi, já que foi uma opinião sobre essa Distro, que tanto leio nos outros fóruns do Linux! Sua didática, é maravilhosa e dsepois vou reler para me inteirar mais, pois como disse, gostei muito da parte gráfica, só não encontrei na esperimentação com o LiveCD, por não descobrir como configurar a conexão à internet, pois também não fiquei por muito tempo, tentando descobrir novidades. Tenho dois Desktop e um Note, todos com o Ubuntu 14,04.3 LTS e só um Que está com o HD de 500 GB, tenho o Win7 em dual boot. Pretendo colocar o Mint, no terceiro Desk, que estou montando, aproveitando um gabinete, com uma mobo ASUS e com processador Intel Celeron D! Se eu achar dificuldade, fico somente com o nosso ótimo Ubuntu! Não vou fazer duas citações, incluindo o colega HugoLeal85, para não tomar muito espaço, mas desde de já, agradeço muito, o pronto atendimento dos dois colegas de fórum! Um fraternal abraço aos dois!
Em tempo: Agradeço também o comentário do colega Paulinho 1971, valeu meus irmãoszinhos!
Desktop, Intel Core i7, 64 bits, Win11 e Ubuntu 20.04 LTS, SSD 240 GB, 8 GB. s. Vaio 15S 8GB -SSD 240 GB,Ubuntu 20.04, LTS, Mint Cinnamon. Mini PC Blitz Woif com Ubuntu 22.04 LTS e Mint 20.1
Ubuntu 24.04 LTS em um SSD Sata III com 240GB.

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 509
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re:Linux Mint
« Resposta #5 Online: 17 de Novembro de 2015, 17:05 »
Olá Marcopolo,

Como o galactus já disse tudo e mais um pouco, eu apenas complemento que sim o Mint é tudo isso mesmo e ainda tem o Mint Xfce que é o que mais eu gosto dele. Apesar de estar um pouco afastado do uso do Mint, espero voltar a usá-lo, já que também complemento que na última parte que o galactus comenta:
Citar
Falta pouco para o lançamento do Mint 17.3 com Cinnamon 2.8 and MATE 1.12. Deve ser lançado em Dezembro.  O Mint 17.3 será o último das versões 17.  Não foi anunciado se a versão 18 será ou não baseada no Debian ainda.   Já está prometido uma atualização simples e fácil das versões 17, 17.1 e 17.2 para o 17.3.

As versões LMUE ou seja, Linux Mint Ubuntu Edition, serão apenas baseadas nas, ou tendo como base as LTS do Ubuntu, ou seja parece, não sei ao certo que não tará mais as versões do Mint nas versões intermediárias do Ubuntu, xx.10, "x5/7/9.04 não LTS, entendeu?

T+

Sim, Creto, as versões Linux do Mint baseadas na distro da Canonical (Ubuntu Edition) são baseadas apenas nas versões LTS (confome indicado aqui  ).

Da mesma forma, as versões do LMDE (Mint baseado no Debian) são baseadas apenas no Debian Stable (conforme indicado aqui).

Isso reforça ainda mais o que disse o Galactus, ou seja, que a preocupação principal dos devs do Mint é com a estabilidade do sistema, utilizando para isso pacotes mais maduros e estáveis (ainda que um pouco menos atualizados do que aqueles presentes em algumas distros).


Abraço.
« Última modificação: 17 de Novembro de 2015, 17:06 por hugoleal85 »
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog

paulinho1971

  • Visitante
Re:Linux Mint
« Resposta #6 Online: 17 de Novembro de 2015, 19:03 »
Por nada Marcopolo, pois quando cheguei aqui foram vocês que me deram pronto atendimento quando ainda não sabia que aqui eu não teria o tal "Next, ..., ...,"

Valeu Hugo então quer dizer que não errei enfim ;)

T+

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 509
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re:Linux Mint
« Resposta #7 Online: 17 de Novembro de 2015, 23:47 »
Por nada Marcopolo, pois quando cheguei aqui foram vocês que me deram pronto atendimento quando ainda não sabia que aqui eu não teria o tal "Next, ..., ...,"

Valeu Hugo então quer dizer que não errei enfim ;)

T+

Acertou mais uma, como de costume.  ;D

Abraço.
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog