Autor Tópico: Ripadores Linux versus CDEx do Windows  (Lida 9049 vezes)

Offline enceladus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 107
    • Ver perfil
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Online: 11 de Novembro de 2005, 17:59 »
Essa é pro Galactus, cobrão em som:

No Ruindows usava muito o CDEx prá ripar CDs, porque achava ele o melor (mas tem gente que acha o EAC - Exact Audio Copy melhor ainda, principalmente os caras da revista INFO)).

Diz aí, Galactus, como o Grip, KAudioCreator, Goobox, Gnormalize, Sound Juicer e outros que você conhecer se comparam com o CDEx? São tão bons quanto ele ou perdem na comparação?

Obrigado pela sua atenção, desculpe se tomo seu precioso tempo.

Saúde
Nevermore! Nevermore! - Poe

Offline eggx.geo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 222
    • Ver perfil
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Resposta #1 Online: 11 de Novembro de 2005, 18:05 »
Olha, eu usei muito o CDEx no meu tempo de Windows, e o Grip, que uso atualmente não deixa nada a desejar.
Egg

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.663
    • Ver perfil
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Resposta #2 Online: 11 de Novembro de 2005, 20:37 »
Grande Enceladus. Sempre lembrando que a maioria dos formatos  usados para ripar CDs são sempre piores que a cópia original. Não tive oportunidade de usar a dupla que você citou. Só ouvia as cópias dos mesmos. A diferença não era tão grande. O EAC ganha. Agora vou dizer a você o que eu e alguns amigos constatamos ao testar vários ripadores  e tals.

Alguns ripadores (notadamente os que fazem uso de Normalização - seja para mais ou para menos) deixam as músicas "muito altas"  ou "abafadas". Para um som de pouca definição isto até que pode ajudar, mas o som fica horrível. Num equipamente de som realmente bom, não dá pra ouvir. Distorce demais se você abrir muito o volume ou  o som continua "morto" em volume altos.
Então se você vai ficar ouvindo música naquelas caixinhas minúsculas que são vendidas junto com o PC, não precisa se preocupar com isso. Todos eles darão um resultado razoável. Se a coisa ficar sofisticada, aí sim você vai conseguir sentir muita diferença neles. Tem a questão do gosto também. Por exemplo, você gosta de som com mais Grave ou com pouco grave?

No caso do Windows, o que eu mais gostava era o JUKEBOX, porque ele possuí tecnologia da Philips. Para mim, dos que você pode baixar grátis, era o melhor.

Mas o mais importante que notamos, se você for passar o arquivo ripado de volta para um CD de audio, é que a midia/marca  de CD que você via usar e a gravadora é que importam muito mais. Quando se trata de um audiófilo (muito exigente), não tem pra onde correr, eles usam gravadoras de CDs de Audio Externas e CDs de Audio da Philips para os melhores resultados. Ou seja, eles nem chegam a ripar o CD original.
Para nós simples mortais, podemos ter boas cópias também com as gravadoras de CDs do PC. Basta escolher o CD-R certo. Não adianta usar aqueles CDs de R$ 0,40 cada e querer bom resultados. Não só na qualidade da gravação, como também na durabildiade da gravação. Tem CD-R tão ruim que não dura nem um ano.

São várias as variáveis variantes. eheheheheh

Não sei para você, mas para mim o que mais importa no final das contas é a música soar bem para mim. Aí vai depender muito do seu nível de exigência quanto a isso e em que aparelhagem de som a música vai ser reproduzida.


Os ripadores do Linux não deixam nada a desejar para os do Windows. E pude constatar o que já havia lido em várias análises pela internet. O Ogg-vorbis é melhor que o MP3. Hoje só ripo os meus CDs em Ogg-vorbis na melhor qualidade possível, já que o FLAC só serviria se tivesse um servidor para guardar arquivos tão grandes. Ripo com o Sound Juicer, modificado para melhor qualidade ou o Gnormalize/Normalize para os CDs muito antigos. Uso CD-R da Philips e o GraveMan. Apesar do Gnomebaker gravar melhor. Mas como ele não funciona no Ubuntu....  Outra coisa, procure gravar em velocidades baixas ( 4x ou 8x).

Falou! Desculpe a redação.
Kubuntu 19.04 64bits

Offline enceladus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 107
    • Ver perfil
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Resposta #3 Online: 11 de Novembro de 2005, 21:14 »
Falou, Galactus audiófilo-profissional-muito-exigente (apesar de insistir no contrário...). Quanto a mim, simples mortal (eu sim, vc. não...), eu ouço música num aparelho Philips FW-C577 ligado no micro por um cabo USB (o tal de PC Link), com 5500W PMPO (330W RMS). Tenho que ripar tudo em MP3 e não no OGG porque o som do carro só toca MP3, meu DVD só toca MP3 e sei-lá-que-mais só toca MP3.
O que eu gosto mesmo é de bastante graves, graves bem encorpados, aquele sonzão do baixo tremendo tudo, ouço muito rock anos 60-70-80, alt country anos 90 em diante, essas coisas.
No Linux ripo com o Sound Juicer e fiquei curioso com esse negócio de vc. modificar ele prá ter um som mais legal, modificou como? Conta mais. Instalei o GNormalize conforme dica num outro tópico que aliás teve participação sua, tô achando ele muito bom (e é brasileiro, heim?) mas acabo de ficar grilado porque vc. diz que usa ele só prá CD antigo. Por que? E o que é CD antigo? CD fabricado há uns 10 anos ou CD recente (ou não) mas de discos antigos como Stones, primeiros Pink Floyds, Beatles e tal? É porque esses antigos LPs-que-viraram-CDs eram gravados só em 2 ou 4 canais ou eram gravados em mono e o GNormalize dá conta melhor deles?
Como é que é isso, Galactus, fala aí, fala aí, tá todo mundo querendo aprender....
Brigadão e

Saúde
Nevermore! Nevermore! - Poe

Offline LedStyle

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.347
    • Ver perfil
    • http://www.tuxresources.org
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Resposta #4 Online: 11 de Novembro de 2005, 21:36 »
Eu ja emulei o CDEX com sucesso usando o WINE aqui. O motivo? Ele ripa direto pra MP3 e é muuuuito mais rápido.

Mas atualmente eu uso o Goobox

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.663
    • Ver perfil
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Resposta #5 Online: 11 de Novembro de 2005, 22:49 »
Eu audiófilo-profissional-muito-exigente? hauhuahuahuahuahua


Cara se fosse isso tudo eu nem ripava os CDs para Ogg-Vorbis.  Audiófilo que é Audiófilo não usa MP3 e nem OGG-Vorbis. Se preciso for eles fazem cópia direto do CD original com gravadora de CD de Audio com CDs de Audio.

Nem tenho esse som ou conhecimento para ser audiófilo. Só ia na casa dos caras que são. Por isso deu para aprender alguma coisa.

Quanto a modificação no Sound Juicer eu já contei lá no meu post do Sound Juicer que ficou meio Gnormalize também. :) Tá logo no começo, eu alterei ele alguns dias atrás.

http://www.ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=1203&highlight=sound+juicer

Como você não vai usar o OGG-vorbis, melhor usar  a dica do FaBMak para usar o Sound Juicer para ripar em MP3.

http://www.ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=429&highlight=sound+juicer


Sim eu prefiro usar o Gnormalize se o Audio do CD for de gravação antiga ou muito "baixa", exatamente para dar uma reforçada nos Graves dele. Tentei com CDs de música clássica e deu uma Pu** garibada numas gravações do tempo do Ronca. Mas não são todos os discos que fica bom. Já ouviu a Trilha do Filme Deus é Brasileiro? Ele já é muito alto, neste caso dá pra usar o Gnormalize para "abaixar" a gravação. É uma mão na roda. Afinal nem todos os CDs são  bem gravados. Seu carro tem aqueles Wooffers, Super-Tweeters e Cornetas ?  :)  O famoso Carro Tremendão. :) 

Prefiro um bom som em casa mesmo. Com as dicas do pessoal tento preparar o quarto/sala de Audio como poço. Minha preferência são músicas clássicas (especialmente BACH) e Trilhas sonoras. Tenho mais de 60. Sou fã do Jonh Williams e do Hans Zimmer. Quem já notou nos Screen shots tem sempre música do Hans Zimmer tocando no Amarok. :)

Abraços.
« Última modificação: 03 de Julho de 2006, 23:36 por Perícope »
Kubuntu 19.04 64bits

Offline enceladus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 107
    • Ver perfil
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Resposta #6 Online: 12 de Novembro de 2005, 05:46 »
Citação de: "galactus"
Seu carro tem aqueles Wooffers, Super-Tweeters e Cornetas ?  :)  O famoso Carro Tremendão. :)

Abraços.


Tem nada, cara, só umas caixinhas xinfrim, que nem essas multimedia que vêm quando a gente compra micro novo.':D'
Brigadão pelas dicas, agora eu acho que só vô usar o GNormalize mesmo porque meus discos são tudo velharias, anos 60-70-80.':lol:'
Trilha sonora prá mim é Senhor dos Anéis e Vanilla Sky':wink:'

Valeu, professor!!!':P'
Nevermore! Nevermore! - Poe

Offline casainho

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 175
    • Ver perfil
    • www.Casainho.net
Ripadores Linux versus CDEx do Windows
« Resposta #7 Online: 12 de Novembro de 2005, 14:10 »
Eu cá acho que só ripei uma vez um CD no Linux, simplesmente pq não tenho acesso a CD's originais.. o que tenho vem da rede :)

No Windows, usava o CDEX :)  É Open Source.. é um programa com um aspecto simples, mas é potente!!

No Windows, parece que tudo o que é bonito é que é o melhor, mas, felizmente que há pessoas que conseguem distinguir o que realmente é potente!!



Citação de: "enceladus"
Citação de: "galactus"
Seu carro tem aqueles Wooffers, Super-Tweeters e Cornetas ?  :)  O famoso Carro Tremendão. :)

Abraços.


Tem nada, cara, só umas caixinhas xinfrim, que nem essas multimedia que vêm quando a gente compra micro novo.':D'
Brigadão pelas dicas, agora eu acho que só vô usar o GNormalize mesmo porque meus discos são tudo velharias, anos 60-70-80.':lol:'
Trilha sonora prá mim é Senhor dos Anéis e Vanilla Sky':wink:'

Valeu, professor!!!':P'
Minha página pessoal:
http://www.Casainho.net