Autor Tópico: Desktop's Parangolés  (Lida 3068 vezes)

Offline zohguy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 89
  • Encontro minha paz na rebeldia.
    • Ver perfil
    • Zohguy_Saiyajin
Desktop's Parangolés
« Online: 20 de Novembro de 2006, 21:14 »
Utilizando sem permissão o termo utilizado pelo colega aqui do fórum, queria saber qual a opinião de vocês sobre esses parangolés em 3D que andam pipocando pelos desktops do Linux, como aquele que parece transformar os desktops virtuais em um cubão, ou aquele outro que enrola, dobra e distorce as janelas.

Sinceramente eu não vejo como esse tipo de coisa possa ajudar a interação com o sistema, especialmente se levado em conta o tempo de processamento necessário para gerar tais efeitos. Muitos de nós possuímos placas de vídeo decentes, mas acho que a maioria possui placas de vídeo que, quando suportam tais efeitos, dependem do processador para renderizá-los.

Será que tal poder de processamento ocioso não seria melhor empregado no Boinc?

Sou totalmente a favor de interfaces que melhorem a usabilidade do sistema. Tanto a interface do Gnome, quanto a do KDE são excelentes e a cada versão ficam melhores. Mas é preciso distinguir o que é realmente útil do que é perfumaria.

Existe o risco de que efeites começem a se tornar algo padrão e começem a exigir mais poder de processamento. Fico imaginando as pessoas que adquirem computadores Dual Core hoje em dia, para editar textos, navegar na internet e jogar aquele joguinho no final de semana. Estão adquirindo uma máquina com um poder de processamento monstruoso para o padrão de poucos anos atrás, para executar as mesmas tarefas que eram executadas em 486.

Além dos parangolés de desktop, outra coisa que me espanta é o espaço em disco que nos novos jogos, em especial os comerciais, vem ocupando. Utilizar 4 GB do HD para um único jogo... Isso soa completamente absurdo para mim. Tal espaço poderia ser utilizado para diversas coisas mais produtivas.


Darcamo

  • Visitante
Re: Desktop's Parangolés
« Resposta #1 Online: 21 de Novembro de 2006, 01:47 »
Se vc testar o Berly vai ver que tem sim muitos recursos gráficos que são interessantes do ponto de vista de usabilidade. Alguns efeitos de minimização e maximização de janelas, por exemplo, são mais intuitivos que o efeito padrão do metacite (o retângulo preto que muda de tamanho e as vezes vc nem vê), outros já não são muito úteis. Algo que acho muito útil e que talvez alguns considerem apenas perfumaria, como você disse, são as sombras nas janelas. Fica mas fácil de visualizar qual janela está em cima de qual quando vc tem várias abertas.

Ou seja, muita coisa sem necessidade tem, mas também tem efeitos que podem ser aproveitados para aumentar a usabilidade. No entanto, confesso que por enquanto ainda não utilizo com freqüência devido principalmente a velocidade.

Offline ninjitisu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 213
  • Design Dojo
    • Ver perfil
    • Design Dojo
Re: Desktop's Parangolés
« Resposta #2 Online: 21 de Novembro de 2006, 08:29 »
Evolução ou caminha junto ou fica pra traz! essa é a lei em informatica ou vc acha que a industria de games e softwares não deve evoluir? descobrir novos horizontes e de quebra nos fazer gastar rios de dinheiro com upgrade.
Capitalismo selvagem goste ou não
Agail Sanches aka "Ninjitisu"
www.designdojo.com.br
Interessado em aprender mais sobre o Ubuntu em português? ComeceAqui

Offline daskrs

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 84
    • Ver perfil
Re: Desktop's Parangolés
« Resposta #3 Online: 21 de Novembro de 2006, 09:09 »
Os desktops 3D tem a sua utilidade, tem muitos recursos bem interessantes.
Como o F12 que mostra todas as janelas abertas, o sistema de transparencia que da pra ver tudo que tem atras das janelas, etc..
ja os games ocupando 4GB na instalação e uns 2GB de ram, mais processamentos monstruosos, em sua grande maioria são patrocinados pelas empresas que desenvolvem placas gráficas. Alguns são até mal programados de propósito para exigir mais hardware.
Mas sempre tem as exceções que realmente necessitam de muito hardware para criar algum efeito inovador.

E não menospreze os games, uma boa parte da culpa da MS continuar vendendo aquela coisa que eles chamam de OS, é a grande gama de jogos que tem no windows e a falta de games que tem no linux.

Offline zohguy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 89
  • Encontro minha paz na rebeldia.
    • Ver perfil
    • Zohguy_Saiyajin
Re: Desktop's Parangolés
« Resposta #4 Online: 21 de Novembro de 2006, 13:47 »
Não menosprezo os games, pessoalmente eu adoro uma jogatina (quake, essas coisas)... Mas muitos games se baseiam demais em efeitos especiais e gráficos e deixam a desejar no jogo em sí.
Em contrapartida, alguns jogos extremamente simples continuam sendo espetaculares, como o tetris, boucing balls, pipes, sokoban, dopewars  e outros que aprendi a jogar mais recentemente, como o puyopuyo e o sodoku.
Um exemplo do que foi dito em relação a jogos patrocinados por fabricantes de placas aceleradoras, é o jogo Stronghold: até a última versão que joguei, a Legends, ele não acrescenta quase nada ao jogo original. O jogo original ripado ocupava quase nada no disco e era super leve, a última versão ocupa um espaço absurdo, é extremamente pesada e tenho a impressão de estar jogando o mesmo jogo Stronghold 1 (só que mais lento para carregar).