Autor Tópico: Amigos do Ubuntu - apresentação  (Lida 4682 vezes)

Offline dps

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver perfil
Amigos do Ubuntu - apresentação
« Online: 06 de Novembro de 2006, 01:07 »
Me denominei como dps (minhas iniciais). Sou de Caruaru e ex usuário do Win desde 1999.

Há aproximadamente 3 meses mergulhei no Linux satisfazendo minha curiosidade, despertada por um colega de trabalho, que recentemente também embarcara. Simplesmente gostei.

Nestes 3 meses de pesquisa, li, reli, instalei várias Distros como: Kurumin, Kalango, Conectiva, Ipcop, Famelix, Kubuntu e finalmente Ubuntu. Atualmente meu HD de 80Gb está dividido em duas partes para instalação do Kubuntu e Ubuntu (a mais usada).
Obs: Porque o Kubuntu é tão esquecido pela comunidade?

Como nunca tinha nem visto  o Linux, apanhei, formatei o HD várias vezes e sempre tirando minhas dúvidas neste fórum. A princípio, foi difícil encontrar o que precisava, perdia horas e horas procurando, mas aos poucos também fui me acostumando e hoje estou aqui sem Win e sem vontade de voltar.

Aos coordenadores deste excelente forum, queria dar uma dica:
- Quando os participantes postarem dúvidas sobre assuntos já relacionados anteriormente, não respondam com frases sem nexo. Ex: - Procure melhor - já respondido, etc... (frases mais ou menos assim).
Isso faz a página ficar sem proveito, além de fazer outras pessoas que estiverem pesquisando cair nelas sem resposta, como também magoa participantes que talvez por ser iniciantes como eu, não ter experiência.
Respondam + ou - assim: Dúvida esclarecida no link ... (tal).
Isso torna a página proveitosa, linkada e valorizada, alem de estar apontando trabalhos executados por alguém de boa vontade.

Voltando ao assunto:
Porque escolhi o Ubuntu? Muito simples. Das Distros que citei acima a mais enxuta, mais simples, prática e com mais informações que encontrei foi o Ubuntu.

Quanto ao Win, não sou tão radical quanto muitas opiniões que vi por aqui. Deixei ele por várias razões. Não tem segurança, é um sistema caríssimo, sem criatividade, etc... É como se você fosse um robô que pede-se para apertar os botões que eles querem, e só. Finalizando, você paga para fazer o que eles querem.

No Linux, você cria, solta sua imaginação, faz e desfaz, tem segurança, instala e remove sem dar satisfações.

Sei que alguns irão me criticar, mas coloquei meu screenshot igual ao Win XP, pois acho muito bonito (é a única coisa que quero dele). Sinto saudades também do programa PhotoImpact (tratamento de imagens, criação de Web), que uso há anos. Tentei instalar pelo Wine, consegui que ele abrisse, porém ele abre e fecha imediatamente, sem condições de uso.

Espero que encontrem espaço também para mim, iniciante e que futuramente possa também ajudar os companheiros que necessitarem.
Obrigado e continuem com este magnífico trabalho!!!

DPS

Offline Curioso

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 90
  • Curioso de nascença...
    • Ver perfil
    • BLOG:
Re: Amigos do Ubuntu - apresentação
« Resposta #1 Online: 13 de Novembro de 2006, 16:50 »
Sou Curioso desde nascença. Nascido no Paraná, litoral Guaratubano, hoje moro em Brasília, que, segundo os paralamas, é a "cidade que fabrica suas próprias leis".
Conhecí o UBUNTU meio que no acaso, hoje faz quase 1 ano de uso deste SO maravilhoso. Tenho o Windows XP home em minha máquina, crackeado, pretendo me desfazer dele o mais rápido possível, pois sei que pirataria não é legal e não ajuda em nada o país.

Viva o Linux

Offline dps

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver perfil
Re: Amigos do Ubuntu - apresentação
« Resposta #2 Online: 18 de Novembro de 2006, 00:05 »
Amigo "Curioso"
Como disse anteriormente usei o Win muito tempo. Iniciei com o 98 (legítimo), passei para o 2000 e por último o XP (pirata). Também me sentia muito mal.
Testei o Linux (diversos), gostei e estou agora atualmente só com o Ubuntu (formatei o Kubuntu).
O Ubuntu é muito bom. Ainda temos algumas falhas mas quem não tem? O Win tem inúmeras e tá por aí rodando (por enquanto). Na velocidade que estamos progredindo, breve seremos os melhores.

Gostei muito do Edgy. Comigo funciona redondo. Não vejo o porque de tantas reclamações. Mudei o Splash, tema completo, instalei os programas preferidos, tudo lendo o Geoogle, Guia e explicações deste Forum excelente.

Só apanhei um pouco para instalar. Quanto chegava aos 41%, ele bloqueava. Nem prá lá nem prá cá. Isto várias vezes. Achei uma solução: Usando o Gparted pelo CD, particionei e formatei novamente. Daí foi show. Ele instalou rapidamente e sem problemas.

Aconselho a todos. Leiam bastante. Assim, evitam muitos erros, não ocupam inutilmente nossos amigos administradores, não construímos tópicos repetidos e não sobrecarregamos o sistema.
Tudo que fiz foi lendo sem fazer uma única pergunta. Não sou melhor que ninguém, apenas leio.

Daí, faça como eu, apague o Win e VIVA O LINUX !!!
Boa Sorte!!!

DPS
Obs: Aguardo opiniões também de outros companheiros. Por favor não só leiam. Obrigado.
« Última modificação: 18 de Novembro de 2006, 00:23 por dps »

Offline zohguy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 89
  • Encontro minha paz na rebeldia.
    • Ver perfil
    • Zohguy_Saiyajin
Re: Amigos do Ubuntu - apresentação
« Resposta #3 Online: 18 de Novembro de 2006, 00:27 »
Vou aproveitar o tópico do dps e me apresentar também...
Iniciei a fuçar em computadores por volta de 1995, usando Dos/Win311. Não sei se eram originais, mas eu tinha os disquetes de instalação originais de ambos, que vieram com o computador. Mais adiante passei por praticamente todas as versões do windows/winnt. Acho que tive uma versão do Windows 95 original. A algum tempo atrás fui obrigado a comprar uma licença pro Windows XP Pro.
Flertei muito com o Linux. Acho que por volta de 1998 eu arrumei um cd de instalação do TurboLinux, depois consegui o Slackware, ambos CDs originais.
Achava o Linux interessante, mas estava super acostumado aos comandos e arquitetura Windows, sentia dificuldade de me adaptar. Além disso era bem mais difícil instalar o Linux.
Acho que foi em 2000 que instalei o Mandrake direitinho pela primeira vez, com interface gráfica e tudo mais... Porém nunca mantinha uma instalação Linux por muito tempo, pois quase não utilizava.
Quando empresas como a Real Multimedia (do realplayer) começaram a alugar seus softwares, eu vi que a era "aceitável" do software comercial estava chegando ao final.
Não demorou muitos anos, surgiu o Windows XP com sua licença que tolhava completamente os direitos do usuário, procurando controlar até o que o usuário faria com seu hardware.
Segui no Windows, mas acompanhando mais de perto a evolução dos programas opensource: removi o Office e passei a utilizar o StarOffice e depois o OpenOffice, removi o Photoshop e passei a usar o GIMP, removi o CorelDraw e passei a usar o InkScape. O Firefox foi a melhor transição de todas, pois desde sempre eu gostava do Opera, já na época em que eram janelinhas dentro do programa. Sabia que aquele era o jeito mais eficiente de navegar.
Depois que dominei os programas opensource ainda no windows, a ponto de fazer trabalhos de qualidade semelhante aos que eu fazia com os programas comerciais, vi que a hora que passar pro Linux estava chegando.
Ainda havia o problema do suporte ao hardware, mas agora mais do que nunca é verdade que o Linux consegue suportar uma vasta gama de hardware, embora eu ainda ache que devia ser mais fácil de instalar e configurar esses detalhes.
Fiz a atualização para o Windows XP SP2, e vi que o sistema operacional tinha ficado mais safado do que nunca: muitas das otimizações que eu estava acostumado a fazer nos serviços para melhor aproveitamento de hardware foram modificadas, algumas impossíveis de fazer com a mesma eficiente, obviamente para sobrecarregar o hardware do usuário e forçar upgrades. Componentes adicionais do sistema ficavam checando se o sistema era original ou não, depois até mesmo a atualização ficava modificando coisas no computador da pessoa e até no login para deixar claro que a cópia não era ativada.
Chegou a um ponto que decidi não mais atualizar meu windows, o que é um decisão critica, pois futuros bugs não serão corrigidos.
Era a hora certa para pular fora.. E mergulhar no Linux.
Escolhi a distribuição Ubuntu pelo simples fato de que ela me foi enviada - de graça, não paguei nem a postagem - pelo correio.
A instalação foi uma barbada, para deixar o sistema funcional.
Só não estou usando ele direto pois ainda não consegui fazer a internet vida ADSL/USB funcionar.
Mas estou pensando sériamente que quando esse problema for resolvido, talvez o espaço ocupado pelo sistema windows em meu computador possa ser finalmente liberado.
Vai ser uma mudança radical, já que hoje em dia tenho um conhecimento bastante abrangente do windows. Mas nada melhor do que aprender coisas radicalmente novas pra menter a cabeça sempre disposta e funcionando. (: