Autor Tópico: Decepção com o Edgy Elft !!  (Lida 13859 vezes)

Offline Supermouse

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 76
    • Ver perfil
Re: Decepção com o Edgy Elft !!
« Resposta #15 Online: 27 de Outubro de 2006, 10:17 »
o único pequeno problema na questao estabilidade, meu caro amigo do post anterior cujo nome eu nao vi e nao estou a fim de descer a barra de rolagem, é que o Edgy usa softwares de ponta, q ou ainda estao em desenvolvimento ou recém foram lançadas. A estabilidade com certeza nao é um acessório, e esse ideal foi perseguido de maneira até mesmo heróica pelos desenvolvedores (que tiveram que fazer em 4 meses a nova versão, por causa do atraso do Dapper), caso contrario o sistema seria tao instavel quanto o windows...

mas, mesmo assim, sao todos softwares absurdamente novos, que podem possuir bugs que ainda nao foram corrigidos. e isso não é culpa do pessoal do ubuntu. não são eles que fazem o Gnome, o Firefox ou o Open Office (será que vou ser processado por dizer isso?). esses softwares sao novos, e seus bugs serão corrigidos com o tempo.

em resumo, para uma estabilidade sólida como uma rocha, use o Dapper, que é a versão LTS, possuiu um ciclo de desenvolvimento maior e está sendo testada e aprimorada a 4 meses, desde a data de seu lançamento. se vc quer softwares de ponta, use o Edgy, q foi desenvolvido em 4 meses e saiu ontem...
Lembrando que essa é apenas a minha opinião, e se você discordar, você está errado.

Offline plynott

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 150
    • Ver perfil
Re: Decepção com o Edgy Elft !!
« Resposta #16 Online: 27 de Outubro de 2006, 20:54 »
ah claro!
acho que dissemos a mesma coisa, só que com palavras diferentes.


o único pequeno problema na questao estabilidade, meu caro amigo do post anterior cujo nome eu nao vi e nao estou a fim de descer a barra de rolagem, é que o Edgy usa softwares de ponta, q ou ainda estao em desenvolvimento ou recém foram lançadas. A estabilidade com certeza nao é um acessório, e esse ideal foi perseguido de maneira até mesmo heróica pelos desenvolvedores (que tiveram que fazer em 4 meses a nova versão, por causa do atraso do Dapper), caso contrario o sistema seria tao instavel quanto o windows...

mas, mesmo assim, sao todos softwares absurdamente novos, que podem possuir bugs que ainda nao foram corrigidos. e isso não é culpa do pessoal do ubuntu. não são eles que fazem o Gnome, o Firefox ou o Open Office (será que vou ser processado por dizer isso?). esses softwares sao novos, e seus bugs serão corrigidos com o tempo.

em resumo, para uma estabilidade sólida como uma rocha, use o Dapper, que é a versão LTS, possuiu um ciclo de desenvolvimento maior e está sendo testada e aprimorada a 4 meses, desde a data de seu lançamento. se vc quer softwares de ponta, use o Edgy, q foi desenvolvido em 4 meses e saiu ontem...
"Um povo que valoriza seus privilégios acima dos seus princípios, cedo perde os dois."
Dwight D. Eisenhowern (estadista americano)

Offline _Luks

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 202
  • Debian Lenny
    • Ver perfil
    • Meu Blog
Re: Decepção com o Edgy Elft !!
« Resposta #17 Online: 27 de Outubro de 2006, 21:06 »
Nossa, o edgy ta perfeito (pelo menos pro meu hardware )
A velocidade do boot praticamente dobrou, o edgy ta bem mais pratico, rapido, etc..
>D

Offline efraim

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 154
    • Ver perfil
Lançado antes de estar pronto.
« Resposta #18 Online: 29 de Outubro de 2006, 11:04 »
Tive dois problemas graves:

1. Logo após o lançamento do Release Candidate, atualizei o Dapper de uma máquina e há um bug que considero gravissimo, ao clicar na tecla 'Sair', 0xdf, deveria aparecer o menu gráfico com as opções 'Desligar, hibernar, reiniciar, etc', mas aparece a tela pedindo senha, como quando se volta da proteção de tela, e numa destas cliquei por acaso em cancelar nesta tela e a máquina se desligou num instante entrando num estado de quase morte, muito além de uma hibernação, quando tentava religá-la não acionava o monitor e os discos e leitor de CD ficavam sendo acionados permanentemente. Só consegui fazê-la sair deste estado após retirar os pentes de memória e religá-la.

2. Aguardei o lançamento oficial e resolvi fazer uma instalação do zero nesta mesma máquina, desta vez com platéia usuária daquele outro SO, que iria ver como é simples instalar o Ubuntu, CD queimado, boot, mantive o particionamento existente, escolhi para formatar a partição swap, /, /boot e /var, as 3 últimas com ReiserFS, clico em prosseguir e o instalador cisma que não escolhi um 'sistema de arquivos raiz' e tenho que abortar a instalação.

Então fico numa situação complicada para dar um depoimento, sou fã do Ubuntu, o conjunto de softwares que veio com esta versão está um espetáculo, com destaque para o Firefox, um foguete. A única coisa que não gostei foi o novo ícone do Tomboy, que destoa totalmente do conjunto, detalhe cosmético.

Agora, uma versão, com um instalador que não funciona por que não aceita uma partição raiz, devidamente informada, sinceramente, não deveria se chamar versão final, não estava pronto para ser lançado. Muito mais sensata seria uma prorrogação, não tão longa como a do lançamento do Dapper, do que lançar um sistema com erros crassos assim.

Piras

  • Visitante
Re: Decepção com o Edgy Elft !!
« Resposta #19 Online: 21 de Novembro de 2006, 02:08 »
Uma observação: instalar um sistema em estágio anterior a versão estável significa mesmo assumir riscos. É antes uma contribuição ao desenvolvimento da distribuição que um desperdício de tempo ou CDs. Quem deseja um sistema estával deve esperar uma versão estável. Manifestar decepção devido a defeitos de um release candidate só se justifica quando o volume destes últimos é excessivo para um desenvolvimento neste estágio, o que, na minha opinião, nunca ocorreu com o Ubuntu.

De resto, eu não esperava de um ciclo de desenvolvimento tão curto avanços muito significativos no Ubuntu. Prefiro uma distro que progride gradualmente que instalar uma versão estável cheia de novidades e de defeitos, com já aconteceu várias vezes com a Mandriva e Fedora Core, só para citar os casos mais famosos.