Autor Tópico: Problemas com pendrive  (Lida 1732 vezes)

Offline Giuu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 10
    • Ver perfil
Problemas com pendrive
« Online: 24 de Julho de 2016, 23:29 »
Oi galera, estou com alguns problemas com meus pen drives e gostaria de uma ajuda se possível...

No primeiro deles eu estava passando algumas músicas hoje. Cliquei pra ejetá-lo, se não me engano, antes de terminar de passar todos os arquivos. Não lembro muito bem a mensagem que apareceu - ignorei e tirei o pen drive. Quando fui colocá-lo em outro dispositivo, estava dando erro e os arquivos não apareciam. Quando coloquei ele de novo no meu notebook, apareceu a seguinte mensagem:

Error mounting /dev/sdb1 at /media/giuliano/4C246C71246C6046: Command-line `mount -t "ntfs" -o "uhelper=udisks2,nodev,nosuid,uid=1000,gid=1000" "/dev/sdb1" "/media/giuliano/4C246C71246C6046"' exited with non-zero exit status 13: $MFTMirr does not match $MFT (record 0).
Failed to mount '/dev/sdb1': Erro de entrada/saída
NTFS is either inconsistent, or there is a hardware fault, or it's a
SoftRAID/FakeRAID hardware. In the first case run chkdsk /f on Windows
then reboot into Windows twice. The usage of the /f parameter is very
important! If the device is a SoftRAID/FakeRAID then first activate
it and mount a different device under the /dev/mapper/ directory, (e.g.
/dev/mapper/nvidia_eahaabcc1). Please see the 'dmraid' documentation
for more details
.


Não entendi o que isso significa e também não consegui encontrar nenhuma informação na internet que pudesse me ajudar.
_____________________________________________

Agora sobre o segundo pen drive: ele tem a capacidade de 15GB de memória. Nele havia hoje um filme e alguns documentos. Excluí tudo. Quando fui em 'propriedades', lá aparece que 10GB estão sendo usados, tendo só 5,4GB disponíveis, mesmo não tendo nenhum arquivo nele!

Ps: sou iniciante no ubuntu e também não tenho conhecimentos técnicos sobre informática. Quem tiver na disposição de me ajudar vai precisar ter um pouco de paciência rs.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.555
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #1 Online: 25 de Julho de 2016, 04:24 »
No primeiro deles eu estava passando algumas músicas hoje. Cliquei pra ejetá-lo, se não me engano, antes de terminar de passar todos os arquivos. Não lembro muito bem a mensagem que apareceu - ignorei e tirei o pen drive. Quando fui colocá-lo em outro dispositivo, estava dando erro e os arquivos não apareciam. Quando coloquei ele de novo no meu notebook, apareceu a seguinte mensagem:

Error mounting /dev/sdb1 at /media/giuliano/4C246C71246C6046: Command-line `mount -t "ntfs" -o "uhelper=udisks2,nodev,nosuid,uid=1000,gid=1000" "/dev/sdb1" "/media/giuliano/4C246C71246C6046"' exited with non-zero exit status 13: $MFTMirr does not match $MFT (record 0).
Failed to mount '/dev/sdb1': Erro de entrada/saída
NTFS is either inconsistent, or there is a hardware fault, or it's a
SoftRAID/FakeRAID hardware. In the first case run chkdsk /f on Windows
then reboot into Windows twice. The usage of the /f parameter is very
important! If the device is a SoftRAID/FakeRAID then first activate
it and mount a different device under the /dev/mapper/ directory, (e.g.
/dev/mapper/nvidia_eahaabcc1). Please see the 'dmraid' documentation
for more details
.


Não entendi o que isso significa e também não consegui encontrar nenhuma informação na internet que pudesse me ajudar.

No primeiro está dizendo para você utilizar o Windows e com ele fazer uma verificação do pendrive usando o chkdsk e se não resolver fazendo pelo modo gráfico do Win, abra uma janela de terminal dele Windows e execute por linha de comando fazendo:

chkdsk /f

ou seja, usar o parâmetro /f que é para forçar a verificação, mas note, tudo isso é para fazer lá no Windows, não no Linux.

Por que no Windows?

Porque a formatação do pendrive, como mesmo a mensagem está dizendo, é NTFS, que é um formato proprietário do Windows, então é melhor que isso seja feito por ele, já que o formato é dele.

Note que eventualmente ao fazer isso pode acontecer de você perder os arquivos que estavam no pendrive, então, se forem realmente importantes, talvez seja adequado antes de usar o chkdsk fazer um backup.

Existem vários modos de fazer uma cópia do pendrive, até mesmo uma cópia binária do conteúdo do pendrive para o disco rígido, mas enfim, vai da importância ou não do conteúdo, tendo em mente que pode sim perder tal conteúdo, então você decide.
 
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.555
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #2 Online: 25 de Julho de 2016, 04:29 »
Agora sobre o segundo pen drive: ele tem a capacidade de 15GB de memória. Nele havia hoje um filme e alguns documentos. Excluí tudo. Quando fui em 'propriedades', lá aparece que 10GB estão sendo usados, tendo só 5,4GB disponíveis, mesmo não tendo nenhum arquivo nele!

Quanto ao segundo é necessário que você esvazie a "Lixeira" que está no pendrive.

Quando você mandou apagar, não apagou de verdade, apagou mas colocou na lixeira, então não liberou realmente o espaço total, precisa esvaziar.

Isso, esse apagamento definitivo esvaziando a lixeira, você faz usando o Linux.

Se não conseguir limpar através do ícone da Lixeira, dá para limpar manualmente, por linha de comando.

Para não ter que repetir aqui tudo de novo, consulte esse tópico:

http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,120320.msg660820.html#msg660820

O assunto lá é outro, mas considere apenas a parte que passa instruções de como limpar a lixeira manualmente, isto é, naquele tópico leia especialmente os posts #12, #20, #21 e #22 o que já dá uma muito boa noção do que deve ser feito.

« Última modificação: 25 de Julho de 2016, 04:35 por druidaobelix »
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline Giuu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 10
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #3 Online: 13 de Agosto de 2016, 13:39 »
Citar
Quanto ao segundo é necessário que você esvazie a "Lixeira" que está no pendrive.

Quando você mandou apagar, não apagou de verdade, apagou mas colocou na lixeira, então não liberou realmente o espaço total, precisa esvaziar.

Isso, esse apagamento definitivo esvaziando a lixeira, você faz usando o Linux.

Se não conseguir limpar através do ícone da Lixeira, dá para limpar manualmente, por linha de comando.

Para não ter que repetir aqui tudo de novo, consulte esse tópico:

http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,120320.msg660820.html#msg660820

O assunto lá é outro, mas considere apenas a parte que passa instruções de como limpar a lixeira manualmente, isto é, naquele tópico leia especialmente os posts #12, #20, #21 e #22 o que já dá uma muito boa noção do que deve ser feito.

Olha, antes de tudo me desculpa pela demora. Mudei de casa e fiquei sem internet durante um tempo, então só consegui voltar aqui agora.

Bom, vamos lá. Como estou apenas com o linux aqui, vou falar sobre o que consegui fazer em relação ao 2º pen drive:

- tentando pelo nautilus

giuliano@giu:~$ sudo nautilus[/color]
[sudo] senha para giuliano:

(nautilus:21717): GLib-GIO-CRITICAL **: g_dbus_interface_skeleton_unexport: assertion 'interface_->priv->connections != NULL' failed

(nautilus:21717): GLib-GIO-CRITICAL **: g_dbus_interface_skeleton_unexport: assertion 'interface_->priv->connections != NULL' failed

(nautilus:21717): Gtk-CRITICAL **: gtk_icon_theme_get_for_screen: assertion 'GDK_IS_SCREEN (screen)' failed

(nautilus:21717): GLib-GObject-WARNING **: invalid (NULL) pointer instance

(nautilus:21717): GLib-GObject-CRITICAL **: g_signal_connect_object: assertion 'G_TYPE_CHECK_INSTANCE (instance)' failed


Logo que eu digitava o comando,  eu era direcionado pra pasta de arquivos sem entender bem o porque (demorei pra entender o **graficamente** apesar de ter reparado que você salientou tanto isso haha) e, por fim, acabava fechando a pasta e voltando ao terminal, pensando que havia dado alguma coisa errada.
Isso que apareceu no terminal depois de eu ter digitado o comando é normal mesmo?
____________________________________

- pelo terminal usando o root

giuliano@giu:~$ sudo su[/color]
[sudo] senha para giuliano:
root@giu:/home/giuliano# cd\
>
root@giu:~# ls -a
.   .bash_history  .cache   .dbus   .profile
..  .bashrc        .config  .gnupg  .synaptic
root@giu:~# ls
root@giu:~# cd /media
root@giu:/media# ls
giuliano

 
Tentei fazer como havia feito o JoaoDamasceno.ufc no post que você me indicou, mas ao invés de aparecer cliente  usb  usb0  usb1  usb2  usb3  usb4  usb5  usb6  usb7 aparecia só o que coloquei em azul.
_____________________________

Por fim, procurando em outros forums, vi alguém falando pra simplesmente apertar Ctrl H na pasta em que o USB está e apareceu as pastas ocultas.
Mas acredito que só tenha aparecido mesmo porque eu tentei acessar com o nautilus antes, ou o Ctrl H dá certo mesmo sem entrar no terminal?
Exclui a pasta .trash, só que ainda ficam ocupados 3,0GB no pen drive. É normal?
Na pasta .disk só tem 3 documentos de nomes base_installable , cd_type , info

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.555
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #4 Online: 13 de Agosto de 2016, 17:49 »
Citar
(demorei pra entender o **graficamente** apesar de ter reparado que você salientou tanto isso haha)

modo texto versus modo gráfico

No início da era dos computadores, tal qual a gênese teológica que diz que tudo era escuridão, nas telas dos computadores de então também tudo era escuridão. Na verdade é pior que isso, no início nem mesmo tela havia.

Tudo era feito pelo modo texto, que nada mais é que comandos pré-programados, que são apenas "ordens" para que o computador faça isso ou aquilo. Depois, ainda como a gênese, ocorreu a evolução e os computadores começaram a ter ambientes "gráficos", que é exatamente o que a palavra diz ser, uma tela desenhada, imagens, portanto, não texto.

O Windows, por excelência, é a imagem popular pronta e acabada do que seja um ambiente gráfico, realmente com o mérito de ter popularizado o uso dos computadores pessoais.
Mas também lá a origem é o modo texto (chamava-se DOS, acrônimo de Disk Operating System ou sistema operacional em disco) e que evoluiu, pelas mãos habilidosas de Bill Gates et all, para o modo gráfico, ajudado por invenções espetaculares como o dispositivo apontador conhecido como mouse, de um outro Bill, esse o Bill English (William English).

Mas isso é história recente da humanidade, facilmente disponível em livros básicos sobre computadores e ainda facilmente encontrado em artigos de internet.

No que interessa, em geral, computadores podem ser comandados a fazerem determinadas tarefas pelo modo texto ou pelo modo gráfico, existindo mais recentemente também comandos de voz, já previstos em 1968 na ficção científica em filmes como "2001 - Uma Odisséia no Espaço", na brilhante direção de Stanley Kubrick, um dos maiores cineastas de todos os tempos.

Um bom artigo resumo:

A história dos computadores e da computação

http://www.tecmundo.com.br/tecnologia-da-informacao/1697-a-historia-dos-computadores-e-da-computacao.htm

Então, quando em algum Fórum de internet ler alguém dizendo ambiente gráfico, tenha em mente a tela comum dos computadores, o que também pode ser referido como GUI , que é o acrônimo em inglês para "Graphical User Interface", isto é, a interface que permite a interação por meio de elementos gráficos como ícones e outros indicadores visuais, em contraste com a interface de linha de comando(1), ou modo texto.

(1) Interface gráfica do utilizador
Wikipedia
https://pt.wikipedia.org/wiki/Interface_gr%C3%A1fica_do_utilizador
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.555
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #5 Online: 13 de Agosto de 2016, 17:56 »
Citar
(nautilus:21717): GLib-GObject-WARNING **: invalid (NULL) pointer instance
[...]
Isso que apareceu no terminal depois de eu ter digitado o comando é normal mesmo?

Essas mensagens que aparecem quando se chama, por exemplo, o nautilus pelo terminal são apenas alertas, não possuem maior importância no contexto do que aqui se discuti.

É que o nautilus, como elemento gráfico que é, como parte integrante da interface gráfica, tem como previsão primária ser acionado através do ambiente gráfico por um dispositivo apontador (mouse). Quando, ao contrário da previsão, é então chamada a partir do modo texto, o sistema emite uma série de alertas sobre esse fato.

Não tem maior significância, desconsidere, apenas ignore.
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.555
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #6 Online: 13 de Agosto de 2016, 18:01 »
Citar
[...] mas ao invés de aparecer cliente  usb  usb0  usb1  usb2  usb3  usb4  usb5  usb6  usb7 aparecia só o que coloquei em azul.

O que aparece em azul (giuliano) é o seu nome de usuário indicando um diretório com esse nome montado dentro do diretório /media

No Ubuntu os discos que não o principal (discos adicionais, pendrives, etc) são sempre montados dentro do diretório /media/username, onde username é o nome do usuário.

Se você tivesse feito:

cd giuliano

teria entrado dentro do diretório onde estava montada o seu pendrive.

cd quer dizer change directory, isto é, mudar de diretório.
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.555
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #7 Online: 13 de Agosto de 2016, 18:05 »
Citar
Por fim, procurando em outros forums, vi alguém falando pra simplesmente apertar Ctrl H na pasta em que o USB está e apareceu as pastas ocultas.
Mas acredito que só tenha aparecido mesmo porque eu tentei acessar com o nautilus antes, ou o Ctrl H dá certo mesmo sem entrar no terminal?

Note que eu já havia explicado sobre o Ctrl H naquele link para o qual te remeti.

Estava lá escrito com todas as letras que usando Ctrl H apareceriam os arquivos ocultos.

Leia lá no post #12:

"Use agora as teclas Ctrl H para que apareçam os arquivos ocultos, que são aqueles cujo nome é precedido de um . (ponto), por exemplo, .trash"

www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.555
    • Ver perfil
Re:Problemas com pendrive
« Resposta #8 Online: 14 de Agosto de 2016, 01:12 »
Citar
Exclui a pasta .trash, só que ainda ficam ocupados 3,0GB no pen drive. É normal?
Na pasta .disk só tem 3 documentos de nomes base_installable , cd_type , info


Faltou a parte final, que é o fato de num pendrive de 15GB, mesmo após ter sido apagada a pasta (=diretório) de lixeira (.trash ou .Trash-1000), ainda permanecerem ocupados cerca de 3GB num diretório de nome .disk só tem 3 arquivos de nomes base_installable , cd_type , info

Bem, possivelmente você utilizou esse pendrive para montar anteriormente um live-iso.
Normalmente deveria existir essa estrutura:

\---.disk
    |base_installable
    |casper-uuid-generic
    |cd_type
    |info
    |release_notes_url

Descompacte qualquer .iso de instalação Debian/Ubuntu derivados que possui essa estrutura.

Sem maiores informações, creio que seja apenas o caso de apagar o diretório, lembrando que apagar não é apagar de verdade, pois novamente irá para a lixeira e continuará ocupando espaço, então, se for remover de forma definitiva, sem passar pela Lixeira, marque o arquivo com o mouse e utilize a tecla Shift + Del que apaga de forma direta, ou então faça por linha de comando, da forma já vista antes.



« Última modificação: 14 de Agosto de 2016, 01:15 por druidaobelix »
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.