Autor Tópico: Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux  (Lida 9858 vezes)

Offline isaelfm

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 70
    • Ver perfil
O prazo para encerramento do suporte 32 bits, será em Março de 2016. A partir de agora, as próximas versões do Chrome não deverão funcionar no Ubuntu 12.04 e Debian 7.

Segundo o anúncio oficial, o Chrome vai continuar funcionando normalmente, mas a google não vai disponibilizar correções de segurança ou até as implementações para as arquiteturas de 32 bits do GNU/Linux. Em um trecho no mesmo anúncio, o Google diz que vai disponibilizar o código para a equipe que faz o navegador Chromium para 32 bits normalmente.
Na caixa dizia: Requer MS Windows ou superior. Então instalei Linux.

Offline jkmsjq

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.343
  • Ubuntu Member
    • Ver perfil
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #1 Online: 22 de Janeiro de 2016, 19:45 »
É irrevogável: está decretado o fim do 32 bits no mundo da informática, ou pelo menos no GNU/Linux. Para alguns pode ser trágico, mas inevitável!
LinuxUser: 548942 / Dando um tópico como resolvido
"A verdade só é agressiva a quem vive de mentiras". Autor desconhecido.
Twitter: @jeisonkertesz

Offline garfo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.023
  • Keep easy and simple.
    • Ver perfil
    • linux
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #2 Online: 24 de Janeiro de 2016, 00:00 »
Interessante que a decisão é apenas para o linux, o Windows continuará a receber o Chrome 32 bits.  Parece que alguns sistemas são mais preferíveis que outros aos olhos da Google. ::)
Garfo -  linux
"Pra quê complicar? Facilidade e simplicidade é tudo!"

Offline kenner

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 195
  • Xubutnu 14.04
    • Ver perfil
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #3 Online: 25 de Janeiro de 2016, 19:47 »
Interessante que a decisão é apenas para o linux, o Windows continuará a receber o Chrome 32 bits.  Parece que alguns sistemas são mais preferíveis que outros aos olhos da Google. ::)

Eu entendo a atitude.

Acredito que a decisão tenha sido baseada em estatísticas de utilização, além disso quem usa uma distro 32 bits tem mais facilidades de alterar para uma de 64 bits, ou ativar um multiarch, enquanto no windows pelo menos um novo SO você vai ter que comprar.

Offline Xsnake

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 74
    • Ver perfil
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #4 Online: 29 de Janeiro de 2016, 10:17 »
Eu ia postar hoje sobre isso, recebi a notificação pelo proprio chrome, mas o 64Bits continuara então sendo atualizado, certo?
Terei de ver um notebook pra comprar

Offline isaelfm

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 70
    • Ver perfil
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #5 Online: 29 de Janeiro de 2016, 11:40 »
X64 vai funcionar normalmente, inclusive o chromium vai ter versão de 32bits, só não vai ter o google-chrome.
Na caixa dizia: Requer MS Windows ou superior. Então instalei Linux.

Offline Vainer

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 6
    • Ver perfil
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #6 Online: 16 de Abril de 2016, 23:13 »
Me ferrei com essa.
Possuo um notebook 32 bits com Ubuntu, e fiquei sem o Netflix, já que o mesmo só funciona com o Chrome.
Alguém sabe se existe alguma alternativa/gambiarra?

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.552
    • Ver perfil
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #7 Online: 17 de Abril de 2016, 00:39 »
Citar
Possuo um notebook 32 bits com Ubuntu, e fiquei sem o Netflix

Pois então, /Vainer/, dificilmente seu notebook é mesmo 32-bit.
Talvez haja aí uma confusão conceitual, pois desde há muito os processadores são 64-bit.
Confirme qual é o exato modelo da cpu do seu sistema e se ela possui instruções 64-bit.
Se possuir, você pode instalar um sistema 64-bit, mesmo que tenha pouca memória ram, vai funcionar normalmente.
A questão de usar sistemas 32-bit para ram de 2 GB ou menos deve-se a outras questões (que também estão desaparecendo) e não ao processador propriamente dito.
Se confirmar que possui cpu 64-bit, porque usar uma "gambiarra" se pode usar um sistema operacional 64-bit e ter nele o Google Chrome original e funcionando para o NetFix?

Você extrai informações simples do seu processador fazendo:

Código: [Selecionar]
sudo dmidecode -t4
De forma mais completa instale o cpuid

Código: [Selecionar]
sudo apt-get install cpuid
Para executar no terminal basta digitar:

Código: [Selecionar]
cpuid
Com uma imensidão de detalhes:

Código: [Selecionar]
cpuid -r
Se tiver capacidade 64-bit você deverá encontrar algo assim:

64-bit extensions technology available = true

Também pode filtrar fazendo:

Código: [Selecionar]
cpuid | grep 64-bit
Se quiser o modelo exato do processador procure por brand, ou filtrando:
Código: [Selecionar]
cpuid | grep brand
Um bom artigo se quiser saber o significado das flags do processador:

What do the flags in /proc/cpuinfo mean?

http://unix.stackexchange.com/questions/43539/what-do-the-flags-in-proc-cpuinfo-mean


Maiores detalhes, página do desenvolvedor:

www.etallen.com/cpuid.html



« Última modificação: 17 de Abril de 2016, 03:41 por druidaobelix »
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline nomade

  • O negócio não tem alma
  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.192
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re:Google decide acabar com o suporte ao Chrome para 32 bits no GNU/Linux
« Resposta #8 Online: 26 de Outubro de 2016, 19:05 »
Interessante que a decisão é apenas para o linux, o Windows continuará a receber o Chrome 32 bits.  Parece que alguns sistemas são mais preferíveis que outros aos olhos da Google. ::)

Cara... a questão é que no Linux nunca houve o problema de "sobrecarga" do uso de memória quando se usa um sistema 32Bits com menos de 4GB de ram. Dessa forma, existe muito pouca necessidade em executar um Linux 32Bits em uma máquina. Além disso, o chromium continua tendo versão 32Bits. O único problema é o Netflix que não funciona no Chromium, mas atualmente funciona no firefox, então...

A Google é uma empresa extremamente importante na expansão dos sistemas linux, dessa forma me sinto muito desconfortável em criticá-la negativamente com veemência...
Ubuntu Studio 22.04 LTS