Autor Tópico: Investigação - Será Ubuntu?  (Lida 24551 vezes)

MatheusWillder

  • Visitante
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #30 Online: 17 de Setembro de 2014, 21:37 »
Não tem excessão aqui, poucos ligam pra essa cultura.

Você está saindo do assunto do tópico, e deve entender que sempre há uma exceção, nesse caso em especifico, várias, de modo que não é correto generalizar.

Se um profissional em edição de imagem estudou e trabalha com o Photoshop, mas gosta do Ubuntu ou outra distro, pode simplesmente usar ele através do Wine, vai estar usando um software livre em conjunto com um proprietário. É o mesmo caso de muitos usuários que gostam de jogar algum game, mas tem de recorre ao Wine, visto que lançamentos de grandes desenvolvedoras não são lançados para o pinguim.

Nota: jogos eletrônicos também são softwares. E em sua maioria, proprietários.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #31 Online: 18 de Setembro de 2014, 09:05 »
o dono poderia apenas se dar melhor com o Photoshop ao invés do Gimp.

O GIMP é SUPER amigo do usuário. Ao contrário do ubuntu que lhe falta mais usuabilidade. O ubuntu sim tem ainda um caminho pela frente em usuabilidade. Porém, em comparação com o windows 9 o ubuntu fica lado a lado.

O windows 7 é até agora o mais amigo do utilizador a nivel de usuabilidade.

Olha, da discusão que estou a ver você a ter com outro utilizador aqui do forum deixe-me dizer-lhe que estou a gostar porque apesar de terem ideias diferentes estás a respeita-lo.
Sabes, é fácil criar um software com um departamento de marketing, outro de programadores outro de designersm etc. Dificil é um grupo de pessoas se juntar e juntos fazerem a diferença com software livre. É por isso que o photoshop tem melhor aspeto que o GIMP. Assim também eles.

Desde que mudei para o linux mudei em 90% o meu comportamento de usuário. Já não uso software pago como usava. Porém posso vir a instalar algum só mesmo para ter formação já que a maioria dos cursos ensinam a usar os softwares pagos como o cinema 4d, photoshop etc. Nesses cursos o que pretendo é aprender o conceito porque depois de aprender é possível adaptar esse conceito aos softwares livres.

Sou bem capaz de pagar pelo software livre ou mesmo pagar software que é taxado se entender valer a pena. Este novo comportamento de consumo que foi e está a ser implementado aos poucos é por acreditar que o mundo amanhã vai ser pior se nós não começarmos a mudar os nossos hábitos de consumo. Agora a microsoft adicionou uma funcionalidade ao w9 que o ubuntu já têm à decadas. A opção de trocar de ambiente de trabalho. Ele até pode ter sido desenvolvido de raiz sem olharem para o código das distribuições do linux mas também é verdade que essas funcionalidades vão ser bem pagas e o código vai ser fechado. É justo? Não me parece. O w9 mais me parece um remix de w8 com ubuntu só que pago. Não é por acaso que já há paises que estão a criar versões do linux. Como a china por exemplo. Isto por causa da segurança. Apoio o conceito do software livre de código aberto porque em primeiro lugar é desenvolvido por pessoas entusiasticas em vez de ser criado por industrias que pressionam os seus funcionários a trabalhar para um capitalismo selvagem.

Não me choca que um profissional use ubuntu com o photoshop. Concordo com você. Compreendo porque prefere o ubuntu ao invés do windows, pelas suas caracteristicas (rapidez, segurança, fluidez). O que me choca é que alguém ganhe de ordenado 450€ e dê 600€ por um iphone 6. Isso é que é chocante. Agora, o photoshop como é o mais popular como já disse há mais cursos e toturiais direcionados para a sua aprendizagem então as pessoas investem nesse software de trabalho. Deixe-me terminar dizendo que há maneiras de mudar a 100% o layout do GIMP para ficar IGUAL ao photoshop. Só digo isso para aqueles que estão habituados a usa-lo mas não têm grana/dinheiro para comprar o photoshop.
« Última modificação: 18 de Setembro de 2014, 09:14 por davidpt »

Offline rudregues

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 388
  • Fight!
    • Ver perfil
    • Dieta Paleo
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #32 Online: 19 de Setembro de 2014, 12:29 »
[...] no GNU/Linux segue uma linha de fluxo de trabalho semelhante ao da Adobe: cada serviço no seu aplicativo correto. Ou seja:

Textos produzidos no processador de textos;
Imagens em bitmap no GIMP;
Desenhos vetoriais no Inkscape;
Fechamento do arquivo no Scribus.

jkmsjq, a gente tenta falar isso pras pessoas, mas às vezes parece que estamos dando murros em ponta de faca...
Gentoo — Controle total sobre o sistema.

MatheusWillder

  • Visitante
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #33 Online: 19 de Setembro de 2014, 21:54 »
Olha, da discusão que estou a ver você a ter com outro utilizador aqui do forum deixe-me dizer-lhe que estou a gostar porque apesar de terem ideias diferentes estás a respeita-lo.
Sabes, é fácil criar um software com um departamento de marketing, outro de programadores outro de designersm etc. Dificil é um grupo de pessoas se juntar e juntos fazerem a diferença com software livre. É por isso que o photoshop tem melhor aspeto que o GIMP. Assim também eles.
[...]

Também dou preferência por software livre, e pagaria pelo software livre de boa e espontânea vontade. Meu ponto de vista sempre foi diferente da maioria dos outros visitantes do fórum, porque dificilmente eu me veria sem usar software proprietário.

Simpatizo com o software livre, mas não sou inimigo de software proprietário. Gosto de jogar videogame, logo, estaria usando software proprietário. Se eu fosse fazer um curso de edição de imagens, dificilmente acharia um que trabalhasse com o Gimp, logo estaria obrigado a usar o CorelDraw ou Photoshop, mais uma vez software proprietário.

A Canonical e outras comunidades de desenvolvedores de software livre faz algo que a Microsoft não faz, que é inovar. As multi áreas de trabalho do Windows 9 é um exemplo, apenas um em vários que poderíamos citar.

Lá no início do tópico, eu disse que você o computador usava OS X e você estava vendo chifre em cabeça de cabalo. Só quis fazer uma brincadeira, sempre respeitei todos os usuários do fórum, embora use um pouco de sarcasmo algumas vezes  ::).

Offline Cleiton Nunes

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 310
    • Ver perfil
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #34 Online: 19 de Setembro de 2014, 22:22 »
Assistam ao documentário "O improprietário", há uma parte em que Richard Stallman diz: "para mim software livre é melhor que nada, e software proprietário é pior que nada, então prefiro a nada do que ao proprietário", perceba que o que Ele quer dizer com isso é que Ele não se importa o software em si, mas sim com a questão social da coisa e com o impacto que isso tem na vida das pessoas. É por isso que dizer "não intendo por que defender gimp se fotoshop é melhor" não tem o menor sentido, porque software livre trata de questões que envolvem fatores como liberdades sociais, direitos humanos etc.. Não tem nada a ver com qual software é mais eficiênte, rápido ou etc. O que eu to tentando fazer é esclarecer o motivo de porque algumas pessoas defendem tanto software livre mesmo que sabidamente existam outros melhores, e não impondo uma ideia a ninguém ou querendo convencer de largar os programas que gosta ou prefere usar. O que percebo aqui é uma dificuldade de intender esta filosofia e tentei deixar isso um pouco mais claro, mas creio que falhei nisso não me expressando adequadamente.
« Última modificação: 19 de Setembro de 2014, 22:40 por Cleiton Nunes »
Trisquel GNU/Linux 7.0 http://trisquel.info/ on Intel i3, 8GB RAM, HD graphics 3000 and 500GB hard disk.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #35 Online: 20 de Setembro de 2014, 11:40 »
Assistam ao documentário "O improprietário", há uma parte em que Richard Stallman diz: "para mim software livre é melhor que nada, e software proprietário é pior que nada, então prefiro a nada do que ao proprietário", perceba que o que Ele quer dizer com isso é que Ele não se importa o software em si, mas sim com a questão social da coisa e com o impacto que isso tem na vida das pessoas. É por isso que dizer "não intendo por que defender gimp se fotoshop é melhor" não tem o menor sentido, porque software livre trata de questões que envolvem fatores como liberdades sociais, direitos humanos etc.. Não tem nada a ver com qual software é mais eficiênte, rápido ou etc. O que eu to tentando fazer é esclarecer o motivo de porque algumas pessoas defendem tanto software livre mesmo que sabidamente existam outros melhores, e não impondo uma ideia a ninguém ou querendo convencer de largar os programas que gosta ou prefere usar. O que percebo aqui é uma dificuldade de intender esta filosofia e tentei deixar isso um pouco mais claro, mas creio que falhei nisso não me expressando adequadamente.

Muito bom argumento. Vou promcurar esse documentário. Tome atenção só numa coisa, a politica e a filosofia andam de braços dados. Muitas vezes se exalta valores humanos para criar terror. Na verdade, na maior parte das vezes. Dizer que seguimos um caminho independentemente da qualidade que ele demostra é perigoso. Seguir uma filosofia não é confiavel.

Não posso pedir a uma empresa que tem de pagar as contas de usar um software mesmo que ele projudique o rendimento dessa empresa só porque o GIMP é livre. Isso é perigoso. O que penso, é que devemos testar esses softwares e se eles cumprirem as minhas necessidades então preferir ele por ser livre (mas só se me trazer vantagens).

A nível pessoal até posso seguir o GIMP ou outro software livre mesmo que me deixe sem algumas ferramentas. Porque não está a projudicar a minha sobrevivencia.

Os ditadores pedem sempre sacrificio ao povo. Tomem atenção nisso. Não podemos pedir ás pessoas que usem algo se isso as projudica.

Gostei do que disseste. Porém temos de ter cuidado com um seguimento ás cegas.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #36 Online: 20 de Setembro de 2014, 11:59 »
Olha, da discusão que estou a ver você a ter com outro utilizador aqui do forum deixe-me dizer-lhe que estou a gostar porque apesar de terem ideias diferentes estás a respeita-lo.
Sabes, é fácil criar um software com um departamento de marketing, outro de programadores outro de designersm etc. Dificil é um grupo de pessoas se juntar e juntos fazerem a diferença com software livre. É por isso que o photoshop tem melhor aspeto que o GIMP. Assim também eles.
[...]

Também dou preferência por software livre, e pagaria pelo software livre de boa e espontânea vontade. Meu ponto de vista sempre foi diferente da maioria dos outros visitantes do fórum, porque dificilmente eu me veria sem usar software proprietário.

Simpatizo com o software livre, mas não sou inimigo de software proprietário. Gosto de jogar videogame, logo, estaria usando software proprietário. Se eu fosse fazer um curso de edição de imagens, dificilmente acharia um que trabalhasse com o Gimp, logo estaria obrigado a usar o CorelDraw ou Photoshop, mais uma vez software proprietário.

A Canonical e outras comunidades de desenvolvedores de software livre faz algo que a Microsoft não faz, que é inovar. As multi áreas de trabalho do Windows 9 é um exemplo, apenas um em vários que poderíamos citar.

Lá no início do tópico, eu disse que você o computador usava OS X e você estava vendo chifre em cabeça de cabalo. Só quis fazer uma brincadeira, sempre respeitei todos os usuários do fórum, embora use um pouco de sarcasmo algumas vezes  ::).

Olá :)

É verdade que se tivesses que cursar a maior parte dos cursos ensina os softwares mais famosos até para o prestigio da escola. Mas como já disse em comentários anteriores podes reter esse conhecimento que no fundo devem ser conceitos e aplicar ao software que escolhes como teu. Não te limites ao que te impoem. Os toturiais que vês por ai a ensinar a usar o software por botões não têm grande valor. O que tem valor é saberes que material é aquele e onde e quando o podes e deves aplicar. A nível de conheceres o layout do software não precisas de cursar nada. Na verdade o que não falta pela net são cursos gratuitos desses. Além disso cada vez mais os softwares são intuitivos. Precisas entender é o conceito dos objetos e conhecer as ferramentas. Elas existem (de formas diferentes) em todos os outros softwares.

Em relação a te julgares diferente por usares também software pago não acredito que o sejas. Eu faço parte desta comunidade e no entanto também gosto de software pago se ele cumprir as minhas necessidades.

Uma coisa é certa, muita gente usa o software pago pela massa de pessoas o usar, pelo marketing que é feito à volta dele e por o piratearem. Não acredito que digas isso se tiveres de pagar por tudo o que queres. Porém, podes não comprar e continuar a admirar. É por isso interessante ler um pouco sobre a estória dele para realmente podermos dizer que admiramos aquele trabalho - http://tutorfreebr.blogspot.pt/2013/04/comparacao-entre-inkscape-coreldraw-e.html

O verdadeiro artista encarra os softwares como ferramentas. Não perde muito tempo a admira-las. Usa-as para criar a sua arte. Só isso. Já vi grandes profissionais a usarem o paint do windows para criar uma mascote de um site de uma empresa.

No fundo são ferramentas. Nada fazem se tu não entenderes os conceitos do teu trabalho. Todos esses softwares chegam aos mesmos resultados. Uns podem ser mais demorados que outros por essa razão é que existem análises. Vê o link que te enviei que tens lá uma boa análise sobre 2 pagos e um gratuito. Talvez seja por isso que muitas mulheres não são faceis de conquista, porque à sempre alguém que julga-as mal só por elas gostarem de nós ;) . Se o Inkscape fosse pago podes ter a certeza que era muito mais respeitado pela generalidade. Gratuito ele é respeitado pelas pessoas inteligentes que sabem o significado que ele transmite. Esperança.

MatheusWillder

  • Visitante
Re: Investigação - Será Ubuntu?
« Resposta #37 Online: 21 de Setembro de 2014, 11:39 »
davidpt, pouco tenho a adicionar ao que você disse, apenas quero comentar que me envolvi por brincadeira no tópico e sairei daqui mais experiente que antes de entrar. Obrigado pelo link (vou dar uma olhada) e pelos comentários!