Autor Tópico: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada  (Lida 18891 vezes)

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #15 Online: 29 de Junho de 2014, 18:24 »
Q coisa, o primeiro contato q tive com Linux foi o Sackware, internet discada na época e hj os caras dão "pitis" pq tem "um pouco" de dificuldade em usar Ubuntu, a distro mais fácil e prática, puts, não sei mais q mundo vivo.

Boa sorte autor de tópico e te sugiro mais calma e paciência, acho q o problema com a instalação não é muito haver com o sistema Linux.

Cara na boa, vai dar um rolê, esfrie a cabeça e tente novamente, quando tiver uma dúvida, entre no fórum e encontrará ótimos amigos para te ajudar.

Olá, obrigado pela opinião.

Eu estou calmo e estou bem relaxado. Se te pareceu que não é bom sinal significa que sentis-te mais que as palavras. Tens hábitos de leitura.

Agora que é complicado para quem vem do windows é. Pelo menos inicialmente. Claro que é uma questão de tempo para notar vantagens e aprender. Quis na mesma abrir este tópico porque acho que existem mais pessoas com os mesmos problemas e pode ser que lhes ajude.

Obrigado uma vez mais.

Offline Cleiton Nunes

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 310
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #16 Online: 29 de Junho de 2014, 18:50 »
Bem, eu sou da opinião que usar linux é além de tudo uma questão de ideologia, quando eu migrei para linux eu já sabia que ia enfrentar dificuldades, e ainda enfrento, mas eu permaneço por uma questão de filosofia, eu prezo pela minha privacidade segurança e liberdade, por isso dou sempre preferência a softwares open source. Se você não liga pra esse tipo de coisa eu já creio que o melhor mesmo é usar windows ou outro sistema que lhe agrade. Esse é o motivo de eu não ficar enchendo o saco dos meus amigos para virem a usar linux e ao mesmo tempo não ligar para as criticas deles (em maior parte devido a jogos desperdiçadores de tempo, apesar de eu gostar).

obs: esse tópico não devia estar no café com ubuntu, depoimentos ou coisa parecida?
« Última modificação: 29 de Junho de 2014, 19:13 por Cleiton Nunes »
Trisquel GNU/Linux 7.0 http://trisquel.info/ on Intel i3, 8GB RAM, HD graphics 3000 and 500GB hard disk.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #17 Online: 29 de Junho de 2014, 20:39 »
Bem, eu sou da opinião que usar linux é além de tudo uma questão de ideologia, quando eu migrei para linux eu já sabia que ia enfrentar dificuldades, e ainda enfrento, mas eu permaneço por uma questão de filosofia, eu prezo pela minha privacidade segurança e liberdade, por isso dou sempre preferência a softwares open source. Se você não liga pra esse tipo de coisa eu já creio que o melhor mesmo é usar windows ou outro sistema que lhe agrade. Esse é o motivo de eu não ficar enchendo o saco dos meus amigos para virem a usar linux e ao mesmo tempo não ligar para as criticas deles (em maior parte devido a jogos desperdiçadores de tempo, apesar de eu gostar).

obs: esse tópico não devia estar no café com ubuntu, depoimentos ou coisa parecida?

Olá,

É exactamente pela filosofia do linux e dos softwares open source que mudei os meus hábitos de consumo. Se procurar outros tópicos abertos por mim vai lá encontrar praticamente o mesmo que você disse. Também concordo que os jogos são desperdiçadores de tempo. Claro que quando eles têm um propósito tudo muda. Como por exemplo passar um momento com os amigos desde que se estabeleça um horário para terminar. E também existem jogos de simulação, etc...

Não levantei estas questões para os utilizadores do ubuntu convencerem-me a ficar. Nada disso. Levantei-as porque penso que existem mais pessoas com as mesmas dúvidas e a troca de experiências pode ajudar outras pessoas. Além disso é um assunto que gostava ver discutido. Mas nada tem a ver com deixar o linux. Já tive problemas no linux, inclusive tenho um que ainda não consegui resolver que se relaciona com a resolução e mesmo assim continuo aqui.

O que faço é pesquisar como bem sabe é o método para resolver os problemas. Claro que ouvir a opinião também é importante e por isso criei este tópico mais para trocar umas ideias de um usuário inexperiente para  aqueles que já dominam minimamente.

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 509
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #18 Online: 30 de Junho de 2014, 09:46 »
O modo mais fácil é através da central de programas. Para os antigos cidadãos da janela existe aqui uma semelhança. Contudo, nem sempre os programas que queremos baixar estão lá.

Então existem pelo menos duas "extensões" para o Ubuntu (pelo menos as que já me deparei):

RPM - ?????

TAR.BZ e TAR.BG - ????

Acredito que você esteja vindo do Windows e seja acostumado com sites como Baixaki, Superdownloads, etc., confere?

Neste caso, temos um equivalente no pinguim (só que muito mais confiável e sem aquelas propagandas e adwares embutidos nos aplicativos), o bom e velho PKGS. Por lá, basta digitar o aplicativo ou pacote que procura, filtrar de acordo com sua versão do Ubuntu e baixá-lo. Daí você receberá um pacote .deb cuja instalação é tão simples como qualquer .exe do Windows.

Mais simples que isso, impossível (aliás, é sim possível, a Central de Programas já mencionada por você  ;))
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog

Offline jkmsjq

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.343
  • Ubuntu Member
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #19 Online: 30 de Junho de 2014, 09:58 »
O modo mais fácil é através da central de programas. Para os antigos cidadãos da janela existe aqui uma semelhança. Contudo, nem sempre os programas que queremos baixar estão lá.

Então existem pelo menos duas "extensões" para o Ubuntu (pelo menos as que já me deparei):

RPM - ?????

TAR.BZ e TAR.BG - ????

Acredito que você esteja vindo do Windows e seja acostumado com sites como Baixaki, Superdownloads, etc., confere?

Neste caso, temos um equivalente no pinguim (só que muito mais confiável e sem aquelas propagandas e adwares embutidos nos aplicativos), o bom e velho PKGS. Por lá, basta digitar o aplicativo ou pacote que procura, filtrar de acordo com sua versão do Ubuntu e baixá-lo. Daí você receberá um pacote .deb cuja instalação é tão simples como qualquer .exe do Windows.

Mais simples que isso, impossível (aliás, é sim possível, a Central de Programas já mencionada por você  ;))


Alguns alegarão que saber qual versão estão utilizando e, se, é 32 ou 64 bits, é difícil também... :o
LinuxUser: 548942 / Dando um tópico como resolvido
"A verdade só é agressiva a quem vive de mentiras". Autor desconhecido.
Twitter: @jeisonkertesz

Offline zekkerj

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 19.735
  • Gratidão gera gratidão, lamúria atrai lamúria...
    • Ver perfil
    • Blog do Zekke
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #20 Online: 30 de Junho de 2014, 18:37 »
Citar
Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada

E vai continuar sendo, enquanto você insistir em fazê-lo da forma errada.
Pesquise antes de perguntar, sua dúvida pode já ter sido respondida.
Não respondo dúvidas por MP, coloque sua dúvida no fórum onde ela pode ser pesquisada pelos seus colegas!
Não venha ao fórum apenas para perguntar. Se você sabe a resposta de um problema, porque não ajudar seu colega? ;D

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #21 Online: 30 de Junho de 2014, 19:27 »
O modo mais fácil é através da central de programas. Para os antigos cidadãos da janela existe aqui uma semelhança. Contudo, nem sempre os programas que queremos baixar estão lá.

Então existem pelo menos duas "extensões" para o Ubuntu (pelo menos as que já me deparei):

RPM - ?????

TAR.BZ e TAR.BG - ????

Acredito que você esteja vindo do Windows e seja acostumado com sites como Baixaki, Superdownloads, etc., confere?

Neste caso, temos um equivalente no pinguim (só que muito mais confiável e sem aquelas propagandas e adwares embutidos nos aplicativos), o bom e velho PKGS. Por lá, basta digitar o aplicativo ou pacote que procura, filtrar de acordo com sua versão do Ubuntu e baixá-lo. Daí você receberá um pacote .deb cuja instalação é tão simples como qualquer .exe do Windows.

Mais simples que isso, impossível (aliás, é sim possível, a Central de Programas já mencionada por você  ;))


Não. Nós cá em Portugal temos o pplware.com para baixar. E também não é bem este o assunto do tópico mas agradeço na mesma o endereço que usa para baixar no ubuntu.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #22 Online: 30 de Junho de 2014, 19:28 »
Citar
Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada

E vai continuar sendo, enquanto você insistir em fazê-lo da forma errada.

Então nos ensine da forma certa. Precisamos de experts mais ativos :)

Offline zekkerj

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 19.735
  • Gratidão gera gratidão, lamúria atrai lamúria...
    • Ver perfil
    • Blog do Zekke
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #23 Online: 30 de Junho de 2014, 19:34 »
Acesse a central de programas, escolha o programa que quer, clique sobre ele, aguarde a instalação terminar.
Difícil?
Pesquise antes de perguntar, sua dúvida pode já ter sido respondida.
Não respondo dúvidas por MP, coloque sua dúvida no fórum onde ela pode ser pesquisada pelos seus colegas!
Não venha ao fórum apenas para perguntar. Se você sabe a resposta de um problema, porque não ajudar seu colega? ;D

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #24 Online: 01 de Julho de 2014, 09:27 »
Então nos ensine da forma certa. Precisamos de experts mais ativos :)

Desculpem tomar a palavra de outrem, em especial ao zekkerj, mas creio que nosso colega carioca e vascaíno indicou a alternativa da central de programas pelo simples motivo da resposta a este topico ter sido fornecida por mim na segunda mensagem do mesmo.

Já existe um topico ensinando como instalar pacotes não presentes na distribuição escolhida (link na 2ª mensagem) e que pelo visto, dada a extensão do debate nem deve ter sido lido ou atentado.

É certo que a maioria das distribuições tem o desejo de colocar em seus repositórios tudo/todos os pacotes disponíveis para seus usuários, e só não os fazem naqueles já sem desenvolvimento / obsoletos. Estes podem ser obtidos a partir de seu codigo-fonte e compilados, demandando o pressuposto conhecimento para tal, pois devem ser adaptados/portados para o sistema do usuario.

Seria numa alusão ao sistema Windows, instalar pacotes desenvolvidos para o windows 3, ou XP num windows 8 64bit. Mesmo aqui no exemplo, faltarão bibliotecas (dll's), surgirão mensagens de erro e possivelmente exigirão procedimentos que contornem as diferenças de tecnologia/instruções de maquina diferentes do qual o programa foi escrito.

É comum a duvida, principalmente aos que nunca conheceram o MS-DOS, Windows 3, etc, onde arquivos com extensões .com, .exe, .bat, .bin, .phy, .js, e que só vêm os .msi de hoje em dia.

Não faz diferença o sistema, já que o Linux e o Windows começaram no Unix, mas que foram portados em linguagens diferentes (o Windows em C e BASIC) e o Linux em C (na grande maioria) ambas originadas de Algol e Fortran (com pitadas de Pascal)

Assim, podemos inferir, que a leitura e aprendizado do aposto à segunda mensagem deste tópico é um inicio obrigatório que, com um debate aprofundado engrandecem o sistema e sua comunidade

Esta é apenas minha contribuição, de um novato em informática que a viu nascer, e que depois de 30 anos ainda acredita que tem muito a aprender.

E que venham os experts!!!!

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #25 Online: 01 de Julho de 2014, 10:33 »
Então nos ensine da forma certa. Precisamos de experts mais ativos :)

Desculpem tomar a palavra de outrem, em especial ao zekkerj, mas creio que nosso colega carioca e vascaíno indicou a alternativa da central de programas pelo simples motivo da resposta a este topico ter sido fornecida por mim na segunda mensagem do mesmo.

Já existe um topico ensinando como instalar pacotes não presentes na distribuição escolhida (link na 2ª mensagem) e que pelo visto, dada a extensão do debate nem deve ter sido lido ou atentado.

É certo que a maioria das distribuições tem o desejo de colocar em seus repositórios tudo/todos os pacotes disponíveis para seus usuários, e só não os fazem naqueles já sem desenvolvimento / obsoletos. Estes podem ser obtidos a partir de seu codigo-fonte e compilados, demandando o pressuposto conhecimento para tal, pois devem ser adaptados/portados para o sistema do usuario.

Seria numa alusão ao sistema Windows, instalar pacotes desenvolvidos para o windows 3, ou XP num windows 8 64bit. Mesmo aqui no exemplo, faltarão bibliotecas (dll's), surgirão mensagens de erro e possivelmente exigirão procedimentos que contornem as diferenças de tecnologia/instruções de maquina diferentes do qual o programa foi escrito.

É comum a duvida, principalmente aos que nunca conheceram o MS-DOS, Windows 3, etc, onde arquivos com extensões .com, .exe, .bat, .bin, .phy, .js, e que só vêm os .msi de hoje em dia.

Não faz diferença o sistema, já que o Linux e o Windows começaram no Unix, mas que foram portados em linguagens diferentes (o Windows em C e BASIC) e o Linux em C (na grande maioria) ambas originadas de Algol e Fortran (com pitadas de Pascal)

Assim, podemos inferir, que a leitura e aprendizado do aposto à segunda mensagem deste tópico é um inicio obrigatório que, com um debate aprofundado engrandecem o sistema e sua comunidade

Esta é apenas minha contribuição, de um novato em informática que a viu nascer, e que depois de 30 anos ainda acredita que tem muito a aprender.

E que venham os experts!!!!

De tão querer escrever de uma forma tão conhecedora e de algum modo um pouco formal acabei por não perceber quase nada do seu texto. Tem de adaptar o seu discurso ao meio.

Vi alguns links dentro deste tópico muito interessantes. Se não estou em erro esse ao qual faz referência é um que mostra uma documentação gigantesca. Nada contra. E acho uma grande mais valia. Porém, também é verdade que pedi expressamente que ajudassem os iniciantes com informação sucinta e fácil de compreensão. Claro que é muita a informação e claro que muitos vão dizer que não é assim (...) etc etc...

Estou convencido no entanto que é possível tecer algumas palavras que ajudem-nos melhor a compreender a instalação e desinstalação das várias formas.

A maior parte já falou do centro de programas e o resto? Essa qualquer iniciante se apercebe nos primeiros dias que usa o ubuntu. E o resto?

Até agora só um punhado de três ou quatro membros (mensagens) conseguiu tocar em alguns pontos interessantes. Mas ainda sinto falta da informação mais fácil e rápida de entender.

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 509
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #26 Online: 01 de Julho de 2014, 10:44 »
A maior parte já falou do centro de programas e o resto? Essa qualquer iniciante se apercebe nos primeiros dias que usa o ubuntu. E o resto?
http://pkgs.org/
http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,24521.0.html

No primeiro link, como disse antes, você baixa os arquivos .deb (instalação idêntica aos .exe do Windows).

No segundo link estão os demais casos.

Ambos já foram indicados anteriormente aqui mesmo neste tópico.
« Última modificação: 01 de Julho de 2014, 10:48 por hugoleal85 »
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog

Offline zekkerj

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 19.735
  • Gratidão gera gratidão, lamúria atrai lamúria...
    • Ver perfil
    • Blog do Zekke
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #27 Online: 01 de Julho de 2014, 10:48 »
Citar
A maior parte já falou do centro de programas e o resto? Essa qualquer iniciante se apercebe nos primeiros dias que usa o ubuntu. E o resto?
Como assim "e o resto"? Você quer instalar programas de forma simples, usa a Central de Programas, ué. Não estou entendendo onde você quer chegar.

A maior parte já falou do centro de programas e o resto? Essa qualquer iniciante se apercebe nos primeiros dias que usa o ubuntu. E o resto?
http://pkgs.org/
http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,24521.0.html
Olha só, usar pacotes de outras fontes é uma coisa complicada e arriscada.
Você instala pacotes em seu Smartphone/Tablet Android que não sejam do Play Store? Instala pacotes no iPhone/iPad que não sejam da Apple Store?
Pesquise antes de perguntar, sua dúvida pode já ter sido respondida.
Não respondo dúvidas por MP, coloque sua dúvida no fórum onde ela pode ser pesquisada pelos seus colegas!
Não venha ao fórum apenas para perguntar. Se você sabe a resposta de um problema, porque não ajudar seu colega? ;D

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 509
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #28 Online: 01 de Julho de 2014, 10:51 »
Olha só, usar pacotes de outras fontes é uma coisa complicada e arriscada.
Você instala pacotes em seu Smartphone/Tablet Android que não sejam do Play Store? Instala pacotes no iPhone/iPad que não sejam da Apple Store?

Bem lembrado.

Junto a "facilidade" de se instalar pacotes fora dos repositórios vêm os riscos.

Só reforço que o pkgs informa de onde são os pacotes, sendo assim você pode identificar a fonte e analisar se vale a pena ou não utilizá-lo (muitos deles são dos repos oficiais, como por exemplo este aqui).
« Última modificação: 01 de Julho de 2014, 11:16 por hugoleal85 »
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Instalar programas no Linux (ubuntu) é ainda uma tarefa complicada
« Resposta #29 Online: 01 de Julho de 2014, 12:24 »
A maior parte já falou do centro de programas e o resto? Essa qualquer iniciante se apercebe nos primeiros dias que usa o ubuntu. E o resto?

Bem o resto é bem simples:

Pacotes .bin - necesitam de um compilador, este é apontado no pacote de instalação.

Pacotes .js - são pacotes java, invocados pelo comando em terminal java -jar <nome_do_pacote>

Pacotes .run - São pacotes auto executáveis. Como foram criados em maquina diferente da do instalador necessitam permissão de execussão (chmod +x) e de usuário para serem iniciados pelo interpretador, que no caso do Ubuntu é o BASH (Bourne Again SHell) que por defeito exige a instrução ./ para sua execussão.

Pacotes .zip - exigem um decompressor que interprete o algoritmo de compressão deste formato.

Pacotes .rar - exigem um decompressor que interprete o algoritmo de compressão deste formato.

Pacotes .Tar.gz e tar.gz2 - São pacotes comprimidos em formato TAR (Tarball). Podem conter codigo binário ou código-fonte onde ambos necessitam compilação. Pelas regras GNU, um pacote tarball é acompanhado das respectivas instruções de instalação em um arquivo nominado README, e das licenças GNU. Como cada pacote tem instruções próprias, a leitura do arquivo REDME é obrigatória, como o é a necessidade de se ter préviamente instados os pacotes de compilação GCC, GNUtils, etc.

Pacotes RPM (Red Hat Packages Manager) - são pacotes pré-compilados para as distribuições derivadas da distribuição Red Hat. Podem ser portadas (mas não sem erros) através do pacote Alien, que "converte" a pré compilação a pacotes .deb (Debian Packages) utilizadas pelo Ubuntu e outras distribuições. Sua sintaxe é: alien --to-deb [--scripts_de_instalação] ./pacote.rpm

Pacotes .sh - São pacotes em formato texto escritos para serem interpretados em shell script ( BASH, SH, e outros). São auto executáveis, necessitando de permissão de execução e de usuário

Pacotes .deb - São pacotes pré-compilados com debconf para uso em distribuições Debian e derivadas interpretadas pelo pacote dpkg e que podem ser acessados por "front-ends" como os pacotes apt, synaptic, central de programas, dentre vários outros como aptitude, dselect, fink, apper, etc.

Creio serem estes o "é o resto?".

Acredito ainda não ser objeto do tópico, entendimentos sobre shell script, gcc, permissões POSIX, requisitos de sistema e ambientes gráficos, pressupostos essenciais à compilação de pacotes, como o são no Windows o conhecimento prévio de edição do registro, bibliotecas de vínculo dinâmico e uso do Windows terminal, Visual BASIC, e outras nativas a este sistema.

Estou convencido no entanto que é possível tecer algumas palavras que ajudem-nos melhor a compreender a instalação e desinstalação das várias formas.

Quanto a desinstalar um pacote no Ubuntu, devemos assumir que o conhecimento do pacote dpkg é de pleno domínio no manejo de pacotes nativos .deb, coisas que alguns "front-ends" o fazem de forma automática, sem intervenção do usuário.

Outros pacotes como já citados, e notadamente .js, .phy, e .bin, basta que sejam localizados no sistema (na pasta de instalação) e sumariamente removidos para sua desinstalação, já que diferentemente do Windows, o GNU/Linux não utiliza o conceito de um arquivo de registro.

Arquivos .run vêm em sua maioria com um arquivo de desinstalação (geralmente uninstall.sh, à semelhança do Windows) bastando invocar o arquivo para a remoção do pacote e suas dependências.

Desnecessário comentar os arquivos compactados .zip e .rar (existem outros, como lha, etc.) que são apenas formas de empacotamento e não são executáveis sem o decompilador apropriado.

Arquivos .RPM uma vez "convertidos" a deb se conportam como um pacote .deb usual.

Restam, finalmente, os pacotes compilados. Estes exigem um esforço maior em sua remoção pois não possuem um desisntalador apropriado. Como é obrigatório o conhecimento dos padrões POSIX para compilação, este é necessário também na remoção.

Para se remover um pacote compilado, inicialmente este deve ser localizado no sistema da maneira usual através dos comandos em shell find e/ou locate, anotados os seus respectivos locais em pastas/diretórios e sequencialmente removidos com o comando em shell rm. Após estes procedimentos, se pesquisam as bibliotecas a este pacote "atreladas" e que devem ser removidas da mesma forma com rm, apesar da facilidade proporcionada por alguns "front ends" do dpkg o fazerem de forma automática (como por exemplo apt-get autoremove) e bastante simples.

Para encerrar, peço desculpas pelo texto longo, e possivelmente estéril a iniciantes, e que como iniciantes deveriam se ater apenas à facilidade da central de programas (software-center no Ubuntu),  um pacote precioso presente no Ubuntu (em outras distros pode ter seus instaladores/desinstaladores por semelhança) e só imitado pelo Mac OS a mais ou meos 5 anos atrás e no Windows a um ano com o lançamento do Windows 8 / 8.1.

Abraços e bons estudos a todos