Autor Tópico: Ubuntu-Gnome 13.04 - Novo flavor oficial do Ubuntu  (Lida 2339 vezes)

Offline leobergamo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 10
    • Ver perfil
Ubuntu-Gnome 13.04 - Novo flavor oficial do Ubuntu
« Online: 05 de Maio de 2013, 22:45 »
Eu gosto do ambiente gnome que já vinha usando no Ubuntu Gnome Remix 12.10 que foi o esboço do atual sistema que passou a contar com algum apoio da Canonical.

Eu estou testando, apesar de vários bugs, como programas que desligam, é um belo sistema para uso doméstico pelo menos.

Eu sou usuário do Ubuntu já faz alguns anos.  Mas prefiro Ubuntu + Gnome.

Gostaria de localizar usuários para trocar experiências e ajuda já que só encontrei o grupo oficial do Ubuntu-Gnome em inglês, cujo link está em uma das páginas do site oficial do Ubuntu em inglês (o principal, acho que pode-se dizer).

Abraço a todos,
e aguardo retorno de outros usuários interessados em trocar idéias do uso do Gnome no Ubuntu.

Leonardo
http://www.leober.hd1.com.br

Offline digogarcia

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 7
    • Ver perfil
    • ::Unix for Life::
Re: Ubuntu-Gnome 13.04 - Novo flavor oficial do Ubuntu
« Resposta #1 Online: 06 de Maio de 2013, 07:25 »
Para os órfãos do Gnome2 no Ubuntu existe o Mate, um fork do Gnome que preserva aquela simplicidade que todos adoravam.

http://mate-desktop.org/

Offline leobergamo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 10
    • Ver perfil
Re: Ubuntu-Gnome 13.04 - Novo flavor oficial do Ubuntu
« Resposta #2 Online: 07 de Maio de 2013, 16:59 »
Eu acho interessante o Gnome2 (e por consequência o Mate e outros projetos, forks, que querem mantê-lo neste estilo), mas eu gosto do Gnome 3, ou Gnome Shell. Por sinal o projeto Ubuntu-Gnome já nasceu utilizando o Gnome 3, aliás, inclusive o projeto iniciado ano passado ainda sem apoio oficial da Canonical e que se chamava Ubuntu Gnome Remix.
Entretanto, na semana que passou, depois de instalar o Ubuntu-Gnome (13.04 - associar a versão do Ubuntu ainda não se faz muito necessário porque é a primeira versão deste flavor, ao contrário de um flavor clássico como o Kubuntu, por exemplo) resolvi atualizar para o Gnome-3.8.  Para minha surpresa, ele pode ser utilizado com menus como o Gnome 2, mas tem a possibilidade de utilizar aquela visão da área de trabalho do Gnome Shell ao subir o mouse para o canto esquerdo superior da tela.
Entretanto, meu sistema ficou bem bugado.  Pretendo instalar novamente o Ubuntu-Gnome sem a atualizar para o Gnome 3.8 porque essa "junção" tá travando muita coisa.  Achei que podia ser só na minha máquina.  Mas achei artigos onde outros usuários reclamaram da mesma coisa, ou melhor, que ao juntar o Ubuntu 13.04 com o Gnome 3.8, o sistema ficou uma "bomba", com bugs demais.  Eu tentava abrir o thunderbird, então ele aparecia na tela e pedia a minha senha mestra (como sempre) mas aí ele fechava, ou seja, eu não seja eu não conseguia sequer abrir o thunderbird.  Pra esse bug achei uma dica no mesmo fórum que relatou os bugs: desativar todas as extensões do thunderbird.  Então tive que desligar a minha placa de rede para poder abrir o thunderbird off-line e desativar as extensões. Esse bug ficou resolvido. 
Um deles é bem chato: apareceu um quadrado cinza que fica no topo da tela a esquerda de uns 2cm² de área que tapa inclusive uma parte dos menus.
Mas isso foi devido a alterações que eu fiz no sistema.
Penso que é muito válida a criação de projeto do Ubuntu-Gnome.
Até onde sei, a equipe da Canonical e a equipe do Gnome tiveram um desentendimento, parece que as duas equipes consideravam o seu próprio projeto mais importante que o da outra equipe (briga de adolescente ??!!).
E só por isso nasceu o Unity.  A Canonical quis motrar que não precisava do Gnome.
Como tudo no linux, isso, em geral, cria algo novo e pode até ser bom hoje, mas quem pagou o pato foram os usuários, uma vez que o Unity, no começo, como todo sistema novo, era limitado e com interface mais difícil de usar.
Então, que bom que agora a Canonical ao menos acolheu mais um flavor oficial: esse projeto que traz de volta o Ubuntu junto com o Gnome (ou o Gnome junto com o Ubuntu).  Digo isso porque gosto do sistema operacional Ubuntu, mas prefiro o ambiente de trabalho Gnome, ou seja, por consequência, sou fã do projeto.
« Última modificação: 07 de Maio de 2013, 17:07 por leobergamo »