Autor Tópico: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.  (Lida 8305 vezes)

eliseu_carvalho

  • Visitante
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #45 Online: 06 de Fevereiro de 2013, 20:04 »
Pra ti ver, hehe  ::)
O Steam é voltado pra jogos e o MS Office e o LibreOffice são suítes de escritório. Logo, o que teria a ver uma coisa com a outra?  ???

Offline Arthur Bernardes

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 4.692
    • Ver perfil
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #46 Online: 06 de Fevereiro de 2013, 20:20 »
Sinceramente..! Eu não estou obrigando ninguém a usar o Libre..! Mas eu acho que essa "Suíte Office pra Linux" vai dar certo não..!

Offline Turritopsis nutricula

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #47 Online: 06 de Fevereiro de 2013, 20:59 »
Jogo = entretenimento. Suíte de escritório = trabalho. Comparar uma coisa com a outra é o mesmo que comparar ônibus com minhoca, ou seja, nada a ver.
Ambos são softwares.
Aposto que ninguém aqui usa Ekiga que é software livre ao invés de Skype que é software proprietário.

Offline Arthur Bernardes

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 4.692
    • Ver perfil
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #48 Online: 06 de Fevereiro de 2013, 21:10 »
Meu amigo.! Pra mim a lógica de Software Livre, é você ser livre, usar o que quer..! Ninguém te obriga..!

Offline Sergio Benjamim

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.902
    • Ver perfil
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #49 Online: 06 de Fevereiro de 2013, 23:41 »
Jogo = entretenimento. Suíte de escritório = trabalho. Comparar uma coisa com a outra é o mesmo que comparar ônibus com minhoca, ou seja, nada a ver.
Ambos são softwares.
Aposto que ninguém aqui usa Ekiga que é software livre ao invés de Skype que é software proprietário.

Eu já tentei usar o Ekiga. A proposta do protocolo usado por ele é boa. É o mesmo principio de emails, vc não fica preso como no skype. Só que não funcionou, não rolou...
É novo no Ubuntu? Já leu o Ubuntu – Guia do Iniciante 2.0 ?
Experimente o Xubuntu 14.04 !

Offline garfo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.024
  • Keep easy and simple.
    • Ver perfil
    • linux
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #50 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 00:22 »
Citar
Só que não funcionou, não rolou...

Esse é o ponto.  ;D

Num outro tópico eu disse que tanto faz o software ser de código aberto ou fechado (odeio o uso de termos como "proprietário" e "livre" para se referir a softwares), desde que funcionem. Basta funcionar que eu vou usar. Simples.

Se não existisse Libreoffice ou Openoffice, eu usaria o Office da Microsoft numa boa, sem problemas.
Garfo -  linux
"Pra quê complicar? Facilidade e simplicidade é tudo!"

Offline rudregues

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 388
  • Fight!
    • Ver perfil
    • Dieta Paleo
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #51 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 04:42 »
A Microsoft precisa sobreviver. Ela vê que a gente tá crescendo e quer fisgar a gente pra ter lucro. O Android assusta ela. Android leva a Linux, mesmo que indiretamente.

O que me preocupa é essa vinda do Office da Microsoft gerar uma onda de pirataria entre usuários Linux. Temos um perfil mais rigoroso quando o assunto é pirataria. Ainda assim tenho receio de que essa mentalidade aumente entre nós. :(

  [ ]'s
Gentoo — Controle total sobre o sistema.

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 508
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #52 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 08:04 »
Citar
Só que não funcionou, não rolou...

Esse é o ponto.  ;D

Num outro tópico eu disse que tanto faz o software ser de código aberto ou fechado (odeio o uso de termos como "proprietário" e "livre" para se referir a softwares), desde que funcionem. Basta funcionar que eu vou usar. Simples.

Se não existisse Libreoffice ou Openoffice, eu usaria o Office da Microsoft numa boa, sem problemas.

Os termos software-livre e proprietário bem como software aberto e fechado não são a mesma coisa. Um software pode ser fechado e livre, como pode ser aberto e proprietário. São termos totalmente independentes. Sendo assim, a questão não é gostar ou não do termo, mas fazer a correta identificação de qual tipo de software está se analisando.

Em resumo :
1) Software-livre é o oposto de software proprietário;
2) Software aberto é o oposto de software fechado.

Um software pode pertencer simultaneamente as classes 1) e 2) acima, porém jamais irá pertencer as duas definições de uma mesma classe.

Maiores informações sobre o tema no link abaixo:
http://www.gnu.org/philosophy/free-sw.pt-br.html

« Última modificação: 07 de Fevereiro de 2013, 08:06 por hugoleal85 »
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog

Offline Turritopsis nutricula

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #53 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 10:01 »
O que me preocupa é essa vinda do Office da Microsoft gerar uma onda de pirataria entre usuários Linux.
Então fique preocupado pois já rola. Cedega, Crossover, Nero já são alvos disso por exemplo.
Citar
A Microsoft precisa sobreviver. Ela vê que a gente tá crescendo e quer fisgar a gente pra ter lucro. O Android assusta ela.
E duvido muito a Microsoft estar preocupada com o Android. Só olhar o quanto ela faturou com o Windows 8. Na verdade o Gnu/Linux não foi feito para competir com software proprietário. Ele já tem seu público e seu mercado. Creio que não haverá uma revolução ou virada. Se tivesse já aconteceria faz tempo.

Offline garfo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.024
  • Keep easy and simple.
    • Ver perfil
    • linux
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #54 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 10:11 »
Citar
Um software pode ser fechado e livre

Saquei o que você quis dizer na sua explicação, mas acho que a tradução aí não seria "livre", e sim "grátis" (pelo menos para nós que falamos português, já que no inglês o termo "free" significa tanto 'livre' como 'grátis'). Não tem como um software ser código fechado e seguir as regras da licença GNU para ele ser "livre". Ou tem?  ??? Sinceramente não vejo como isso ocorrer.

Em todo caso, só explicando melhor: odeio esses termos porque essencialmente eles não fazem o menor sentido. Não existe softwares "livres". Liberdade é algo essencialmente humano. Somente um homem pode ser livre. A liberdade vem da capacidade de escolher, do livre-arbítrio, que é incondicionalmente humana. Um objeto não pode ser livre, somente uma pessoa pode. Chamar um software cuja licença permite que ele seja usado para qualquer propósito, que permita que seu código seja estudado, modificado e redistribuído, de código aberto faz sentido, porque a abertura é uma propriedade da licença, do código em si.

Mas chamar um software de "livre", assim como "padrões livres", "sementes livres" e outras aberrações são um truque de gente como o Stallman que querem impôr uma ideologia se apropriando do conceito de liberdade. Um artifício retórico que permite a eles acusarem quem é contra a sua ideologia de ser contra a liberdade, o que é obviamente falso.

Desculpem aí desvirtuar do assunto do tópico, mas só queria explicar meu ponto de vista sobre esse assunto, para clarear as coisas.

 
« Última modificação: 07 de Fevereiro de 2013, 10:13 por garfo »
Garfo -  linux
"Pra quê complicar? Facilidade e simplicidade é tudo!"

Offline jkmsjq

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.337
  • Ubuntu Member
    • Ver perfil
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #55 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 11:45 »
O que me preocupa é essa vinda do Office da Microsoft gerar uma onda de pirataria entre usuários Linux.
Então fique preocupado pois já rola. Cedega, Crossover, Nero já são alvos disso por exemplo.

[...]


Então você acredita que todos os posts solicitando ajuda para instalar os pacotes Adobe no GNU/Linux via Wine ou Play on Linux são todos originais...?!?!?
LinuxUser: 548942 / Dando um tópico como resolvido
"A verdade só é agressiva a quem vive de mentiras". Autor desconhecido.
Twitter: @jeisonkertesz

Offline web2000

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 360
  • Rafael A. de Almeida
    • Ver perfil
    • Meu canal no YouTube
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #56 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 13:57 »
Se vier, beleza! Quanto mais, melhor  ;)

Xiitas são muito chatos. Não tentem impedir a evolução.

Eu imagino o futuro com o SO e kernel de código aberto (tudo pronto para funcionar) e os aplicativos específicos de código fechado (use se quiser), sendo que normalmente existirá uma alternativa gratuita e de código aberto.

Até+

Offline hugoleal85

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 508
    • Ver perfil
    • Recanto do Tux
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #57 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 14:53 »
Citar
Um software pode ser fechado e livre

Saquei o que você quis dizer na sua explicação, mas acho que a tradução aí não seria "livre", e sim "grátis" (pelo menos para nós que falamos português, já que no inglês o termo "free" significa tanto 'livre' como 'grátis'). Não tem como um software ser código fechado e seguir as regras da licença GNU para ele ser "livre". Ou tem?  ??? Sinceramente não vejo como isso ocorrer.

Em todo caso, só explicando melhor: odeio esses termos porque essencialmente eles não fazem o menor sentido. Não existe softwares "livres". Liberdade é algo essencialmente humano. Somente um homem pode ser livre. A liberdade vem da capacidade de escolher, do livre-arbítrio, que é incondicionalmente humana. Um objeto não pode ser livre, somente uma pessoa pode. Chamar um software cuja licença permite que ele seja usado para qualquer propósito, que permita que seu código seja estudado, modificado e redistribuído, de código aberto faz sentido, porque a abertura é uma propriedade da licença, do código em si.

Mas chamar um software de "livre", assim como "padrões livres", "sementes livres" e outras aberrações são um truque de gente como o Stallman que querem impôr uma ideologia se apropriando do conceito de liberdade. Um artifício retórico que permite a eles acusarem quem é contra a sua ideologia de ser contra a liberdade, o que é obviamente falso.

Desculpem aí desvirtuar do assunto do tópico, mas só queria explicar meu ponto de vista sobre esse assunto, para clarear as coisas.

 

Sua análise está correta. Para ser livre um software tem que respeitar as quatro liberdades (entre elas, ele têm que ser aberto, ou seja, "open source").

Quanto disse que um software pode ser fechado e livre era no sentido de gratuito.

Uma frase que resume bem esse questão: Todo software-livre é open-source (código aberto), mas nem todo software open-source é livre ( pois ele pode não respeitar alguma das quatro liberdades).

Abraço.
"Cada homem que encontro é superior a mim em alguma coisa; e nisto posso aprender dele." [Ralph W. Emerson]
Meu blog

Offline garfo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.024
  • Keep easy and simple.
    • Ver perfil
    • linux
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #58 Online: 07 de Fevereiro de 2013, 15:04 »
Citar
Quanto disse que um software pode ser fechado e livre era no sentido de gratuito.

Sim, foi isso que entendi a princípio. Valeu.  :)
Garfo -  linux
"Pra quê complicar? Facilidade e simplicidade é tudo!"

Offline Solid One

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 276
  • Linux for human beings
    • Ver perfil
Re: Microsoft pode lançar o Office para Linux em 2014.
« Resposta #59 Online: 08 de Fevereiro de 2013, 10:02 »
É diferente de tempos atrás, onde se vendia photoshop a preço de ouro pois só se consideravam as empresas, e nós em casa tinhamos que piratear.

Eu nunca pude comprar um photoshop quando estudava...

Aqui está mais uma prova das mudanças que vem ocorrendo.

A Adobe está disponibilizando de graça (é isso mesmo, de graça) o Photoshop CS2, o qual é compatível com o Wine. Segue o link com maiores informações:
http://www.omgubuntu.co.uk/2013/01/photoshop-cs2-available-for-free-works-fine-in-wine

Obviamente temos o nosso bom e velho GIMP que também é uma excelente ferramenta, porém fica a dica para aqueles que realmente precisam do Photoshop.

Abraço.

Só pra constar, o link de download foi removido. Foi disponibilizado por acidente pela Adobe (meio que vazou), e ela já retirou do ar.

Na verdade, a Adobe não pretende disponibilizar o CS2 de graça mesmo, muito menos portá-lo para Linux até o momento. Essa notícia aqui explica o motivo: http://www.omgubuntu.co.uk/2013/01/adobe-are-not-giving-photoshop-away-afterall