Autor Tópico: Criticas de um usuário iniciante  (Lida 16315 vezes)

Offline MaikoID

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 71
  • Linux - Beginner Ç.Ç
    • Ver perfil
Criticas de um usuário iniciante
« Online: 12 de Maio de 2008, 18:09 »
Olá pessoal, estou escrevendo aqui porque é o lugar apropriado para reclamações e sugestões. Mas com o intuito de perseverar mais um pouco ainda sobre o GNU/LINUX.

Histórico

   Me considero um usuário intermediário/avançado em windows (eu disse windows e não em sistemas operacionais em geral, mas tenho noções dos mesmos), faço faculdade de sistemas de informação, sei java, c#, c/c++, sql (etc, to no ultimo ano já, fazendo TCC de algoritmos genéticos quem souber algo sobre será muito bem vindo  :D), ou seja , sou bem familiarizado com informática em geral. Nesses últimos tempos o windows andou me irritando mais que de costume, então decidi de uma vez por todas mergulhar no mundo GNU/LINUX, realmente estudar e tentar aprender esse SO (até me matriculei num curso gratuito que irá abordar GNU/LINUX, mas começa na próxima semana) então decidi escrever essa critica como usuário iniciante do sistema antes de aprender de forma mastigada e não auto-didata.

Distribuições

   Comecei a usar o GNU/LINUX com o Kurumin, mas não gostei muito, era K em demasia, não me agradou visualmente, tinha muita poluição visual, e a cada menu do iniciar você inconscientemente lia algo proporcional ao gênesis do "livro sagrado", os aplicativos travavam sem razão aparente e evaporavam da sua interface sem nem ao menos pestanejar, nem um simples, "esse aplicativo executou uma operação ilegal e será fechado", o gerenciador de interfaces X travava e só o reboot salvava (tem algo de familiar nisso aqui). Por esses motivos e outros eu descartei o Kurumin.
   Ubuntu 7.10 um show a parte visualmente falando, realmente muito bom limpo e organizado mas não comodo, ainda tive dores de cabeças em relação a seus aplicativos mas consegui resolver, principalmente o escrita em NTFS. Utilizei essa versão até a saída da 8.04 então fiz o update, mas só piorou, sobrescreveu todas minha configurações dos aplicativos, meus ícones foram extintos, ele descartou meu broffice e instalou o openoffice (ou deixou os dois, sei la), fez o mesmo com o thunderbird, etc. mesmo minha /home estando em uma partição diferente do / em suma comecei a ter severas complicações, o sistema travava saindo do modo de espera, alguns aplicativos não executavam mais e também não me diziam o porque, e assim foi, e ainda esta sendo.


Criticas

   Usando o linux eu cheguei a conclusão que o linux cansa, e realmente ainda vai demorar muito para ser um SO que represente algo nos desktops (lembrando: essa é minha opinião de usuário). Cansa porque a cada novo programa que você deseja instalar você precisa procurar um "How to Install X" (HIX) sinceramente isso irrita de mais, e ainda 20% dos programas o tutorial não funciona, ou pior nos outros 80%, não explica o que você esta fazendo então a cada novo programa (mesmo similar) você precisa repetir coisas que você não tem idéia pra que servem, se eu que quero aprender sobre o sistema já acho essa parte massante, imagina um usuário que só quer usar o sistema.
   Pode-se dizer que tem o apt-get que é fácil que é uma mamata e coisa e tal, sim realmente é muito fácil a instalação com o apt-get mas ele apenas instala, não te mostra onde colocou nada do programa e te deixa exatamente como um usuário windows (não tem idéia do que esta por trás), tirando o fato que nem tudo que você quer está nos repositórios debian. Quando você tenta instalar algo que você somente faz o down do arquivo (pacote .deb .rpm .tar .tar.gz .bin) é uma desgraça tentar instalar sem recorrer aos HIX Já tentei instalar  um jogo de xadrez esses dias e não consegui, dai acabei por largar mão do jogo.
   Em suma isso tem que melhorar e muito, para um usuário que só quer usar o sistema, ou um usuário que não quer ter que aprender sobre o sistema em determinado instante tal qual como a namorada pressionando do lado pra rodar um simples .avi com legenda .srt, um simples Next, Next, Next, Finish seria de grande utilidade e é de longe o que mais faz falta nos sistemas GNU/LINUX.
   Outro ponto que é a única coisa que gostei do Windows, é que tudo de principal que você precisa está no simples clic direito do mouse, e no GNU/LINUX isso nunca acontece, nunca, mas nunca mesmo.... Agora mesmo eu queria recolocar os ícones: pasta pessoal e meu computador na área de trabalho, e eu não tenho idéia de como fazer (se estivesse um atalho no botão direito do mouse facilitaria e muito), e olha que já o fiz uma vez. Ainda nesse mesmo assunto, criar ícones também é um saco sabe-se deus onde estão as imagens do ícone, com sorte você ainda acha o "executável" (se não foi o apt-get que instalou você estará fadado ao fracasso em sua procura por ícones, aplicativos, ...)

Bugs

   O layout do teclado eu tenho que mudar a cada vez que inicio o PC porque sempre está em EN-USA mesmo clicando em Aplicar->OK, OK->Aplicar, Aplicar->X, X    ^^, até macumba eu já tentei e nada de salvar meu layout do teclado. tem uma pasta na lixeira que não vai pra descarga nem se passar borracha. Ta virado num bug meu SO (agora estou com a Ubuntu 8.04 antes era a 7.10 mas fiz o update =|)
   O jogo FretsOnFire (http://fretsonfire.sourceforge.net/) não funciona, melhor dizendo não funciona de modo jogável (mas no meu antigo windows sim) e ainda quando eu saio do mesmo preciso finalizar o X porque trava em uma resolução de 640 X 480 mesmo sendo um jogo livre pra um SO livre T_T, e a lista não para por ai.

Conclusões (minhas conclusões)

   O GNU/LINUX (pelo menos essas duas versões) não é tão estável quanto os fan-boys afirmam e ainda falta muito pro lmesmo virar um sistema para Desktop e sinceramente não sei se está no caminho certo, creio que ainda tem muito xiita, o que custa fazer uma pasta upf (user program files) e jogar tudo o que for de interessante para o usuário lá se tratando dos seus aplicativos? Acredite isso ajudaria e muito a migração de windows (que é o SO mais popular) para o GNU/LINUX.

Abraços!
Linux - Beginner Ç.Ç

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #1 Online: 12 de Maio de 2008, 22:16 »
Tópico movido para Depoimentos.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

alarcon

  • Visitante
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #2 Online: 13 de Maio de 2008, 11:08 »
Citar
...Cansa porque a cada novo programa que você deseja instalar você precisa procurar um "How to Install X" (HIX) sinceramente isso irrita de mais, e ainda 20% dos programas o tutorial não funciona, ou pior nos outros 80%, não explica o que você esta fazendo então a cada novo programa (mesmo similar) você precisa repetir coisas que você não tem idéia pra que servem, se eu que quero aprender sobre o sistema já acho essa parte massante, imagina um usuário que só quer usar o sistema...

Quem presta ajuda não é obrigado a saber quem quer ou não maiores detalhes sobre o que está fazendo. Você mesmo informa que muitos usuários só querem usar, então, no fórum, o rápido passar de comandos já resolve no caso de quem só quer resolver determinado problema. Agora se você quer detalhes do que está fazendo não custa perguntar, pois como dizia o saudoso chacrinha: “Quem não se comunica se trumbica.”

Citar
...Pode-se dizer que tem o apt-get que é fácil que é uma mamata e coisa e tal, sim realmente é muito fácil a instalação com o apt-get mas ele apenas instala, não te mostra onde colocou nada do programa e te deixa exatamente como um usuário windows (não tem idéia do que esta por trás), tirando o fato que nem tudo que você quer está nos repositórios debian...

Isso é bem coisa de iniciantes, não no sentido pejorativo da afirmação ok. Tenha em mente que você está experimentando algo novo e portanto bem diferente do Windows que precisa de estudo inicial para se adaptar as particularidades do sistema e esta é uma das grandes falhas dos iniciantes que pensam que o Linux é similar ao Windows e não é, pois apresenta uma curva de aprendizado maior e como disse, tem suas particularidades. Por exemplo, no caso comentado por você para saber onde foi instalado um programa, no terminal, você usaria o comando whereis, que em português significa justamente “onde está”. Usando, por exemplo: whereis firefox. Outra forma seria procurar no pesquisar no menu Locais. Se o programa não está em um dos menus e se você sabe o nome do executável dele basta teclar Alt+F2 para abrir a janela do executar aplicação e digitar o nome do executável para entrar em execução. Uma forma mais radical ainda, mas que serve como exemplo de que é possível sim saber onde vai ficar determinado programa .deb é simplesmente descompactar este pacote .deb, sim ele é apenas um arquivo compactado com umas instruções especiais, e verificar quais as pastas que ele trás, pois serão nas mesmas correspondentes do sistema que ele vai colocar determinados arquivos e subpastas. Por exemplo, se ao descompactar um .deb de instalação de um tema dos ícones chamado Nimbus tiver uma pasta assim /usr/share/icons/Nimbus saberemos que ele vai instalar a pasta Nimbus com os ícones do tema Nimbus na pasta do sistema /usr/share/icons.

É fundamental que você entenda a estrutura de diretórios do sistema para poder saber por exemplo que o /usr (de user) é de longe o diretório com mais arquivos em qualquer distribuição Linux, pois nele ficam os executáveis e bibliotecas dos principais programas. A pasta /usr/bin (de binário), por exemplo, armazena muitos programas e atalhos de programas, portanto se você tiver que chutar em que pasta está um executável de um programa qualquer, o melhor chute é exatamente a pasta /usr/bin. Outro diretório muito usado é o /usr/lib, no qual ficam armazenadas as bibliotecas dos programas. A função dessas bibliotecas lembra um pouco a dos arquivos .dll do Windows: as que têm extensão .a são bibliotecas estáticas, enquanto as terminadas em .so.versão são compartilhadas, usadas por vários programas e necessárias para instalar vários programas distribuídos em código fonte. O diretório /etc concentra os arquivos de configuração do sistema, de certa forma substiuindo o registro do windows e por aí vai...

Citar
...Quando você tenta instalar algo que você somente faz o down do arquivo (pacote .deb .rpm .tar .tar.gz .bin) é uma desgraça tentar instalar sem recorrer aos HIX Já tentei instalar  um jogo de xadrez esses dias e não consegui, dai acabei por largar mão do jogo...

Isso é um problema sim do sistema Linux, para não dizer que tudo são flores, mas que também depende muito de quem cria o pacote, ou seja, a culpa do pacote não funcionar não é exclusivamente do sistema em si, mas também de quem gerou o pacote. Isto tem melhorado muito, já foi pior. Programas em .tar.gz são programas em código fonte e para a instalação dos mesmos é preciso antes ter instalados os compiladores essenciais para isso. Geralmente estes programas em .tar.gz trás arquivos de textos, geralmente chamados de readme, explicando os requerimentos (dependências) e as instruções de uso. Os repositórios do Ubuntu tem uma gama grande de programas e sites como o getdeb também facilitam o uso de programas que não existem nos repositórios do Ubuntu.

Citar
...Em suma isso tem que melhorar e muito, para um usuário que só quer usar o sistema, ou um usuário que não quer ter que aprender sobre o sistema em determinado instante tal qual como a namorada pressionando do lado pra rodar um simples .avi com legenda .srt, um simples Next, Next, Next, Finish seria de grande utilidade e é de longe o que mais faz falta nos sistemas GNU/LINUX...

Já a questão da multimídia tem muito haver sobre a questão da legalidade dos codecs proprietários e etc, que não podem vir instalados por uma questão legal, mas que permitem sim serem instalados posteriormente e o apt-get é um lugar para isso seguindo até um tutorial do fórum chamado de Tutorial Multimídia para o Ubuntu 8.04 Hardy Heron.

Citar
...Outro ponto que é a única coisa que gostei do Windows, é que tudo de principal que você precisa está no simples clic direito do mouse, e no GNU/LINUX isso nunca acontece, nunca, mas nunca mesmo.... Agora mesmo eu queria recolocar os ícones: pasta pessoal e meu computador na área de trabalho, e eu não tenho idéia de como fazer (se estivesse um atalho no botão direito do mouse facilitaria e muito), e olha que já o fiz uma vez. Ainda nesse mesmo assunto, criar ícones também é um saco sabe-se deus onde estão as imagens do ícone, com sorte você ainda acha o "executável" (se não foi o apt-get que instalou você estará fadado ao fracasso em sua procura por ícones, aplicativos, ...

Outra questão apenas de ainda se adaptar ao sistema e as particularidades do Gnome que tende a ter as coisas mais clean na sua interface gráfica. Isso se resolve teclando Alt+F2 e digitando: gconf-editor. Quando abrir a janela do Editor de configurações na esquerda vá em  /apps > nautilus > desktop e na direita marque as opções computer_icon_visible, home_ico_visible, network_icon_visible e trash_icon_visible para se ter os ícones: Meu computador, pasta pessoal, Rede e Lixeira respectivamente no desktop. Quanto aos locais onde ficariam possíveis arquivos de ícones, veja em /usr/share/icons (nada mais sugestivo) ou /usr/share/pixmaps. Se você se refere a criar uma atalho na área de trabalho para chamar um programa, ou seja, um lançador basta clicar com o botão direito na área de trabalho e escolher a opção Criar Lançador... e na janela que aparece clicar no botão com uma figura qualquer à esquerda para selecionar uma figura que represente o ícone e nos campos à direita, estabelecer um nome para o lançador, o caminho do executável e um comentário descritivo sobre a função daquele lançador para ser mostrado quando colocar o mouse sobre ele sem clicar. Se Você quiser adicionar um atalho nos menus superiores basta usar o menu Sistema > Preferências > Menu Principal ou até mesmo criar um simples arquivo de texto como por exemplo FretsOnFire.desktop ( a extensão tem sempre que ser .desktop) na pasta /usr/share/applications/ com o seguinte conteúdo:

Citar
[Desktop Entry]
Name=Frets on Fire
Comment=
Exec=/home/seu_usuário/FretsOnFire/FretsOnFire
Icon=/usr/share/pixmaps/FretsOnFire.pgn
Terminal=false
Type=Application
Categories=Application;Game;

onde a parte em negrito deve ser o caminho completo do executável, a parte em vermelho seria o caminho completo do ícone e a parte em verde é o menu que ele vai ficar, no caso será no Menu Aplicações > Jogos > Frets on Fire.


Citar
...O layout do teclado eu tenho que mudar a cada vez que inicio o PC porque sempre está em EN-USA mesmo clicando em Aplicar->OK, OK->Aplicar, Aplicar->X, X    ^^, até macumba eu já tentei e nada de salvar meu layout do teclado. tem uma pasta na lixeira que não vai pra descarga nem se passar borracha. Ta virado num bug meu SO (agora estou com a Ubuntu 8.04 antes era a 7.10 mas fiz o update =|)

   O jogo FretsOnFire (http://fretsonfire.sourceforge.net/) não funciona, melhor dizendo não funciona de modo jogável (mas no meu antigo windows sim) e ainda quando eu saio do mesmo preciso finalizar o X porque trava em uma resolução de 640 X 480 mesmo sendo um jogo livre pra um SO livre T_T, e a lista não para por ai...

Não recomendo usar ainda esta opção de atualizar o sistema de uma versão para outra, pois acho que para o Ubuntu isso não funciona adequadamente em muitos casos, já no Archlinux isso ocorre de maneira perfeita, pelo menos para mim. A questão do teclado você poderá resolver editando o arquivo xorg.conf na parte referente a ele, mas nesta versão do Ubuntu veio com um novo xorg e portanto ainda pode ter alguns bugs. Jogo sempre foi e acho que ainda será por muito tempo uma questão delicada no Linux e portanto não é a melhor plataforma para isso, agora tudo pode ser questão de tempo, pois há uns anos atrás não era possível nada de jogos 3D no linux e hoje já é possível sim em alguns deles, mais uma vez depende muito de quem fabrica os jogos transportá-los, de maneira eficiente, para a plataforma linux. O que há é falta de interesse para isso, por enquanto...

Esta pasta que está na lixeira e que não consegue remover poder ser por que o dono dela seja o root (superusuário) aí só como root é que se pode removê-la. Para isso abra o terminal e digite sudo nautilus para abrir o gerenciador de arquivos do Gnome como root, depois tecle Crtl+H para ver os arquivos ocultos e procure pela pasta /home/seu_usuario/.local/share/Trash lá deve existir duas subpastas (files e info), entre em cada uma delas e remova qualquer arquivo que estejam  no interior delas.


O que quero dizer com tudo isso, antes de você me chamar de fan-boys, é que o Linux está em desenvolvimento crescente  e que é claro que existem ainda muitas coisas a serem corrigidas, mas se o próprio Windows Vista é um fisco com tantos anos de mercado do sistema operacional da Microsoft é de se dar um desconto ao Linux que não tem tanto apoio dos grandes fabricantes de Harwares e Softwares, nem tempo de vida tão grande assim que o Windows, lembrando também que muitas vezes tem de fazer as coisas na unha mesmo.

Não cometa este erro de quem é iniciante de já querer chegar no linux dominado tudo em uma semana por que já usa o windows de uma forma avançada. Cada um é cada um e o linux tem seu tempo de estudo e conhecimento da sua forma de agir, procure entender mais o sistema para saber como usá-lo da melhor forma possível e só aí fazer uma crítica mais embasada na realidade dos fatos.
« Última modificação: 13 de Maio de 2008, 17:17 por alarcon »

Offline kakita

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 285
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #3 Online: 13 de Maio de 2008, 13:42 »
Se vc quer usar Linux só tem que saber 2 coisas:
Saber e gostar de ler e aprender
Ter noção que Linux não é windows

Vc está muito habituado ao windows e não está fazendo muito esforço para aprender linux
eu nas primeiras 2 semanas tambem achava tudo muito estranho mas agora passados 5 meses já acho ubuntu muito fácil e quero uma distro mais desafiante
depois de usar linux por muito tempo até enjoa usar windows, eu só uso para alguns programas e jogos

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.889
  • Xubuntu 18.04LTS
    • Ver perfil
    • Twitter
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #4 Online: 13 de Maio de 2008, 14:26 »
Add o link da aula do meu grd amigo Alarcon aos meus Favoritos Ubuntu.
Parabéns Alarcon.

..............

Vc está muito habituado ao windows e não está fazendo muito esforço para aprender linux
eu nas primeiras 2 semanas tambem achava tudo muito estranho mas agora passados 5 meses já acho ubuntu muito fácil e quero uma distro mais desafiante
depois de usar linux por muito tempo até enjoa usar windows, eu só uso para alguns programas e jogos

Inclusive p/ um estudante de Sistema de Informação essa citação do kakita é bem preocupante, falo isso porque também tenha uma prima estudante desta também área e ela demonstra interesse no Linux.
Profissional seja de qualquer área que fica c/ preguiça de aprender, ñ tem muito futuro.
« Última modificação: 13 de Maio de 2008, 15:38 por rjbgbo »
Linux User #440843 | Ubuntu User #11469

Offline felipeborges

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 651
    • Ver perfil
    • felipe@borges:~# Liberdade não tem Preço!
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #5 Online: 13 de Maio de 2008, 16:15 »
Elogios ao Alarcon, ótima escolha nas palavras e muito esclarecedor para com o usuário foco do tópico.

Achei cedo para você vir julgar, sem ao menos estudar muito, adquirir prática e experiência. A todos os dias vejo gente reclamando de Vírus, ou de programas não respondendo, de excesso de janelas de perguntas, e de excessiva fragmentação do vosso Windows, e o numero de pessoas que vão aos fóruns da microsoft reclamar ou "depor" contra este sistema é significamente menor do que o numero de pessoas que se acham usuários avançados em determinado sistema e vão "dominar" os demais (tudo igual) este é o maior defeito do fan boy, principalmente o fan boy de windows, que critica o Linux sem ao menos tomar consciência do sistema que usa, que nada é perfeito e o que realmente é e como funciona o outro sistema.

=]
Meu blog sobre GNU/Linux
Debian Lenny e Gentoo.

Offline antoniodosantosor

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #6 Online: 13 de Maio de 2008, 17:46 »
Caro amigo Alarcon

Uma atenção impar ao nosso iniciante, sem arrogância, com muita autoridade e discernimento na explicação e incentivo. Que alguns de nosso foreiros se inspirem no seu modo de tratar os iniciantes, nos quais me incluo.

Offline MaikoID

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 71
  • Linux - Beginner Ç.Ç
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #7 Online: 13 de Maio de 2008, 18:25 »
   Antes de minhas réplicas, gostaria de informar a todos que responderam que o tópico frisa as críticas de um usuário iniciante com quase um mês testando o sistema para uso em desktop, então invalida um pouco usar o sistema por 5 meses para então dar meu parecer de primeira impressão (kakita), até soa bem estranho.


felipeborges

   "Elogios ao Alarcon, ótima escolha nas palavras e muito esclarecedor para com o usuário foco do tópico."  faço minhas suas palavras. Obrigado Alarcon.

   Creio que ouve algum engano aqui, eu nunca exaltei o Windows (senão para que desistiria desse SO ?) e também nunca recomendei seu uso a ninguém pois sempre soube de suas falhas, ao contrário eu sempre dizia para testar o GNU/LINUX que podia ser uma boa alternativa.
".. depor contra este sistema é significamente menor do que o numero de pessoas que se acham usuários avançados em determinado sistema e vão "dominar" os demais (tudo igual)..". Desculpe mas eu nunca disse isso, tenho essa consciência apenas para linguagens de programação.
    E tratando o "Julgar" no qual você referiu a mim, você não pegou bem o espírito do tópico (Criticas de um usuário iniciante) apenas citei minha formação e conhecimentos para efeito comparativo a de um usuário totalmente leigo. Em outras palavras, se eu estou enfrentando dificuldades imagina então para quem acha que se desligar o monitor perde os ícones da área de trabalho (acontece casos similares no meu trabalho). E é esse o público alvo do Ubuntu-Desktop correto ?

kakita

  Concordo com você nesses dois pontos, mas discordo que eu não tenha tentado aprender (e ainda estou tentando, não desisti do GNU/LINUX, porque gosto de sua filosofia). Como citei eu mergulhei no GNU/LINUX até o windows eu desinstalei tem quase 1 mês e desde então só uso o Ubuntu (o Kurumin eu usei por apenas 3 dias).

Alarcon

  Agradeço sua resposta e a qualidade da mesma, realmente me tirou muitas dúvidas, sim eu sei que ninguém é obrigado a nada, quanto mais explicar coisas e não apenas mostrar como faz. Mas realmente há um grande diferença entre ensinar a pescar (como você fez) e dar o peixe. Meu sincero obrigado. Mas a grande maioria se satisfaz em copiar e colar em algum outro lugar (e nem ele mesmo sabe o que esta colando) e ainda acha que estão fazendo uma grande contribuição.

"Outra questão apenas de ainda se adaptar ao sistema e as particularidades do Gnome que tende a ter as coisas mais clean na sua interface gráfica. Isso se resolve teclando Alt+F2 e digitando: gconf-editor. Quando abrir a janela do Editor de configurações na esquerda vá em  / >  apps > nautilus > desktop e na direita marque as opções computer_icon_visible, home_ico_visible, network_icon_visible e trash_icon_visible " sim até concordo no visual, o gnome é muito bem organizado, mas você não concorda comigo que isso não é nada intuitivo ? pelo menos deveria ter algo apontando para o gconf-editor na guia aparência, ou algo do gênero. Eu realmente sou defensor extremista do botão direito do mouse como um dos principais recursos... mas cada um cada um.


"O que quero dizer com tudo isso, antes de você me chamar de fan-boys, é que o Linux está em desenvolvimento crescente  e que é claro que existem ainda muitas coisas a serem corrigidas, mas se o próprio Windows Vista é um fisco com tantos anos de mercado do sistema operacional da Microsoft é de se dar um desconto ao Linux que não tem tanto apoio dos grandes fabricantes de Harwares e Softwares, nem tempo de vida tão grande assim que o Windows, lembrando também que muitas vezes tem de fazer as coisas na unha mesmo." Realmente faz sentido.


   A todos eu admito que ainda estou com meu modo de pensar ainda voltado para o windows, mas porque estou em fase de aprendizado (o que é bem normal) ou vocês já aprenderam GNU/LINUX como seu primeiro SO ? creio que não devido a pequena percentagem dedicada ao GNU/LINUX em PC's domésticos.


Estou indo pra faculdade agora, assim que chegar eu termino de responder.

Abraços.

Linux - Beginner Ç.Ç

Offline Ioca

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 163
  • "Compartilhar para tornar-se imortal"
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #8 Online: 13 de Maio de 2008, 18:50 »
Parabéns ao colega alarcon, já estou no Ubuntu há mais de um ano e meio e, não sei quase nada, gostei da aula,e a todos que querem aprender, o negócio é ser rato do fórum,hehehe.

Offline flsantos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 117
    • Ver perfil
    • pp.fls.10
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #9 Online: 13 de Maio de 2008, 18:56 »
Grande discussão, elucidativa e sem insultos de parte a parte. Assim dá gosto vir ao fórum.
Obrigado ao MaikoID por ter criado o tópico (apesar de não concordar com a opinião geral, existem alguns itens que podem realmente ser limados).
Obrigado ao Alarcom pelos esclarecimentos.



alarcon

  • Visitante
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #10 Online: 14 de Maio de 2008, 10:11 »
Citar
...Mas a grande maioria se satisfaz em copiar e colar em algum outro lugar (e nem ele mesmo sabe o que esta colando) e ainda acha que estão fazendo uma grande contribuição...

É por isso que eu digo que quem pede ajuda é que deve ter a responsabilidade de perguntar mais sobre o que está fazendo, pois o colaborador não tem como identificar naquele usuário o interesse em aprender mais ou não sobre o sistema. Garanto que se você ou outro usuário peguntar, como por exemplo: “mas para o que serve mesmo este comando?” nenhum amigo deste fórum relutará em lhe responder, só se aquele que lhe indicou o comando realmente não souber e já tenha pego a dica do fórum mesmo para um problemas semelhante e só lhe repassou a solução.

Uma dica, quando você pegar alguns comandos passados numa dica, basta abrir um terminal e digitar man comando ( por exemplo man cp) que vai ser aberto no terminal a página de manual (man = manual) do comando em questão. Se você não gostar de ler via terminal pode direcionar para um arquivo de texto através dos chamados “pipes” (>, etc), que no exemplo acima seria man cp > cp.txt.  Será criando na pasta de onde você executou o comando (provavelmente /home/seu_usuario) um arquivo de texto chamado de cp.txt contendo todo o manual do comando cp.

Citar
...pelo menos deveria ter algo apontando para o gconf-editor na guia aparência, ou algo do gênero. Eu realmente sou defensor extremista do botão direito do mouse como um dos principais recursos... mas cada um cada um...

Na verdade tem, só não falei no texto anterior por que já achava que estava muito extenso e para não me estender mais ainda preferir falar de uma forma mais rápida. Se você for no menu Sistema > Preferências > Menu Principal vai ser aberta a janela do Editor de Menus e lá, na esquerda desta janela, se você clicar em Ferramentas do Sistema, verá na direita muitas opções não selecionadas e dentre elas a opção Editor de Configurações que é exatamente o  gconf-editor. Perceba que pelo Editor de Menus e nas várias categorias tem itens que estão por lá e não foram ativados, mais uma vez é a questão de limpeza de ambiente gráfico que tem a filosofia do Gnome, entretanto nada impede de você deixar ao seu gosto. A questão do gconf-editor não vir explícito, penso eu que é por segurança já pensando nos iniciantes, pois aí tem várias opções de configurações que se feitas de forma errada podem causar muitos danos ao sistema e por isso esta opção está oculta inicialmente.
« Última modificação: 14 de Maio de 2008, 14:34 por alarcon »

Offline ins3rt c0in

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 698
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #11 Online: 14 de Maio de 2008, 12:42 »
Como já disseram, parabéns pela aula alarcon.

Todo iniciante sente o impacto de entrar nesse mundo novo, é compreensível a impaciência, mas o fórum não deve substituir uma boa leitura da vasta, vastíssima e absurdamente ampla, documentação disponível na internet.

Mesmo assim, além de ajudar todos a solucionar os vários problemas que podem surgir no caminho, o pessoal que dá o suporte faz muito bem o trabalho de guiar os primeiros passos dos iniciantes. Nem todas as comunidades são tão receptivas, então mais um parabéns para a turma que convive aqui ajudando os "aspiras".

Offline psicothico

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 46
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #12 Online: 21 de Maio de 2008, 23:23 »
Amigos,

devo reconhecer a importância da contribuição do MaikoID que, na figura de iniciante, faz críticas importantíssimas ao Linux.

Para o Linux ganhar terreno, é essencial que ele facilite a transição. O usuário acostumado com o Windows não vai persistir no linux se encontrar muitas dificuldades. Tem gente que realmente gosta de correr atrás de aprender a fuçar o sistema. Mas reconheçamos, a esmagadora maioria só quer ligar o computador e usar o sistema. Ponto final. Se a esmagadora maioria não for o público do linux, ele sempre será restrito a comunidades de geeks.

abçs

Offline 0tacon

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 439
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #13 Online: 22 de Maio de 2008, 01:56 »
Amigos,

devo reconhecer a importância da contribuição do MaikoID que, na figura de iniciante, faz críticas importantíssimas ao Linux.

Para o Linux ganhar terreno, é essencial que ele facilite a transição. O usuário acostumado com o Windows não vai persistir no linux se encontrar muitas dificuldades. Tem gente que realmente gosta de correr atrás de aprender a fuçar o sistema. Mas reconheçamos, a esmagadora maioria só quer ligar o computador e usar o sistema. Ponto final. Se a esmagadora maioria não for o público do linux, ele sempre será restrito a comunidades de geeks.

abçs

 Na verdade, o Linus Torvalds sempre defendeu que o usuário não utiliza o sistema, mas os aplicativos que rodam nele (nem lembro onde lí isso) - bem coisa de sistema que funciona na base do terminal. E a maior ironia disso tudo é que quando a gente passa pro Linux é que começa a esquentar a cabeça com o Sistema, bem mais que com os aplicativos. E ainda mais contraditório é que são justamente os aplicativos que têm causado as dificuldades, não o Ubuntu ou o Linux em si. Pacotes malfeitos, que não instalam ícones, que causam conflito em dependências... Aliás, eu sempre digo isso aos meus amigos não-GNU: A diferença entre windows e linux é que no windows é o próprio sistema que trava, e no linux são os aplicativos que travam.
 Mas eu já consegui a prova que precisava para defender o Linux como Sistema: no super pi 1M (impressão minha ou o pessoal perdeu a mania de 2 anos atrás, de ficar overclockando e testando no Super Pi?) o meu Ubuntu é 18s mais rápido - ~45s contra 63s do windows XP. Imagine como seria no Vista!


Offline renewirt

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 22
    • Ver perfil
Re: Criticas de um usuário iniciante
« Resposta #14 Online: 22 de Maio de 2008, 02:24 »
Caro colega.

    Não estudei ciências da computação, não manjo nada do que vc manja, estudei Econômia, também só usava Windows, quando vim para o Ubuntu fiquei muito p da vida, instalei, reinstalei o Ubuntu, vim para esse Fórum e humildemente pedi ajuda aos colegas desconhecidos, vários me ajudaram, dentre esses um tal de Wolverine o qual sou muito grato.
    Certamente em nenhum outro fórum você vai encontrar algo parecido, as pessoas não são impares, são impar.
    Meus filhos, um de 16 anos que está no ensino médio e outro de 14 anos, no fundamental fazem isso, mudam aquilo, instala isso, desinstala aquilo, cada qual em seu Logof.
    Certamente os problemas que vc relatou no seu PC, o Wolverine, bem como  outros membros do fórum resolvem em segundos, contudo, o mais importante aqui no fórum acho eu é ler as páginas de tiram as dúvidas, e depois pedir ajuda sobre problemas não resolvidos. Ai, então, certamente você vai gostar o Ubuntu.
    Eu, nos meus 44 anos, dou aula de Matemática Financeira a alunos de ADM, Contabilidade e Econômia. E acredite se quiser, às vezes aprendo coisas com meus alunos e filhos.
     Tem muito moleque , no sentido denotativo da palavra, que neste fórum ensinam cachorro miar e gato latir. Moral da história! Eu, 44 anos, formado, professor de 600 alunos, estou sendo ensinado por esses moleques os quais os considero gênios, diante da minha ignorância senil.

Acho que estou ficando velho, curtia AC/DC e vejo meus filhos curtirem AC/DC e Iron Maiden. Nada muda, somente as pessoas.
    
Abraços
 Rene.