Fórum Ubuntu Linux - PT
16 de Abril de 2014, 01:17 *
Olá, Visitante. Faça o login ou registre-se.
Perdeu o seu e-mail de ativação?

Login com nome de usuário, senha e duração da sessão
Notícias: Atenção usuários de email com anti-spam (Uol e Bol).
 
   Home   Ajuda Regras Pesquisa Login Registre-se  
Anúncios
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Algumas considerações acerca da Língua Portuguesa  (Lida 3353 vezes)
Tonux
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 116


Ver Perfil
« em: 11 de Novembro de 2009, 22:28 »

Olá

Isto parece ser um problema insolúvel, o dos termos a aplicar em informática. Na altura própria, devia ter havido colaboração entre os dois países que falam o Português, para que houvesse uma uniformização dos termos. Mas não foi feito e, agora, é tarde. Contudo, como este forum se destina a todos os falantes da língua Portuguesa, poderíamos escrever lado a lado os termos que forem diferentes; por exemplo:

"Usei o rato/mouse para mover as janelas da parte de baixo da tela/ecrã......". Cá por mim, que falo o Português Pt, não me faz confusão alguma usar termos Pt-Pt ou Pt-Br.
Agora, também acho que, na medida do possível, poderíamos usar termos da língua Portuguesa, em vez de estrangeirismos. Para 'écrã' (do francês), deveria ser usada a palavra 'tela' ou 'pantalha' ou mesmo a comum 'monitor'. 'Deletar'(do inglês), adoptada/adotada por Pt-Br, deveria ser substituída por 'corrigir', palavra comum. Mouse/rato poderia ser chamado de 'apontador', nome mais sugestivo. E assim por diante. Curiosamente as palavras que têm consoantes mudas em Pt-Pt, como 'director', 'acção', etc., estas consoantes, em tempos passados, eram lidas como tal, mas com o passar do tempo ficaram mudas e desapareceram da língua falada, tanto no Brasil como em Portugal (com algumas excepções, tal como 'facto'). Só que Portugal manteve a grafia e o  Brasil não. Por curiosidade, na mesma palavra 'director/diretor', em italiano antigo, também era lido o 'c'. Mais tarde deixou de se ler, mas foi substituído por outro 't', para indicar que caíu  uma consoante ali:  'directore' -> 'direttore' (não simplificou, pois não? Virando os olhos, porque não 'diretore'?)
Só para terminar, não entendo porquê de alguma animosidade feita por alguns, quase pondo o Pt-Pt e o Pt-Br como sendo duas línguas diferentes. Que eu saiba, Entre os Estados Unidos e a Inglaterra não vejo destas 'confusões'. Não tenho conhecimento de qualquer acordo ortográfico; embora haja termos diferentes nos EUA e na Inglaterra, a questão é pacífica. Relativamente aos países latino-americanos que falam o espanhol, quem dita as regras (de ortografia) é a academia de letras de Espanha. Não quero com isto dizer que seja Portugal a ditar as regras, mas se se trata da mesma língua, o mínimo que dever ser feito é um acordo ortográfico por iniciativa dos dois países, por motivos óbvios. O vocabulário 'nativo' a cada língua, ou seja, o que é diferente, só vem a enriquecer mais a Língua Portuguesa e sou a favor da elaboração de um dicionário alargado da Língua Portuguesa. Ah, a juntar ao Português temos o Galego, do mesmo tronco linguístico. Há galegos interessados, também, na unificação ortográfica.

Obrigado pela vossa atenção.

Edit: Outra particularidade é o uso generalizado do gerúndio, como em "estou agora escrevendo" vs "estou agora a escrever". O uso generalizado do gerúndio não se limita ao Brasil; também no sul de Portugal ele é usado de forma generalizada (províncias do Alentejo e Algarve).
« Última modificação: 12 de Novembro de 2009, 07:08 por Tonux » Registrado
Darcamo
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 1.306


Ver Perfil
« Responder #1 em: 07 de Dezembro de 2009, 00:56 »

Acho um pouco complicado esperar que todos sigam um vocabulário único e talvez isso acabe criando uma barreira para o uso do fórum se tivermos que escrever vários termos duplicados para informar o termo mais comum em Portugal e o termo mais comum no Brasil ou até mesmo se tivermos que escolher entre um dos dois. O que acho mais correto é sempre procurar fazer o uso correto da língua portuguesa, seja de acordo com o jeito falado em Portugal ou no Brasil, evitando gírias, abreviações de internet como "vc", também", etc..

O que pode ser útil, no entanto, é um tópico fixo com as equivalências de termos comuns aqui no fórum como rato<->mouse, tela<->ecrã, etc. Acho até interessante poder ver essas diferenças nos termos.  Piscada
Registrado
sboorbou
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 386


LPIC 2 - LPI 000180523 - Linux user 490229 - MCITP


Ver Perfil
« Responder #2 em: 07 de Dezembro de 2009, 09:06 »

Sou a favor de expandir o conhecimento... no brasil, embora não deva ser a realidade das pessoas que frequentam o forum, a cultura é algo tão raro como seria um I-phone de diamante e ouro.
Em estados mais no norte/nordeste inclusive a escola primaria é rara, e quando tem não é valorisada pelos moradores locais....
O sul, embora mais abastado, é tão ignorante quando, em termos de valorisação da mente e intelecto....

Acredito que o projeto acrecentaria conhecimento e "irmandade" as duas nações, mas virar regra no forum, provavelmente iria mixar, pois como falei no inicio... brasileiro nem fala portugues ainda, vai aprender a "etiqueta" do forum?

mas apoio a ideia do topico com os termos equivalentes, seria interessante.
Registrado

duvida eu em você sinto... duvida a raiva leva, raiva ao ódio leva, ódio é o lado negro da força - Mestre Yoda
NPC
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 230

Bot


Ver Perfil
« Responder #3 em: 07 de Dezembro de 2009, 12:12 »

Citar
Sou a favor de expandir o conhecimento... no brasil, embora não deva ser a realidade das pessoas que frequentam o forum, a cultura é algo tão raro como seria um I-phone de diamante e ouro.
Em estados mais no norte/nordeste inclusive a escola primaria é rara, e quando tem não é valorisada pelos moradores locais....
O sul, embora mais abastado, é tão ignorante quando, em termos de valorisação da mente e intelecto....

Acredito que o projeto acrecentaria conhecimento e "irmandade" as duas nações, mas virar regra no forum, provavelmente iria mixar, pois como falei no inicio... brasileiro nem fala portugues ainda, vai aprender a "etiqueta" do forum?

mas apoio a ideia do topico com os termos equivalentes, seria interessante.

Citar
...Em estados mais no norte/nordeste inclusive a escola primaria é rara, e quando tem não é valorisada pelos moradores locais....
O sul, embora mais abastado, é tão ignorante quando...

Acho que seria mais justo falar que no Brasil inteiro a educação primária não é muito valorizada.
Registrado

Googling since 1999.
sboorbou
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 386


LPIC 2 - LPI 000180523 - Linux user 490229 - MCITP


Ver Perfil
« Responder #4 em: 07 de Dezembro de 2009, 12:32 »

concordo,com o  NPC.


eu Sou gaucho, morei no para, em são luiz e macapa.... sei que não posso dizer uma verdade absoluta sobre o norte/nordeste conhecendo pouco sobre ele, mas nos lugares que passei, escolas ( o predio mesmo ) é raro..... ou é 1 para uma região beeemmmm grande. Mas como coloquei mais embaixo no texto, o sul pode até ter mais escolas por metro quadrado, mas tem tantos problemas como lá.............
Registrado

duvida eu em você sinto... duvida a raiva leva, raiva ao ódio leva, ódio é o lado negro da força - Mestre Yoda
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Tema desenvolvido por FaBMak e n3t0
Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2006-2009, Simple Machines
© 2014 Canonical Ltd. Ubuntu e Canonical são marcas registradas da Canonical Ltd.
XHTML 1.0 válido! CSS válido!