Autor Tópico: para que serve a partição linux SWAP  (Lida 6389 vezes)

Offline masterkorp

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 86
    • Ver perfil
para que serve a partição linux SWAP
« Online: 31 de Agosto de 2007, 14:36 »
gostava fde saber de forma resumida para que serve a partição Linux Swap e qual o tamanho k deve ter é que a minha tem 2.8Gigas e na instalação dizia que só precisava de 256mb?
obrigado:

Offline zoroastro

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 603
    • Ver perfil
Re: para que serve a partição linux SWAP
« Resposta #1 Online: 31 de Agosto de 2007, 15:20 »
Você mandou instalar automáticamente?

Quanto de RAM você tem?

O Linux Swap é uma partição de trocam, onde juda no trabalho da velocidade do linux.

Mais informações você acha tranquilamente pesquisando no Google :)

Offline k7br

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 770
  • Ubuntu 9.04
    • Ver perfil
Re: para que serve a partição linux SWAP
« Resposta #2 Online: 01 de Setembro de 2007, 08:15 »
Salve!
Linux Swap = memória virtual
 

Offline IgorM0L

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 487
  • Lokos está morto. Vamos ressucitá-lo?
    • Ver perfil
    • Yrado.net
Re: para que serve a partição linux SWAP
« Resposta #3 Online: 01 de Setembro de 2007, 22:53 »
Em outras palavras, ele é a fonte de aramazenamento dinâmico como a memória RAM, mas no seu HD, para não lotar a memória RAM.

Offline deusdara

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 104
    • Ver perfil
Re: para que serve a partição linux SWAP
« Resposta #4 Online: 04 de Setembro de 2007, 14:36 »
Olá

Área de Troca (swap)

O Linux tem suporte a memória virtual, isto é, ele utiliza o disco como extensão da memória RAM, fazendo com que o tamanho de memória disponível cresça consideravelmente. A parte do disco que é usada como memória virtual é chamada área de troca ou área de swap.

O Linux pode usar tanto um arquivo normal de um sistema de arquivos quanto uma partição separada para área de troca.

Criando uma área de troca
Uma boa maneira de criar uma área de troca sem espaços vazios é utilizar o seguinte comando:
# dd if=/dev/zero of=/extra-swap bs=1024 count=1024
1024+0 registros de entrada
1024+0 registros de saída
Onde /extra-swap é o nome do arquivo de troca e o tamanho é dado pelo parâmetro count=. O tamanho mais indicado deve ser múltiplo de 4, uma vez que o kernel utiliza páginas de memória de 4 kb de tamanho.

Após criar a partição de troca ou um arquivo de troca, é necessário gravar uma assinatura no seu início, que contém algumas informações administrativas utilizadas pelo kernel. O comando utilizado é o mkswap,
da seguinte forma:

# mkswap /extra-swap 1024
Configurando espaço de permuta (swap) versão 1, tamanho = 1044480 bytes

O gerenciador de memória do Linux limita o tamanho da área de troca em cerca de 127 MB. Pode-se porém utilizar até 16 áreas de troca simultaneamente, totalizando cerca de 2 GB.

Usando a área de troca
Uma área de troca é ativada através do comando swapon. Este comando informa ao kernel que a área de troca pode ser usada. O caminho para a área de troca é dado como um argumento:

# swapon /extra-swap

Áreas de troca podem ser usadas automaticamente ao serem listadas no arquivo /etc/fstab:

/dev/hdb6 swap swap defaults 0 0

O script de inicialização /etc/rc.d/rc.sysinit executará o comando swapon -a, inicializando as área de troca listadas neste arquivo.
Fonte de Informação:
http://www.vivaolinux.com.br/dicas/verDica.php?codigo=21

[Mobo: Asus Maximus III Formula ][CPU: QuadCore Intel Core i7 860@2.80 GHz][RAM:2x2 GB 1333 MHz DDR3 Corsair][GPU: nVidia GTX 570][HD:Seagate 1,0 também SATA II][Fonte: Corsair 500w - CMPSU-500CXV2 ][Ubuntu 14.01]