Fórum Ubuntu Linux - PT
16 de Abril de 2014, 10:36 *
Olá, Visitante. Faça o login ou registre-se.
Perdeu o seu e-mail de ativação?

Login com nome de usuário, senha e duração da sessão
Notícias: Atenção usuários de email com anti-spam (Uol e Bol).
 
   Home   Ajuda Regras Pesquisa Login Registre-se  
Anúncios
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Eu não quero saber como o Ubuntu fuciona  (Lida 4208 vezes)
celafreitass
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 3


Ver Perfil WWW
« em: 25 de Agosto de 2007, 13:27 »

                               Eu não quero saber como o Ubuntu fuciona
Sou estudante de jornalismo, tenho 24 anos trabalhei a minha vida toda com gestão de projetos e hoje
com gestão de negócios, durante todo esse tempo fui cercada por vários amigos íntimos e colegas de
trabalho apaixonados por informática, em especial Linux, dos amigos mais próximos 6 entre 10 tem
ou estão concluindo formação académica na área, meu antigo chefe, um norte­americano de 31 anos
trabalhou a vida toda com processamento de dados . Por isso a minha aproximação da área foi quase
inevitável, hoje trabalho na gestão de uma cooperativa criada por jovens para reciclagem de mico­
computadores.

Apesar de tudo isso sempre digo aos meus amigos e colegas que não quero saber como o Ubuntu
funciona, e foi justamente por isso que eu o escolhi para o meu computador, porque eu não preciso
saber como ele funciona para usa­lo para o que quiser e precisar e é isso que o tem diferenciado das
outras distribuições.
Eu não sei porque raios todos os técnicos que devoram Linux (principalmente os próximos a mim)
acham que todos precisam saber como tudo funciona, digo a um amigo que estou feliz porque baixei o
nero­linux dei dois cliques e ele instalou e ele responde “mas isso é ruim, porque você não aprendeu
nada, não sabe como funciona” e eu preciso lhe responder “eu não ligo” , o que eu quero é que as
minhas planilhas funcionem, que os vídeos rodem, que a minha Internet rode perfeitamente, porque?
porque eu sou uma USUÁRIA não uma Técnica.
E acredito piamente que será quando os possíveis consumidores/usuários de Linux forem tratados
apenas como USUÁRIOS que o Linux poderá chegar de fato a casa das pessoas sem ser substituído
no dia seguinte por um cd pirata de Windows.

Recentemente montei um desktop novo com Ubuntu, ótima máquina... P4, 512MB 80hd sata, placa
Gforce, a maquina ficaria na casa de duas primas uma com 16 outra com 13, instalei o Ubuntu em
todo hd nada de dualboot, estava a uns 4 ou 5 meses sem visitar o fórum e resolvi procurar por coisas
que ainda não conhecia... e encontrei o automatrix , curiosamente vi um rapaz no fórum perguntando
sobre o programa, e ele foi respondido da seguinte maneira “se você é usuário novo, não instale,
porque ele deixa tudo muito fácil, aprenda um pouco mais” e eu pensei... perfeito pra mim! eu não
quero aprender NADA. instalei o automatrix que me ajudou com o realplayer, que por sinal rodou o
único vídeo que o ubuntu 7.4 ainda não estava rodando na maquina (rmvb), fora isso botei alguns
ícones e papeis de parede diferenciados, instalei pacotes de PT­Br para FireFox e oppen­office, e
pronto fiz toda a configuração em menos de 2 hora, a maquina esta instalada a quase 1 mês, e o
ÚNICO problema que tenho tido é com o celular já que ainda não encontrei forma de sincroniza­lo
com o computador.

Vi uma vez uma matéria no site do uol sobre a instalação do Ubuntu e as dificuldades que um usuário
comum teria para instala­lo, claro que eles listaram uma serie de dificuldades e ai eu questiono, por
acaso se você perguntar a um executivo de uma empresa qualquer que usa computadores todos os dias
se ele sabe instalar Windows ele vai dizer que sim? não, ele vai dizer que não! por ele não precisa
instalar Windows ele precisa USAR o Windows, porque qualquer ser comum, que não seja um técnico
alienígena (com todo respeito) não precisa saber instalar coisa nenhuma, nem Windows, nem ubuntu.
Para mim o computador não é o fim é o meio para alguma coisa, eu entendo os meus amigos técnicos
que passaram horas na frente do computador, vasculhando ele do avesso todos os dias sem nunca
terem escrito um texto ou criado uma planilha no mesmo, porque para eles mexer/fuçar/entender o
computador é o que basta, é na verdade o que eles devem fazer, enquanto para mim o computador é o
meio para devolver orçamentos, textos, conversar com amigos, ver vídeos, baixar musica e enquanto o
Ubuntu continuar oferecendo os caminhos descomplicados para isso ele será a minha escolha e eu
continuarei sem querer saber como ele funciona.

Marcela Freitas
Usuária linux.
celafreitass@gmail.com

Para ver o meu ubuntu:
http://celafreitass.blogspot.com/
Registrado
jomafras
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 1.990

12.04/Unity


Ver Perfil
« Responder #1 em: 25 de Agosto de 2007, 13:59 »

Seu Ubuntu tem um belo Desktop...parabéns.
Mas c já viu que tá precisando atualizar?...hehehe!!!
Gozação mas, pelo menos isso c faz não?
Registrado

O Ubuntu sem dúvida é a melhor Distro.
Pesquise primeiro... só depois abra um tópico.
Canal do YouTube - Blog
AquaMan
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 138


<Ubunteiro desde jul/07> Hardy Haron


Ver Perfil
« Responder #2 em: 25 de Agosto de 2007, 14:12 »

Marcela,
um barato o seu depoimento! Sou da área de informática, convivo com a situação que você descreve, diariamente, por um e por outro lado. Com os amigos técnicos existe sempre a sede de aprender mais, de escovar bits (nuns nem tanto), de fuçar mesmo. E isso é normal. Já com os amigos usuários existe sempre aquela "preguiça" (entre aspas, porque não é uma uma anti-virtude aqui, e sim um fator inerente ao uso que a pessoa faz do computador) de se ver obrigado a pensar em mais detalhe naquilo que não é o seu interesse final.

Claro, o cara do departamento financeiro quer um micro com um software de planilha eletrônica instalado, que funcione, e pronto. E quando tiver problema, quer ligar para TI e arrumar um bom técnico que faça as coisas voltarem a funcionar como antes, sem que ele participe do processo ou tenha que saber o que foi feito. Na melhor das hipóteses ele precisa saber se o problema foi conseqüência de um erro dele, e o que deve fazer para não repetí-lo.

Mas voltando o foco, é exatamente por isso que o Ubuntu está com sua base de usuários crescendo. Está começando a atingir esse nicho que você falou, onde usar é o mais importante. Clicar "aqui e ali" é uma evolução, e não um sinal de burrice. A facilidade é conseqüência do progresso, apesar de litros de suor terem sido vertidos pelos chamados técnicos para que essa tal facilidade acontecesse. Louvo os técnicos (afinal de contas também sou um  Piscada ) e compreendo perfeitamente os usuários. Equilíbrio difícil esse.

E de mais a mais (o acaso não existe), o momento atual foi brindado com o lançamento de uma nova versão do Windows que muitos estão querendo distância. E aí é que entra o crescimento de uma ótima distribuição Linux, fácil de instalar, de usar, e que tem tudo para ocupar um lugar grande no mercado: o Ubuntu. Estamos torcendo aqui...

Abraços!
Registrado


(AMD Athlon 64 3.5Ghz/1Gb RAM/80Gb+250Gb/Geforce FX 6200 128Mb/Palm T5)
Syph0s
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 65

[syph0s@internet /]# chmod -R 777 /me


Ver Perfil WWW
« Responder #3 em: 25 de Agosto de 2007, 14:31 »

Programadores, cabeças pensantes do Linux escutem a Marcela!!! Eu suplico!! Escutem essa cabeça que reflete justamente o norte para o sucesso!!! Não vamos mais perder tempo tentando ganhar 2 segundos de performance!! Basta que funcione!! O exemplo dado não há melhor!! O Nero é só colocar os arquivos nas respectivas pasta e.... pronto, e o que é mais incrivel: funciona como deve funcionar!!! Sem complicações com dependências e etc... repito: Escutem a Marcela!
Registrado

Fernando Rodrigues
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 261



Ver Perfil
« Responder #4 em: 25 de Agosto de 2007, 17:38 »

Perfeito, Marcela!
Exatamente tudo que eu sempre quis escrever, mas nunca tive inspiração para isso!
Conseguiu sintetizar, de forma excepcional, como funciona a cabeça de um usuário!

Vou até parar de escrever pra não borrar o seu texto maravilhoso! Muito bom.....

E, como disse o Syphos e o Aquaman, "escutem a Marcela!". A brecha é agora! Momento mais perfeito pro Linux crescer não existe! Sem Graça
sds
Registrado
rjbgbo
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 3.860

Ubuntu 12.04LTS


Ver Perfil WWW
« Responder #5 em: 25 de Agosto de 2007, 19:37 »

Parabéns Marcela e todos os colegas, principal/ vc AquaMan pela palavras.

O caminho é esse dito Syph0s.

E ainda acrescento que o Ubuntu tá ficando tão bom, mas tão bom que já começa a satisfazer os usuários finais e os ávidos por tecnologia.
Registrado

Linux User #440843 / Ubuntu User #11469 / Não respondo via mp
FAQ: Frequently Asked Questions / Apostilas / Guia de uso: Unity
samuelbh
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 583



Ver Perfil
« Responder #6 em: 27 de Agosto de 2007, 12:45 »

Muito bom esse depoimento. E muito bom que tem mulheres usando Linux, já que isso era raro alguns anos atrás.
Registrado

Assinatura removida pela Equipe do Fórum
wildner
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 192



Ver Perfil
« Responder #7 em: 27 de Agosto de 2007, 20:00 »

Parabéns Marcela,

Seu depoimento foi muito legal. Além do mais, saber que mulheres estão usando Linux é D+.

As novas versões do Ubuntu estão cada vez melhores, estou testando o Gutsy Gibbon 7.10 e as configurações estão cada vez mais fáceis, com poucos clicks vc configura quase tudo.

Claro, ainda tem que melhorar muita coisa, mas estamos a caminho.

Software Livre é o futuro e nós "povo" deveríamos apoiar maciçamente e espalhar pelos quatro cantos do mundo,  pois, tudo que for desenvolvido é patrimônio nosso e não de uma companhia.

Valeu.
« Última modificação: 30 de Agosto de 2007, 10:30 por wildner » Registrado
koianiskatsi
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 151



Ver Perfil
« Responder #8 em: 29 de Agosto de 2007, 18:00 »

é mermo. recado dado wildner
Registrado
celafreitass
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 3


Ver Perfil WWW
« Responder #9 em: 30 de Agosto de 2007, 15:13 »

Acho que tem um ponto importante que esqueci de mencionar no texto.... uma vez vi o  Jorge Amadeu  dizer em uma palestra que a diferença entre Linux e Windows era simples, o Windows é um bolo que você compra pronto, come e não sabe como foi feito, nunca vai saber, se quiser outro bolo igual só poderá comprar da própria Microsoft, já o Linux é um bolo que você compra pronto e vem com a receita, se você quiser pode fazer outro igual, e adicionar coisas que gosta ou tirar coisas que não gosta, isso é muito importante porque o “poder” não fica nas mãos de uma única empresa e também porque motiva profissionais e pode gerar empregos ou ainda permitir que um pais como a África do sul sirva de inspiração para um sistema operacional como o Ubuntu.
Tudo que eu disse sobre o nível usuário pode e deve respeitar o espírito do Linux que é garantir que todos tenham acesso a informações/formulas/meios.
É bom saber que tudo que eu disse faz muito sentido para vocês também.
Registrado
maudy
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 479


Darth Tux


Ver Perfil WWW
« Responder #10 em: 30 de Agosto de 2007, 15:45 »

Interessante esse ponto de vista que compartilho da mesma forma.

Existem as pessoas que não querem e não precisam saber como funciona algumas coisas. Apenas que funcionam.
Eu mesmo não sei como funciona o motor de um carro, mas sei que preciso dele para muitas coisas.
Registrado

Eunir Augusto
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 853

Embaixador do Projeto Fedora Brasil


Ver Perfil WWW
« Responder #11 em: 30 de Agosto de 2007, 15:51 »

Não concordo!

hehe

Brincadeira, gente! Brincadeira!  Contente  Contente  Contente

Agora, falando sério: milhares de homens aqui e quase nenhum teve a perspicácia de nossa amiga para captar a essência do projeto  Piscada Por isso acho que, em muitos aspectos, as mulheres superam os homens  Contente

Abraços. Parabens pelo ponto de vista, Marcela  Piscada
Registrado

Comunidade PCLinuxOS Brasil - Assinatura modificada a pedido do grande amigo Ricardo (rjbgbo)
kErNeL_sCrIpT
Visitante
« Responder #12 em: 26 de Setembro de 2007, 01:12 »

Parabéns Marcela!!!! Ótima e perspicaz ótica do Linux.

Sou técnico em informática, e sim, eu TENHO que saber como o sistema funciona, afinal esse é o meu trabalho e eu gosto muito de fuçar o sistema, mas nem por isso eu vou querer trabalhar o dia todo montando máquinas, configurando redes, instalando o Ubuntu, editando o grub e chegar em casa e enfiar a cara no terminal... não, não eu, eu quero chegar em casa, ligar meu Ubuntu, quero que ele inicie o Compiz-Fusion automaticamente, quero instalar os pacotes de mídia pelo Automatix, tudo na moleza, pois sou técnico sim, mas acima de tudo sou um usuário, e quero conforto no meu S.O., sem dores de cabeça, e o Ubuntu me da isso. Claro que "nós" queremos sempre falar para nossos amigos: "poxa, faz no terminal, você vai ver que é mais simples, mais rápido, e você vai aprender como funciona" hehehe  a maioria dos usuários não quer saber como funciona, mas nós apenas queremos ajudar (pelo menos eu) Mas não fico obrigando eles a saberem, pois nem eu sei tudo, nem ninguém sabe tudo.

E eu acredito que a chave que vai alavancar o Ubuntu de vez para o "páreo"  com o Windows™ é o usuário final, aquele que quer apenas usar o sistema. E o Ubuntu fica mais intuitivo a cada versão, e agora com o Gutsy e o novíssimo GNOME 2.20, acredito que mais um grande salto vai ser dado. Claro, uma grande pedra no sapato da evolução do Linux são os usuários "cisudos" que criaram o mito do "terminal" e o "Linux é para Geeks", isso atrapalha bastante a divulgação do que realmente o Linux é, no nosso caso, nosso querido Ubuntu. Mas estou vendo que isso está mudando, e espero que as coisas caminhem como estão. Só consigo ver um futuro brilhante para o Ubuntu. Um Ubuntu para todos, seja Hacker ou apenas um usuário comum, para todos, afinal: Ubuntu - Linux for Human Beings!

Abraço a todos e até mais.
Registrado
Piras
Visitante
« Responder #13 em: 27 de Setembro de 2007, 21:47 »

A maioria dos frequentadores mais assíduos deste fórum certamente não concordaria com a Marcela. A imensa maioria dos desenvolvedores certamente não concordaria com a Marcela. E a maioria dos usuários que eu conheço são como a Marcela.

Muitas distros são feitas pensando em quem não concorda com a Marcela. Mas as maiores, penso eu, inclusive o Ubuntu tem em foco gente como a Marcela. E é bom que isto aconteça, pois o Ubuntu pode continuar muito divertido para quem discorda da Marcela e ser muito útil para quem assina embaixo do que ela disse.
Registrado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Tema desenvolvido por FaBMak e n3t0
Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2006-2009, Simple Machines
© 2014 Canonical Ltd. Ubuntu e Canonical são marcas registradas da Canonical Ltd.
XHTML 1.0 válido! CSS válido!