Autor Tópico: Remigração para o Ubuntu 16.04  (Lida 92 vezes)

Offline Nano-Darw

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver perfil
Remigração para o Ubuntu 16.04
« Online: 26 de Março de 2017, 05:48 »
Pessoal, comecei no mundo GNU/Linux pelo Mint, mas acabei indo para o Ubuntu tanto pela ação criativa que à ele é desprendida como pelo motor de aprendizagem. Mas ele dá muito probleminha, sabe -- e isso me fez voltar para o Mint. O último, e mais inconveniente foi um famoso, o que não reconhece seu login e senha. Bem, a pergunta é a seguinte: quero sair do Mint e voltar para o Ubuntu, mas tem como ter uma maior estabilidade nele?
« Última modificação: 26 de Março de 2017, 19:35 por Nano-Darw »

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 4.212
    • Ver perfil
Re:Remigração para o Ubuntu 16.04
« Resposta #1 Online: 26 de Março de 2017, 16:20 »
Pois então, "Nano-Darw",

Modifique o título do tópico para minúsculas, caixa baixa, é contrário às regras do Fórum o uso dessa forma e o tópico pode ir para a Quarentena, perdendo-se todo o esforço dedicado à questão.

Regras de Utilização do Fórum

Citar
Da forma de publicação das mensagens

8. Não são permitidas mensagens/títulos:

II - Em caixa-alta (maiúsculas) e/ou com excesso de formatação de texto fora do padrão do fórum

Consulte aqui:

http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,43147.0.html
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 4.212
    • Ver perfil
Re:Remigração para o Ubuntu 16.04
« Resposta #2 Online: 26 de Março de 2017, 16:29 »
Quanto a estabilidade do Ubuntu, tenho a dizer que possuo uma instalação aqui que foi feita ao tempo do Ubuntu 10 e de lá pra cá venho atualizando, hoje está no 16.04, portanto tem aí algo como uns 6 ou 7 anos de instalação e continua funcionando perfeitamente, nunca quebrou, nunca deu um problema maior.

Isso certamente está muito relacionado à forma como se usa e ainda aos recursos de conhecimento disponíveis na solução de eventuais problemas.

Certamente um uso experimental muito intenso, com o uso indiscriminado de PPA, tende a tornar o sistema instável e "quebrável", portanto, creio que a questão central seja a forma que o usuário utiliza o sistema.

Claro que a experimentação pode ser interessante principalmente no aspecto do aprendizado, porém nesses casos o melhor é ter o sistema de uso real numa partição e ter uma outra partição com uma outra instalação onde se poderá, experimentar, instalar isso e aquilo, desinstalar, mexer à vontade e se quebrar é só reinstalar, sem afetar o sistema principal de uso real, enfim, é uma abordagem possível usar o recurso de dual boot ou multi boot.

www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.