Autor Tópico: MySQL limita uso após atualização para Ubuntu 16.04  (Lida 2435 vezes)

Offline zekkerj

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 18.687
  • Gratidão gera gratidão, lamúria gera lamúria...
    • Ver perfil
Re:MySQL limita uso após atualização para Ubuntu 16.04
« Resposta #30 Online: 10 de Janeiro de 2017, 11:52 »
Vc está fazendo isso de forma diferente da que fez antes. Se não mantiver alguma coerência nos testes, vai ficar difícil entender (e se fazer entender).
Pesquise antes de perguntar, sua dúvida pode já ter sido respondida.
Não respondo dúvidas por MP, coloque sua dúvida no fórum onde ela pode ser pesquisada pelos seus colegas!
Não venha ao fórum apenas para perguntar. Se você sabe a resposta de um problema, porque não ajudar seu colega? ;D

Offline maurov

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 326
    • Ver perfil
Re:MySQL limita uso após atualização para Ubuntu 16.04
« Resposta #31 Online: 10 de Janeiro de 2017, 12:14 »
Tens razão, sorry. Estava lendo outros tópicos e postei rápido sem adaptar.
O questionamento sobre o uso do FALSE, da forma como achei, dentro de VALUES, não permitiria a atualização da variável, como em:

INSERT INTO mytable (datavenc, quitacao, dataquit) VALUES ('$datavenc',FALSE,'$dataquit')

A questão do NULL é ainda o ponto crítico, uma vez que dá o mesmo erro na variável que estiver primeiro (já inverti a ordem no php para ver se acontecia isso), como em:

INSERT INTO mytable (datavenc, quitacao, dataquit) VALUES ('$datavenc','$quitacao','$dataquit')
INSERT INTO mytable (quitacao, dataquit, datavenc) VALUES ('$quitacao','$dataquit','$datavenc')
« Última modificação: 10 de Janeiro de 2017, 12:16 por maurov »

Offline zekkerj

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 18.687
  • Gratidão gera gratidão, lamúria gera lamúria...
    • Ver perfil
Re:MySQL limita uso após atualização para Ubuntu 16.04
« Resposta #32 Online: 10 de Janeiro de 2017, 13:29 »
O valor NULL é usado quando você cria o registro e não fornece um valor para o campo. Você nessas linhas está fornecendo um valor para o campo.

Se você quer que o campo não receba nenhum valor, você não pode citá-lo na operação de INSERT.
Pesquise antes de perguntar, sua dúvida pode já ter sido respondida.
Não respondo dúvidas por MP, coloque sua dúvida no fórum onde ela pode ser pesquisada pelos seus colegas!
Não venha ao fórum apenas para perguntar. Se você sabe a resposta de um problema, porque não ajudar seu colega? ;D

Offline maurov

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 326
    • Ver perfil
Re:MySQL limita uso após atualização para Ubuntu 16.04
« Resposta #33 Online: 10 de Janeiro de 2017, 16:31 »
Um formato que consigo imaginar é:
- O campo deverá ter um valor inicial (default value=0 pelo db) e não estar como NULL.
- Constar no INSERT INTO do script php como uma variável ($quitacao, por exemplo).

Desta forma creio que não constaria como nulo e permitiria edição no form html.

Offline zekkerj

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 18.687
  • Gratidão gera gratidão, lamúria gera lamúria...
    • Ver perfil
Re:MySQL limita uso após atualização para Ubuntu 16.04
« Resposta #34 Online: 10 de Janeiro de 2017, 18:01 »
Então... estamos rodando em torno de uma questão que não é do Ubuntu, é do MySQL, e, talvez, até, do projeto da base, em si.
O que eu observo... me parece que na entrada dessa nova versão, o MySQL passou a ser mais exigente com a integridade dos dados sendo inseridos na base.
Talvez você tenha mais progresso se levar o caso à comunidade do MySQL ou mesmo do PHP (que também foi atualizado nessa versão).
Pesquise antes de perguntar, sua dúvida pode já ter sido respondida.
Não respondo dúvidas por MP, coloque sua dúvida no fórum onde ela pode ser pesquisada pelos seus colegas!
Não venha ao fórum apenas para perguntar. Se você sabe a resposta de um problema, porque não ajudar seu colega? ;D

Offline maurov

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 326
    • Ver perfil
Re:MySQL limita uso após atualização para Ubuntu 16.04
« Resposta #35 Online: 11 de Janeiro de 2017, 08:46 »
É verdade.
Após os testes e trocas de experiências, a questão não se mostrou como problema causado pela atualização do Ubuntu em si, mas por exigências (gostei do termo) da versão 5.7 do MySQL que acaba sendo atualizada junto.

De qualquer forma, fica e experiência para outros colegas do fórum.