Autor Tópico: Ubuntu não reconhece drive da Placa de Video Intel Graphics  (Lida 2174 vezes)

Offline Kyoranmogami

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 8
    • Ver perfil
Re:Ubuntu não reconhece drive da Placa de Video Intel Graphics
« Resposta #15 Online: 24 de Novembro de 2016, 21:19 »
Só tenho mais uma duvida e a gente já pode encerrar por que devo esta te alugando já, entrei no site da intel e vi que tem uma composição de arquivos como
Linux Kernel - 4.7.2
Mesa - 12.0.1
xf86-video-intel - 2.99.917
Libdrm - 2.4.68
Libva - 1.7.2
vaapi intel-driver - 1.7.2
Cairo - 1.15.2
Xorg Xserver - 1.18.3
Intel-gpu-tools - 1.16

SUPPORTED HARDWARE

7th Generation Intel® Core™ processors with Intel® HD Graphics - Kaby Lake
6th Generation Intel® Core™ processors with Intel® HD Graphics - Skylake
5th Generation Intel® Core™ processors with Intel® HD Graphics - Broadwell
4th Generation Intel® Core™ processors with Intel® HD Graphics - Haswell
3rd Generation Intel® Core™ processors with Intel® HD Graphics - Ivy Bridge
2nd Generation Intel® Core™ processors with Intel® HD Graphics - Sandy Bridge
Intel® Celeron® Processors with Intel® HD Graphics - Apollo Lake
Intel® Celeron® Processors with Intel® HD Graphics - Braswell
Intel® Celeron® Processors with Intel® HD Graphics - Bay Trail
Intel® Atom™ N450 with Intel® Graphics Media Accelerator 3150 (Pine Trail)

conferi a versão do meu Kernel 4.4.0-47-generic #68-Ubuntu SMP Wed Oct 26 19:39:52 UTC 2016 x86_64 x86_64 x86_64 GNU/Linux
esta diferente gostaria de saber se tem algo a ver?
Se não tiver nenhuma relação vou formatar ele aqui.

E agradeço desde já a ajuda.



Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 4.844
    • Ver perfil
Re:Ubuntu não reconhece drive da Placa de Video Intel Graphics
« Resposta #16 Online: 24 de Novembro de 2016, 23:17 »
Antes de mais nada, veja essa página:

http://www.intel.com.br/content/www/br/pt/support/graphics-drivers/000005477.html

Mas muito especialmente essa quando se trata de jogos para Gráficos HD Intel 2000/3000:

Lista de jogos que funcionam com os Gráficos HD Intel® 3000/2000

http://www.intel.com.br/content/www/br/pt/support/graphics-drivers/graphics-for-2nd-generation-intel-processors/000005565.html?_ga=1.211690325.1980117708.1480035638

Quem está dizendo isso é a própria Intel.

No final da página há uma nota:

"Esta lista foi compilada usando o sistema operacional Windows 7* de 64 bits etc e tal."

Perceba que o Windows é muitíssimo melhor adaptado para os computadores PC, especialmente nos jogos, que o Linux, e mesmo assim já no Windows há severas restrições em razão da geração da gpu, então é de se esperar que os jogos que, segundo a Intel jogam bem do ponto de vista do hardware gráfico, para o Linux a lista seja no máximo igual a essa e muito possivelmente menor que essa, muito provavelmente alguns jogos dessa lista não rodam bem no Linux.

Como lá se vê, League of Legends não está na lista sequer para o Windows, quanto mais para o Linux.

www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 4.844
    • Ver perfil
Re:Ubuntu não reconhece drive da Placa de Video Intel Graphics
« Resposta #17 Online: 25 de Novembro de 2016, 00:11 »
Só tenho mais uma duvida e a gente já pode encerrar por que devo esta te alugando já, entrei no site da intel e vi que tem uma composição de arquivos como : Linux Kernel - 4.7.2; Mesa - 12.0.1; xf86-video-intel - 2.99.917; Libdrm - 2.4.68; Libva - 1.7.2; vaapi intel-driver - 1.7.2; Cairo - 1.15.2; Xorg Xserver - 1.18.3; Intel-gpu-tools - 1.16
[...]
conferi a versão do meu Kernel 4.4.0-47-generic #68-Ubuntu SMP Wed Oct 26 19:39:52 UTC 2016 x86_64 x86_64 x86_64 GNU/Linux
esta diferente gostaria de saber se tem algo a ver?

Essa constelação de componentes elencados não guardam relação com a sua questão, não há nada que você possa fazer em relação a isso que irá resolver o problema no seu sistema em particular.

Nada obstante, a observação é bastante interessante pois essa questão não tem uma resposta fácil, nem rápida. :-)

De início é preciso pontuar que a Intel é uma grande apoiadora e colaboradora do Linux, produzindo ela própria código opensource.

Esses drivers que se encontram no website da Intel são produzidos por ela e disponibilizado à comunidade opensource e muito especialmente às distribuições existentes.

Quando um novo release de um driver é lançado, contendo um melhoramento ou uma correção, demora algum tempo até que seja incorporado às distribuições, cada uma delas com seu próprio projeto e enfase nisso ou naquilo.

Ubuntu em especial é uma distribuição muito dinâmica em termos de atualização, muito possivelmente a mais dinâmica de todas, promovendo um constante e ininterrupto fluxo de atualizações, entretanto, ainda assim, há um lapso de tempo entre o lançamento de um driver pela Intel e a incorporação disso na distribuição.

Uma distribuição monta seu projeto e cuida do sistema operacional como um todo, na forma que concebeu a união das várias partes, procurando harmonizar esses componentes segundo o projeto dela distribuição.

O que a ppa Oibaf que você já testou faz é justamente estar um passo adiante do Ubuntu como um todo no que se refere ao subsistema gráfico.

Antes disso precisa compreender melhor como é que essa coisa toda funciona no Linux, o que não é exatamente fácil, mas é preciso entender que o subsistema gráfico é constituido de um complexo sistema de componentes opensource, de variadas fontes e que criam dependências entre si.

Dessa forma, uma mudança no servidor X pode implicar numa mudança no driver Mesa 3D e vice-versa, o que introduz interdependência entre os componentes e assim por diante, é uma complexa rede de interdependência em que o avanço de um pode implicar na necessidade de modificar outros componentes, lembrando sempre que isso é feito de forma independente por várias e várias pessoas, que são os desenvolvedores, sem nenhuma coordenação central, isto é, num movimento livre e autônomo e, por isso mesmo, é incrível que funcione tão bem.

Esse é o cenário nem sempre muito bem compreendido de como funciona essa coisa toda.

Se tiver interesse em se aprofundar no assunto e o inglês não for um obstáculo intransponível, sugiro a leitura desse paper, de autoria de Ragav Gopalan, que é engenheiro da Intel (Platform Applications Engineer) bastante elucidativo no tema (o quadro que se encontra em página 9 é um mosaico da questão):

Inside Linux graphics
Understanding the components, upgrading drivers, and advanced use cases

http://www.intel.com/content/dam/www/public/us/en/documents/white-papers/inside-linux-graphics-paper.pdf

www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.