Enquete

Em qual distribuição GNU/Linux você utiliza este tutorial (caso use mais de uma, informe a principal)?

Arch
0 (0%)
Debian
2 (2.6%)
ElementaryOS
0 (0%)
Fedora
1 (1.3%)
Gentoo
0 (0%)
Mint (inclusive LMDE)
6 (7.7%)
OpenSUSE
0 (0%)
*Ubuntu (Ubuntu, XUbuntu, KUbuntu, LUbuntu...)
64 (82.1%)
Outra
2 (2.6%)
Nenhuma. Vim aqui só por curiosidade.
3 (3.8%)

Votos Totais: 76

enquete encerrada: 01 de Junho de 2016, 19:20

Autor Tópico: [Tutorial] Instalação manual do Ambiente de Execução Java (JRE) no *Ubuntu Linux  (Lida 205623 vezes)

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
ÍNDICE


INTRODUÇÃO

Criei este tutorial em 17/10/2011 e o postei originalmente aqui, sob o título [Tutorial] Banco do Brasil e Sun Java no Chrome, Chromium e Firefox para Ubuntu Linux. Em 17/01/2014 migrei o tutorial para cá, sob o título [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu. No entanto, com o passar do tempo os desenvolvedores dos navegadores web (Opera Browser, Mozilla SeaMonkey, Google Chrome...) foram abandonando a tecnologia NPAPI (Netscape Plugin API). Como o plugin que conecta o JRE (Ambiente de Execução Java que você instala no seu sistema operacional) ao navegador que você utiliza é um plugin NPAPI, os usuários passaram a depender do Mozilla Firefox: único navegador que continuou dando suporte a plugins NPAPI...

...até que em 17/03/2017 foi lançado o Firefox 52.0.1, que, como já era esperado (desde abril/2014), deixou de executar plugins NPAPI (exceto, por enquanto, o plugin NPAPI do Adobe Flash).

Em razão disso, e considerando que o Banco do Brasil e demais bancos migraram para outras soluções de segurança (a principal delas tem sido o Warsaw: módulo de segurança que utiliza a tecnologia de websockets e SSL), a partir de 17/03/2017 a finalidade deste tutorial deixou ser a ativação do plugin NPAPI do JRE e passou a ser a instalação do JRE no Linux *Ubuntu. Afinal de contas, os usuários da distribuição GNU/Linux Ubuntu e suas variantes (XUbuntu, KUbuntu, LUbuntu etc.) que desejarem - por exemplo - realizar Declaração de Imposto de Renda no Linux utilizarão o programa DIRPF, que é construído em Java e por isto requer que o JRE esteja instalado (o plugin NPAPI é apenas um dos componentes do JRE que você instala). Outros programas que você executa diretamente no computador, e que por isto não requerem que você possua o plugin NPAPI do JRE porém requerem que você possua o JRE instalado são, por exemplo, o SMS Power View e o Sweet Home 3D.

Consequentemente, a finalidade deste tutorial atualmente é a de explicar como obter e instalar o tarball (arquivo com extensão .tar.gz) do Sun Java (JRE) no sistema, bem como atualizar o JRE e também como desinstalá-lo.
  • Caso desconheça a diferença entre JDK, JRE e JVM, leia a explicação resumida que consta neste post.
  • Caso queira entender um pouco melhor a estrutura de pacotes do OpenJDK, a confusão que a palavra "JDK" cria por fazer parte do nome "OpenJDK", ou caso deseje visualizar um diagrama esquemático sinteticamente ilustrando como é um JRE e a JVM (Máquina Virtual Java) que fica "dentro" do JRE, consulte este post.
Embora voltado para distribuições GNU/Linux *Ubuntu (XUbuntu, Ubuntu, LUbuntu, KUbuntu...), o método de instalação aqui explicado talvez funcione também em distribuições Debian e em outras direta ou indiretamente baseadas no Debian, como é o caso do Linux Mint, do LXLE e do Elementary OS, tendo em vista que as próprias distros *Ubuntu são baseadas na distro Debian.

Repare que este tutorial é bastante extenso e por isto foi dividido em seções, cada uma delas em um post diferente. Isso é intencional: o objetivo é ser didático, ajudar você não apenas a resolver o seu problema mas também a entender o que você está fazendo para resolver o problema e, se possível, aprender o suficiente para conseguir gradativamente ir deixando de depender deste tutorial. Eu não sou o dono da RedBull, mas desejo que você crie asas e aprenda a voar!  :)

Ao mesmo tempo, os comandos que interessam foram destacados, assim como o título de cada seção. Isso também é intencional: o objetivo é que você não se perca no meio do "monte de texto", caso queira apenas copiar e colar os comandos que interessam. Deste modo, o tutorial procura ser versátil: prolixo e objetivo, ao mesmo tempo.  ;)

Como dizia uma antiga propaganda, existem mil maneiras de se preparar Neston. Pois é: também existem mil maneiras de se instalar o Sun Java no seu sistema. A que este tutorial apresenta é uma forma totalmente manual de instalação. Você pode querer tentar modos mais simples, mais práticos, mais fáceis ou mais convenientes para as suas necessidades e interesses, e "apelar" para este tutorial somente caso nada mais dê certo.

O aspecto negativo deste tutorial é que ele requer que você fique desinstalando e atualizando o Java manualmente, sempre que uma nova versão dele surgir. O aspecto positivo é que este método funciona, ou pelo menos reduz drasticamente a possibilidade de algo dar errado. Depois que você se acostumar com a instalação e desinstalação manual, atualizar manualmente o seu Java não demorará mais que 5 minutos: o mesmo tempo que você gastaria usando outro método. E boa (se não a maior) parte desses 5 minutos será gasta com o download do novo Java - não com os comandos de desinstalação e instalação. ;)

Não recomendo instalar o Sun Java por intermédio de PPA não oficiais ou outros repositórios não oficiais (repositórios de terceiros). Motivos:
  • Quem mantém o repositório pode demorar para atualizar os arquivos, o que pode expor seu sistema a falhas de segurança que foram descobertas mas estão corrigidas apenas na versão mais recente do Sun Java.
  • O mantenedor do repositório pode estar agindo de má fé. Por exemplo: ele pode, intencionalmente ou não, excluir código importante ou incluir códigos maliciosos nos arquivos do repositório - e você vai instalá-los sem saber.

Para quem não sabe, quem criou a plataforma computacional Java e a respectiva linguagem de programação Java foi a empresa Sun Microsystems. Porém, a empresa Oracle comprou a Sun. Por isto, as expressões "Sun Java", "Java da Sun", "Oracle Java" e "Java da Oracle" são sinônimas: tanto faz usar qualquer uma delas. Particularmente, prefiro dizer "Sun Java" porque, afinal de contas, Java é criação da Sun: a Oracle apenas comprou pronto.  ;)


ATENÇÃO USUÁRIOS DO WARSAW DO BANCO DO BRASIL NO *UBUNTU

« Última modificação: 28 de Março de 2017, 12:33 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Tutorial - Seção 1: Instalando o Sun Java (JRE da Sun / Oracle)
« Resposta #1 Online: 17 de Janeiro de 2014, 19:27 »
1.1. FAÇA DOWNLOAD DO SUN JAVA.
Acesse www.java.com e faça download do instalador Java para o seu GNU/Linux. Não pegue o RPM! Faça download do seguinte tarball:

Para GNU/Linux de 32 bits:
jre-8u121-linux-i586.tar.gz

Para GNU/Linux de 64 bits:
jre-8u121-linux-x64.tar.gz

Notas:
1.1.1. jre é uma abreviatura para Java Runtime Environment (Ambiente de Execução Java). Dentro de um JRE há uma JVM (Java Virtual Machine / Máquina Virtual Java). Nos JRE da Sun/Oracle a JVM possui o arquivo executável java (sem extensão) que é responsável por executar os códigos Java. Um arquivo executável javaw (sem extensão) também pode estar presente, para executar a mesma função do arquivo java, só que dentro de uma janela (aquele w é de "window", que significa "janela"). Esses arquivos ficam dentro da pasta bin (de "binários executáveis") onde o JRE está instalado. Na instalação ensinada por este tutorial os arquivos java e javaw ficarão dentro de /opt/java/jre/bin

1.1.2. 8u121 significa "version 8, update 121" (versão 8, atualização 121).

1.1.3. linux obviamente significa que o arquivo é para instalação do Java no sistema GNU/Linux.

1.1.4. i586 significa que o pacote é para instalação em um sistema de arquitetura "Intel x86", ou seja, é para sistemas operacionais de 32 bits. Já o x64 significa que o pacote é para instalação em sistemas de arquitetura "AMD 64", ou seja, é para sistemas operacionais de 64 bits.

1.1.5. .tar.gz significa que todos os arquivos e pastas do JRE primeiramente foram guardados dentro de um arquivo não compactado (extensão .tar) e em seguida o arquivo .tar foi compactado com o aplicativo gzip, o que lhe adicionou a extensão .gz após o .tar. Como já explicado na introdução deste tutorial, arquivos com extensão .tar.gz recebem o nome de tarball.

1.1.6. Se acontecer de você não saber se o seu sistema é de 32 ou de 64 bits, entre no terminal e execute o comando uname -i. Se a resposta do comando for i386, seu sistema é de 32 bits. Se a resposta for x86_64, seu sistema é de 64 bits.

Se por qualquer razão o comando uname -i não lhe trouxer uma resposta, você pode executar o comando uname -a. Se a resposta desse comando contiver a palavra i386 (ou i486, ou i586, ou qualquer iX86, em que X é um número inteiro positivo), então seu sistema é de 32 bits. Mas se a resposta contiver a palavra x86_64 (ou x86-64, ou amd64, ou x64, ou qualquer outra coisa contendo 64), então seu sistema é de 64 bits.

1.1.7. Outro modo de descobrir qual é a arquitetura do seu sistema operacional é executar o comando getconf LONG_BIT: se o resultado for 64, seu sistema é de 64 bits. Caso contrário, é de 32 bits.



1.2. INSTALE O SUN JAVA.
Vamos supor o seguinte:
  • Que você gravou o tarball na sua pasta Downloads.
  • Que o seu nome de usuário é bogus.
  • Que sua pasta Downloads está dentro da sua pasta pessoal (que no caso é /home/bogus).
Neste caso, o arquivo obtido estará dentro de /home/bogus/Downloads. Um atalho para essa pasta é ~/Downloads (o ~ é um atalho para a pasta pessoal do usuário que está conectado no momento). Substitua aqueles nomes e caminhos pelos valores corretos aí do seu sistema e então execute este supercomando, no terminal do shell:

Para GNU/Linux de 32 bits:
Código: [Selecionar]
sudo mkdir /opt/java && sudo mv ~/Downloads/jre-8u121-linux-i586.tar.gz /opt/java && cd /opt/java && sudo tar -xvf jre-8u121-linux-i586.tar.gz && sudo mv ./jre1* ./jre && sudo rm -f ./jre-*.tar.gz
Para GNU/Linux de 64 bits:
Código: [Selecionar]
sudo mkdir /opt/java && sudo mv ~/Downloads/jre-8u121-linux-x64.tar.gz /opt/java && cd /opt/java && sudo tar -xvf jre-8u121-linux-x64.tar.gz && sudo mv ./jre1* ./jre && sudo rm -f ./jre-*.tar.gz
Notas:
1.2.1. O que o supercomando acima faz? Ele cria a pasta java dentro de /opt, move o tarball para dentro de /opt/java e entra em /opt/java. Em seguida, executa o aplicativo tar para copiar o conteúdo do tarball para dentro de /opt/java. É então criada uma subpasta em /opt/java, a subpasta é renomeada para jre (é nesta pasta que ficam todos os arquivos do Sun Java) e daí o caminho dela fica sendo /opt/java/jre. Por fim, o tarball é excluído.

1.2.2. Se preferir, você pode executar um comando de cada vez. Cada && daqueles serve para separar um comando do outro.

1.2.3. Caso o seu sistema seja Ubuntu (ao invés de XUbuntu, LUbuntu ou alguma outra variante do Ubuntu), então muito provavelmente você está executando o Unity. Neste caso, você pode usar a combinação de teclas Ctrl Alt T para acessar o terminal do shell. Outra maneira comum de executar o terminal no GNU/Linux é clicar com o botão direito do mouse sobre uma área livre da sua Área de Trabalho (Desktop) e selecionar a opção que contenha a palavra "terminal" ou "term". Lembre-se: você tem que abrir o terminal convencional (modo usuário). Não use o terminal em modo superusuário (root)!

1.2.4. Na página de download do Java da Sun há um link com instruções de instalação. Porém, aquele manual sugere instalar o Java dentro de /usr, enquanto que neste tutorial eu recomendo instalar em /opt porque "opt" vem de optionals ("opcionais") e o Sun Java é um "opcional" (porque ele não é o JRE oficialmente fornecido com o seu sistema). Enfim: fica a seu critério (e risco) fazer diferente do aqui descrito.



1.3. DIGA AO SEU SISTEMA QUE O SUN JAVA É O SEU JRE PADRÃO.
SE (E SOMENTE SE) você NUNCA executou o comando a seguir, deste tutorial, então execute-o, no terminal:

Código: [Selecionar]
sudo update-alternatives --install /usr/bin/java java /opt/java/jre/bin/java 10 && sudo update-alternatives --set java /opt/java/jre/bin/java
Notas:
1.3.1. Se em algum momento após a última instalação ou reinstalação do Sun Java você executou o comando do item 2.2, então você PRECISA executar o comando acima.

1.3.2. Este comando é o mesmo, tanto para sistemas de 32 bits quanto para os de 64 bits.

1.3.3. O comando só precisa ser executado na PRIMEIRA vez em que você instala algum (qualquer) JRE da Sun. Ele dirá ao seu sistema que o Sun Java foi instalado e que ele é o JRE padrão do seu sistema.

1.3.4. Este tutorial foi reformulado de modo que os nomes das instalações futuras sejam sempre modificados de jre1.8.0-121, jre1.8.0-122, jre1.8.0-123 etc. para simplesmente jre. Isto tem duas vantagens: a primeira é que isso dispensa ficar executando o comando update-alternatives sempre que se instala uma nova versão do Sun Java, já que ela sempre será gravada na mesma pasta: jre; a segunda vantagem é que assim o seu sistema sempre terá apenas uma única (a mais recente) versão do Sun Java, que você instalou em /opt/java/jre, e isto é muito recomendável, por questões de segurança.



1.4. VERIFIQUE SE O PROCEDIMENTO FUNCIONOU.
Não é possível saber diretamente qual é a versão do seu JRE padrão, mas indiretamente isso é possível: basta perguntar ao seu sistema qual é a versão da JVM que faz parte do seu JRE padrão. Para fazer essa pergunta ao seu sistema, execute este comando:

Código: [Selecionar]
java -version
Se a resposta do comando acima contiver algo assim:

java version "1.8.0_121"

...então o JRE da Sun foi realmente instalado e está corretamente configurado para ser o padrão do seu sistema.

Nota: o comando é o mesmo, tanto para sistemas de 32 bits quanto para os de 64 bits.


1.5. CRIE UM ATALHO PARA O PAINEL DE CONTROLE DO JRE.
Regra geral, as distribuições *Ubuntu (Ubuntu, XUbuntu etc.) reconhecem (e fazem aparecer no menu de aplicativos) os arquivos .desktop que você puser dentro de /usr/share/applications. Como o JCONTROL (Painel de Controle do JRE proprietário da Sun/Oracle) não precisa necessariamente ser executado via terminal do shell, você pode querer criar um atalho para ele aparecer diretamente no menu de aplicativos. Caso seja esse o seu caso, tudo o que você precisa fazer é seguir estes passos:

1.5.1. Execute o seguinte comando, para instalar o GEdit caso ainda não o possua:

Código: [Selecionar]
sudo apt-get install gedit -y
1.5.2. Agora execute o GEdit em modo de superusuário. Eis o comando:

Código: [Selecionar]
sudo gedit /usr/share/applications/jcontrol.desktop
1.5.3. Se você instalou o JRE proprietário da Sun/Oracle tal qual eu expliquei neste tutorial, o binário executável jcontrol estará localizado em /opt/java/jre/bin/jcontrol. Neste caso, copie e cole o seguinte texto dentro da janela do GEdit:

Código: [Selecionar]
[Desktop Entry]
Version=1.0
Type=Application
Name=Painel de controle Sun/Oracle JRE
Comment=Abre o painel de controle do Ambiente de Execução Java (JRE) proprietário da Sun/Oracle
Icon=/opt/java/jre/lib/images/icons/sun-java.png
Exec=/opt/java/jre/bin/jcontrol
NoDisplay=false
Categories=Java;Other;
StartupNotify=false
Terminal=false

1.5.4. Agora salve o arquivo e feche o GEdit.

Reinicie o computador, só para ter certeza de que o menu de aplicativos será atualizado. Feito isso, ao procurar Sun/Oracle no menu de aplicativos você deverá ver um atalho para o painel de controle. :)

Caso queira excluir esse item do menu, basta executar este comando, no terminal do shell:

Código: [Selecionar]
sudo rm -f /usr/share/applications/jcontrol.desktop
Caso prefira executar o JCONTROL diretamente via terminal do shell, basta executar este comando:

Código: [Selecionar]
/opt/java/jre/bin/jcontrol &
« Última modificação: 26 de Março de 2017, 21:29 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Tutorial - Seção 2: Desinstalando o Sun Java (JRE)
« Resposta #2 Online: 17 de Janeiro de 2014, 19:28 »
Caso você já possua ao menos uma versão anterior do Sun Java em seu sistema e ela tenha sido instalada segundo o método ensinado na SEÇÃO 1 deste tutorial (instalação via tarball), siga os passos explicados nesta seção para poder fazer a desinstalação.

Caso pretenda instalar a versão mais recente do Sun Java, é recomendável que faça isto somente após ter primeiramente removido todas as versões anteriores do Sun Java que estiverem instaladas em seu sistema. Remova tudo e somente depois instale a versão mais recente.

É altamente recomendável que você remova do sistema todas as versões anteriores do Sun Java, porque manter tais versões antigas instaladas representa um sério risco à segurança. A remoção das versões anteriores assegura que, após você instalar a versão mais recente do Sun Java, os aplicativos Java sejam executados com os aprimoramentos de segurança e desempenho mais atualizados que estiverem disponíveis para o seu sistema GNU/Linux.


2.1. (desfaz o item 1.2) DESINSTALE O SUN JAVA.
Esteja você em um sistema de 32 ou de 64 bits, abra seu gerenciador de arquivos e exclua todas as subpastas de /opt/java/ (inclusive a pasta "java"), ou então execute este comando, no terminal do shell:

Código: [Selecionar]
sudo rm -rf /opt/java
Se você pretende depois usar a SEÇÃO 1 deste tutorial para instalar ou reinstalar, em /opt/java, a mais recente (ou qualquer outra) versão do Sun Java, então o comando acima é suficiente: neste caso, NÃO EXECUTE OS COMANDOS ABAIXO!


2.2. (desfaz o item 1.3) DIGA AO SEU SISTEMA QUE O SUN JAVA NÃO É MAIS O SEU JRE PADRÃO.
Se você NÃO pretende instalar qualquer versão do Sun Java (ou pretende instalar o Sun Java em outro local, usando um método diferente do ensinado neste tutorial), então entre no terminal do shell e execute o comando abaixo, que dirá ao seu sistema que não existe mais nenhuma JVM da Sun instalada em /opt/java/jre:

Código: [Selecionar]
sudo update-alternatives --remove java /opt/java/jre/bin/java

2.3. DESVINCULE O PLUGIN SUN JAVA DO SEU NAVEGADOR.
Tendo em vista que os navegadores não mais oferecem suporte a plugins NPAPI, você muito provavelmente quer excluir os atalhos que porventura havia criado para os seus navegadores na época em que os plugins NPAPI ainda funcionavam neles. Enfim: para remover os atalhos (e, deste modo, desvincular seus navegadores e o plugin do JRE), basta executar os comandos abaixo informados.

Google Chrome:
Código: [Selecionar]
sudo rm -f /opt/google/chrome/plugins/sunjava
Google Chromium:
Código: [Selecionar]
sudo rm -f /usr/lib/chromium-browser/plugins/sunjava
Mozilla Firefox:
Código: [Selecionar]
sudo rm -f /usr/lib/firefox-addons/plugins/sunjava
Opera Browser:
Código: [Selecionar]
sudo rm -f /usr/lib/opera/plugins/sunjava
Mozilla SeaMonkey:
Código: [Selecionar]
sudo rm -f /opt/mozilla/seamonkey/plugins/sunjava
Atalho genérico que você havia criado para funcionar com todos os seus navegadores baseados na arquitetura Mozilla:
Código: [Selecionar]
sudo rm -f /usr/lib/mozilla/plugins/sunjava
Nota: sistemas de 64 bits ou que não sejam da família *Ubuntu podem ter caminhos diferentes para os navegadores. Se você usou caminhos diferentes para criar os atalhos, modifique os comandos acima de modo a excluir corretamente os atalhos criados.

Pronto! Todas as instalações do Sun Java foram removidas! ;)

Agora, caso deseje instalar a versão mais recente do Sun Java usando os passos deste tutorial, siga para a SEÇÃO 1.
« Última modificação: 26 de Março de 2017, 21:35 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Tutorial - Seção 3: Troubleshooting (resolução de problemas)
« Resposta #3 Online: 17 de Janeiro de 2014, 19:30 »
Esta seção foi criada para apresentar soluções a problemas e outras situações inesperadas e recorrentes pelas quais passei. A intenção é auxiliar quem porventura venha a passar pelo mesmo problema.

3.1. (incluído em 23/11/2013, atualizado em 26/03/2017) "FIZ TUDO CONFORME O TUTORIAL MAS O JRE CONTINUA NÃO FUNCIONANDO".
Se, mesmo após executar todos os passos do tutorial e conseguir confirmar, via terminal do shell (comando java -version), que o Sun Java (JRE) de fato foi instalado no sistema, ainda assim o JRE não inicializar (ou o programa que depende do JRE não funcionar), investigue alguns destes problemas que frequentemente ocorrem e podem acabar provocando isso:

  • Cache: para agilizar a inicialização do programa construído em Java, o JRE armazena no próprio cache (ou seja: no disco rígido do seu computador) os dados desse programa. Assim, quando você volta a executar o programa uma cópia de alguns componentes já se encontrará no cache do JRE e é essa cópia que acaba sendo executada pelo JRE. Porém, quando o programa é atualizado pode acontecer de o JRE continuar inicializando certos componentes do programa a partir do cache do JRE, ao invés de inicializar esses componentes (atualizados) a partir da nova instalação do programa.
  • Diferentes versões do mesmo programa: também pode ocorrer de o programa que você está usando (e que depende do JRE para funcionar) não possuir uma função que permita detectar diferentes versões dele. Neste caso, o programa novo, ao tentar se instalar em seu sistema, poderá "desistir" de se instalar porque identificou que o seu sistema já possui o mesmo programa instalado, embora o programa que se encontre em seu sistema seja de uma versão antiga e que não funciona mais com o JRE (ou não funciona com as mesmas características da versão mais nova do programa).
  • Pasta oculta do Sun Java: outro problema recorrente diz respeito à pasta oculta /etc/.java/.systemPrefs (pasta de configurações globais do JRE): às vezes ela não existe, ou existe porém as permissões de acesso (leitura, gravação e execução) estão erradas. Também pode haver algum problema na pasta oculta .java que se encontra dentro da sua pasta pessoal: às vezes essa pasta não existe, ou existe com permissões de acesso erradas, ou está com algum arquivo corrompido ou desconfigurado.

Solução: feche todos os seus programas que porventura estejam abertos e dependam do JRE para funcionar. Após fechar todos eles, execute os procedimentos a seguir.

i) Cache: para resolver o problema do cache do JRE, a solução é acessar o painel de controle do Sun/Oracle Java e limpar o cache manualmente. Para fazer isso, acesse o terminal do shell e execute este comando:

Código: [Selecionar]
/opt/java/jre/bin/jcontrol &
...ou então este comando:

Código: [Selecionar]
cd /opt/java/jre/bin && ./jcontrol &
Nota: estou assumindo que você instalou o JRE em /opt/java/jre, exatamente como na SEÇÃO 1. Se você modificou aquele caminho, terá que fazer o mesmo nos comandos acima.

A janela do painel de controle será aberta. Clique na aba/guia Geral, clique em Definições..., clique então em Excluir Arquivos... e marque todas as caixas. Agora vá clicando em OK até sair do painel de controle. Pronto: você limpou todo o cache do JRE. ;)

ii) Diferentes versões do programa: para resolver o problema da versão errada do programa, a solução é desinstalar todas as versões do programa (ou remover todos os arquivos de todas as versões instaladas do programa) e, depois, instalar a versão mais nova do programa, pois isto provavelmente eliminará conflitos existentes quando duas versões do mesmo programa acessam o mesmo JRE e enviam parâmetros para ele.

iii) Pasta oculta do Sun Java: caso o Sun Java continue não funcionando, feche o programa e exclua a pasta oculta .java (preferências pessoais do Sun Java). Para excluir a pasta oculta, execute este comando no terminal do shell:

Código: [Selecionar]
sudo rm -rf ~/.java
Agora que você fez uma "limpeza" no cache do JRE, excluiu versões conflitantes do programa e excluiu a pasta oculta do Sun Java (JRE), execute novamente o programa.
« Última modificação: 26 de Março de 2017, 21:56 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline xluisfernando

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 844
  • Linux user #532810
    • Ver perfil
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #4 Online: 21 de Janeiro de 2014, 22:13 »
Não sei em relação a outros bancos, mas acesso o internet banking do Banco do Brasil usando ubuntu e os plugins openjdk, que são uma versões do java de código aberto. Já li que o Santander "exige" o plugin java da Oracle e lembro que desde o ano passado, quando eu usava o java a oracle, uma mensagem de erro e vulnerabilidade desabilitava automaticamente o plugin, de forma que era preciso habilitá-lo manualmente a cada início de sessão do navegador. Depois disso, removi o java oracle e o substituí pelo openjdk e não tive mais problemas
Netbook Asus EeePC1000HA - Lubuntu 16.04LTS - i386

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #5 Online: 22 de Janeiro de 2014, 00:03 »
Não sei em relação a outros bancos, mas acesso o internet banking do Banco do Brasil usando ubuntu e os plugins openjdk, que são uma versões do java de código aberto. Já li que o Santander "exige" o plugin java da Oracle e lembro que desde o ano passado, quando eu usava o java a oracle, uma mensagem de erro e vulnerabilidade desabilitava automaticamente o plugin, de forma que era preciso habilitá-lo manualmente a cada início de sessão do navegador. Depois disso, removi o java oracle e o substituí pelo openjdk e não tive mais problemas

Acredito que seja questão de tempo até que o OpenJDK e o plugin IcedTea consigam substituir integralmente o Sun Java (JRE da Oracle), até porque o projeto do OpenJDK também é da Oracle. Mas, como ainda há relatos de falta de compatibilidade do OpenJDK+IcedTea com determinados websites e navegadores (principalmente o Chrome/Chromium), tenho procurado manter o tutorial atualizado. Também porque não faz mal nenhum ter dois (ou mais) JRE no sistema - desde que estejam todos atualizados, claro. :)

Ainda, no caso específico do Banco do Brasil o banco informa explicitamente a necessidade de o cliente usar o Sun Java proprietário (o que este tutorial ensina a instalar). Por causa disso, no caso do cliente BB, usar o OpenJDK é uma decisão que corre por conta e risco do cliente. Isso (e outras coisas) eu comento lá na seção introdutória do tutorial. Em suma: para quem é cliente do Banco do Brasil, minha sugestão é que não use nem o OpenJDK nem qualquer outra JVM, JRE ou JDK que não seja esse (proprietário) da Sun/Oracle.
« Última modificação: 26 de Fevereiro de 2015, 03:00 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline Visterine

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 80
    • Ver perfil
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #6 Online: 11 de Fevereiro de 2014, 23:13 »
Muito bom este tutorial. Uso-o a mais de oito meses e sempre funcionou para todos os bancos que acesso.

Parabéns pelo trabalho Yuri. ;D
Linux Mint 17.2 Cinnamon AMD Athlon II X4 2.8Ghz Ram 8Gb NVidia GeForce GT 610
Ubuntu 14.04 / Linux Mint 17.2 XFCE Intel Core 2 Duo 3Ghz Ram 4Gb

Offline matche10

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 8
    • Ver perfil
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #7 Online: 03 de Abril de 2014, 00:25 »
Olá!.
Realizei todo o procedimento do tutorial, mas ainda não consigo acessar :x

Utilizo Chrome em Debian 64 bits.
Em chrome://plugins tenho:

Java(TM) - Versão: 10.51.2
Next Generation Java Plug-in 10.51.2 for Mozilla browsers

o comando java -version me retorna:

java version "1.7.0_51"
Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.7.0_51-b13)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 24.51-b03, mixed mode)

E o link para verificar se o java está funcionando me diz que ele está instalado e na última versão. Realizei o procedimento do item 3.4, mas nada :x
Tem algo mais que posso fazer? Aliás, não existia nenhum diretório ~/.*gbas*
Ele pode estar em outro lugar fora da home?

Agradeço.

Offline JorgeThrasher

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 53
  • Ubunu 10.10
    • Ver perfil
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #8 Online: 04 de Abril de 2014, 15:38 »
Conheço um jeito bem mais fácil de acessar os bancos e os certificados:
Só instalar esses dois pacotes e as dependências sugeridas usando o comando abaixo e já era:
sudo apt-get install openjdk-7-jre icedtea-plugin

Créditos: http://diegocananea.wordpress.com/2012/06/14/acessando-o-banco-do-brasil-no-ubuntu-12-04-com-openjdk/
"As letras e a ciência só tomarão o seu verdadeiro lugar na obra do desenvolvimento humano no dia em que, livres de toda a servidão mercenária, forem exclusivamente cultivadas pelos que as amam e para os que as amam."(Piotr Kropotkine)

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #9 Online: 15 de Abril de 2014, 21:09 »
Muito bom este tutorial. Uso-o a mais de oito meses e sempre funcionou para todos os bancos que acesso.

Parabéns pelo trabalho Yuri. ;D

Obrigado, Visterine.  :)

Desde o advento do Linux, a troca de informações na internet entre usuários Linux tem sido e continua sendo uma ferramenta poderosa de colaboração mútua, em benefício próprio e da coletividade (comunidade Linux), o que tende a facilitar cada vez mais o uso e configuração desse sistema que não é nenhum bicho de sete cabeças. E é dentro desse espírito e filosofia colaborativa que procuro contribuir com algum conhecimento. Fico feliz por saber que meu tutorial está sendo útil a você.  ;D
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #10 Online: 15 de Abril de 2014, 21:24 »
Conheço um jeito bem mais fácil de acessar os bancos e os certificados:
Só instalar esses dois pacotes e as dependências sugeridas usando o comando abaixo e já era:
sudo apt-get install openjdk-7-jre icedtea-plugin

Créditos: http://diegocananea.wordpress.com/2012/06/14/acessando-o-banco-do-brasil-no-ubuntu-12-04-com-openjdk/

Transcrição do texto que postei lá na introdução do tutorial:

Citar
Como dizia uma antiga propaganda, existem mil maneiras de se preparar Neston. Pois é: também existem mil maneiras de se instalar o Sun Java no seu sistema. A que este tutorial apresenta é uma forma totalmente manual de instalação. Você pode querer tentar modos mais simples, mais práticos, mais fáceis ou mais convenientes para as suas necessidades e interesses, e "apelar" para este tutorial somente caso nada mais dê certo.

Duas maneiras de "preparar Neston":
  • Instalar um JDK (não um JRE) de código aberto, como é o caso do OpenJDK, e daí instalar junto o plugin IcedTea, para que o IcedTea use o OpenJDK para executar conteúdos web escritos em Java. Na prática, embora você instale o JDK inteiro, o plugin vai usar apenas parte do JRE que existe dentro do JDK: o resto ficará inerte e sem uso, dentro do seu sistema.
  • Adicionar o repositório do Webupd8team ao seu banco de dados APT e daí instalar o Java a partir do repositório deles.

Apesar de conhecer soluções mais práticas, mais fáceis etc., eu mantenho este tutorial ativo e atualizado porque há de haver circunstâncias em que determinado website ou navegador só funcionará se o Java for instalado manualmente, como ensino neste tutorial. É melhor sobrar dicas (ainda que nem todas venham a ser úteis) do que faltar. ;)
« Última modificação: 15 de Abril de 2014, 21:27 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #11 Online: 15 de Abril de 2014, 21:45 »
Olá!.
Realizei todo o procedimento do tutorial, mas ainda não consigo acessar :x

Utilizo Chrome em Debian 64 bits.
Em chrome://plugins tenho:

Java(TM) - Versão: 10.51.2
Next Generation Java Plug-in 10.51.2 for Mozilla browsers

o comando java -version me retorna:

java version "1.7.0_51"
Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.7.0_51-b13)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 24.51-b03, mixed mode)

E o link para verificar se o java está funcionando me diz que ele está instalado e na última versão. Realizei o procedimento do item 3.4, mas nada :x
Tem algo mais que posso fazer? Aliás, não existia nenhum diretório ~/.*gbas*
Ele pode estar em outro lugar fora da home?

Agradeço.

matche10, nós nos encontramos de novo, rs. ;D Na última vez foi lá no fórum do Clube do Hardware e foi bastante difícil eu conseguir ajudá-lo. Será que desta vez terei mais sorte?

Antes de mais nada: o Java atualmente está na versão 7, atualização 55 (não 51). Consequentemente, atualize o Java antes de fazer os testes abaixo.

=> Se você já testou todos os passos de 3.4, experimente acessar chrome://plugins e verificar se na parte do Java, à direita de onde está escrito Desativar, a caixa Sempre permitido está marcada. Se ela estiver desmarcada, marque-a.

=> Se o procedimento acima não funcionar, experimente executar os 3 últimos comandos do item 3.1, um de cada vez:

==> Primeiro execute este comando:
Código: [Selecionar]
sudo mkdir -p /etc/.java/.systemPrefs
Limpe o cache do navegador e reinicie-o. Se funcionar, ok, não precisa fazer mais nada.

==> Se não funcionar, tente este código:
Código: [Selecionar]
sudo chmod 755 -R /etc/.java
Limpe novamente o cache do navegador e reinicie-o. Se funcionar, ok.

==> Se não funcionar, tente este código:
Código: [Selecionar]
sudo rm -rf ~/.java
Daí faça nova limpeza de cache de navegador e reinicie-o.

=> Se não funcionar, e assumindo que o seu banco é o Banco do Brasil e que você já atualizou seu Java para a versão 7u55, experimente acessar o jcontrol (Painel de Controle Java. Vide item 3.4), daí, no painel de controle clique na aba Segurança, depois em Editar Lista de Sites... e então clique no botão Adicionar. Digite este endereço:

https://www2.bancobrasil.com.br

Agora saia clicando em Ok até fechar o painel de controle. Feche o navegador Google Chrome e reexecute-o. Acesse novamente a página do Banco do Brasil. Se der erro de carregamento do navegador, atualize a página algumas vezes clicando no botão "Recarregar esta página" ou pressionando a combinação de teclas Ctrl Shift R

Se nada disso funcionar, informe aqui para tentarmos alguma outra coisa.

PS: os arquivos *gbas ficam mesmo dentro da sua pasta home. Se não houver nada em sua home, então está ok.

PPS: instalei o Debian Wheezy de 64 bits na minha Virtual Box, daí instalei o Google Chrome nele e executei os procedimentos deste tutorial para instalar o JRE da Sun. E tudo funcionou como esperado. :) Enfim: como numa "instalação limpa" (fresh install) deu tudo certo, se você continuar não conseguindo fazer o Java funcionar no website do banco é porque o problema é específico do seu sistema, e neste caso a minha sugestão é que você limpe tudo: cache do navegador, cache da JVM, arquivos do módulo de segurança que estejam em sua pasta pessoal. Às vezes o módulo dá problema na hora de carregar e daí atualizar a página algumas vezes faz ele carregar direito. Em último caso, você pode experimentar desinstalar o navegador e depois reinstalá-lo. Quando desinstalar, execute estes três comandos:
Código: [Selecionar]
apt-get remove google-chrome
Código: [Selecionar]
apt-get purge google-chrome
Código: [Selecionar]
apt-get clean
Isto desinstalará o Google Chrome e limpará os resquícios dele do seu sistema, além de limpar todo o cache de pacotes DEB. Isto é bom porque além de liberar espaço em disco obrigará o seu sistema a baixar novamente o pacote do Google Chrome e fazer uma "instalação limpa" dele, quando você for reinstalar o Google Chrome, o que pode ajudar a resolver uma série de problemas relacionados a "arquivos lixo" que estejam bagunçando a configuração do Java dentro do seu navegador.

Se nada disso funcionar, poste aqui para vermos o que mais podemos fazer.
« Última modificação: 21 de Abril de 2014, 21:35 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline lapc

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 13
    • Ver perfil
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #12 Online: 19 de Abril de 2014, 11:03 »
Olá, tenho um problema um pouco diferente: tenho o plugin já anteriormente instalado na pasta /usr/lib/chromium-browser/plugins e tudo funcionava bem até atualizar o chromium para a sua nova versão. Agora, mesmo com o plugins na pasta, o chromium não o lista em seus plugins. Alguma ideia?

Offline Sampayu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 289
  • "Não se pode semear de mãos fechadas" (Esquivel)
    • Ver perfil
    • YouTube
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #13 Online: 19 de Abril de 2014, 23:54 »
Olá, tenho um problema um pouco diferente: tenho o plugin já anteriormente instalado na pasta /usr/lib/chromium-browser/plugins e tudo funcionava bem até atualizar o chromium para a sua nova versão. Agora, mesmo com o plugins na pasta, o chromium não o lista em seus plugins. Alguma ideia?

Acabei de instalar o Google Chromium de 64 bits no GNU/Linux Debian Wheezy de 64 bits que está rodando numa Virtual Box do meu Macbook Pro. Conclusão: pelo menos no Debian Wheezy, o navegador não é mais instalado em /usr/lib/chromium-browser, mas sim em /usr/lib/chromium, e por isto a pasta de plugins agora fica em /usr/lib/chromium/plugins, em vez de em /usr/lib/chromium-browser/plugins

Acabei de atualizar o tutorial com essa nova informação. Caso seu sistema seja Debian, experimente refazer o item 1.5 excluindo a pasta antiga e recriando o atalho do plugin só que desta vez para o novo endereço. ;)
« Última modificação: 22 de Abril de 2014, 02:31 por Sampayu »
Yuri Sucupira ("Sampayu")

Offline lapc

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 13
    • Ver perfil
Re: [Tutorial] Banco do Brasil e plugin Sun Java em vários navegadores do Ubuntu
« Resposta #14 Online: 21 de Abril de 2014, 17:55 »
Olá Sampayu, obrigado por sua atenção. Renomeei a pasta /usr/lib/chromium-browser para /usr/lib/chromium e alterei o script de partida chromium-browser na pasta /usr/bin para reconhecer o novo path. O Chromium iniciou sem problemas, mas não reconheceu o novo local do plugin (/usr/lib/chromium/plugins). Estou rodando a última versão do Chromium, obtida no repositório da Canonical, no Ubuntu 14.04 32 bits atualizado. Perdi algo?